Resolver o Simulado

0 / 60

Enfermagem

1

A Unidade de Pronto Atendimento Municipal recebeu a paciente M.S.C., sexo feminino, 67 anos, cardiopata, hipertensa e diabética e que apresentava quadro de agitação, dispneia, taquicardia, sudorese, cianose central e eliminação de líquido róseo pela boca. A ausculta revelou estertores. Com base nestes sinais e sintomas, o enfermeiro deverá iniciar os cuidados emergenciais indicados para:

  • A Edema agudo de pulmão.
  • B Infarto agudo do miocárdio.
  • C Infecções das vias aéreas superiores.
  • D Doença pulmonar obstrutiva crônica.
2

De acordo com Smeltzer e Bare (2011), o choque hipovolêmico consiste em um conjunto de sintomas provocados por uma diminuição aguda do volume de sangue intravascular a tal nível que não é possível manter a perfusão tissular, ou seja, a quantidade de sangue dentro do sistema vascular é insuficiente para manter um fluxo de sangue adequado ao abastecimento nutricional e de oxigênio das células.


Diante do exposto, marque a alternativa que apresenta os sinais e sintomas mais característicos do início de um quadro de choque hipovolêmico.

  • A Palidez cutânea, aumento da frequência respiratória, aumento da frequência cardíaca e diminuição do débito urinário.
  • B Diminuição da frequência cardíaca, aumento da frequência respiratória, aumento do débito urinário e pele fria.
  • C Aumento do débito urinário, hipotensão, palidez cutânea e aumento da frequência cardíaca.
  • D Diminuição da frequência respiratória, pele fria, hipotensão e palidez cutânea.
3

A paciente R., 86 anos, hipertensa, diabética, sofreu, no último ano, um acidente vascular encefálico (AVE), tornando-se acamada e disfágica. Foi internada para realizar antibioticoterapia endovenosa devido a quadro de pneumonia. Como sente muito frio pela manhã, não gosta de ser acordada cedo, tem preferência por almoçar às 12h30min e tomar banho em torno das 14horas. Durante a internação, a paciente R. vem demonstrando irritação, pois seus costumes e horários habituais para higiene e alimentação foram alterados, devido à rotina hospitalar. Por consequência, houve ligeiro aumento em sua pressão arterial, que há muito tempo estava controlada. Com base na história acima é CORRETO afirmar que:

  • A A rotina hospitalar deve ser mantida, o que favorecerá tanto a organização do trabalho de enfermagem quanto à saúde da paciente R.
  • B O enfermeiro deve negociar com a paciente R. a nova rotina, levando em consideração as demandas da paciente e a rotina hospitalar.
  • C A paciente R. aos poucos irá incorporar a nova rotina, o que lhe trará benefícios, uma vez que terá uma vida mais regrada.
  • D O enfermeiro deve providenciar, junto ao médico, adequação da medicação anti-hipertensiva para a paciente R.
4

Analise as proposições abaixo referentes ao Sistema de Assistência de Enfermagem Perioperatória (SAEP) segundo Sociedade Brasileira de Enfermagem em Centro Cirúrgico – SOBECC (2017):


I. O período pré-operatório imediato é aquele que compreende as 24 horas que antecedem o procedimento anestésico-cirúrgico, estendendo-se até o encaminhamento do paciente ao Centro Cirúrgico, devendo o enfermeiro promover medidas físicas e emocionais que garantam maior segurança e conforto ao paciente.

II. O período intraoperatório compreende desde o momento em que o paciente é recebido na unidade de Centro Cirúrgico até sua saída da sala de operações, devendo o enfermeiro atentar-se para cuidados como instalação de oxímetro de pulso e uso da placa de bisturi de cautério.

III. A recuperação pós-anestésica compreende as primeiras 24 horas após a intervenção anestésico-cirúrgica. A permanência na sala de recuperação pós-anestésica (SRPA) ou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), assim como a recuperação no domicílo, também se incorporam a esse período.

IV. O período pós-operatório mediato inicia-se após as primeiras 24 horas que se seguem à cirurgia e se estende até a alta do paciente ou mesmo após seu retorno ao domicílio. O enfermeiro deve avaliar a complexidade do procedimento anestésico-cirúrgico realizado e implementar o plano de cuidados para pacientes internados, até a sua alta.


Marque a alternativa CORRETA:

  • A Somente as proposições II e III estão corretas.
  • B Somente as proposições I e III estão corretas.
  • C Somente as proposições I e IV estão corretas.
  • D Somente as proposições II e IV estão corretas.
5

A Escala de Coma de Glasgow (ECG) é reconhecida como um instrumento valioso na avaliação do estado neurológico. Assinale a alternativa CORRETA com relação à ECG

  • A A ECG avalia os seguintes itens: abertura ocular, resposta verbal e marcha.
  • B A ECG deve ser utilizada em pacientes sedados, choque e outros fatores que deprimem a consciência.
  • C A ECG tem por finalidade dimensionar a lesão cerebral, abertura ocular, reflexo fotomotor e resposta verbal.
  • D A ECG deve ser utilizada em pacientes críticos com disfunção do sistema nervoso central, choque e traumatismo cranioencefálico.
6

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) propôs, em 2017, medidas de prevenção de infecção relacionada à Assistência à Saúde, com a finalidade de reduzir a incidência de infecções em Serviços de Saúde, a partir da disponibilização de medidas preventivas práticas adequadas à realidade brasileira.


As alternativas estão corretas com relação às medidas de prevenção de infecção, EXCETO:

  • A As medidas para prevenção de pneumonia incluem manter decúbito elevado, fazer higiene oral com antissépticos, dar preferência por utilizar ventilação mecânica não-invasiva.
  • B As medidas para prevenção de infecção em cateteres periféricos incluem não manter agulha de aço no sítio e utilizar um novo cateter periférico a cada duas tentativas de punção no mesmo paciente.
  • C As medidas para prevenção de infecção do trato urinário incluem fixar o cateter de modo seguro e que não permita tração ou movimentação, manter o sistema de drenagem fechado e estéril, trocar todo o sistema quando ocorrer desconexão.
  • D As medidas para prevenção de infecção cirúrgica incluem não realizar tricotomia de rotina. Se pelos tiverem que ser removidos, deve-se retirá-los imediatamente antes da cirurgia, utilizando tricotomizadores elétricos e deve-se manter a incisão descoberta até a remoção da sutura quando não houver exsudato.
7

Em um hospital, o enfermeiro, ao analisar a frequência de ocorrência de novos acidentes de trabalho com perfuro-cortantes entre os técnicos de enfermagem em um ano, está considerando uma medida epidemiológica de:

  • A Razão.
  • B Incidência.
  • C Prevalência.
  • D Padronização de risco.
8

De acordo com Pedroso e Celich (2006), há uma tendência de se considerar a dor como quinto sinal vital, tão importante quanto os outros, devendo sempre ser avaliada num ambiente clínico, para se empreender um tratamento ou conduta terapêutica.


Com relação à avaliação da dor, assinale a alternativa CORRETA:

  • A A intensidade da dor pode ser avaliada mediante vários métodos, como escalas multidimensionais e unidimensionais.
  • B A dor é considerada crônica quando tem duração mínima de dois meses, com dificuldade de resolução espontânea.
  • C A dor é uma expressão subjetiva, portanto, o limiar e a tolerância à dor podem ser padronizados e mensurados.
  • D A dor é uma experiência interna, subjetiva e pessoal e pode ser plenamente medida por determinadas escalas.
9

Os indicadores de qualidade podem ser utilizados na avaliação da estrutura, de processos e de resultados obtidos por uma organização de saúde, segundo Leite e Martini (2006), pois fornecem informações confiáveis dos processos de trabalho. São indicadores de qualidade, EXCETO:

  • A Absenteísmo da equipe de enfermagem, sem justificativa.
  • B Taxa de infecção hospitalar associada a procedimentos invasivos.
  • C Custo com materiais esterilizados desprezados por erro na técnica utilizada.
  • D Assistência de enfermagem prestada a pacientes em uma unidade de internação.
10

O Dengue é uma doença infecciosa, na qual o paciente infectado pelo vírus apresenta febre aguda que pode evoluir de forma benigna ou grave. Sobre essa doença, analise as proposições abaixo:


I. Consiste em um Arbovírus do gênero Flavivirus, pertencente à família Flaviviridae.

II. Possui três sorotipos DENV1, DENV2 e DENV3; todos estes já presentes na vacina lançada no mercado privado para Dengue.

III. Os vetores são os mosquitos do gênero Aedes.

IV. O paciente pode evoluir para instabilidade hemodinâmica, com taquisfigmia e choque.


Assinale a alternativa CORRETA:

  • A Somente as proposições I, II e III estão corretas.
  • B Somente as proposições I, III e IV estão corretas.
  • C Somente as proposições II e III estão corretas.
  • D Somente as proposições II e III estão corretas
11

Analise o caso clínico abaixo para responder a questão.


Paciente C.E.F., 46 anos, sexo masculino, é atendido em sala de emergência do Pronto Socorro Municipal, após sofrer queda de aproximadamente 5 metros de altura. Paciente encontrava-se torporoso com fratura exposta em perna direita, expansibilidade torácica à direita diminuída e saturação de oxigênio de 74%. Após avaliação da equipe médica e de enfermagem, realização de exames de imagem, constatou-se fratura de tíbia e fíbula da perna direita, hemotórax à direita e hematoma subdural.


A partir do que foi exposto, assinale a opção CORRETA:

  • A O hemotórax advém do trauma brusco sofrido pelo paciente com acúmulo sanguíneo inicial dentro do mediastino. Pode resultar em alcalose metabólica e aumento de débito cardíaco.
  • B O hematoma subdural ocorre entre a camada pia-máter e a camada seguinte, a aracnóide. Neste caso, devese investigar se o paciente é hipertenso e/ou possui distúrbios de coagulação.
  • C A saturação de oxigênio de 74% demonstra o teor de dióxido de carbono no ar inspirado e expirado e significa que cada glóbulo vermelho é constituído de 74% de hemoglobina não oxigenada.
  • D Ao considerar o paciente torporoso, este encontra-se em um estado de provável diminuição de sensibilidade ou de movimento de alguma parte do corpo, caracterizado por uma inabilidade para responder a certos estímulos.
12

De acordo com o National Pressure Ulcer Advisory Panel and European Pressure Ulcer Advisory Panel (2009), os cuidados com a pele abrangem procedimentos que têm como objetivo a manutenção e/ou melhora da resistência tecidual à pressão, a fim de dificultar a ação dos mecanismos agressivos à lesão hipóxica.


Com relação às úlceras por pressão, estão corretas as alternativas, EXCETO:

  • A As úlceras por pressão podem ser classificadas em estágios I, II, III, IV e V segundo profundidade, extensão e grau de danos observados nos tecidos.
  • B O tratamento das úlceras por pressão pode incluir desbridamento, limpeza da ferida, aplicação de curativo e, em alguns casos, cirurgia reparadora.
  • C As úlceras por pressão podem ser definida como uma área de lesão localizada da pele e dos tecidos subjacentes, causadas por pressão, tensão tangencial, fricção e/ou uma combinação destes fatores.
  • D Algumas ações para prevenção das úlceras por pressão incluem: mudança de decúbito; troca do paciente sempre que molhado ou evacuado; hidratação; utilização de hidratante na pele e colchão adequado.
13

A Resolução da Diretoria Colegiada – RDC Nº 15, de 15 de março de 2012 dispõe sobre requisitos de boas práticas para o processamento de produtos para a saúde e dá outras providências.

Disponível em:<bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2012/rdc0015_15_03_2012.html> Acesso em: 06/4/2018


Com base na RDC acima, analise as afirmativas abaixo e julgue-as como verdadeiras (V) ou falsas (F).


( ) Barreira técnica é o conjunto de medidas comportamentais dos profissionais de saúde visando à prevenção de contaminação cruzada entre o ambiente sujo e o ambiente limpo, na ausência de barreiras físicas.

( ) Desinfecção de alto nível é o processo físico ou químico que destrói microrganismos patogênicos na forma vegetativa, micobactérias, a maioria dos vírus e dos fungos, de objetos inanimados e superfícies.

( ) Produtos para saúde semi-críticos são aqueles utilizados em procedimentos invasivos com penetração de pele e mucosas adjacentes, tecidos subepiteliais e sistema vascular.

( ) A sala de desinfecção química da Central de Material e Esterilização (CME) deve conter bancada com cuba compartilhada para limpeza e enxágue com profundidade e dimensionamento que permitam a imersão parcial do produto ou equipamento.


Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:

  • A V, F, F, F
  • B F, F, V, F
  • C F, V, F, V
  • D V, V, F, F
14

Analise e interprete o caso clínico abaixo para responder a questão.


Paciente M.C.F., 47 anos, sexo masculino, relata dor abdominal em hipogástrico com história de aproximadamente 2 dias de evolução do quadro, agravado severamente a intensidade nas últimas horas. Após avaliação diagnóstica (exame físico, exames laboratoriais e de imagem) o paciente foi encaminhado ao Centro Cirúrgico para submeter-se à herniorrafia inguinal após ter sido submetido à raquianestesia.


A respeito das possíveis complicações decorrentes da raquianestesia, assinale a alternativa CORRETA:

  • A Síndrome da cauda equina como complicação comum em pacientes com coagulopatias, trombocitopenias graves e com terapia tromboebolítica.
  • B Hipotensão arterial devido ao bloqueio dos nervos simpáticos responsáveis pelo controle do tônus vasomotor, levando a uma provável vasodilatação.
  • C Meningite séptica com cultura de líquor negativa, decorrente da irritação meníngea e com manifestações clínicas como disfunção vesical e intestinal.
  • D Cefaléia pós-raquianestesia que pode ocorrer, na maioria dos casos, após o 10º dia a partir da punção dural e que normalmente ocorre quando o paciente assume a posição de decúbito dorsal.
15

A Taxa de mortalidade neonatal precoce – C.1.1 (Coeficiente de Mortalidade Neonatal Precoce) objetiva analisar variações populacionais, geográficas e temporais da mortalidade neonatal precoce, identificando tendências e situações de desigualdade que demandem ações e estudos específicos. (BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de Vigilância em Saúde: volume único. 2017)


Considerando os indicadores básicos de saúde no Brasil, a taxa de mortalidade neonatal precoce é calculada pelo:

  • A Número de óbitos de zero a seis dias de vida completos, por mil nascidos vivos, na população residente em determinado espaço geográfico, no ano considerado.
  • B Número de óbitos de 1 a 40 dias de vida completos, por mil nascidos vivos, na população residente em determinado espaço geográfico, no ano considerado.
  • C Número de óbitos de 0 a 28 dias de vida completos, por mil nascidos vivos, na população residente em determinado espaço geográfico, no ano considerado.
  • D Número de óbitos de menores de um ano de idade, por mil nascidos vivos, na população residente em determinado espaço geográfico, no ano considerado.
16

A Resolução - RDC n. 15 de 2012, classifica os Centros de Material e Esterilização – CME, em CME Classe I e Classe II e estabelece boas práticas para o processamento de produtos para saúde.


De acordo com essa resolução, as alternativas estão corretas, EXCETO:

  • A A responsabilidade pelo processamento dos produtos no Serviço de Saúde é do Responsável Técnico do CME.
  • B O CME só pode processar produtos compatíveis com a sua capacidade técnica operacional e conforme a sua classificação.
  • C Os produtos para saúde classificados como críticos devem ser submetidos ao processo de esterilização, após a limpeza e demais etapas do processo.
  • D O CME Classe I realiza o processamento de produtos para a saúde não- críticos, semicríticos e críticos de conformação complexa, passíveis de processamento.
17

Compete à Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) de um hospital elaborar, implementar, manter e avaliar o programa de infecção hospitalar, adequado às características e necessidades da Instituição (SOBECC. Diretrizes de práticas em enfermagem cirúrgica e processamento de produtos para a saúde. Barueri: Manole, 2017).


Sobre tais competências apresentam-se proposições com ações a serem executadas:


I. Adequação, implementação e supervisão das normas e rotinas técnico-operacionais, visando à prevenção e controle das infecções hospitalares.

II. Programa de educação continuada ao quadro de funcionários do setor e demais profissionais da Instituição, no que diz respeito à prevenção e controle de infecções hospitalares.

III. Controle e uso racional de antimicrobianos, germicidas e materiais médico-hospitalares.

IV. Realização de investigação epidemiológica de casos e surtos protocolares e respectivas implantações de medidas de controle após avaliação da Vigilância Sanitária.


Apresentam ações relacionadas às atividades do Enfermeiro Responsável Técnico(a) da CCIH e sua equipe:

  • A Somente as proposições I e II estão corretas.
  • B Somente as proposições II e III estão corretas.
  • C Somente as proposições I, II e III estão corretas.
  • D Somente as proposições I, III e IV estão corretas.
18

De acordo com a Resolução COFEN nº 0450/2013 de 11 de dezembro de 2013, a sondagem vesical é um procedimento invasivo e que envolve riscos ao paciente, que está sujeito a infecções do trato urinário e/ou a trauma uretral ou vesical. Assinale a alternativa CORRETA com relação à sondagem vesical.

  • A Encher o balão de retenção com água destilada ou solução salina.
  • B Substituir o sistema de drenagem, quando houver quebra na técnica asséptica, desconexão ou vazamento.
  • C Inserção de cateter vesical não é atividade privativa do enfermeiro.
  • D Manter fluxo de urina ascendente e desobstruído, exceto para os casos pontuais de coleta de urina para análise.
19

Nas organizações de saúde os conflitos estão presentes, daí a importância do Enfermeiro (a) estudar e discutir como gerenciar conflitos, pois estes são necessários para o desenvolvimento e crescimento de qualquer organização (CIAMPONE; KURCGANT, 2010). Diante o exposto qual seria a conduta gerencial cabível frente a um conflito:

  • A Determinar a estratégia para a solução do conflito, impondo suas preferências diante da situação-problema.
  • B Reconhecer os fatores geradores do conflito para suprimi-los, aperfeiçoando as normas da organização, focando no problema.
  • C Criar condições para que os conflitos possam ser explicitados e discutidos entre os membros da equipe, na busca de soluções integrativas dos problemas.
  • D Buscar a harmonia na situação, sem abordar o conflito diretamente, de modo a evitar aborrecimentos ou problemas emocionais nos membros da equipe.
20

Dentre as ferramentas gerenciais utilizadas no acompanhamento e no controle da qualidade dos serviços de saúde é correto afirmar que o ciclo PDCA, proposto por Shewhart e Deming, visa à melhoria contínua dos processos de trabalho. Quanto ao ciclo PDCA, analise as alternativas e assinale a CORRETA.

  • A Utilizar itens de controle, bem como indicadores de qualidade e produtividade compreendem a fase do atuar corretivamente que sucede a fase do planejar.
  • B Atuar corretivamente para efetuar mudanças nos processos de trabalho compreende a fase do fazer/executar que antecede a fase do controlar.
  • C Realizar treinamentos, bem como operacionalizar os procedimentos compreendem a fase do controlar que sucede a fase do atuar corretivamente.
  • D Definir objetivos e estabelecer metas e métodos compreendem a fase do planejamento que antecede a fase do fazer/executar.

Saúde Pública

21
Com o objetivo prioritário de garantir o acesso de toda a população a uma atenção à saúde de qualidade, o Ministério da Saúde publicou, em 2011, a Portaria Interministerial nº 2.087, que instituiu o Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica, que tem como objetivo de:
  • A Aumentar o número de profissionais médicos, dentistas e enfermeiros para trabalharem em serviços de atenção básica e na estratégia saúde da família em todos os municípios brasileiros.
  • B Aumentar o número de profissionais médicos no atendimento a todos os usuários da atenção básica e na Estratégia Saúde da Família através de melhorias na remuneração e aumento da qualificação.
  • C Aumentar o número de agentes comunitários de saúde para maior cobertura populacional dos serviços da atenção básica e, na Estratégia Saúde da Família, através da melhoria da remuneração e das condições de trabalho.
  • D Interiorização de profissionais médicos, dentistas e enfermeiros para trabalharem em serviços de atenção básica e na Estratégia Saúde da Família de municípios considerados área de difícil acesso e provimento ou de populações de maior vulnerabilidade.
22
Em relação à participação dos serviços privados de assistência à saúde, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) É vedada a participação direta ou indireta de empresas estrangeiras na assistência à saúde. ( ) As instituições privadas podem prestar assistência à saúde no âmbito do SUS através do instrumento contrato ou convênio, mediante interesse do gestor municipal ou estadual, a fim de melhorar a prestação de serviços de saúde à população, mesmo havendo a disponibilidade suficiente dos serviços contratados ou conveniados na rede pública de saúde de uma determinada área. ( ) Os serviços privados que prestam assistência à saúde no âmbito do SUS devem submeter-se às normas técnicas e administrativas do SUS. ( ) As entidades sem fins lucrativos e as filantrópicas têm preferência para participar do Sistema Único de Saúde (SUS) de maneira complementar. A sequência está correta em
  • A V, V, V, F.
  • B V, V, F, F.
  • C F, F, V, V.
  • D F, F, F, V.
23
“Processo instituído no âmbito do SUS ‘onde, em consonância com o processo de planejamento, são definidas e quantificadas as ações de saúde para a população residente em cada território, bem como efetuados os pactos intergestores para garantia de acesso da população aos serviços de saúde’.” (Ministério da Saúde, 2006.) A afirmativa anterior se refere à(ao):
  • A Pacto pela Saúde.
  • B Programação Local de Saúde.
  • C Programação Pactuada Integrada de Vigilância em Saúde.
  • D Programação Pactuada e Integrada da Assistência em Saúde.
24
Pode-se compreender o sistema de saúde com base em distintas lógicas organizacionais. O modelo de organização dos serviços de saúde apresentado na figura representa um modelo que foi utilizado na estruturação do SUS. O princípio da descentralização político-administrativa foi concebido baseado neste modelo e enfatiza
  • A acesso universal às ações e serviços de saúde.
  • B a hierarquização e a regionalização da rede de serviços de saúde.
  • C igualdade na assistência à saúde, sem preconceitos ou privilégios de qualquer espécie.
  • D integralidade da assistência às ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos.
25
A modalidade de gestão dos recursos, criada por lei, com a finalidade de ser receptora única de todos os recursos destinados à saúde pública no Brasil, em cada esfera de governo, denomina-se:
  • A Fundo de Saúde.
  • B Conselho de Saúde.
  • C Secretaria de Finanças da Saúde.
  • D Comissão de Intergestores Tripartite.
26
Considerando o modelo apresentado, é correto afirmar que o(s) nível(is) de atenção com a maior capacidade de resolução dos problemas de saúde da população corresponde(m):
  • A Ao nível primário.
  • B Ao nível terciário.
  • C Ao nível secundário.
  • D Aos níveis secundário e terciário.
27
Os serviços de saúde podem ser organizados em baixa, média e alta complexidade e, dentro do modelo apresentado, correspondem, respectivamente, aos níveis de atenção primário, secundário e terciário. Os principais elementos que são considerados para a organização dos serviços em níveis de complexidade são, EXCETO:
  • A Perfil de morbidade.
  • B Capacitação de pessoal.
  • C Abrangência populacional.
  • D Tecnologia material disponível
28
Assinale, a seguir, um estudo intervencionista.
  • A Coorte.
  • B Ecológico.
  • C Ensaio clínico.
  • D Caso-controle.
29
São características de estudos epidemiológicos do tipo coorte, EXCETO:
  • A É vulnerável a perdas.
  • B Podem analisar várias doenças.
  • C Estimam os riscos, mas não os definem.
  • D É ruim para análise de doenças crônicas e raras.
30

São objetivos do Plano Diretor de Regionalização de Minas Gerais, EXCETO:

  • A Implementar e fortalecer a centralização da assistência.
  • B Subsidiar a organização das redes de atenção à saúde.
  • C Identificar e propor novos padrões espaciais de oferta de serviços, de produção, de necessidades, de fluxos, conforme modelo de atenção esperado.
  • D Subsidiar a construção da equidade e da integralidade.
31

Para a organização espacial nos serviços de urgência, são sugeridos pelo Ministério da Saúde, em seu texto sobre acolhimento e classificação de risco nos serviços de urgência, eixos e áreas que evidenciem os níveis de risco dos pacientes.

A respeito dos eixos e áreas propostas, está INCORRETO afirmar que:

  • A O eixo vermelho está relacionado à clínica do paciente grave, com risco de morte.
  • B Na área amarela do eixo vermelho, ficam os pacientes que já podem receber alta, porém aguardam algum acompanhante ou documentos.
  • C Na área vermelha do eixo vermelho, fica a sala de emergência para atendimento imediato dos pacientes com risco de morte, e a sala de procedimentos invasivos.
  • D O eixo azul é dos pacientes aparentemente não graves e favorecem o acolhimento do cidadão e classificação do grau de risco.
32

Na Política Nacional de Humanização – HumanizaSUS – foram determinados alguns parâmetros para orientar a implantação de ações de urgência e emergência, pronto atendimentos e assistência pré-hospitalar para garantir seus princípios. Entre estas ações estão:

I. Demanda acolhida e atendida de acordo com a avaliação de risco.

II. Garantia de resolução de urgência e emergência, provido o acesso ao atendimento hospitalar e à transferência segura, conforme a necessidade do usuário.

III. Definição de protocolos clínicos, garantindo a eliminação de intervenções desnecessárias, sem respeitar a singularidade do sujeito, em prol exclusivamente do coletivo.

IV. Promoção de ações que garantam a integração com o restante da rede de serviços e a continuidade do cuidado após o atendimento de urgência ou de emergência.

Em relação às afirmativas acima, assinale a alternativa CORRETA.

  • A Todas estão corretas.
  • B Apenas I, II e IV estão corretas.
  • C Apenas I, II e III estão corretas.
  • D Apenas II e III estão incorretas
33

O Pacto pela Vida é o compromisso entre os gestores do SUS em torno de prioridades que apresentam impacto sobre a situação de saúde da população brasileira. Uma das prioridades pactuadas é o fortalecimento da capacidade de resposta às doenças emergentes e endemias.

São doenças enfatizadas pela portaria n. 399 de 22 de fevereiro de 2006, EXCETO:

  • A Dengue.
  • B Malária.
  • C Hepatite A.
  • D Tuberculose.
34

São objetivos da Política Nacional de Promoção da Saúde, EXCETO:

  • A Contribuir para o aumento da resolubilidade do Sistema.
  • B Estimular alternativas inovadoras e socialmente inclusivas.
  • C Incorporar e implementar ações de promoção da saúde, com ênfase na atenção de média e alta complexidade.
  • D Favorecer a preservação do meio ambiente.
35

São serviços de competência da direção municipal do Sistema Único de Saúde, EXCETO:

  • A Vigilância epidemiológica.
  • B Previdência.
  • C Vigilância sanitária.
  • D Saneamento básico.

Medicina

36

A respeito da organização, da direção e da gestão do Sistema Único de Saúde, assinale a alternativa CORRETA.

  • A Os municípios poderão constituir consórcios para desenvolver em conjunto as ações e os serviços de saúde que lhes correspondam.
  • B No nível municipal, o Sistema Único de Saúde, poderá organizar-se em distritos de forma a integrar e articular recursos, técnicas e práticas para a cobertura de aproximadamente 50% das ações em saúde, deixando o restante para iniciativa privada.
  • C A articulação das políticas e programas, a cargo das comissões intersetoriais, abrangerá somente as atividades de vigilância sanitária e saúde do trabalhador.
  • D A atuação das Comissões Intergestores Bipartite e Tripartite terá por objetivo decidir sobre os aspectos operacionais da gestão compartilhada do Sistema Único de Saúde, sendo os aspectos financeiros e administrativos responsabilidade de outras comissões.

Saúde Pública

37

Segundo o artigo 198º da Constituição Federal de 1988, as ações e os serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único, organizado de acordo com diretrizes.

São diretrizes, segundo o artigo 198 da CF/88, EXCETO:

  • A Atendimento integral.
  • B Descentralização, com direção única em cada esfera do governo.
  • C Prioridade para serviços assistenciais, sendo as atividades preventivas de responsabilidade do Ministério da Educação.
  • D Participação da comunidade.
38

Segundo o artigo 200º da Constituição Federal de 1988, é INCORRETO afirmar que ao sistema único de saúde compete:

  • A Executar as ações de vigilância sanitária.
  • B Incrementar em sua área de atuação o desenvolvimento científico e tecnológico.
  • C Fiscalizar e inspecionar alimentos, compreendido o controle do seu teor nutricional, bem como bebidas e águas para consumo humano.
  • D Participar exclusivamente da formulação da política de saneamento básico, sendo a execução reponsabilidade de outros setores governamentais.
39

Constitui uma boa prática de limpeza e higiene do ambiente do transporte escolar

  • A a lavagem mensal do veículo.
  • B a utilização de combustíveis com aditivos provenientes do chumbo.
  • C a disponibilização de locais para acondicionamento do lixo no interior do veículo.
  • D o encurtamento ou mesmo a retirada do cano de descarga do veículo, para eliminar o mau cheiro dos gases provenientes da combustão.
  • E a retirada dos catalisadores.
40

A higiene em transporte escolar pode ser entendida como

  • A a limpeza permanente dos veículos e o asseio dos condutores e acompanhantes, bem como a manutenção dos equipamentos.
  • B a prestação do serviço com a adoção de todas as medidas preventivas para o adequado funcionamento do veículo, com manutenção e equipamentos de segurança adequados, em observância às normas de trânsito.
  • C a modernidade das técnicas, dos veículos, dos equipamentos e das instalações, conforme os padrões mínimos exigidos.
  • D o atendimento de todas as obrigações dispostas em editais, contratos, regulamentos e demais normas jurídicas aplicáveis.
  • E o atendimento e acompanhamento dos usuários e demais agentes públicos envolvidos com o transporte escolar de forma atenciosa, solícita, educada e prestativa, com especial atenção aos aspectos de segurança.

Noções de Primeiros Socorros

41

Em caso de acidente envolvendo aluno, as ações de primeiros socorros devem priorizar os sinais vitais com base na observação das seguintes alterações:

  • A falta de respiração, falta de circulação (pulso ausente), hemorragia abundante; perda dos sentidos (ausência de consciência).
  • B lesão na pele, hemorragia, sangramento periférico, perda dos sentidos (audição e tato).
  • C dilatação da pupila, perda dos sentidos (ausência de consciência), palidez, sudorese inferior.
  • D sangramento periférico, respiração ofegante, falta de circulação (pulso ausente), cefaléia.

Enfermagem

42

O motociclista Orlando da Silva se envolveu em um acidente grave de moto com um carro de passeio. Ele teve escoriações no corpo inteiro e um ferimento perfurante no braço direito, com hemorragia venosa. Além disso, ficou inconsciente por 20 minutos e em seguida teve uma Parada Cardiorrespiratória − PCR, ficando estirado no chão no meio da via pública. O motorista João Siqueira, que bateu em sua moto, foi ajudá-lo a fim de isolar o local e dar os primeiros atendimentos a Orlando. João Siqueira é agente de segurança de dignitários e possui o curso prático de Primeiros Socorros, sendo socorrista leigo treinado. Orlando ficou 30 minutos a espera da Ambulância. Com relação ao procedimento inicial ou Suporte Emergencial à Vida − SEV e a Ressuscitação Cardiopulmonar − RCP, é correto afirmar:

  • A A RCP somente com compressão é mais fácil de ser executada por um socorrista não treinado e pode ser prontamente orientado por telefone pelos atendentes. Com relação à hemorragia, por mais simples que seja qualquer pessoa pode realizar a compressão do ferimento, diretamente sobre ele, com uma gaze ou pano limpo.
  • B Deve-se movimentar a vítima com cuidado do local, pois há uma situação de risco grave e iminente, retirar capacete e podendo aplicar um torniquete para estancar hemorragia do braço. Além disso, se o socorrista leigo treinado puder realizar ventilações de resgaste, as compressões, sendo 15 compressões para cada 2 ventilações.
  • C Não deverá movimentar a vítima em hipótese alguma e nem cuidar das lesões facilmente visíveis que continuam sangrando, mesmo que por mais simples que seja os primeiros atendimentos e a sobre RCP, só devem ser aplicadas por profissionais capacitados e habilitados para essa finalidade.
  • D Para um socorrista leigo treinado, neste caso, as compressões torácicas e as ventilações devem ser aplicadas na relação de 30 compressões para cada ventilação, devendo continuar a RCP até a chegada da ambulância e que assumam o cuidado à vitima. Sobre a hemorragia, pode-se realizar a compressão do ferimento, diretamente sobre ele, com pano, e com força para estancar o sangramento.
  • E Todo socorrista leigo treinado deve, no mínimo, somente aplicar compressões torácicas em vitimas com PCR e de colapso súbito, com ênfase em comprimir com força, superior a 6 cm, e rapidez no centro do tórax, 150 compressões por minuto e seguir as instruções do atendente prestador de primeiros socorros por telefone. Além disso, a RCP deve ser continua até a chegada da ambulância.

Noções de Primeiros Socorros

43

Em caso de acidentes no ambiente de trabalho, primeiros socorros podem ser fornecidos ao acidentado enquanto aguarda o atendimento médico especializado. Marque a alternativa que descreve uma atitude correta de primeiros socorros.

  • A Nunca tentar controlar sangramentos.
  • B Lavar ferimentos com álcool.
  • C Remover objetos empalados.
  • D Proteger ferimentos com panos limpos, fixando-os sem apertar.
  • E Colocar açúcar sobre lesões.
44

Segundo a regra dos três esses, observe os seguintes itens: • O que realmente aconteceu? • Qual o mecanismo de trauma (Cinemática)? • Quantas vítimas envolvidas e qual a idade? • E necessário reforço? Especificar. Esses itens relacionados correspondem à alternativa

  • A Segurança (security).
  • B Salvador (saver).
  • C Situação (situation).
  • D Cena do acidente (scene).
  • E Socorro (S.O.S).
45

No reconhecimento de vítimas de choque elétrico, podem-se encontrar determinadas características, EXCETO a(s) indicada(s) na seguinte alternativa:

  • A inconsciência.
  • B parada cardiorrespiratória.
  • C lesões musculoesqueléticas.
  • D ansiedade, náuseas e vômito.
  • E queimaduras.
46

Na ressuscitação cardiopulmonar em adultos, a relação compressão x ventilação, a velocidade da compressão e o afundamento mínimo do tórax são, respectivamente, as seguintes:

  • A 30 x 2, 100 compressões por minuto, 3 cm de profundidade no mínimo.
  • B 15 x 2, 100 compressões por minuto, 5 cm de profundidade no mínimo.
  • C 30 x 2, 60 compressões por minuto, 3 cm de profundidade no mínimo.
  • D 30 x 2, 100 compressões por minuto, 5 cm de profundidade no mínimo.
  • E 15 x 2, 60 compressões por minuto, 3 cm de profundidade no mínimo.
47

Na classificação quanto à profundidade das queimaduras, avalie os itens a seguir. • Atinge a epiderme e a derme. • Apresenta dor e vermelhidão local mais intensa. • Há formação de bolhas de água. Logo, esses três itens se referem à queimadura de

  • A 1º grau.
  • B 2º grau.
  • C 3º grau.
  • D 4º grau.
  • E 5º grau.
48
As convulsões podem ter como causas epilepsia, febre alta, intoxicações ou lesões cerebrais. A vítima cai inconsciente, seu corpo fica tenso e ela se debate violentamente com espasmos musculares durante dois a quatro minutos. Ao presenciar um caso de convulsão, deve-se
  • A tentar abrir a boca da vítima para que ela respire e não morda a língua.
  • B segurar a vítima para que ela não se machuque enquanto se debate.
  • C colocar compressas frias sobre a testa da vítima.
  • D monitorar os sinais vitais, pois a vítima poderá entrar em choque e ter uma parada respiratória.
  • E afrouxar as roupas da vítima e deixar que ela se debata até os movimentos pararem.
49
Considerando os primeiros socorros em ambiente escolar, assinale a alternativa que apresenta os quatro sinais vitais que informam a respeito do estado da vítima.
  • A pulsação, glicemia, pressão e temperatura
  • B pressão, consciência, glicemia e pulsação
  • C glicemia, consciência, respiração e coloração da pele
  • D respiração, pulsação, temperatura e consciência
  • E pressão, glicemia, respiração e coloração da pele
50

Com relação aos casos de traumatismo dentário, assinale a alternativa correta.

  • A Quando o dente apresentar movimento, deve-se enxaguar a boca com água morna para remover o sangue ou outro tipo de sujeira e colocar uma gaze enrolada no local.
  • B Quando o dente estiver quebrado, deve-se levar o pedaço do dente até o dentista.
  • C Quando o dente estiver quebrado, deve-se colocar o pedaço do dente dentro de um copo com água fria.
  • D Quando o dente cair, deve-se enxaguar a boca, sem friccionar, com água e sabão.
  • E Quando o dente cair, deve-se morder uma gaze com firmeza para manter o dente na cavidade e procurar imediatamente o dentista.
51

Acerca das lesões causadas em acidentes esportivos, assinale a alternativa correta.

  • A Escoriação é a lesão com estiramento ou ruptura de ligamentos.
  • B Entorse é a lesão sem rompimento da pele.
  • C Contusão é a lesão em que ocorre a quebra de um osso.
  • D Luxação é a lesão em que as superfícies articulares deixam de se tocar de forma permanente.
  • E Fratura é a lesão que atinge apenas as camadas superficiais da pele.
52
Choque elétrico é a passagem da corrente elétrica pelo corpo que serve de caminho para a corrente elétrica em direção a terra. Ele pode causar queimaduras, arritmias e até mesmo a morte. A respeito dos primeiros socorros em caso de choque elétrico, é correto afirmar que se deve
  • A interromper a corrente elétrica por meio de um material que não seja condutor antes de socorrer a vítima.
  • B observar imediatamente os sinais vitais da vítima.
  • C jogar água no local de contato entre a vítima e a corrente elétrica.
  • D verificar se a vítima está usando calçado com solado de borracha.
  • E puxar o fio condutor da corrente elétrica rapidamente com as mãos para afastá-lo da vítima.
53
Os desmaios ocorrem pela diminuição de sangue no cérebro, que pode ser causada por falta de alimentação, fadiga, permanência em lugares abafados, emoção forte ou perda de sangue. Considerando-se essa informação, em caso de desmaio, deve-se
  • A posicionar as mãos sobre o umbigo da vítima, fazendo cinco compressões para dentro e para cima.
  • B abraçar a vítima pelas costas, posicionando as mãos acima do umbigo dela.
  • C colocar a vítima em decúbito dorsal com os pés ligeiramente elevados.
  • D puxar a orelha da vítima para trás e dirigir um facho de luz para o canal auditivo.
  • E aplicar compressa fria ou saco de gelo sobre a pele.
54

Analise a situação hipotética a seguir.
Durante o preparo de uma solução bem diluída de ácido clorídrico, um aluno derrubou acidentalmente parte da solução na bancada e nas mãos.
A medida de primeiros socorros imediata para se tomar nessa situação é:

  • A colocar amido sobre as mãos do aluno e enfaixar.
  • B chamar os pais do aluno e aguardar sem fazer nada.
  • C lavar o local com vinagre e isolar o local.
  • D lavar o local com água e bicarbonato de sódio.
55

Instrução: Leia atentamente o texto e responda a questão.

A recuperação de uma vítima de um acidente depende da rapidez com que ela recebe os primeiros atendimentos. Para tanto, é necessário conhecer um pouco sobre esses procedimentos. Lembramos que o socorro final deve sempre ser prestado por equipe médica especializada e que os primeiros socorros são apenas procedimentos para manter a vítima estável até a chegada dos especialistas. Os primeiros socorros ou socorro básico de urgência são as medidas iniciais e imediatas dedicadas à vítima, fora do ambiente hospitalar, executadas por qualquer pessoa, treinada, para garantir a vida, proporcionar bem-estar e evitar agravamento das lesões existentes. A prestação dos primeiros socorros depende de conhecimentos básicos, teóricos e práticos por parte de quem os está aplicando. O restabelecimento da vítima de um acidente, seja qual for sua natureza, dependerá muito do preparo psicológico e técnico da pessoa que prestar o atendimento. O socorrista deve agir com bom senso, tolerância e calma. O primeiro atendimento mal sucedido pode levar vítimas de acidentes a sequelas irreversíveis. (Disponível em: http://redeetec.mec.gov.br/images/stories/pdf/. Acesso em: 27/09/2016.) 

Acerca de procedimentos de primeiros socorros, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Em casos de ferimentos externos ou profundos, caso haja sangramento, a hemorragia deve ser contida imediatamente, por meio de uso de compressa limpa e seca aplicada ao ferimento, devendo o socorrista usar luvas esterilizadas.

( ) Em caso de queimaduras externas superficiais, o socorrista deve lavar e manter a área queimada sob água corrente para resfriamento, não devendo aplicar pomadas até diagnóstico médico.

( ) Em caso de queimaduras externas profundas, o socorrista deve perfurar as bolhas e retirar ou soltar as roupas coladas à queimadura, aplicando água corrente sobre as mesmas.

( ) No caso de rompimento total ou parcial de qualquer osso, o socorrista deve imobilizar o local da fratura e também as articulações próximas, acima e abaixo do local.

Assinale a sequência correta.

  • A V, F, F, V
  • B F, V, V, F
  • C V, V, F, V
  • D F, F, V, F
56
É um tipo de ataque que ocorre por um distúrbio no cérebro (como se fosse um curto circuito). A vítima tem movimentos involuntários e desordenados e em geral, perda da consciência. Esta é a definição de:
  • A Convulsão.
  • B Desmaio.
  • C Edema.
  • D Epistaxe.
  • E Parada Cardiorespiratória.
57
Considerando uma emergência clínica, analise os sintomas abaixo e marque (V) para verdadeiro ou (F) para falso. ( ) Respiração suspirosa, rápida e profunda. Pele seca e quente. Olhos afundados. Pulso rápido e fraco. ( )Pele pálida e úmida. Cefaleia. Pulso rápido e cheio. Pressão arterial normal. ( )Cefaleia. Respiração ofegante. Suor abundante. Pulso rápido e cheio. Boca seca. A sequência correta é
  • A V, F, F.
  • B F, F, F.
  • C V, V, F.
  • D F, V, V.
  • E V, V, V.
58
Considere a situação abaixo: Numa manhã, você está na secretaria da escola e presencia um funcionário entrar num pequeno almoxarifado anexo. De repente, você escuta um som de explosão leve, um grito e um som de queda. A energia elétrica no setor sofre um “pico” e volta em seguida. Sendo a primeira pessoa a chegar ao almoxarifado, você observa que o funcionário está caído no chão, com os olhos abertos. Ao lado dele, está um fio desencapado e você deduz que a pessoa sofreu um choque elétrico. O local está seco e não há chamas nem faíscas. Não há sinais de sangue. O funcionário está deitado de costas no chão, bem próximo ao fio desencapado, tentando amparar o braço direito com o esquerdo e se queixando sem parar: “Meu braço, meu braço, meu braço...”. A sequência mais adequada de ações a serem tomadas é
  • A manter a calma, evacuar totalmente a área, testar se o fio desencapado oferece risco, afastar o acidentado do fio desencapado, desligar a corrente elétrica do local, retirar o acidentado para local mais arejado, verificar a respiração do acidentado, oferecer água ao acidentado, fazer perguntas simples ao acidentado para checar a coerência das respostas.
  • B manter a calma, desligar a corrente elétrica do local, afastar o acidentado do fio desencapado, telefonar para algum número de emergência, verificar a respiração e a pulsação do acidentado, fazer perguntas simples ao acidentado para checar a coerência das respostas, perguntar se o acidentado sente alguma dor, conservar o acidentado o mais aquecido e confortável possível.
  • C manter a calma, colocar o acidentado sentado numa cadeira confortável, afastar o acidentado do fio desencapado, desligar a corrente elétrica local, verificar se o acidentado consegue se levantar, colocar o acidentado sentado numa cadeira confortável, não falar ao acidentado o que vai fazer para evitar ansiedade, evitar conversar com o acidentado, oferecer água ao acidentado.
  • D manter a calma, não falar ao acidentado o que vai fazer para evitar ansiedade, desligar a corrente elétrica local, afastar o acidentado do fio desencapado, perguntar se o acidentado sente alguma dor, verificar a respiração e a pulsação do acidentado, verificar a respiração do acidentado, telefonar para algum número de emergência, verificar se o acidentado consegue se levantar.
  • E manter a calma, verificar a respiração e a pulsação do acidentado, desligar a corrente elétrica local, perguntar se o acidentado sente alguma dor, fazer perguntas simples ao acidentado para checar a coerência das respostas, telefonar para algum número de emergência, verificar se o acidentado consegue se levantar, colocar o acidentado sentado numa cadeira confortável.
59

A atividade de primeiros socorros pressupõe o conhecimento dos sinais que o corpo emite e servem como informação para a determinação do seu estado físico. Alguns detalhes importantes sobre as funções vitais. Nesse sentido, assinale os órgãos cujas funções são vitais:

  • A olhos e ouvido
  • B rins e pâncreas
  • C intestino e bexiga
  • D coração e pulmão
60

Para uma vítima de atropelamento, em que a única lesão preocupante é um corte profundo em uma das pernas, antes da chegada do socorro deve ser realizada a seguinte ação:

  • A aguardar, pedindo para a vítima não parar de falar.
  • B fazer um torniquete logo abaixo do corte.
  • C realizar uma compressa com pano limpo diretamente no ferimento.
  • D hidratar a vítima.
  • E levantar a cabeça da vítima.
Voltar para lista