Resolver o Simulado CESPE - Nível Médio

0 / 80

Administração Pública

1

Tendo tomado as devidas providências para a solução de um processo que tramita em determinado órgão público, um cidadão, reiteradas vezes, já se dirigiu ao setor de atendimento e, embora tenha recebido tratamento respeitoso e gentil dos atendentes, com esclarecimentos acerca dos procedimentos necessários para finalizar o problema, continua sendo informado de que o processo permanece inconcluso.


Nessa situação hipotética, a pendência deve-se ao fato de o órgão em questão apresentar problema relacionado à falta de

  • A cortesia.
  • B eficiência.
  • C discrição.
  • D comunicabilidade.
  • E tolerância.

Arquivologia

2

No desenvolvimento de suas atividades, um servidor notou o extravio de um processo administrativo. Imediatamente, informou o fato à autoridade competente do órgão, a qual iniciou a apuração dos fatos por meio de sindicância.


Nessa situação hipotética, a sindicância instaurada pela autoridade do órgão constitui requisito inicial do procedimento de

  • A entrada.
  • B desentranhamento.
  • C reconstituição de processo.
  • D encerramento de volume.
  • E abertura de volume.

Direito Administrativo

3

Serviço autônomo com personalidade jurídica de direito público, patrimônio e receita próprios, criado por lei para executar atividades típicas da administração pública que requeiram, para seu melhor funcionamento, gestão administrativa e financeira descentralizada é o conceito de

  • A consórcio público.
  • B autarquia.
  • C empresa pública.
  • D fundação pública.
  • E sociedade de economia mista.

Administração Pública

4

A partir da instituição do Plano Diretor da Reforma do Estado, em 1995, a gestão por resultados foi incorporada à administração pública com o objetivo de tornar a gestão pública

  • A mais descentralizada e com gestores com maior autonomia e maior nível de responsabilidade individual.
  • B mais descentralizada, mas com gestores com menor autonomia e maior nível de responsabilidade individual.
  • C mais descentralizada, mas com gestores com menor autonomia e menor nível de responsabilidade individual.
  • D menos descentralizada e com gestores com maior autonomia e maior nível de responsabilidade individual.
  • E menos descentralizada e com gestores com menor autonomia e menor nível de responsabilidade individual.
5

O modelo de administração que admite o cidadão como cliente dos serviços do Estado denomina-se

  • A nova governança pública.
  • B patrimonialista.
  • C burocrático.
  • D estado de bem-estar social.
  • E administração pública gerencial.
6

O processo de burocratização que instituiu um modelo de gestão pública pautado no uso do poder racional-legal e na incorporação da racionalidade técnica e do profissionalismo ocorreu no governo de

  • A Getúlio Vargas.
  • B Juscelino Kubitschek.
  • C Fernando Henrique Cardoso.
  • D Luís Inácio Lula da Silva.
  • E Eurico Gaspar Dutra.
7

O modelo de administração pública no qual não há distinção na forma de gerenciar bens públicos e privados denomina-se

  • A neoliberal.
  • B de bem-estar social.
  • C gerencialista.
  • D patrimonialista.
  • E burocrático.

Administração de Recursos Materiais

8

No setor público, as opções de compra, sempre que possível, devem ser compatíveis em termos de especificações técnicas e de desempenho, assim como em termos de condições de manutenção, assistência técnica e garantias oferecidas. Essa exigência caracteriza o denominado princípio da

  • A comparabilidade.
  • B equivalência.
  • C similaridade.
  • D padronização.

Administração Pública

9

De acordo com a arquitetura de processos definida pelo Mapa Estratégico 2016–2021 do TRE/BA, os macroprocessos essenciais à existência do tribunal, que recebem apoio de processos internos e estão diretamente relacionados ao objetivo maior do órgão, são os macroprocessos

  • A finalísticos.
  • B de apoio.
  • C de suporte.
  • D gerenciais.
  • E de governança.

Legislação dos Tribunais Eleitorais (TSE e TREs)

10

De acordo com seu Mapa Estratégico 2016–2021, os valores organizacionais do TRE/BA incluem a

  • A transparência.
  • B acessibilidade.
  • C modernidade.
  • D celeridade.
  • E credibilidade.

Arquivologia

11

Na tramitação de documentos,

  • A a unidade protocolizadora responsável pelo trâmite é dispensada de cadastro prévio.
  • B o controle da tramitação é desnecessário para o caso de documentos digitais, uma vez que não existe movimentação física de documentos.
  • C o registro da movimentação do documento, que facilita investigação posterior em caso de extravio, é facultativo, desde que sejam criados mecanismos de recuperação das informações.
  • D a unidade protocolizadora do órgão destinatário deverá manter registro que permita a identificação do órgão remetente quando ocorrer trâmite externo.
  • E a movimentação do documento deverá ser registrada desde a sua produção ou recepção até o cumprimento de sua função administrativa.
12

Com referência a formas de registro e recebimento de documentos digitais, julgue os itens a seguir.


I O recebimento de documentos digitais pode ser centralizado em uma unidade de protocolo.

II O recebimento de documentos digitais pelo correio eletrônico é proibido, pois esse método não oferece garantia de autenticidade e confiabilidade.

III O recebimento de documentos digitais em mídias removíveis poderá ser realizado a critério do órgão ou da entidade, sendo facultada a entrega do objeto na unidade de protocolo ou diretamente na unidade destinatária.

IV O envio de documentos digitais poderá ser realizado de forma descentralizada, diretamente para o destinatário.


Estão certos apenas os itens

  • A I e II.
  • B I e III.
  • C I e IV.
  • D I, II e IV.
  • E II, III e IV.
13

Quando receber um processo com autuação e numeração única de processo já feitas por outro órgão, o órgão recebedor deverá

  • A inutilizar a numeração única de processo já existente e adotar uma nova sequência numérica para identificar esse processo.
  • B dar seguimento à tramitação desse processo, sendo dispensável o registro de seu recebimento pelo protocolo.
  • C usar novo número de identificação no processo, alterando também os demais dados de cadastro preexistentes.
  • D inserir nova numeração ao processo, que passará a contar com dois registros, e alterar o nome do interessado, registrando nessa opção o seu próprio nome.
  • E identificar esse processo pelo número de origem além do nome do órgão ou do interessado.
14

A autuação de documentos avulsos para a formação de processos é obrigatória quando o assunto, tema ou a solicitação requerer análises, informações, despachos, pareceres ou decisões administrativas dos órgãos e das entidades da administração pública federal. A autuação de processos digitais

  • A e as demais informações de identificação do processo devem ser apresentadas separadas das informações de trâmite do processo digital.
  • B tem de ser precedida pelo encaminhamento do processo digital para a unidade administrativa na qual será instruído.
  • C deve associar os documentos digitais de forma que os documentos integrantes de cada processo sejam apresentados sempre na mesma sequência.
  • D é facultada a usuários autorizados pela unidade protocolizadora, sem a necessidade de monitoramento.
  • E deve identificar o processo criado por seu número, sua data de autuação e seu interessado. O código de classificação e o nome da unidade administrativa são informações opcionais, que podem ser incluídas a qualquer momento.
15

Na organização de documentos, um processo consiste em

  • A um conjunto de documentos que se relacionam entre si por assunto, constituindo uma unidade de arquivamento.
  • B uma representação de documentos ou informações por termos ou descritores que propiciem a recuperação da informação.
  • C um conjunto de documentos oficialmente reunidos no decurso de uma ação administrativa ou judicial.
  • D uma unidade documental fisicamente indivisível.
  • E uma unidade de arquivamento que contém o registro de informações sobre arquivos com vistas ao controle físico e intelectual desses arquivos.
16

A respeito do grau de sigilo e do tempo para desclassificação das informações de documentos sigilosos, assinale a opção que, de acordo com a legislação pertinente, apresenta a associação correta entre o grau de sigilo de um documento e o prazo máximo para a desclassificação desse grau.

  • A ultrassecreto – setenta e cinco anos
  • B secreto – trinta anos
  • C reservado – cinco anos
  • D secreto – trinta e cinco anos
  • E reservado – doze anos
17

Nos arquivos permanentes, a organização adequada das informações relativas a cada documento, de modo a favorecer a divulgação do acervo documental e a consulta aos documentos constituintes desse acervo, corresponde à atividade de

  • A conservação.
  • B preservação.
  • C descrição.
  • D avaliação.
  • E arranjo.
18

Na administração de documentos, entre as rotinas do protocolo, a identificação dos metadados para controle e recuperação de dados faz parte da rotina de

  • A movimentação.
  • B registro.
  • C classificação.
  • D tramitação.
  • E expedição.
19

No arquivo intermediário, considerado uma extensão do arquivo corrente, predomina o valor

  • A probatório.
  • B histórico.
  • C cultural.
  • D informativo.
  • E primário.
20

Os arquivos correntes da PMSP são formados pelo conjunto dos documentos correntes existentes nas suas várias unidades político-administrativas. Esses documentos

  • A só podem ser eliminados após o prazo mínimo de dois anos.
  • B são de grande interesse para a pesquisa científica.
  • C têm grande possibilidade/frequência de uso.
  • D possuem valor secundário.
  • E são normalmente classificados como sigilosos.

Direito Administrativo

21

João, Pedro e Lucas são servidores públicos federais. A madrasta de João está doente; o enteado de Pedro está doente; e a companheira de Lucas está doente.


Nessa situação hipotética, de acordo com a Lei n.º 8.112/1990, se a assistência direta dos enfermos for indispensável e não puder ser prestada simultaneamente com o exercício dos cargos ou mediante compensação de horário, a licença por motivo de doença em pessoa da família, poderá ser concedida a

  • A Lucas, apenas.
  • B Lucas e Pedro, apenas.
  • C João e Lucas, apenas.
  • D João e Pedro, apenas.
  • E João, Pedro e Lucas.
22

De acordo com a Lei n.º 8.112/1990, em caso de servidor público estável cuja demissão tenha sido invalidada por decisão administrativa ou judicial, deverá ocorrer a

  • A recondução.
  • B reintegração.
  • C redistribuição.
  • D readaptação.
  • E reversão.

Direito Constitucional

23

De acordo com a Constituição Federal de 1988 (CF), a perda do cargo de servidor público que cometer alguma irregularidade no exercício de sua função poderá ocorrer

  • A mediante processo administrativo, assegurada a ampla defesa, desde que ele não tenha estabilidade.
  • B em procedimento de avaliação periódica de desempenho, desde que ele não tenha estabilidade.
  • C em procedimento de avaliação periódica de desempenho, ainda que ele tenha estabilidade.
  • D se houver sentença judicial passível de recurso, desde que ele não tenha estabilidade.
  • E se houver sentença judicial passível de recurso, ainda que ele tenha estabilidade.

Direito Administrativo

24

Se a administração pública de um estado da Federação tiver de contratar um grupo de dança consagrado pela mídia local para festividades do aniversário da capital desse estado, a contratação, nesse caso, deverá ocorrer mediante

  • A dispensa de licitação em razão da escolha do executante.
  • B inexigibilidade de licitação por previsão legal.
  • C concurso.
  • D licitação na modalidade convite.
  • E licitação na modalidade tomada de preços.
25

Nas licitações públicas, de acordo com o princípio do julgamento objetivo,

  • A comprovado o melhor interesse da administração, os critérios de julgamento poderão incluir fatores subjetivos.
  • B concluído o procedimento, a administração estará impedida de atribuir o objeto da licitação a outrem que não o licitante vencedor.
  • C o julgamento do certame deve nortear-se pelo critério previamente fixado no instrumento convocatório, observadas todas as normas a seu respeito.
  • D a administração poderá cobrar do licitante qualquer qualificação, ainda que não inserida no edital, desde que a exigência tenha nexo relacional com o objeto da contratação.
  • E o julgamento do certame deve realizar-se segundo razões de conveniência e oportunidade do gestor.
26

Assinale a opção correta com relação às cláusulas dos contratos administrativos tomados em seu sentido próprio e restrito.

  • A A administração pública poderá rescindir o contrato unilateralmente nos casos de inadimplemento por culpa, insolvência e interesse público, mas não o poderá fazer quando o inadimplemento se dever a caso fortuito ou de força maior.
  • B Não cabe ao Estado fazer a retomada do objeto nos casos de rescisão unilateral.
  • C As cláusulas contratuais são fixadas previamente, de forma unilateral, pela administração, cabendo ao particular a elas aderir.
  • D As cláusulas econômico-financeiras e monetárias dos contratos administrativos poderão ser alteradas sem prévia concordância do contratado.
  • E É vedado ao Estado exigir garantia em contratos de obra, serviços e compras.
27

No processo de descentralização por serviço, em que o órgão passa a deter a titularidade e a execução do serviço, ocorre

  • A o exercício da capacidade administrativa do órgão descentralizado mediante dependência financeira em relação ao poder central.
  • B a sujeição do órgão descentralizado a controle — ou tutela —, exercido pelo poder central nos limites da lei para assegurar certa independência ao órgão descentralizado.
  • C o uso de patrimônio próprio pelo órgão descentralizado, bem como a sua não sujeição ao princípio da especialização.
  • D a sujeição do órgão descentralizado ao princípio da especialização, bem como a sua dependência financeira em relação ao poder central.
  • E a distribuição interna de competências no âmbito de uma mesma pessoa jurídica.
28

Se um órgão da administração pública tiver de adquirir determinado item de material de consumo e pretender fazê-lo mediante licitação pelo SRP, a vigência máxima da ata de registro de preços a ser assinada com o licitante vencedor será de

  • A um ano.
  • B dois anos.
  • C três anos.
  • D quatro anos.
  • E cinco anos.
29

Na hipótese de acumular ilegalmente cargos, empregos, ou funções públicas, o funcionário público estará sujeito à penalidade disciplinar de

  • A destituição de cargo em comissão.
  • B suspensão.
  • C demissão.
  • D advertência.
30

Os aspectos a serem observados tanto no projeto básico como no projeto executivo de obras e serviços incluem


I- a possibilidade do emprego de mão de obra, materiais, tecnologias e matérias-primas existentes no local para a execução, conservação e operação.

II- a facilidade na execução, conservação e operação, sem prejuízo da durabilidade da obra ou do serviço.

III- o impacto ambiental.


Assinale a opção correta.

  • A Apenas os itens I e II estão certos.
  • B Apenas os itens I e III estão certos.
  • C Apenas os itens II e III estão certos.
  • D Todos os itens estão certos.

Direito Constitucional

31

De acordo com os princípios fundamentais estabelecidos na CF, assinale a opção que apresenta, respectivamente, as formas de Estado e de governo adotadas no Brasil.

  • A Federação e República
  • B Federação e presidencialismo
  • C presidencialismo e República
  • D República e Federação
  • E República e presidencialismo
32

Jorge, cidadão brasileiro com dezoito anos de idade, deseja tomar medida jurídica, sob o fundamento de que determinada prerrogativa inerente a sua cidadania não pode ser usufruída em razão de omissão legislativa na edição de norma regulamentadora de dispositivo constitucional.


Nessa situação hipotética, para buscar tutela jurisdicional, de acordo com o rol de direitos e garantias fundamentais, Jorge deverá valer-se de

  • A habeas data.
  • B mandado de injunção.
  • C mandado de segurança.
  • D ação direta de inconstitucionalidade por omissão.
  • E ação popular.
33

No que diz respeito à educação brasileira, assinale a opção correta, segundo a CF.

  • A As universidades podem admitir professores, técnicos e cientistas estrangeiros, na forma da lei.
  • B O ensino religioso nas escolas públicas é facultativo e constituirá disciplina nos ensinos fundamental e médio.
  • C A União e os estados devem aplicar o mesmo percentual mínimo da receita de impostos no ensino.
  • D A atuação dos estados deve ser voltada prioritariamente à educação infantil.
  • E É vedada a aplicação de recurso público em escolas confessionais.
34

De acordo com o regime constitucional brasileiro, as denominadas funções de confiança devem ser exercidas

  • A de forma exclusiva por servidor ocupante de cargo efetivo, e destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e assessoramento.
  • B por servidor aposentado que retorne ao serviço público para exercer qualquer atividade diversa daquela em que tenha se dado a aposentadoria.
  • C somente por quem não possua cargo efetivo, nos limites fixados na legislação, e se destinam apenas à atividade meio.
  • D por qualquer cidadão, salvo se forem destinadas a atividades de direção ou assessoramento jurídico.
  • E por pessoa natural, com ou sem vínculo com o poder público, e destinam-se a qualquer atividade — meio ou fim — realizada na administração pública.
35

A regra constitucional que determina que os servidores se aposentem compulsoriamente aos setenta anos de idade com proventos proporcionais ao tempo de contribuição, ou aos setenta e cinco anos de idade na forma de lei complementar,

  • A não deve ser observada para os magistrados e membros do MP, que possuem a garantia constitucional de vitaliciedade.
  • B é exclusiva para os servidores do Poder Executivo, conforme opção do constituinte, motivo pelo qual exclui os servidores dos Poderes Legislativo e Judiciário.
  • C não alcança os municípios, que, em razão de sua autonomia, podem fixar outros limites para a aposentaria compulsória.
  • D abrange todos os cargos efetivos e comissionados da administração pública direta, mas deixa de admitir os entes integrantes da administração indireta.
  • E aplica-se aos cargos efetivos da União, dos estados, do DF e dos municípios, incluídas suas autarquias e fundações.
36

Os partidos políticos

  • A são pessoas jurídicas de direito privado.
  • B dependem de autorização do Congresso Nacional para estruturar seu funcionamento.
  • C podem ministrar instrução militar ou paramilitar.
  • D adquirem personalidade jurídica com o registro do estatuto social no TSE.
  • E devem submeter sua estrutura interna para aprovação do TSE.

Direito Eleitoral

37

Determinado partido político regularmente constituído, com representatividade em município, instituiu uma fundação regida pela lei civil para fomentar pesquisas relacionadas à educação política. A presidência dessa fundação é escolhida e exercida por um de seus filiados.


A respeito dessa situação hipotética, assinale a opção correta.

  • A Caso deseje desfiliar-se do partido, o presidente deverá, primeiramente, desligar-se da fundação.
  • B O processo eleitoral para a escolha do presidente da fundação depende de aprovação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
  • C O referido partido político tem caráter nacional.
  • D Anualmente, a fundação deve enviar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a relação de todos os seus filiados e não filiados.
  • E Pode ser eleito presidente da fundação indivíduo que estiver com seus direitos políticos suspensos.

Direito Constitucional

38

De acordo com a CF, os partidos políticos

  • A podem ter caráter regional ou estadual.
  • B têm autonomia para definir o regime de suas coligações eleitorais, não sendo obrigatória a vinculação entre as candidaturas nacionais, estaduais e municipais.
  • C adquirem personalidade jurídica somente após o registro dos seus estatutos no Tribunal Superior Eleitoral.
  • D têm direito a recursos do fundo partidário e acesso pago à televisão.
  • E podem constituir e utilizar organizações paramilitares, desde que para fins eleitorais.
39

A respeito dos direitos e das garantias fundamentais, julgue os itens a seguir, de acordo com a CF.


I O direito à liberdade de reunião é garantido pela CF, desde que exercido de forma pacífica, sem armas, em locais abertos ao público e mediante prévia autorização do poder público.

II As atividades das associações podem ser suspensas por decisão judicial, mesmo que ainda não tenha ocorrido o trânsito em julgado.

III A pequena propriedade rural, desde que trabalhada pela família, usufrui de impenhorabilidade no que se refere ao pagamento dos débitos decorrentes de sua atividade produtiva.

IV O brasileiro naturalizado não poderá ser extraditado, ainda que tenha cometido crime comum antes de ter adquirido a nacionalidade brasileira.


Estão certos apenas os itens

  • A I e II.
  • B I e III.
  • C II e III.
  • D II e IV.
  • E III e IV.
40

De acordo com a CF, compete à Advocacia-Geral da União

  • A defender a validade de lei federal no âmbito de ação direta de inconstitucionalidade ajuizada no STF.
  • B realizar atividades de consultoria e assessoramento jurídico dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.
  • C executar a dívida ativa dos entes federativos.
  • D ingressar, em nome próprio, com ação direta de inconstitucionalidade contra lei federal no STF.
  • E conceder anistia se houver delegação de competência do presidente da República ao advogado-geral da União.

História

41

Acerca da redemocratização no Brasil, julgue os itens que se seguem.

Um dos fatores que causou forte insatisfação popular contra o regime militar foi o agravamento da crise econômica, a elevada inflação, que atingiu 110%.

42

Acerca da redemocratização no Brasil, julgue os itens que se seguem.

O Plano Real, criado durante o governo de Itamar Franco, obteve êxito no controle da inflação, graças à política cambial ancorada no dólar e à redução das emissões monetárias.

43

No que se refere à República brasileira entre 1889 e 1964, julgue os próximos itens.

Os amotinados da Revolta da Chibata, liderada por João Candido Felisberto, reivindicaram maiores salários para os militares, especialmente os marinheiros.

44

No que se refere à República brasileira entre 1889 e 1964, julgue os próximos itens.

A bossa nova foi criada como um movimento cultural de contestação à ditadura durante o governo de Ernesto Geisel.

45

No que se refere à República brasileira entre 1889 e 1964, julgue os próximos itens.

O fato de a burguesia ter se voltado contra o governo e as instituições democráticas, devido à instabilidade provocada pela radicalização e às ameaças em seus interesses econômicos, constitui uma causa do golpe militar de 1964.

46

No que se refere à República brasileira entre 1889 e 1964, julgue os próximos itens.

Em 1947, o presidente Eurico Gaspar Dutra criou o Conselho Nacional do Petróleo, lançou o slogan O Petróleo é Nosso e fundou a PETROBRAS, que controla toda a produção do petróleo brasileiro.

47

No que se refere à República brasileira entre 1889 e 1964, julgue os próximos itens.

A Revolução de 1930 foi motivada pelo rompimento da política do café com leite, tendo sido eleito um presidente paulista em vez de um presidente mineiro. Em resposta, um grupo de militares depôs o presidente Washington Luis e transferiu o poder político a Getúlio Vargas.

48

João A. Antonil, um jesuíta que viveu no Brasil no século XVII, afirmou que “os escravos são as mãos e os pés do senhor de engenho, porque sem eles, no Brasil, não é possível fazer, conservar e aumentar fazenda nem ter engenho corrente”. Com relação à sociedade, cultura e economia entre os séculos XVI e XIX no Brasil, julgue os itens de 61 a 65.

Entre as leis que procuravam o fim da escravidão no Brasil pode se considerar a Lei do Ventre Livre formulada e defendida por Eusébio de Queiroz em 1850.

49

João A. Antonil, um jesuíta que viveu no Brasil no século XVII, afirmou que “os escravos são as mãos e os pés do senhor de engenho, porque sem eles, no Brasil, não é possível fazer, conservar e aumentar fazenda nem ter engenho corrente”. Com relação à sociedade, cultura e economia entre os séculos XVI e XIX no Brasil, julgue os itens de 61 a 65.

A abolição da escravidão no Brasil foi decretada pela princesa Isabel em 13 de maio de 1888. No entanto, o estado do Ceará já havia abolido o trabalho escravo em março de 1884.

50

João A. Antonil, um jesuíta que viveu no Brasil no século XVII, afirmou que “os escravos são as mãos e os pés do senhor de engenho, porque sem eles, no Brasil, não é possível fazer, conservar e aumentar fazenda nem ter engenho corrente”. Com relação à sociedade, cultura e economia entre os séculos XVI e XIX no Brasil, julgue os itens de 61 a 65.

O tráfico de escravos africanos para o Brasil foi menos importante para a lógica econômica mercantilista que a escravização do índio pelos colonos na América.

Gestão de Pessoas

51

Um servidor de determinado órgão público, embora com reconhecida capacidade técnica para tratar dos assuntos da sua área de atuação, prefere trabalhar sozinho, por intolerância com o ritmo de trabalho dos colegas e com o alegado descabimento das perguntas dos clientes sobre assuntos óbvios.


Nessa situação hipotética, para a melhoria do trabalho em equipe, o referido servidor deverá

  • A concentrar-se nas necessidades do bom desempenho coletivo para abstrair-se de suas características de personalidade.
  • B evidenciar seu autoconhecimento para aprimorar os fatores positivos de relacionamento e cortesia.
  • C demonstrar autoconfiança quanto ao seu conhecimento técnico para atuar com mais flexibilidade e receptividade.
  • D desenvolver sua competência interpessoal para lidar eficazmente com as outras pessoas, de maneira adequada às necessidades apresentadas.
  • E lidar com os conflitos de equipe de modo espontâneo para melhorar a imagem do órgão junto à sociedade.
52

Se conflitos internos entre servidores de um órgão público, de conhecimento exclusivo da administração, prejudicarem a qualidade do atendimento prestado ao cidadão, o trabalho em equipe estará comprometido no tocante à

  • A compreensão mútua entre servidores e cidadãos.
  • B eficácia no comportamento interpessoal.
  • C opinião pública sobre os servidores.
  • D personalidade dos servidores.
  • E opinião pública sobre a eficiência do órgão.
53

Os conhecimentos integrados que as organizações utilizam para se diferenciar de seus concorrentes no mercado bem como para gerar valor para o cliente ou cidadão denominam-se

  • A habilidades.
  • B competências.
  • C atitudes.
  • D conhecimentos organizacionais.
  • E capacidades dinâmicas.
54

A respeito das tendências relativas ao futuro da gestão de pessoas nas organizações, assinale a opção correta.

  • A O setor primário (agronegócios) deve retrair em relação ao setor de serviços, o que exigirá contratação de profissionais com maior capacitação técnica e, portanto, os custos relacionados a treinamento devem se elevar.
  • B O setor industrial deve se expandir em relação ao setor de serviços, o que exigirá contratação de profissionais com menor capacitação técnica e, portanto, os custos relacionados a treinamento devem reduzir.
  • C O setor de serviços deve se expandir em relação ao setor industrial, o que exigirá contratação de profissionais com menor capacitação técnica e, portanto, os custos relacionados a treinamento devem reduzir.
  • D O setor de serviços deve se expandir em relação ao setor industrial, o que exigirá contratação de profissionais com maior capacitação técnica e, portanto, os custos relacionados a treinamento devem se elevar.
  • E O setor primário (agronegócios) deve se expandir em relação ao setor de serviços, o que exigirá contratação de profissionais com menor capacitação técnica e, portanto, os custos relacionados a treinamento devem reduzir.
55

A gestão de pessoas no setor público tem passado por mudanças para atender aos novos requisitos impostos pelas transformações organizacionais e de ambiente próprias da era da informação. Nesse contexto, observa-se uma nova tendência, que considera as pessoas

  • A ativos que devem ser organizados de forma hierárquica.
  • B fatores de produção sujeitos a regulamentos rígidos e pré-estabelecidos.
  • C recursos que devem ser administrados e coordenados.
  • D seres humanos proativos com conhecimentos e capital intelectual próprios.
56

As competências de uma organização são muito mais do que a soma dos conhecimentos gerais de cada empregado individualmente; outros aspectos estão incluídos no conceito de competência organizacional, inclusive no setor público. Acerca desse assunto, assinale a opção correta.

  • A Perenes são competências que têm o papel de distinguir um desempenho superior de um desempenho mediano.
  • B Transitórias são competências que, durante um tempo, são importantes para a organização e para as atividades desenvolvidas, mas que tendem a ser superadas.
  • C Declinantes são competências que precisam ser mobilizadas durante processos de mudança, embora sejam pontuais e menos enfatizadas na estratégia organizacional.
  • D Emergentes são competências que podem não ser relevantes para as atividades atuais da organização, mas que, caso se considerem a estratégia e a visão de futuro, serão enfatizadas posteriormente.
  • E Diferenciais são competências de um grupo fundamental de competências organizacionais intimamente relacionadas à obtenção do desempenho desejado, e que permanecem relevantes para as tarefas ao longo do tempo,
    independentemente da direção estratégica da organização.
57

A respeito da gestão por competência nas organizações, assinale a opção correta.

  • A Caminhos alternativos, flexíveis e adaptáveis para o desenvolvimento de competências resultam de processos de diagnóstico de lacunas de competências nas organizações.
  • B Na avaliação de competências nas organizações, os questionários, as entrevistas e os grupos focais são as principais técnicas utilizadas, pois proporcionam mensurações mais fidedignas que as demais técnicas.
  • C Em uma perspectiva processual, os componentes da competência podem ser constituídos por demandas de contexto organizacional, social ou econômico.
  • D No mapeamento de competências, a construção de descrições longas, constituídas por múltiplas ideias, auxilia na caracterização do espaço ocupacional dos profissionais na organização.
  • E Competências com maior grau de transversalidade entre as diversas áreas de uma organização configuram-se como emergentes quanto à relevância, bem como gerais quanto à amplitude.
58
Inserida no contexto do movimento gerencialista, a retórica da gestão estratégica de pessoas, presente em empresas privadas, exerceu grande influência também no setor público brasileiro, principalmente a partir da aplicação, em governos de diversos países ocidentais, do modelo da gestão por competências. Acerca desse tema, assinale a opção correta.
  • A Em termos operacionais, compreende-se a gestão de pessoas por competências como parte do ciclo de gestão estratégica de uma organização, haja vista que é a partir da formulação da estratégia organizacional que se inicia o mapeamento e o diagnóstico de competências.
  • B Se competência individual pode ser definida como a expressão de comportamentos produtivos no trabalho, então é correto afirmar que uma avaliação de desempenho por competências deve privilegiar os conhecimentos, as habilidades e as atitudes requeridos dos empregados, em detrimento de aspectos motivacionais e contextuais.
  • C Recursos intangíveis, conhecimentos, habilidades e experiências, procedimentos e sistemas, valores e cultura e redes de relacionamento são componentes que, isolada ou combinadamente, podem resultar na composição de competências organizacionais.
  • D Trabalho em equipe, liderança e ética profissional ilustram itens adequados de um formulário de avaliação de desempenho individual por competências.
  • E Considera-se a gestão por competências um modelo estratégico de gestão de pessoas em razão da previsão de alinhamento sistêmico das políticas e práticas da área, tais como planejamento da força de trabalho, concurso e seleção, capacitação e desenvolvimento, remuneração e gestão de desempenho.
59

Inserida no contexto do movimento gerencialista, a retórica da gestão estratégica de pessoas, presente em empresas privadas, exerceu grande influência também no setor público brasileiro, principalmente a partir da aplicação, em governos de diversos países ocidentais, do modelo da gestão por competências. Acerca desse tema, assinale a opção correta.

  • A Recursos intangíveis, conhecimentos, habilidades e experiências, procedimentos e sistemas, valores e cultura e redes de relacionamento são componentes que, isolada ou combinadamente, podem resultar na composição de competências organizacionais.
  • B Trabalho em equipe, liderança e ética profissional ilustram itens adequados de um formulário de avaliação de desempenho individual por competências.
  • C Considera-se a gestão por competências um modelo estratégico de gestão de pessoas em razão da previsão de alinhamento sistêmico das políticas e práticas da área, tais como planejamento da força de trabalho, concurso e seleção, capacitação e desenvolvimento, remuneração e gestão de desempenho.
  • D Em termos operacionais, compreende-se a gestão de pessoas por competências como parte do ciclo de gestão estratégica de uma organização, haja vista que é a partir da formulação da estratégia organizacional que se inicia o mapeamento e o diagnóstico de competências.
  • E Se competência individual pode ser definida como a expressão de comportamentos produtivos no trabalho, então é correto afirmar que uma avaliação de desempenho por competências deve privilegiar os conhecimentos, as habilidades e as atitudes requeridos dos empregados, em detrimento de aspectos motivacionais e contextuais.
60
Inserida no contexto do movimento gerencialista, a retórica da gestão estratégica de pessoas, presente em empresas privadas, exerceu grande influência também no setor público brasileiro, principalmente a partir da aplicação, em governos de diversos países ocidentais, do modelo da gestão por competências. Acerca desse tema, assinale a opção correta.
  • A Trabalho em equipe, liderança e ética profissional ilustram itens adequados de um formulário de avaliação de desempenho individual por competências.
  • B Considera-se a gestão por competências um modelo estratégico de gestão de pessoas em razão da previsão de alinhamento sistêmico das políticas e práticas da área, tais como planejamento da força de trabalho, concurso e seleção, capacitação e desenvolvimento, remuneração e gestão de desempenho.
  • C Em termos operacionais, compreende-se a gestão de pessoas por competências como parte do ciclo de gestão estratégica de uma organização, haja vista que é a partir da formulação da estratégia organizacional que se inicia o mapeamento e o diagnóstico de competências.
  • D Se competência individual pode ser definida como a expressão de comportamentos produtivos no trabalho, então é correto afirmar que uma avaliação de desempenho por competências deve privilegiar os conhecimentos, as habilidades e as atitudes requeridos dos empregados, em detrimento de aspectos motivacionais e contextuais.
  • E Recursos intangíveis, conhecimentos, habilidades e experiências, procedimentos e sistemas, valores e cultura e redes de relacionamento são componentes que, isolada ou combinadamente, podem resultar na composição de competências organizacionais.

Português

61


A correção gramatical e o sentido original do texto 1A1BBB seriam preservados caso se substituísse

  • A “orais” (ℓ.23) por comunicativos.
  • B “equivocada” (ℓ.4) por desordenada.
  • C “precedência” (ℓ.13) por preferência.
  • D “intrínseco” (ℓ.16) por inerente.
  • E “inegável” (ℓ.21) por incerta.
62


No texto 1A1BBB,

  • A o vocábulo “constante” (ℓ.8) foi empregado para qualificar o termo “aspecto” (ℓ.6).
  • B a expressão “sobre a”, nas linhas 13 e 15, tem o sentido de a respeito da.
  • C o trecho “Quando nos referimos” (ℓ.1) tem o mesmo sentido de Caso nos refiramos.
  • D o vocábulo “logo” (ℓ.2) tem o sentido adverbial de imediatamente.
  • E o termo “lugar” (ℓ.5) foi empregado para delimitar parte de um espaço ou região.
63


No texto 1A1AAA, as relações sintático-semânticas do período “Embora fosse temido, o apagamento era necessário, assim como o esquecimento também o é para a memória” (ℓ. 20 e 21) seriam preservadas caso a conjunção “Embora” fosse substituída por

  • A Por conseguinte.
  • B Ainda que.
  • C Consoante.
  • D Desde que.
  • E Uma vez que.
64

Texto CG4A1EEE


Cheguei na beira do porto

Onde as ondas se espaia

As garça dá meia volta

E senta na beira da praia

E o cuitelinho não gosta

Que o botão de rosa caia, ai, ai, ai

Aí quando eu vim de minha terra

Despedi da parentaia

Pena Branca e Xavantinho Internet:<www letras mus br>


No trecho de letra de música apresentado no texto CG4A1EEE, as expressões “espaia”, “parentaia” e “As garça” foram empregadas como recurso

  • A poético próprio para garantir a métrica do poema.
  • B para intensificar a comunicação com os leitores e ouvintes.
  • C clássico para produzir efeito sonoro poético especial.
  • D para mostrar o uso de variação linguística rural não padrão.
  • E para ironizar os leitores que fazem uso formal da língua portuguesa.
65

Texto CG4A1DDD


Oh, pedaço de mim

Oh, metade exilada de mim

Leva os teus sinais

Que a saudade dói como um barco

Que aos poucos descreve um arco

E evita atracar no cais

(...)

Chico Buarque Internet:<https://www letras mus br>


No texto CG4A1DDD, que é parte da letra de uma música, os três últimos versos apresentam uma

  • A comparação.
  • B antítese.
  • C ironia
  • D eufemismo.
  • E aliteração.
66


Em cada uma das opções a seguir, é mostrada uma proposta de reescrita para o seguinte período do texto 1A1BBB: “Não há por que negar que a fala é mais antiga que a escrita e que esta lhe é posterior e, em certo sentido, dependente” (ℓ. 19 a 21). Assinale a opção em que a proposta apresentada mantém o sentido original e a correção gramatical do referido trecho.

  • A Não há por que negar que a fala será mais antiga que a escrita e que esta lhe seria posterior e, nesse sentido, dependente.
  • B Não há por que negar que a fala é mais antiga do que a escrita e que a fala é posterior à ela e, em certo sentido, dependente.
  • C Não há razão para negar que a fala é mais antiga que a escrita e que essa última é posterior e, em certo sentido, dependente da primeira.
  • D Não tem por que negar que a fala é mais que a escrita e que esta lhe é posterior e, em sentido certo, dependente.
  • E Não se pode negar de que a fala é mais antiga que a escrita e de que esta lhe é posterior e, em certo sentido, dependente.
67


Conforme as ideias do texto 1A1BBB,

  • A o desenvolvimento da fala e o surgimento da escrita são eventos que, sob o enfoque histórico, se deram exatamente nessa ordem.
  • B há uma ideologia compartilhada pelas sociedades contemporâneas de associar a escrita a uma manifestação superior à fala.
  • C do ponto de vista linguístico, fala e escrita são manifestações idênticas, não havendo diferenças entre elas nem superioridade de uma sobre a outra.
  • D ao longo da história e nas diversas civilizações, identificam-se momentos de maior e de menor valorização da língua escrita.
  • E em sociedades letradas, a comunicação por meio da escrita supera a comunicação por meio da fala.
68


Predomina no texto 1A1AAA a tipologia

  • A narrativa.
  • B prescritiva.
  • C argumentativa.
  • D descritiva.
  • E expositiva.
69


Seria mantida a correção gramatical do texto 1A1AAA, embora com alteração do sentido original, caso se inserisse uma vírgula logo após a palavra

  • A “grande” (ℓ.19).
  • B “como” (ℓ.21).
  • C “arquivos” (ℓ.22).
  • D “missão” (ℓ.10).
  • E “inúteis” (ℓ.17).
70


Infere-se do texto 1A1AAA que a escrita é uma

  • A tecnologia ambígua, pois é capaz de, ao mesmo tempo, preservar informações úteis e contribuir para a disseminação de textos inúteis.
  • B atividade que transforma escritos em arquivos, garantindo, assim, a integridade das informações frente às inconstâncias da história.
  • C invenção da primeira fase da modernidade, voltada a manter vivas as memórias sociais e culturais.
  • D forma de evitar o desaparecimento de informações importantes que não deveriam ser esquecidas ou perdidas.
  • E manifestação efêmera, que podia ser registrada, depois apagada e, mais tarde, recuperada pela reescrita.

Redação Oficial

71

Considerando que, conforme o MRPR, a finalidade do fecho de comunicações oficiais é arrematar o texto e saudar o destinatário, assinale a opção que contém o fecho a ser empregado corretamente em correspondência oficial a ser subscrita por um delegado de polícia civil e remetida para o secretário de Defesa Social do Estado de Pernambuco.

  • A Gentilmente,
  • B Respeitosamente,
  • C Cordialmente,
  • D Sinceramente,
  • E Atenciosamente,
72

Ao Senhor

Antônio Santos

Avenida Beira Mar, n.º 5000

50.000-000 — Recife. PE

Considerando as informações apresentadas, assinale a opção correta.

  • A As informações em apreço poderiam adequadamente compor o endereçamento designado no envelope de uma comunicação cujo destinatário fosse o governador do estado de Pernambuco, por exemplo.
  • B As informações apresentadas poderiam constar de um aviso, uma vez que, nesse tipo de expediente, é necessário incluir, na identificação do destinatário, o endereço para onde a correspondência será remetida.
  • C Caso essas informações constassem de um envelope de comunicação a ser enviada pela Secretaria de Defesa Social do Estado de Pernambuco para pessoa não pertencente ao órgão, a menção ao cargo do destinatário no envelope seria obrigatória.
  • D Caso Antônio Santos fosse ministro da Defesa, o trecho Ao Senhor deveria ser substituído por A Vossa Excelência.
  • E Tais informações são adequadas para compor o cabeçalho de um ofício.
73

Considerando as disposições do MRPR, assinale a opção que apresenta o vocativo adequado para ser empregado em um expediente cujo destinatário seja um delegado de polícia civil.

  • A Magnífico Delegado,
  • B Digníssimo Delegado,
  • C Senhor Delegado,
  • D Excelentíssimo Senhor Delegado,
  • E Ilustríssimo Senhor Delegado,
74

De acordo com o Manual de Redação da Presidência da República (MRPR), o aviso e o ofício são

  • A modalidades de comunicação entre unidades administrativas de um mesmo órgão.
  • B instrumentos de comunicação oficial entre os chefes dos poderes públicos.
  • C documentos que compartilham a mesma diagramação, uma vez que seguem o padrão ofício.
  • D expedientes utilizados para o tratamento de assuntos oficiais entre órgãos da administração pública e particulares.
  • E correspondências usualmente remetidas por particulares a órgãos do serviço público.
75

Considerando os interlocutores envolvidos em atos comunicativos mediados por textos oficiais, assinale a opção correta.

  • A O aviso é a comunicação oficial que parte de um ministro de Estado e que se destina a autoridades de mesma hierarquia ou de hierarquia inferior.
  • B O memorando medeia a comunicação entre unidades administrativas de um mesmo órgão pertencentes ao mesmo nível hierárquico ou a diferentes níveis hierárquicos.
  • C O ofício tem como destinatário autoridade de mesma hierarquia que a autoridade remetente.
  • D A exposição de motivos denominada interministerial é aquela que se dirige a mais de um ministro.
  • E A mensagem é o expediente oficial de que se serve o presidente da República para comunicar-se com os ministros de Estado.
76

Levando em consideração as características formais e linguísticas do padrão ofício, assinale a opção correta.

  • A O endereço do destinatário é um item imprescindível em documentos do padrão ofício.
  • B Os campos destinados às margens laterais esquerda e direita de documentos que se orientem pelo padrão ofício devem ter 1,5 cm de largura, no mínimo.
  • C A numeração dos parágrafos que compuserem o texto de um expediente que siga o padrão ofício é obrigatória em todos os casos e serve para organizar a informação.
  • D O aviso, o memorando e o ofício, exemplos de comunicações oficiais que se constroem consoante o padrão ofício, distinguem-se pela finalidade comunicativa.
  • E Gráficos, ilustrações e notas de rodapé são itens estranhos ao padrão ofício.
77

Desde 1824, o Brasil elege representantes para a Câmara dos Deputados. Durante o Império, eles eram escolhidos por diferentes modelos de representação majoritária. Até 1880, o sistema de votação era feito em dois níveis: os votantes elegiam os eleitores (primeiro nível), que, por sua vez, escolhiam os representantes para a Câmara dos Deputados (segundo nível).

Em 1881, as eleições passaram a ser realizadas de forma direta para a escolha desses cargos. De 1889 a 1930 (Primeira República), os sistemas eleitorais utilizados eram variações do modelo majoritário. O mais duradouro (1904-1930) dividia os estados em distritos eleitorais de cinco representantes; o eleitor podia votar em até quatro candidatos e ainda podia votar no mesmo candidato mais de uma vez. Nesse período, as eleições para presidente e para a Câmara dos Deputados eram marcadas por fraudes em larga escala e por reduzida participação eleitoral.

Em 1932, foi criado o primeiro Código Eleitoral brasileiro, que constituiu o primeiro passo para a consolidação de uma democracia efetiva: as mulheres passaram a ter o direito ao voto; foi criada a justiça eleitoral — que ficou com a responsabilidade de organizar o alistamento, as eleições, a apuração dos votos e a proclamação dos eleitos; foram tomadas medidas para garantir o sigilo do voto. Cabe ressaltar que, até a década de 30 do século passado, nenhum partido ou movimento político com alguma expressão defendeu a introdução da representação proporcional no país. Tal tarefa deveu-se basicamente ao trabalho de alguns poucos intelectuais, e dois deles (Assis Brasil e João Cabral) participaram da redação do Código Eleitoral de 1932

Assinale a opção correta de acordo com as características formais e linguísticas dos documentos oficiais.

  • A O envelope que traga comunicação oficial endereçada a um senador da República deverá ser preenchido conforme o modelo abaixo. A Vossa Excelência o Senhor Senador (nome do Senador) Senado Federal 70165-900 Brasília – DF
  • B O fecho adequado para figurar em uma comunicação oficial que parta de uma autoridade superior para uma autoridade inferior é Respeitosamente.
  • C Em uma comunicação que tenha como destinatário o governador de um estado da Federação, o tratamento a ser-lhe dispensado deverá ser Vossa Excelência e o vocativo a ser empregado será Senhor Governador.
  • D Em todas as comunicações oficiais, deve-se adotar, na identificação do signatário, o modelo abaixo. Assinatura Nome da autoridade que expede a comunicação oficial Cargo da autoridade que expede a comunicação oficial
  • E No exemplo Mem. 72/2015 – Setor de Compras, constam a identificação do tipo e número do expediente bem como informação referente ao órgão para o qual esse expediente se destina, qual seja, o Setor de Compras.
78

Desde 1824, o Brasil elege representantes para a Câmara dos Deputados. Durante o Império, eles eram escolhidos por diferentes modelos de representação majoritária. Até 1880, o sistema de votação era feito em dois níveis: os votantes elegiam os eleitores (primeiro nível), que, por sua vez, escolhiam os representantes para a Câmara dos Deputados (segundo nível).

Em 1881, as eleições passaram a ser realizadas de forma direta para a escolha desses cargos. De 1889 a 1930 (Primeira República), os sistemas eleitorais utilizados eram variações do modelo majoritário. O mais duradouro (1904-1930) dividia os estados em distritos eleitorais de cinco representantes; o eleitor podia votar em até quatro candidatos e ainda podia votar no mesmo candidato mais de uma vez. Nesse período, as eleições para presidente e para a Câmara dos Deputados eram marcadas por fraudes em larga escala e por reduzida participação eleitoral.

Em 1932, foi criado o primeiro Código Eleitoral brasileiro, que constituiu o primeiro passo para a consolidação de uma democracia efetiva: as mulheres passaram a ter o direito ao voto; foi criada a justiça eleitoral — que ficou com a responsabilidade de organizar o alistamento, as eleições, a apuração dos votos e a proclamação dos eleitos; foram tomadas medidas para garantir o sigilo do voto. Cabe ressaltar que, até a década de 30 do século passado, nenhum partido ou movimento político com alguma expressão defendeu a introdução da representação proporcional no país. Tal tarefa deveu-se basicamente ao trabalho de alguns poucos intelectuais, e dois deles (Assis Brasil e João Cabral) participaram da redação do Código Eleitoral de 1932

No que se refere às características fundamentais da redação oficial, assinale a opção correta.

  • A A clareza do texto oficial depende da prática do redator e de revisão especializada e atenta, não estando relacionada a aspectos do texto em si ou da linguagem nele empregada.
  • B A impessoalidade dos textos oficiais deriva do princípio da impessoalidade, um dos princípios fundamentais da administração pública.
  • C A formalidade caracteriza-se pela proposta de um padrão de apresentação dos textos oficiais, que é alcançado por meio da clareza datilográfica, do uso de papéis uniformes para o texto definitivo e da correta diagramação desse texto.
  • D O cuidado com a linguagem materializa-se na obediência às regras de um padrão oficial de linguagem.
  • E A concisão é uma característica dos textos oficiais que se concretiza por meio da economia de pensamento.
79

O chefe do setor de compras de um órgão público recebeu, em 3/12/2015, o Memorando n.º 21, em que eram solicitadas cópias dos documentos referentes às compras efetuadas por esse setor no primeiro semestre do ano.
Levando em consideração essa situação hipotética e as disposições do MRPR acerca da linguagem dos textos oficiais, assinale a opção que apresenta uma maneira correta, clara e coesa de se introduzir o texto do memorando de resposta a ser elaborado pelo funcionário responsável pelo referido setor.

  • A Em observância à solicitação encaminhada a este setor, encaminho em anexo todos os extratos de compras efetuadas por este setor no primeiro semestre do corrente ano. Em tempo: o documento que solicitou a remessa dos documentos foi o Memorando n.º 21, de 3/12/2015.
  • B Atendendo ao pedido feito, anexa-se a esta mensagem todos os extratos de compras feitos por este setor no período de janeiro a junho do presente ano.
  • C Em resposta ao Memorando n.º 21, de 3/12/2015, encaminho anexas todas as cópias relativas aos documentos de compras efetuadas por este setor no primeiro semestre do referido ano.
  • D Em atenção ao documento enviado a este setor, envio, em anexo, cópias dos documentos solicitados. Vide anexos para maiores detalhes.
  • E Informo que, anexo a este documento que ora se envia todas as cópias dos documentos de compras efetuadas no primeiro semestre deste ano solicitadas seguem para apreciação.
80

Entre outras, as ações que conferem clareza a um texto oficial incluem o(a)

  • A revisão detalhada do texto pronto.
  • B seleção de um estilo de linguagem mais próximo do coloquial.
  • C uso de todos os padrões de ordem de palavras na oração permitidos pela língua.
  • D emprego de terminologia específica de determinadas áreas do saber.
  • E eliminação de passagens do texto com redução das informações apresentadas e de espaço.
Voltar para lista