Resolver o Simulado Universidade Federal de Goiás (UFG) - Contador

0 / 70

Contabilidade de Custos

1

Uma indústria de médio porte, que adota o método do inventário periódico para avaliar os seus estoques, apresentou as seguintes anotações, em reais, referentes a um determinado período produtivo de um de seus produtos:


Compra de matéria-prima 800,00

Mão de obra direta 220,00

Custos indiretos de fabricação 200,00


Estoques

Estoque de: Inicial Final

Matéria-prima 40,00 60,00

Produtos em Elaboração 70,00 30,00

Produtos acabados 50,00 10,00


Considerando-se aspectos técnico-conceituais da Contabilidade de Custos e os dados informados apenas pela indústria, o custo da produção acabada do produto, nesse período produtivo, em reais, é de

  • A 1.200,00
  • B 1.220,00
  • C 1.240,00
  • D 1.260,00
  • E 1.280,00
2
O custeio direto surgiu como alternativa para a apuração dos custos dos produtos fabricados, diante das dificuldades para a determinação dos custos quando se utiliza o custeio por absorção. Uma das características do custeio direto é alocar aos produtos/serviços
  • A os custos de produção e todas as despesas incorridas no período.
  • B os custos de produção e as despesas variáveis.
  • C os custos fixos e variáveis de produção.
  • D os custos que podem ser alocados sem, ou com pequena, margem de erro.
3

A Indústria MG Ltda. fabrica 10.000 caixas de arruelas por mês. Através de uma pesquisa, verificou o seguinte: se vender a R$ 20,00 a caixa, conseguirá vender 80% da produção; se vender a R$ 19,00 a caixa, conseguirá vender 10% a mais; se vender a R$ 18,00, poderá vender 10% a mais do que o volume anterior; e, se vender a R$ 17,00, poderá vender toda a produção. Verificou, também, que, se vier a vender a caixa por R$ 15,00, poderá vender 2.000 unidades a mais do que produz hoje. Sabendo-se que os custos e despesas variáveis somam R$ 10,00 por caixa e que os custos e despesas fixos totalizam R$ 50.000,00 por mês, o preço de venda que trará a maior lucratividade possível à empresa é, em reais, de

  • A 15,00
  • B 17,00
  • C 18,00
  • D 19,00
  • E 20,00
4

A empresa Alpha Romeu apresentou os seguintes dados ao final do mês de janeiro:

Estoque Inicial: .......R$ 140.000.00
Compras: ...............R$ 50.000,00
Estoque Final: ........R$ 60.000,00

De acordo com os dados apresentados, o custo da mercadoria vendida no mês de janeiro foi de

  • A R$ 30.000,00.
  • B R$ 250.000,00.
  • C R$ 130.000,00.
  • D R$ 150.000,00.
5

A Cia. Rosa vendia apenas a mercadoria pink. Em 01 de marfo de 2014, havia 100 unidades de pink no estoque, avaliado em R$ 1.000,00.
Em 05 de março, a Cia. Rosa comprou mais 80 unidades de pink por R$ 12,00 cada. Já no dia 10 de março, a Cia. Rosa comprou mais 50 unidades de pink por R$ 15,00 cada.
Em 15 de março, a Cia. Rosa vendeu 150 unidades de pink por R$ 20,00 cada.

Dado que a Cia. Rosa utiliza o Custo Médio Ponderado como método de custeio, o custo das mercadorias vendidas pela Cia. Rosa em relação a venda de 15 de março era, aproximadamente, de

  • A R$ 1.500,00.
  • B R$ 1.600,00.
  • C R$ 1.633,00.
  • D R$ 1.767,00.
  • E R$ 3.000,00.
6

Texto 7

A Companhia Arrozmontese Ltda. implementou um sistema decontrole gerencial. Porém o sistema ainda não está pronto eprecisa que o contador faça as análises. Os dados extraídos dosistema são apresentados abaixo:



Pelo relatório, todas as unidades produzidas foram vendidas.

O contador da Companhia Arrozmontese Ltda. identificou que nem todas as unidades produzidas tinham sido vendidas. A correta quantidade de unidades produzidas foi:

Produtos Quantidade produzida

A 1.700,00

B 1.500,00

C 1.140,00

D 1.350,00

E 2.500,00

Considerando a nova quantidade de unidades produzidas e os dados do texto 7, o produto com maior margem de contribuição unitária corresponde ao produto:

  • A A;
  • B B;
  • C C;
  • D D;
  • E E.
7

Os custos que independem do volume de produção e venda, representando a capacidade instalada que uma empresa possui para produzir e vender bens, serviços e mercadorias, são os

  • A marginais.
  • B estruturais fixos.
  • C semi fixos.
  • D semi variáveis.
  • E variáveis.
8

Ao utilizar o custeio variável, a empresa imputará:

  • A custos e despesas variáveis como investimento;
  • B custos e despesas fixas da produção em elaboração no resultado;
  • C custos fixos e variáveis da produção acabada como investimento;
  • D custos fixos e variáveis da produção em elaboração no resultado;
  • E custos variáveis e despesas fixas como investimento.
9
 É o índice multiplicador que se aplica sobre o CMV, Custo de Mercadoria Vendida, líquido para determinar o preço de venda. Esse índice, muitas vezes, é determinado de forma empírica ou aleatória, sem qualquer sustentação técnica:
  • A Mark-up.
  • B Ponto de Equilíbrio Comercial.
  • C Margem de Lucro Sobre Vendas.
  • D Índice de Liquidez Imediata.
10

Uma entidade vendia apenas o produto x. Em 01 de abril de 2014 ela não possuía saldo em seu estoque.

Durante o mês de abril, a entidade realizou as seguintes operações:

• Compra de 50 unidades de x por R$ 200,00 cada.
• Compra de 30 unidades de x pelo total de R$ 6.600,00.
• Venda de 40 unidades de x por R$ 250,00 cada.
• Compra de 20 unidades de x por R$ 230,00 cada.
• Venda de 10 unidades de x por R$ 250,00 cada.

Dado que esta entidade utiliza o método Custo Médio Ponderável Móvel, o estoque final do produto x, em 30 de abril de 2014, era de

  • A R$ 10.450,00
  • B R$ 10.750,00.
  • C R$ 12.500,00.
  • D R$ 19.050,00.
  • E R$ 21.200,00.

Contabilidade Geral

11

Lucro real é

  • A a diferença positiva entre receitas e despesas do período.
  • B lucro líquido do exercício, ajustado pelas adições, exclusões ou compensações prescritas ou autorizadas pela legislação tributária.
  • C o resultado do período ajustado pelo LALUR.
  • D o resultado do período ajustado pelas receitas não operacionais e despesas não operacionais.
  • E o resultado positivo e tributável do período

12

Cabe ao Diretor Financeiro a adoção de providências voltadas, entre outras, à manutenção de uma situação adequada, em termos de liquidez e expectativas de crescimento para a empresa. Sendo assim, assinale a alternativa que não apresenta uma função financeira a cargo desse executivo.

  • A Administração do fluxo de caixa relacionado com os investimentos e aplicações financeiras.
  • B Controle dos custos de captação dos capitais pela empresa, obtidos com os sócios e/ou com terceiros.
  • C Acompanhamento dos resultados obtidos contra os orçados no início do respectivo exercício social.
  • D Controle dos custos de captação dos capitais pela empresa, obtidos com terceiros, sem considerar os valores pertencentes aos sócios ou proprietários.
  • E Estabelecer, com aprovação dos sócios ou proprietários, uma política de dividendos que permita a adequada remuneração dos capitais próprios e as expectativas de manutenção e de crescimento da empresa.

Contabilidade Geral

13

A depreciação é um procedimento contábil que objetiva:

  • A Avaliar e reavaliar todos os bens do Ativo que estão sujeitos à depreciação.
  • B Distribuir o custo dos bens sujeitos à depreciação pelo período de sua vida útil.
  • C Registrar a baixa dos bens de consumo sujeitos à depreciação.
  • D Registrar a venda dos bem do Ativo Imobilizado Tangível e Intangível.
  • E Valorizar os bens do Ativo Imobilizado e Diferido.
14

A respeito do reconhecimento e contabilização dos ativos intangíveis, é correto afirmar:

  • A ativos intangíveis podem ser produzidos internamente pela entidade.
  • B a mensuração do custo não é fator primordial no seu reconhecimento.
  • C os ativos intangíveis podem ser inseparáveis da entidade que o possui.
  • D a especialização do corpo técnico pode ser reconhecida como ativo intangível.
  • E ativos intangíveis não podem estar contidos em elementos que contêm substância física.
15

Uma empresa produz componentes para televisores LCD. Para conquistar o mercado, ela oferece aos seus clientes uma garantia de um ano para o funcionamento dos componentes que vende.

Devido a esse procedimento, ela deve registrar o valor provável a ser gasto com essa garantia na conta

  • A Reserva para contingências
  • B Reserva para garantia
  • C Reserva para eventos subsequentes
  • D Provisão para contingências
  • E Provisão para garantias
16

Os princípios da contabilidade permitem a fixação de padrões de comparação e credibilidade. Considerando o Princípio Contábil da Atualização Monetária é correto afirmar que

  • A a moeda por ser aceita universalmente, representa unidade constante em termos do poder aquisitivo.
  • B a atualização monetária consiste em nova avaliação, mediante a aplicação de indexadores.
  • C a atualização monetária utiliza somente indexadores definidos pelo CFC.
  • D para que a avaliação do patrimônio possa manter os valores das transações originais, é necessário atualizar sua expressão formal em moeda nacional.
17

Considere as seguintes aquisições realizadas pela Cia. Vale Tudo S.A.:
Ativo 1 - Aquisição de uma Marca cuja vida útil é indeterminada.
Ativo 2 - Aquisição de um imóvel para ser utilizado em suas operações. Sabe-se que 2 meses após a compra, o imóvel sofreu uma valorização de 20%.
Ativo 3 - Aquisição de 100% do total das ações da Cia. Gama, com o objetivo de diversificar suas atividades. O valor pago corresponde exatamente ao valor justo líquido dos ativos e passivos identificáveis da adquirida.
Em relação aos critérios de mensuração dos respectivos ativos, é correto afirmar que o ativo

  • A 3 é mensurado pelo custo de aquisição, pois a Cia. Gama se caracteriza como empresa controlada.
  • B 1 é mensurado pelo custo de aquisição corrigido.
  • C 2 é mensurado pelo custo de aquisição, atualizado, menos a depreciação acumulada.
  • D 3 é mensurado pelo método da equivalência patrimonial, pois a Cia. Gama se caracteriza como empresa coligada.
  • E 1 é mensurado pelo custo de aquisição menos a perda por impairment acumulada.
18
João, proprietário de um escritório de perícia e de avaliação atuarial, efetuou diversos pagamentos com cheques da conta-corrente do seu escritório e encaminhou cópias dos cheques e os recibos dos pagamentos para o escritório de contabilidade. Entre os pagamentos incluía-se uma prestação do veículo particular de João que, por estar atrasada, foi paga com juros.

Com base nos princípios fundamentais da contabilidade, assinale a opção correta, acerca dessa situação hipotética.
  • A O valor do principal da prestação do veículo será escriturado na data do vencimento original, devido à exigência do princípio da competência.
  • B O registro contábil do pagamento da prestação do veículo será feito intempestivamente, devido ao princípio da oportunidade.
  • C A contabilização da prestação do veículo será desmembrada em principal e juros, de acordo com o que prevê o princípio do registro pelo valor original.
  • D O principal e os juros da prestação do veículo serão contabilizados como um único valor, seguindo-se o princípio da atualização monetária.
  • E A prestação do veículo, por ser despesa pessoal de João, não será escriturada na contabilidade do escritório, devido ao princípio da entidade.
19

Existem operações de reorganização societária que não envolvem companhias de capital aberto em qualquer de suas modalidades: incorporação, cisão ou fusão. Nesse caso, torna-se necessária a realização de atos preliminares, comuns a todas elas, que antecedem a concretização de tais operações.

Os procedimentos ou atos preliminares comuns nas operações de incorporação, fusão e cisão são:

  • A protocolo, justificação e formação do capital
  • B petição, protocolo e formação do capital
  • C avaliação, justificação e petição
  • D avaliação, justificação e formação do capital
  • E avaliação, formação do capital e petição
20
Toda empresa que concede prazo de pagamento perde uma pequena parte desses valores com a inadimplência de seus clientes. Nesse sentido, assinale a alternativa correta sobre a função da provisão para crédito de liquidação duvidosa.
  • A Tem a função de ajustar os saldos referentes aos créditos concedidos aos clientes que efetuaram a compra a prazo.
  • B Tem a função de ajustar o estoque que tenha sofrido uma desvalorização no decorrer do exercício social.
  • C Tem a função de contabilizar as perdas prováveis com os créditos concedidos aos clientes nas vendas a prazo.
  • D Tem função de demonstrar o saldo quitado dos clientes em relação as suas dívidas com a empresa.
  • E Tem a função de aumentar o saldo dos clientes no passivo pelo não pagamento das dívidas.
21

O procedimento contábil para elaboração da Demonstração dos Fluxos de Caixa, que evidencia as principais classes de recebimentos e pagamentos a partir de ajustes ao resultado patrimonial é o método

  • A ajustado.
  • B indireto.
  • C isolado.
  • D simplificado.
  • E direto.

Administração Financeira e Orçamentária

22

O equilíbrio entre receita e despesa é um princípio orçamentário que deve ser entendido, não simplesmente como uma igualdade aritmética entre receita estimada e despesa orçada, mas sim como a necessidade da organização estatal de planejar e executar o financiamento das ações, tendo como premissa básica gastar somente o produto da sua arrecadação. Identifique a alternativa, que NÃO está em sintonia com o princípio orçamentário em questão.

  • A ALRF estabeleceu que a estratégia para alcançar o equilíbrio entre receitas e despesas seja revelada na LDO.
  • B As operações de crédito devem custear, apenas, as despesas de capital ou refinanciar a rolagem da dívida pública.
  • C A eficiência da administração pública encontra-se revelada na apuração de superávits orçamentários continuados.
  • D Na LRF não existe uma proibição explícita para a existência de déficits orçamentários, o que existe são mecanismos com vistas a reduzir os níveis endividamento.
  • E A Constituição de 1988, com algumas ressalvas, proibiu a realização de operações de crédito que excedamomontante das despesas de capital.

Contabilidade Geral

23

De acordo com os razonetes apresentados, é correto afirmar que a conta Apuração do Resultado do Exercício apresentou saldo

  • A $ 5.000 devedor.
  • B $ 5.000 credor.
  • C $ 13.700 credor
  • D $ 13.700 devedor.
  • E $ 18.700 credor.
24

De acordo com o CPC 26, a DRE deve iniciar com

  • A Lucros acumulados (saldo anterior).
  • B Lucro Bruto
  • C Faturamento Bruto
  • D Receita Bruta de Vendas
  • E Receita Líquida de Vendas.
25
O ágio na aquisição de uma participação societária é classificado em um grupo de contas do Balanço Patrimonial. A alternativa CORRETA que representa esse grupo é:
  • A Imobilizado.
  • B Intangível.
  • C Investimento.
  • D Ativo Circulante.
  • E Passivo Circulante.
26

Com relação à Demonstração dos Fluxos de Caixa, a legislação societária determina que a mesma deva ser apresentada

  • A apenas pelas sociedades de capital fechado independentemente do setor de atuação e tamanho do patrimônio líquido.
  • B pelas companhias abertas somente quando estas forem obrigadas a apresentar também suas demonstrações consolidadas.
  • C somente para as companhias abertas quando estas estiverem constituídas sob a forma de grupos econômicos e possuírem patrimônio líquido e ativo total relevante.
  • D para as companhias fechadas com patrimônio líquido, na data do balanço, igual ou superior a dois milhões de reais.
  • E por todos os tipos de sociedades, de qualquer tamanho de patrimônio líquido ou ativo, independentemente de serem companhias abertas ou fechadas.
27

De acordo com a Resolução CFC n°. 803/96 – Código d e Ética Profissional do Contador e suas alterações, NÃO é norma de conduta a ser observada, obrigatoriamente, pelo profissional da Contabilidade, com relação à classe:

  • A acatar as resoluções votadas pela classe contábil, inclusive quanto a honorários profissionais.
  • B prestar seu concurso moral, intelectual e material, salvo circunstâncias especiais que justifiquem a sua recusa.
  • C valer-se de agenciador de serviços, mediante participação desse nos honorários a receber.
  • D zelar pelo prestígio da classe, pela dignidade profissional e pelo aperfeiçoamento de suas instituições.
28
Instruções: Considere as informações a seguir para responder à questão.

A Cia. Mineira adquiriu, em 31/12/2013, 90% das ações da Cia. Montanhosa por R$ 12.600.000,00 à vista, passando a deter o controle da empresa adquirida. Na data da aquisição, o Patrimônio Líquido da Cia. Montanhosa era R$ 10.000.000,00 e o valor justo líquido dos ativos e passivos identificáveis desta Cia. era R$ 12.000.000,00, sendo a diferença entre os valores decorrente da atualização do valor de um terreno que a Cia. Montanhosa havia adquirido em 2011. A participação dos acionistas não controladores na Cia. Montanhosa foi avaliada pela parte que lhes cabe no valor justo líquido dos ativos e passivos identificáveis da empresa.

No período de 01/01/2014 a 31/12/2014, a Cia. Montanhosa reconheceu as seguintes mutações em seu Patrimônio Líquido:
• Lucro líquido: R$ 1.000.000,00
• Distribuição de dividendos: R$ 300.000,00
• Ajustes acumulados de conversão de investida no exterior: R$ 150.000,00 (credor)

Sabendo que não há resultados não realizados entre a controladora e a controlada, a variação positiva reconhecida, em 2014, na Demonstração do Resultado individual da Cia. Mineira referente ao Investimento na Cia. Montanhosa foi, em reais,
  • A 270.000,00.
  • B 765.000,00.
  • C 900.000,00.
  • D 630.000,00.
  • E 700.000,00.
29

A alternativa que contém apenas relatórios que integram o conjunto completo de demonstrações contábeis exigidas pelo Pronunciamento Técnico CPC – 26 (R1) - Apresentação das Demonstrações Contábeis é:

  • A balanço patrimonial, demonstração do resultado do exercício e relatório dos auditores independentes;
  • B demonstração do valor adicionado, relatório de sustentabilidade e balanço patrimonial;
  • C notas explicativas, demonstração do resultado abrangente e demonstração das mutações do patrimônio líquido;
  • D demonstração do resultado abrangente, relatório da administração e demonstração dos lucros acumulados;
  • E demonstração das mutações do patrimônio líquido, demonstração do resultado do exercício e relatório da administração.
30

Considere os eventos a seguir.


• Solicitação de orçamento para possível compra futura.

• Admissão de empregado.

• Venda a prazo de mercadorias.

• Pagamento de seguros para cobertura dos ativos.

• Apropriação dos salários do mês.

• Recebimento de adiantamento de clientes para entrega futura.


É CORRETO afirmar que nos eventos acima descritos existem

  • A 03 atos administrativos e 03 fatos contábeis.
  • B 02 atos administrativos e 04 fatos contábeis.
  • C 04 atos administrativos e 02 fatos contábeis.
  • D 01 ato administrativo e 05 fatos contábeis.
  • E 06 fatos contábeis.

Análise de Balanços

31

Considerando o fluxo de caixa abaixo e que o investimento inicial foi realizado em 2014 e que a empresa começou suas operações em janeiro de 2015, o Payback simples será:


Fluxo de Caixa do Projeto

2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020

-1.677.203 375.015 1.092.003 1.400.580 1.447.858 1.447.858 1.447.858

  • A Menos de 2 anos.
  • B 2 anos.
  • C 2 anos e 15 dias.
  • D 2 anos e 55 dias.
  • E 3 anos.
32

Quando se busca encontrar a relação percentual de um elemento com o todo de que faz parte, utiliza-se o método de análise de balanço, denominado

  • A análise da taxa de retorno sobre investimento.
  • B análise por meio de quocientes.
  • C análise horizontal.
  • D índices-padrão.
  • E análise vertical.
33

Sobre alavancagem financeira, considere:

I. Quanto maior o grau de alavancagem financeira de uma companhia, o investidor estará exposto a um maior risco diversificável na aquisição de suas ações.

II. Uma empresa que financie um projeto de investimento que renderá 20% ao ano por meio do lançamento de debêntures no mercado de capitais cuja remuneração será de 15% ao ano, aumentará seu lucro por ação anualmente caso o retorno do projeto se confirme.

III. Quando a taxa de juros para se obter empréstimos no mercado de capitais é maior que a taxa de retorno que a companhia obtém sobre seus ativos, ela deve optar por utilizar mais capital de terceiros em sua estrutura de capital.

IV. O efeito da alavancagem financeira sobre o lucro de uma companhia independe da taxa de retorno que ela obtém sobre o total de seus ativos.

Está correto o que se afirma APENAS em

  • A I e II.
  • B I, II e III.
  • C II, III e IV.
  • D II e IV.
  • E III e IV.
34

Relacione as colunas 1 e 2 abaixo:

Coluna 1

1. Composição do Endividamento

2. Imobilização do Patrimônio Líquido

3. Imobilização dos Recursos não Correntes

4. Participação de Capital de Terceiros (Endividamento)


Coluna 2

( ) Quanto a empresa tomou de capital de terceiros para cada $ 100 de capital próprio.

( ) Qual o percentual de obrigações a curto prazo em relação às obrigações totais.

( ) O quanto foi aplicado no Ativo Permanente para cada $ 100 de Patrimônio Líquido.

( ) Que percentagem dos Recursos não Correntes foi destinado ao Ativo Permanente.

Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.

  • A 1 • 2 • 3 • 4
  • B 1 • 4 • 3 • 2
  • C 2 • 3 • 4 • 1
  • D 3 • 2 • 1 • 4
  • E 4 • 1 • 2 • 3
35

Uma determinada empresa apresentou as seguintes informações sobre um determinado investimento:

Considerando que os fluxos são homogeneamente distribuídos ao longo dos anos, qual seria o tempo de retorno para que o saldo do investimento seja igual a zero, utilizando o método do payback simples?

  • A 2 anos.
  • B 2,4 anos.
  • C 3 anos.
  • D 3,5 anos
36

O Índice de Liquidez Corrente é calculado pela razão entre:

  • A o Lucro Bruto e Vendas.
  • B o Ativo Circulante e o Passivo Circulante.
  • C o Ativo Circulante, subtraído o estoque, e o Passivo Circulante.
  • D a soma da Disponibilidade com as Aplicações Temporárias e o Passivo Circulante.
37

O sistema de análise “DuPont” considera para o cálculo do “ROA – Retorno sobre Ativos”, o(a)

  • A Margem líquida vezes Giro Total do Ativo.
  • B Ativo total dividido pelo Patrimônio Líquido
  • C Lucro líquido depois do Imposto de Renda dividido pelo Capital Próprio mais o Capital de Terceiros.
  • D Lucro líquido após o Imposto de Renda dividido pelas Vendas do período.
  • E Patrimônio líquido dividido pelo Lucro Líquido após o Imposto de Renda.
38
A respeito da alavancagem financeira, assinale a opção correta.
  • A Um grau de alavancagem financeira igual a 1,3 significa que os acionistas estão ganhando um retorno 30% melhor do que teriam se financiassem totalmente os seus ativos com seus próprios recursos.
  • B Quanto maior o grau de alavancagem financeira, menor é o risco financeiro assumido pela empresa.
  • C Quando o efeito da alavancagem financeira é positivo, presume-se que o retorno do investimento do acionista será reduzido toda vez que a empresa optar por trabalhar com recursos de terceiros.
  • D O efeito do imposto de renda sobre o lucro operacional é desconsiderado quando do cálculo do grau de alavancagem financeira.
  • E A alavancagem financeira não afeta o valor do retorno sobre o patrimônio líquido de uma empresa.
39

Um analista de avaliação de empresas deseja estimar o valor “justo” da ação de uma empresa, fazendo uso de dois métodos de avaliação: “1”. fluxo de caixa descontado; e “2”. avaliação relativa por múltiplos. Devido ao seu histórico de sucesso em avaliação de ações, ele determinou que o método “1” receberá 70% do peso de seus cálculos e o método “2” receberá 30% do peso, sendo 20% para o múltiplo P/E e 10% para o múltiplo EV/EBITDA (também conhecido como FV/EBITDA). A empresa apresenta as seguintes informações econômico-financeiras:
Quantidade de ações: 1 milhão; Enterprise Value - EV (ou Firm Value - FV) pelo método “1”: R$ 16 milhões; Dívida financeira líquida: R$ 4 milhões; P/E de empresas comparáveis: 6; EV/EBITDA (FV/EBITDA) de empresas comparáveis: 8,5; EBITDA: R$ 2 milhões; Lucro Líquido por ação: R$ 2,50.
Utilizando essas informações, o valor "justo" da ação em análise será estimado pelo analista, em reais, ao valor de:

  • A 11,9;
  • B 12,3;
  • C 12,7;
  • D 13,1;
  • E 13,6.
40

Uma sociedade empresária apresentou diminuição em sua margem operacional, de 20% em 2015 para 15% em 2016. Enquanto isso, a sociedade empresária manteve sua margem bruta em 30% nos dois anos.


Assinale a opção que indica uma possível causa para o comportamento desses índices.

  • A Aumento nas despesas operacionais.
  • B Aumento nas receitas financeiras.
  • C Aumento nos custos dos produtos.
  • D Diminuição nos preços dos produtos.
  • E Diminuição nas despesas em operações descontinuadas.

Português

41

Ópera é um tipo de teatro no qual a maioria ou todos os personagens cantam durante a maior parte do tempo ou o tempo todo. Nesse sentido, é muito óbvio que ela não seja realística, e com frequência, no decorrer de seus mais de quatrocentos anos de história, tem sido considerada exótica e estranha. Além disso, é quase sempre bastante cara de se encenar e de se assistir. Em nenhum momento da história a sociedade, como um todo, conseguiu sustentar facilmente os custos exorbitantes da ópera. Por que, então, tanta gente gosta dela de maneira tão profunda? Por que dedicam suas vidas a apresentá-la, escrever sobre ela, assistir a ela? Por que alguns fãs de ópera atravessam o mundo para ver uma nova produção ou ouvir um cantor favorito, pagando imensas quantias por esse fugaz privilégio? E por que a ópera é a única forma de música erudita que ainda desenvolve de modo significativo novas audiências, apesar de que, no último século ou por volta disso, o fluxo de novas obras, que uma vez foi seu sangue vital, secou até se reduzir a um débil gotejar?

Essas perguntas são mais sobre a ópera tal como ela é hoje em dia: sobre aquilo em que a ópera se tornou no início do século XXI. No que se segue teremos muito a dizer sobre a história de nosso tema, sobre as maneiras em que a ópera se desenvolveu durante sua jornada de quatrocentos anos até nós; mas nossa ênfase será sempre no presente, no efeito que a ópera continua a ter sobre as audiências no mundo inteiro. Nosso objetivo é lidar com uma forma de arte cujas obras mais populares e duradouras foram quase sempre escritas num distante passado europeu, [...] mas cuja influência em muitos de nós – e cuja significância em nossa vida hoje em dia – é ainda palpável. A ópera pode nos transformar: física, emocional e intelectualmente. Queremos investigar por quê.

Segmentos do texto estão, abaixo, associados a outras formulações. A que NÃO prejudica o sentido e a correção originais é:

  • A (linha 1) no qual a maioria ou todos os personagens cantam / cujos personagens, a maioria ou todos, cantam.
  • B (linhas 4 e 5) conseguiu sustentar facilmente os custos exorbitantes da ópera / obteve facilmente recursos para custear os gastos excessivos da ópera.
  • C (linhas 5 e 6) Por que dedicam suas vidas a apresentá-la, escrever sobre ela, assistir a ela? / Qual a causa de dedicarem suas vidas a apresentar, escrever e assistir a ela.
  • D (linha 7) pagando imensas quantias por esse fugaz privilégio / se forem pagar imensas quantias por esse privilégio instantâneo.
  • E (linha 8) que ainda desenvolve de modo significativo novas audiências / que desenvolve, ainda que de maneira significativa, novas audiências.
42
Dada à oração: “Estamos esperando que você contribua”. Os termos sublinhados representam uma oração subordinada substantiva: 
  • A objetiva direta.
  • B predicativa.
  • C subjetiva.
  • D nominal.
43
Texto
Primeira classe
(Moacyr Scliar)
Durante anos, o homem teve um sonho: queria viajar de avião na primeira classe. Na classe econômica, ele, executivo de uma empresa multinacional, era um passageiro habitual; e, quando via a aeromoça fechar a cortina da primeira classe, quando ficava imaginando os pratos e as bebidas que lá serviam, mordia-se de inveja. Talvez por causa disso trabalhava incansavelmente; subiu na vida, chegou a um cargo de chefa que, entre outras coisas, dava-lhe o direito à primeira classe nos voos.
E assim, um dia, ele embarcou de Nova Délhi, onde acabara de concluir um importante negócio, para Londres. E seu lugar era na primeira classe. Seu sonho estava se realizando. Tudo era exatamente como ele imaginava: coquetéis de excelente quantidade, um jantar que em qualquer lugar seria considerado um banquete. Para cúmulo da sorte, o lugar a seu lado estava vazio.
Ou pelo menos estava no começo do voo. No meio da noite acordou e, para sua surpresa, viu que o lugar estava ocupado. Achou que se tratava de um intruso; mas, em seguida, deu-se conta de que algo anormal ocorria: várias pessoas estavam ali, no corredor, chorando e se lamentando. Explicável: a passageira a seu lado estava morta. A tripulação optara por colocá-la na primeira classe exatamente porque, naquela parte do avião, havia menos gente.
Sua primeira reação foi exigir que removessem o cadáver. Mas não podia fazer uma coisa dessas, seria muita crueldade. Por outro lado, ter um corpo morto a seu lado horrorizava-o. Não havendo outros lugares vagos na primeira classe, só lhe restava uma alternativa: levantou-se e foi para a classe econômica, para o lugar que a morta, havia pouco, ocupara. Ou seja, ao invés de um upgrade, ele tinha recebido, ainda que por acaso, um downgrade.
Ali ficou, sem poder dormir, claro. Porque, depois que se experimenta a primeira classe, nada mais serve. Finalmente, o avião pousou, e ele, arrasado, dirigiu-se para a saída, onde o esperavam os parentes da falecida para agradecer-lhe. Disse um deles, que se identificou como filho da senhora: “Minha mãe sempre quis viajar de primeira classe. Só conseguiu morta graças à sua compreensão. Deus lhe recompensará”.
Que tem seu lugar garantido no céu, isso ele sabe. Só espera chegar lá viajando de primeira classe. E sem óbitos durante o voo.
Com a frase “Ou pelo menos estava no começo do voo.”, que introduz o terceiro parágrafo, o autor sugere ao leitor que a situação descrita anteriormente:
  • A seria alterada.
  • B era muito comum.
  • C fora preservada.
  • D não agradava.
  • E era merecida.
44

Viver em sociedade

A sociedade humana é um conjunto de pessoas ligadas pela necessidade de se ajudarem umas às outras, a fim de que possam garantir a continuidade da vida e satisfazer seus interesses e desejos.
Sem vida em sociedade, as pessoas não conseguiriam sobreviver, pois o ser humano, durante muito tempo, necessita de outros para conseguir abrigo e alimentação. E no mundo moderno, com a grande maioria das pessoas morando na cidade, com hábitos que tornam necessários muitos bens produzidos pela indústria, não há quem não necessite dos outros muitas vezes por dia.
Mas as necessidades dos seres humanos não são apenas de ordem material, como os alimentos, a roupa, a moradia, os meios de transportes e os cuidados de saúde. Elas são também de ordem espiritual e psicológica. Toda pessoa humana necessita de afeto, precisa amar e sentir-se amada, quer sempre que alguém lhe dê atenção e que todos a respeitem. Além disso, todo ser humano tem suas crenças, tem sua fé em alguma coisa, que é a base de suas esperanças.
Os seres humanos não vivem juntos, não vivem em sociedade, apenas porque escolheram esse modo de vida, mas porque a vida em sociedade é uma necessidade da natureza humana. Assim, por exemplo, se dependesse apenas da vontade, seria possível uma pessoa muito rica isolar-se em algum lugar, onde tivesse armazenado grande quantidade de alimentos. Mas essa pessoa estaria, em pouco tempo, sentindo falta de companhia, sofrendo a tristeza da solidão, precisando de alguém com quem falar e trocar ideias, necessitada de dar e receber afeto. E muito provavelmente ficaria louca se continuasse sozinha por muito tempo.
Mas, justamente porque vivendo em sociedade é que a pessoa humana pode satisfazer suas necessidades, é preciso que a sociedade seja organizada de tal modo que sirva, realmente, para esse fim. E não basta que a vida social permita apenas a satisfação de algumas necessidades da pessoa humana ou de todas as necessidades de apenas algumas pessoas. A sociedade organizada com justiça é aquela em que se procura fazer com que todas as pessoas possam satisfazer todas as suas necessidades, é aquela em que todos, desde o momento em que nascem, têm as mesmas oportunidades, aquela em que os benefícios e os encargos são repartidos igualmente entre todos.
Para que essa repartição se faça com justiça, é preciso que todos procurem conhecer seus direitos e exijam que eles sejam respeitados, como também devem conhecer e cumprir seus deveres e suas responsabilidades sociais.

Dalmo de Abreu Dallari. In: Viver em sociedade.

Assinale a alternativa que define corretamente a tese defendida pelo autor.

  • A A justiça é dispensável na sociedade humana.
  • B As pessoas não conseguiriam sobreviver sem sociedade.
  • C As pessoas podem melhorar a vida em sociedade mesmo sem se organizarem com justiça e equidade.
  • D Todas as pessoas devem satisfazer suas necessidades na sociedade humana.
  • E Os seres humanos vivem juntos por consequência de suas escolhas.
45
A vida dá voltas
Sou um tipo meio fatalista. Acho que a vida dá voltas. Um amigo meu, Luís, casou-se com Cláudia, uma mulher egoísta. Ele era filho único, de mãe separada e sem pensão. Durante algum tempo, a mãe de Luís foi sustentada pelo próprio tio, um solteirão. Quando este faleceu, começaram as brigas domésticas: Cláudia não admitia que Luís desse dinheiro à mãe. Ele era um rapaz de classe média. Por algum tempo, arrumou trabalhos extras para ajudar a idosa.
Convencido pela esposa, ele mudou-se para longe. Visitava a mãe uma vez por ano. Para se livrar da questão financeira, Luís convenceu a mãe a vender o apartamento. Durante alguns anos, ela viveu desse dinheiro. Muitas vezes, lamentava a falta do filho, mas o que fazer? Luís, sempre tão ocupado, viajando pelo mundo todo, não tinha tempo disponível. Na casa da mãe, faltou até o essencial. E ela faleceu sozinha.
O tempo passou. Hoje, Luís, antes um profissional disputado, está desempregado. Foi obrigado a se instalar com a família na casa dos sogros, onde é atormentado diariamente. A filha de Luís e Cláudia cresceu e saiu de casa. Quer seguir seu próprio rumo!
Luís não tem renda, nem bens. Está quase se divorciando. Ficou fora do mercado de trabalho. O que vai acontecer? A filha cuidará dele? Tenho dúvidas,porque ele não a ensinou com seu próprio exemplo.
A vida é um eterno ciclo afetivo. Em uma época todos nós somos filhos. Em outra, tornamo-nos pais: é a nossa vez de cuidar de quem cuidou de nós.
(Walcyr Carrasco. http://vejasp.abril.com.br. Acesso em 30.12.2013. Adaptado)

De acordo com o texto, é correto afirmar que, quando a mãe de Luís mais precisou de ajuda, Cláudia

  • A incentivou o marido a apoiar a idosa.
  • B teve um comportamento bastante mesquinho.
  • C convenceu Luís a procurar um cuidador para a sogra.
  • D tentou ajudar a sogra o quanto pôde.
  • E não aceitou quando o marido decidiu morar longe da mãe dele.
46

Assinale a alternativa em que o período, adaptado da revista Pesquisa Fapesp de junho de 2012, está correto quanto à regência nominal e à pontuação.

  • A Não há dúvida que as mulheres ampliam, rapidamente, seu espaço na carreira científica ainda que o avanço seja mais notável em alguns países, o Brasil é um exemplo, do que em outros.
  • B Não há dúvida que as mulheres ampliam rapidamente, seu espaço na carreira científica, ainda que, o avanço seja mais notável em alguns países (o Brasil é um exemplo) do que em outros.
  • C Não há dúvida de que, as mulheres, ampliam rapidamente seu espaço na carreira científica; ainda que o avanço seja mais notável, em alguns países, o Brasil é um exemplo!, do que em outros.
  • D Não há dúvida de que as mulheres, ampliam rapida­mente seu espaço, na carreira científica, ainda que o avanço seja mais notável, em alguns países: o Brasil é um exemplo, do que em outros.
  • E Não há dúvida de que as mulheres ampliam rapida­mente seu espaço na carreira científica, ainda que o avanço seja mais notável em alguns países – o Brasil é um exemplo – do que em outros.
47
Toda conversa sobre Graciliano Ramos esbarra no cineasta Nelson Pereira dos Santos. E o inverso é mais do que verdadeiro.

Tem sido assim desde 1963, quando Pereira levou ao cinema um dos clássicos do autor, Vidas Secas (1938). Quebrou na ocasião uma lei antiga: a de que livro bom rende filme ruim.

Vinte anos depois, repetiu a façanha, novamente com Ramos, ao adaptar o livro Memórias do Cárcere (1953). São os filmes mais famosos de Pereira, e, assim como as obras que lhes serviram de base, representam dois marcos da cultura brasileira no século 20.

Além das transposições das duas obras de Graciliano para o cinema, Pereira adaptou escritores como Nelson Rodrigues e Guimarães Rosa. É o único cineasta a integrar a Academia Brasileira de Letras.

Graciliano e Pereira tinham amigos em comum e frequentavam os mesmos ambientes, mas nunca chegaram a se falar. O cineasta viu o autor uma única vez, em 1952, num almoço em homenagem a Jorge Amado, mas ficou tão encabulado diante do ídolo que não teve coragem de puxar conversa.

O contato mais intenso ocorreu por meio de carta. Pereira pretendia levar à tela o livro São Bernardo (1934), de Graciliano. Queria autorização do autor para mudar o destino de Madalena, que se mata no fim do romance. Nelson ficara encantado com a personagem e imaginava um desfecho positivo
para ela. Mas Graciliano não gostou da ideia. A relação artística começaria de fato uma década depois, com o escritor já morto. "Queria fazer um filme sobre a seca. Criei uma história original, mas era muito superficial. Então me lembrei de Vidas Secas". Durante as filmagens, o mais difícil, diz, foi lidar com os bichos: papagaio, gado e, especialmente, a cachorra que "interpretava" Baleia. A cena em que Baleia morre é um dos momentos mais impressionantes da literatura e do cinema nacional.

(Adaptado de: ALMEIDA, Marco Rodrigo. Folha de S.Paulo, 26/06/2013)

O segmento em que a forma verbal exprime acontecimento passado anterior a outro igualmente passado está em:

  • A Nelson ficara encantado com a personagem... (6o parágrafo)
  • B Vinte anos depois, repetiu a façanha... (3o parágrafo) qc
  • C Tem sido assim desde 1963... (2o parágrafo)
  • D Queria autorização do autor para mudar o destino de Madalena... (6o parágrafo)
  • E Quebrou na ocasião uma lei antiga... (2o parágrafo)
48

Texto I

Nhenhenhén - Conversa interminável, monótona. Vem do tupi nheem, falar. Quando os portugueses chegaram ao Brasil, os nativos, que aqui estavam já havia séculos, não entenderam patavina da estranha falação daqueles lusitanos barbudos e emplumados que desceram de barcos tão enormes, tão esquisitos. Deu-se um diálogo de verdadeiro nhenhenhém dos dois lados, ninguém se entendia, todos perplexos. Nos dias atuais, essa antiga expressão dos silvícolas ainda permanece vivíssima. Na palavra de certos demagogos e em arengas para plenários sonolentos, por exemplo...

                             (COTRIM, Márcio. O Pulo do Gato 2. São Paulo: Geração Editorial, 2009. p. 25)

A partir de uma leitura atenta do texto, é correto afirmar que o “nhenhenhém” que ocorreu entre portugueses e índios:
  • A facilitou a comunicação entre os dois grupos.
  • B gerou o conflito na luta pelos novos territórios.
  • C impediu que a comunicação, de fato, ocorresse.
  • D contribuiu para o respeito entre culturas distintas.
49

Texto


Todos desejamos ajudar uns aos outros. Os seres humanos são assim. Desejamos viver para a felicidade do próximo – não para o seu infortúnio. Por que havemos de odiar e desprezar uns aos outros? Neste mundo há espaço para todos. A terra, que é boa e rica, pode prover a todas as nossas necessidades.
O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos deixamos extraviar. A cobiça envenenou a alma dos homens, levantou no mundo as muralhas do ódio e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e os morticínios. Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.
A aviação e o rádio nos aproximou. A própria natureza dessas coisas são um apelo eloquente à bondade do homem, um apelo à fraternidade universal, a união de todos nós. Neste mesmo instante, a minha voz chega a milhares de pessoas pelo mundo afora. Milhões de desesperados: homens, mulheres, criancinhas, vítimas de um sistema que tortura seres humanos e encarcera inocentes. Aos que podem me ouvir eu digo: não desespereis! A desgraça que tem caído sobre nós não é mais do que o produto da cobiça em agonia, da amargura de homens que temem o avanço do progresso humano. Os homens que odeiam desaparecerão, os ditadores sucumbirão e o poder que do povo arrebataram há de retornar ao povo. Sei que os homens morrem, mas a liberdade não perecerá jamais.


(Charles Chaplin)

Assinale a opção que indica a frase em que o vocábulo que sublinhado tem classe gramatical diferente das demais.

  • A “Aos que podem me ouvir eu digo: não desespereis!”.
  • B “A desgraça que tem caído sobre nós não é mais do que o produto da cobiça em agonia,”
  • C “...da amargura de homens que temem o avanço do progresso humano”.
  • D “Os homens que odeiam desaparecerão, os ditadores sucumbirão e o poder que do povo arrebataram há de retornar ao povo”.
  • E “Sei que os homens morrem, mas a liberdade não perecerá jamais”.
50

No dia a dia, utilizamos diversas formas de comunicação. Chamamos de gêneros textuais todos os tipos de textos utilizados pelo emissor para transmitir uma informação. Um deles se caracteriza por mensagens simples, escritas de forma clara e rápida e é usado como meio de comunicação entre as pessoas, como um pequeno aviso ou lembrete. Podemos dizer que esse gênero é o:

  • A E-mail.
  • B Bilhete.
  • C Carta.
  • D Verbete.

Direito Constitucional

51

A Câmara de Vereadores de um Município com 70.000 habitantes é composta por 14 Vereadores, cujo subsídio, fixado por lei de iniciativa da própria Câmara para viger na legislatura em que aprovada, corresponde a quarenta por cento do subsídio dos Deputados Estaduais. Nesta hipótese, são compatíveis com a disciplina da matéria na Constituição da República

  • A o número de membros do órgão legislativo, a forma de fixação do subsídio e o seu valor.
  • B o número de membros do órgão legislativo e o valor do subsídio, apenas.
  • C o número de membros do órgão legislativo e a forma de fixação do subsídio, apenas.
  • D o número de membros do órgão legislativo, apenas.
  • E o valor do subsídio, apenas.
52

Assinale a opção correta acerca das normas constitucionais referentes ao DF.

  • A De acordo com o STF, o DF tem plena autonomia para instituir gratificações a seus bombeiros e policiais militares.
  • B O DF possui competência para instituir imposto sobre transmissão causa mortis e doação de bens ou direitos, devendo, todavia, respeitar a alíquota máxima para o tributo fixada pelo Senado Federal.
  • C O DF rege-se por lei orgânica aprovada por dois terços dos membros de sua Câmara Legislativa, na qual se deve tratar da organização de seus Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.
  • D O DF pode legislar, de forma concorrente com a União, sobre registros públicos.
  • E A Mesa da Câmara Legislativa do Distrito Federal não possui legitimidade ativa para propor ação declaratória de constitucionalidade.

Legislação Municipal

53

Visando consagrar a ideia de democracia participativa, o ordenamento jurídico brasileiro expressamente prevê institutos viabilizadores da participação dos cidadãos na vida política do país. A democracia, em tal sentido, não se resume ao voto, podendo se estruturar através de outros mecanismos. O município de Currais Novos, em sua Lei Orgânica, intencionando incrementar a participação direta dos cidadãos nos debates locais, expressamente prevê a possibilidade de consulta popular. De acordo com essa normativa, os Poderes Legislativo e Executivo poderão realizar consultas populares para decidir sobre assuntos de interesse específico do Município, incluindo bairros, distritos, povoados e vilas, cujas medidas deverão ser tomadas de acordo com a competência de cada um dos poderes. Conforme o texto dessa lei, a consulta popular poderá ser realizada mediante proposta

  • A da maioria absoluta dos membros da Câmara.
  • B de uma maioria relativa dos membros da Câmara.
  • C de três porcento do eleitorado inscrito no Município.
  • D da Defensoria Pública e do Ministério Público local.

Direito Constitucional

54

Renan é Procurador do Ministério Público do Trabalho, atuando no Estado do Maranhão. Em decorrência de uma denúncia veiculada junto ao Conselho Nacional do Ministério Público é instaurado processo administrativo disciplinar no referido Conselho contra Renan. Inconformado com uma decisão proferida no processo disciplinar instaurado Renan resolve questioná-la através de Mandado de Segurança. Neste caso, a competência para processar e julgar o mandamus será do

  • A Tribunal Superior do Trabalho.
  • B Superior Tribunal de Justiça.
  • C Supremo Tribunal Federal.
  • D Tribunal Regional do Trabalho da 16º Região.
  • E Conselho Nacional da Justiça Federal.
55

Na ação direta de inconstitucionalidade, ajuizada perante o Supremo Tribunal Federal,

I. a concessão da medida cautelar acarreta efeitos repristinatórios, tornando aplicável ex nunc a legislação revogada pelas normas suspensas.

II. a declaração de inconstitucionalidade não pode atingir decretos e portarias.

III. o indeferimento, pelo relator, de manifestação de órgãos ou entidades representativas para a controvérsia dos autos enseja a formalização de agravo regimental.

IV. o julgamento colegiado pode ser questionado por embargos de declaração, em cuja oposição a fazenda pública não se beneficia de prazo em dobro.

Está correto o que se afirma APENAS em

  • A I, II e III.
  • B II e IV.
  • C I e IV.
  • D I e II
  • E III e IV

Direito Administrativo

56

Arespeito do princípio da autotutela, que se refere ao controle que a Administração Pública exerce sobre seus atos, é correto afirmar que:

  • A não se admite a revogação de atos administrativos já publicados, apenas sua anulação
  • B a Administração Pública pode revogar seus atos por motivo de conveniência ou oportunidade, e deve revogá-los por vício de legalidade.
  • C a Administração Pública deve revogar os seus atos pormotivo de conveniência ou oportunidade, e pode anulá-los por vício de legalidade.
  • D a Administração Pública pode revogar seus atos pormotivo de conveniência ou oportunidade, mas só o Poder Judiciário pode anulá-los por vício de legalidade.
  • E os atos de anulação e de revogação de atos administrativos pela própria Administração Pública são ambos discricionários.
57

O diretor de um órgão público qualquer tem poder para definir o período durante o qual serão gozadas as férias dos seus servidores. Esse dirigente é obrigado a conceder férias anuais a todos os servidores do órgão. Os dois casos referem-se, respectivamente, ao exercício de poder

  • A distributivo e coercitivo.
  • B discriminativo e assertivo.
  • C disciplinar e vinculado.
  • D arbitrário e obrigatório.
  • E discricionário e vinculado.
58

Assinale a alternativa correta em matéria de Licitações e Contratos.

  • A Não se admite em nenhuma hipótese o contrato verbal com a Administração Pública.
  • B A minuta do futuro contrato integrará sempre o edital ou ato convocatório da licitação.
  • C O instrumento de contrato é obrigatório nas licitações públicas.
  • D É permitido apenas aos licitantes o conhecimento dos termos do contrato e do respectivo processo licitatório.
  • E Na licitação, decorridos noventa dias da data da entrega das propostas, sem convocação para a contratação, ficam os licitantes liberados dos compromissos assumidos.
59
Acerca dos bens públicos, assinale a opção correta.

  • A Segundo a CF, as terras devolutas ou arrecadadas pelos estados por ações discriminatórias, necessárias à proteção dos ecossistemas naturais, são bens indisponíveis.
  • B Os bens públicos dominiais estão fora do comércio jurídico do direito privado.
  • C Segundo a orientação da doutrina, os bens públicos podem sofrer desafetação tácita pelo não-uso.
  • D Os potenciais de energia hidráulica são bens públicos pertencentes aos estados onde se encontrem.
60

João foi demitido do serviço público por ter praticado falta grave. Dois anos depois, conseguiu anular, por meio de ação judicial, a decisão administrativa que o demitiu. Além de anular o ato administrativo, a decisão judicial determinou que João voltasse ao cargo público que ocupava anteriormente.

De acordo com essa situação hipotética, assinale a opção que apresenta a forma de investidura utilizada para que João volte a ocupar o cargo público.

  • A recondução
  • B aproveitamento
  • C reversão
  • D readaptação
  • E reintegração

Noções de Informática

61

Em alguns casos,é mais simples mostrar a alguém o que esta na tela do computador do que explicar . Nesse caso,para obter uma captura de tela e salvá-la como um arquivo no Windows 8.1 Pro em um único passo, é necessário

  • A Pressionar a tecla Caps Lock + PrtScn
  • B Pressionar a tecla do logotipo do Windows + PrtScn
  • C Pressionar Ctrl + Alt + Del
  • D Pressionar PrtScn
  • E Pressionar Alt + PrtScn
62

No Outlook 2013 em português, ao clicar na opção Novo Email na guia Página Inicial, aparece uma tela para escrever o e-mail a ser enviado. Nessa tela, nas várias guias disponíveis, NÃO é possível:

  • A disponibilizar o campo Cco (Com cópia oculta).
  • B solicitar confirmação de leitura.
  • C definir o nível de prioridade da mensagem.
  • D exibir uma régua para ajuste de margens na área de corpo do e-mail.
  • E criar uma assinatura para o e-mail.
63

O recurso do Windows XP que possibilita compartilhar arquivos com outras pessoas, que usam o mesmo computador, é denominado

  • A diretório Público.
  • B diretório Universal.
  • C pasta Distribuída.
  • D pasta Favoritos.
  • E pasta Pública.
64
No departamento de informática de determinada Universidade Federal é realizado anualmente o inventário dos equipamentos pertencentes ao departamento. O servidor responsável pela execução do serviço encontrou dois modelos de equipamento que descreveu da seguinte forma:

um modelo de gabinete que fica na horizontal. A maioria destes modelos é utilizada para colocar o próprio monitor sobre ele; e,

um modelo de gabinete que fica na posição vertical.

É correto afirmar que os modelos descritos pelo servidor são, respectivamente:
  • A Desktop e Torre.
  • B Compacto e Desktop.
  • C Torre e Baia Horizontal.
  • D Torre e Caixa Compacta.
65

Sobre o Windows 7, idioma Português do Brasil, marque a opção CORRETA:

  • A O Windows 7 possui um firewall nativo em seu sistema que aumenta a segurança de seu usuário. O nome desse software é Windows Defender.
  • B O Windows 7 não provê suporte nativo a dispositivos USB. Atualmente, essa característica tem feito com que os usuários procurem outros sistemas operacionais para trabalhar, fazendo com que a usabilidade do Windows diminua.
  • C O Windows 7 foi a primeira versão do Windows que abandonou o suporte a Acessibilidade, deixando de prover suporte para portadores de deficiência. Isso porque, há uma versão específica do Windows com essa finalidade.
  • D O Windows 7 possui um software anti-spyware nativo chamado Windows Defender. Sua função é proteger o computador do usuário spyware e outros possíveis softwares indesejados.

Conhecimentos Gerais

66

Segundo dados do Comitê Nacional de Refugiados (Conare) e do Ministério da Justiça, o Brasil abriga, hoje, mais de 5 mil refugiados e o número de pedidos de refúgio mente os 15 países com mais pedidos de refúgio para o Brasil em 2013 e os 15 países com mais concessões de refúgios no mesmo ano.

Analisando os gráficos, é correto afirmar que

I. liderando a relação de países com maior número de concessões em 2013 está a nação que vive um dos mais sanguiná rios conflitos do planeta.
II. metade dos pedidos e concessões de refúgio registrados em 2013 veio da região asiática do Oriente Médio.
III. os países que lideram a lista de pedidos e concessões são do continente asiático.
IV. os pedidos de refúgio são todos oriundos da África e Ásia.

As afirmativas corretas referentes aos dados apresentados nos gráficos são apenas

  • A I e II.
  • B I e III.
  • C I e IV.
  • D II e IV.
  • E III e IV.

Geografia

67

“Continente com litoral bastante recortado banhado pelos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico. Está localizado no extremo austral do Planeta.”

(Manual Compacto de Geografia Geral. São Paulo: Rideel, 2010. p. 321.)

A citação anterior refere-se a qual continente? 

  • A África.
  • B Oceania.
  • C Antártida.
  • D América do Sul.

Conhecimentos Gerais

68

O crescimento da ultradireita em países da Europa Ocidental, acompanhado de certo desprestígio pela democracia, ainda latente na América Latina, justificariam, segundo o historiador argentino Gonzalo Amézola, a inserção das temáticas da História do Tempo Presente nos currículos escolares. Contudo, algumas dificuldades com relação à sua presença nas salas de aula também podem ser identificadas, de acordo com o mesmo autor (PORTO JR., 2007, p. 146-150).

Assinale a alternativa que aborda CORRETAMENTE um problema a ser considerado quando se fala no ensino da História do Tempo Presente na Educação Básica:

  • A a HTP não foi um projeto bem-sucedido, não produzindo, portanto, resultados historiográficos consistentes.
  • B há, de maneira geral, um desconhecimento, por parte do professor, acerca da recente produção historiográfica em HTP, uma vez que o mesmo, ainda que interessado, não disporia de tempo de leitura suficiente para apropriar-se do seu conteúdo.
  • C a relação entre as temáticas mais próximas do universo cultural jovem no tempo e no espaço e aquelas mais distantes e complexas dificultariam, em termos cognitivos, o trabalho pedagógico.
  • D a aproximação, em termos culturais, das percepções de tempo dos jovens alunos e de seus mestres adultos obstaculiza a inserção da história do passado recente nos currículos escolares.
  • E os professores da Educação Básica percebem um interesse espontâneo nas temáticas tradicionais da disciplina histórica, o que não acontece em relação às abordagens em História do Tempo Presente.
69

No dia 1 de junho de 2017, jornais de várias partes do mundo deram a manchete:


Trump anuncia retirada dos EUA do Acordo de Paris sobre o clima


A justificativa dada por Trump para a saída do Acordo de París foi que

  • A os Estados Unidos estão privilegiando as fontes de energia limpa e, portanto, estão muitos passos à frente do que preconiza o Acordo de Paris.
  • B a manutenção das metas propostas pelo Acordo representaria o fechamento das usinas nucleares norte-americanas e elevados prejuízos.
  • C não é possível reunir 195 países sob um mesmo Acordo climático e desconsiderar as diferenças político-econômicas entre eles.
  • D o G7, grupo das sete nações mais ricas do mundo, fez forte pressão para que os Estados Unidos dessem o primeiro passo para desarticular o Acordo.
  • E era necessário reafirmar a soberania americana, pois o Acordo paralisa os Estados Unidos e empodera as nações mais poluidoras do mundo.
70

Depois de vencer a Copa das Confederações em 2013, a seleção brasileira de futebol acabou a Copa do Mundo de 2014 apenas na quarta colocação, com resultados negativos que entristeceram toda a torcida. Mas do ponto de vista organizacional e turístico a Copa de 2014 foi um sucesso, o que ficou evidenciado em todas as sedes. Estádios novos ou totalmente reformados são o principal legado da Copa em quantas cidades brasileiras?

  • A nove cidades.
  • B dez cidades.
  • C onze cidades.
  • D doze cidades.
  • E catorze cidades.
Voltar para lista