Resolver o Simulado VUNESP - Nível Médio

0 / 50

Português

1
A vida dá voltas
Sou um tipo meio fatalista. Acho que a vida dá voltas. Um amigo meu, Luís, casou-se com Cláudia, uma mulher egoísta. Ele era filho único, de mãe separada e sem pensão. Durante algum tempo, a mãe de Luís foi sustentada pelo próprio tio, um solteirão. Quando este faleceu, começaram as brigas domésticas: Cláudia não admitia que Luís desse dinheiro à mãe. Ele era um rapaz de classe média. Por algum tempo, arrumou trabalhos extras para ajudar a idosa.
Convencido pela esposa, ele mudou-se para longe. Visitava a mãe uma vez por ano. Para se livrar da questão financeira, Luís convenceu a mãe a vender o apartamento. Durante alguns anos, ela viveu desse dinheiro. Muitas vezes, lamentava a falta do filho, mas o que fazer? Luís, sempre tão ocupado, viajando pelo mundo todo, não tinha tempo disponível. Na casa da mãe, faltou até o essencial. E ela faleceu sozinha.
O tempo passou. Hoje, Luís, antes um profissional disputado, está desempregado. Foi obrigado a se instalar com a família na casa dos sogros, onde é atormentado diariamente. A filha de Luís e Cláudia cresceu e saiu de casa. Quer seguir seu próprio rumo!
Luís não tem renda, nem bens. Está quase se divorciando. Ficou fora do mercado de trabalho. O que vai acontecer? A filha cuidará dele? Tenho dúvidas,porque ele não a ensinou com seu próprio exemplo.
A vida é um eterno ciclo afetivo. Em uma época todos nós somos filhos. Em outra, tornamo-nos pais: é a nossa vez de cuidar de quem cuidou de nós.
(Walcyr Carrasco. http://vejasp.abril.com.br. Acesso em 30.12.2013. Adaptado)

No trecho – Luís casou-se com Cláudia, uma mulher egoísta. –, a palavra destacada apresenta sentido contrário de

  • A preocupada.
  • B misteriosa.
  • C distraída.
  • D habilidosa.
  • E generosa.
2

Fogo e Madeira

Não foi pouco para um único dia de fiscalização. Dois caminhões, um trator, uma camionete e uma pá carregadeira foram inutilizados pelo Ibama*, por servirem à extração ilegal de madeira na divisa entre Rondônia e Mato Grosso.

Embora os agentes do instituto tivessem o que comemorar, seria incorreto qualificar como êxito o que ocorreu – pelo menos de uma perspectiva mais alongada no tempo.

A facilidade com que se encontraram sinais flagrantes de desmatamento nada mais revela do que o extremo de sem- -cerimônia dos madeireiros ilegais na Amazônia.

Autorizada por decreto de 2008, a destruição dos equipamentos empregados nessa atividade predatória parece ser uma das poucas punições efetivamente ressentidas pelos infratores. Levada a cabo por meio de helicópteros, a ação do Ibama afugenta, pelo mero estardalhaço de sua aproximação, os responsáveis diretos pelo crime.

Porém, mal os helicópteros levantam voo novamente, o desmatamento prossegue. Operações dessa monta se fazem de raro em raro, e os madeireiros não chegam a abalar-se da área protegida.

Além da óbvia extensão da floresta, outros fatores tornam complexa a fiscalização. Madeireiros possuem, por exemplo, licença para a exploração sustentável do recurso natural, mas a utilizam para enveredar em áreas protegidas.

Iniciativas mais extensas e difíceis, mas de maior alcance, envolveriam o engajamento da população em outras atividades atraentes do ponto de vista econômico. A falta de alternativas de trabalho sem dúvida explica por que madeireiros ilegais encontram algum apoio entre os habitantes da região.

Ainda que fulgurante, a ação de poucos fiscais será incapaz de interromper o desmatamento.

* Ibama: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

(Folha de S.Paulo, 24.12.2016. Adaptado)

Os fiscais do Ibama foram _______ Amazônia e lá chegaram _________ destruir equipamentos que eram destinados ________ atividades ilegais de extração de madeira.

De acordo com a norma-padrão, as lacunas da frase devem ser preenchidas, respectivamente, com:

  • A à … à … à
  • B a … à … à
  • C à … a … a
  • D a … a … à
  • E à … à … a
3

Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas da frase a seguir, no que se refere à ocorrência do acento indicativo de crase.

Compete ______Secretaria Escolar arquivar os documentos de alunos ativos e egressos, que já deixaram _______ escola. Além disso, a Secretaria presta auxílio _______ Direção com ________ expedição de documentos.

  • A à ... a ... à ... a
  • B à ... à ... a ... à
  • C a ... à ... a ... à
  • D a ... à ... a ... a
  • E a ... a ... à ... à
4

E la nave va...

1 - Atenção, senhores passageiros! Lamentamos informar que neste momento navegamos pelo universo a bordo de uma nave que vem inspirando cuidados cada vez maiores em todos os passageiros. Tecnicamente estamos à deriva, mas não há motivo para pânico. Ainda é possível restabelecer as condições de voo, desde que todos colaborem. Os passageiros da primeira classe, principalmente.

2 - A fumaça lançada no ar pelos mais ricos fez a temperatura da nave aumentar 0,6ºC no último século. Nesse ritmo, chegaremos ao final deste século com a temperatura aumentando de um a seis graus centígrados. Nosso sistema de refrigeração não é capaz de enfrentar esse aquecimento global. Não há água limpa suficiente para todos. Ou evitamos o desperdício, distribuindo melhor o que resta, ou teremos sérios problemas daqui para frente .

3 - Lembramos que dividimos espaço com outras formas de vida, que chegaram antes de nós e que estão desaparecendo rapidamente, numa velocidade dez mil vezes maior do que antes de nossa chegada. Cada um de nós, nesta nave, tem uma função, portanto cada espécie animal ou vegetal extinta produz impactos importantes no equilíbrio da vida.

4 - A distribuição dos passageiros pela nave se dá de forma desigual. Quase metade dos lugares é ocupada por passageiros que sobrevivem com apenas 2 dólares por dia. Pedimos desculpas pelas péssimas condições de viagem desse grupo, mas lembramos que a culpa não é da nave. Estamos equipados com recursos suficientes para que todos façam uma viagem tranquila, sem agonia ou sofrimento.

5 - Se a distribuição dos recursos não se dá de forma satisfatória, o problema é de quem se apossou de muito mais do que precisa, sem prestar atenção para o que acontece em volta. Registramos com desgosto que 800 mil passageiros se encontram subnutridos e 24 mil morrem todos os dias por causa da fome.

6 - A nave é de paz, mas alguns passageiros, não. Percebemos, constrangidos, que os gastos crescentes com a indústria bélica seriam mais do que suficientes para resolver o problema da fome. É importante frisar que nossa nave não dispõe de saídas de emergência, nem há outra opção para os passageiros a não ser permanecer aqui. De design arrojado e semblante azul, nossa nave foi concebida para ser o mais aconchegante abrigo do universo.

7- Agradecemos a boa vontade de todos em discutir o plano de voo que seguiremos daqui para frente. Lembramos que a responsabilidade é compartilhada e que todos contribuímos em maior ou menor grau para o sucesso desta viagem.


Observe que todo o texto é construído em linguagem figurada, uma das características da função poética. No entanto, a função emotiva faz-se presente no seguinte trecho:

  • A Atenção, senhores passageiros! (parágrafo 1)
  • B [...] cada espécie animal ou vegetal extinta produz impactos importantes no equilíbrio da vida. (parágrafo 3)
  • C De [...] semblante azul, nossa nave foi concebida para ser o mais aconchegante abrigo do universo.(parágrafo 6)
  • D Percebemos, constrangidos, [...] os gastos crescentes com a indústria bélica [...] (parágrafo 6)
5

A questão deve ser respondida com base na norma-padrão da língua portuguesa.

Assinale a alternativa correta quanto à concordância verbal.

  • A Se um dos peladeiros não se atêm à regra, o time é prejudicado.
  • B A atitude de expor opiniões, ideias e emoções com confiança e sem intimidação chamam-se assertividade.
  • C Faz alguns meses que a empresa vem procurando aprimorar sua infraestrutura.
  • D Deveria existir áreas verdes em todas as regiões das grandes cidades.
  • E Houveram muitas queixas dos moradores, por isso se determinou que palavrão é falta.
6
Considerando as regras de concordância, assinale a alternativa em que a forma verbal em destaque está empregada em conformidade com a norma-padrão da língua portuguesa.
  • A Está se tornando frequentes os anúncios indesejados.
  • B Deve existir muitas formas de se tornar uma vítima da moda.
  • C Pode haver maneiras de solucionar o problema do autor.
  • D Tende a ocorrer muitos casos semelhantes ao do autor.
  • E Anda surgindo muitas matérias com conteúdo patrocinado.
7

Se a fala da personagem iniciasse com “O eletricista esteve em casa", sua continuação correta, de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, seria:

  • A como eu sempre disse-lhe, o importante é manter o foco.
  • B como eu sempre disse-o, o importante é manter o foco.
  • C como eu sempre disse à ele, o importante é manter o foco.
  • D como eu sempre lhe disse, o importante é manter o foco
  • E como eu sempre o disse, o importante é manter o foco.
8

Instrução: Leia o texto para responder às questões.

Um sarau é o bocado mais delicioso que temos, de telhado
abaixo. Em um sarau todo o mundo tem que fazer. O
diplomata ajusta, com um copo de champagne na mão, os
mais intrincados negócios; todos murmuram, e não há quem
deixe de ser murmurado. O velho lembra-se dos minuetes e
das cantigas do seu tempo, e o moço goza todos os regalos da
sua época; as moças são no sarau como as estrelas no céu;
estão no seu elemento: aqui uma, cantando suave cavatina,
eleva-se vaidosa nas asas dos aplausos, por entre os quais
surde, às vezes, um bravíssimo inopinado, que solta de lá
da sala do jogo o parceiro que acaba de ganhar sua partida
no écarté, mesmo na ocasião em que a moça se espicha
completamente, desafinando um sustenido; daí a pouco vão
outras, pelos braços de seus pares, se deslizando pela sala e
marchando em seu passeio, mais a compasso que qualquer
de nossos batalhões da Guarda Nacional, ao mesmo tempo
que conversam sempre sobre objetos inocentes que movem
olhaduras e risadinhas apreciáveis. Outras criticam de uma
gorducha vovó, que ensaca nos bolsos meia bandeja de doces
que veio para o chá, e que ela leva aos pequenos que, diz,
lhe ficaram em casa. Ali vê-se um ataviado dandy que dirige
mil finezas a uma senhora idosa, tendo os olhos pregados
na sinhá, que senta-se ao lado. Finalmente, no sarau não é
essencial ter cabeça nem boca, porque, para alguns é regra,
durante ele, pensar pelos pés e falar pelos olhos.
E o mais é que nós estamos num sarau. Inúmeros batéis
conduziram da corte para a ilha de... senhoras e senhores,
recomendáveis por caráter e qualidades; alegre, numerosa e
escolhida sociedade enche a grande casa, que brilha e mostra
em toda a parte borbulhar o prazer e o bom gosto.
Entre todas essas elegantes e agradáveis moças, que
com aturado empenho se esforçam para ver qual delas vence
em graças, encantos e donaires, certo sobrepuja a travessa
Moreninha, princesa daquela festa.
(Joaquim Manuel de Macedo. A Moreninha, 1997.)

Considerando os papéis desempenhados pelas personagens no texto, é correto afirmar que

  • A o diplomata é oportunista; o velho, conservador; os rapazes usufruem exageradamente os prazeres da vida; e as moças são frívolas.
  • B o diplomata é astuto; o velho, intimista; os rapazes usufruem a vida dentro de suas possibilidades; e as moças vivem de sonhos.
  • C o diplomata é perspicaz; o velho, saudosista; os rapazes usufruem prazerosamente a vida; e as moças encantam a todos.
  • D o diplomata é trapaceiro; o velho, desencantado; os rapazes usufruem a vida de modo fútil; e as moças investem tão-somente na beleza exterior.
  • E o diplomata é esperto; o velho, avançado; os rapazes usufruem a vida com parcimônia; e as moças vivem de devaneios.
9

O caso dos mecânicos que sabiam ler

Segundo alguns historiadores, houve dois sacolejões maiores na história da humanidade. O resto foi tremelique. O primeiro foi domesticação dos cereais – começando com o trigo selvagem. Com isso, gerou-se uma relativa abundância de alimentos, o que permitiu tribos, até então nômades, sedentarizarem-se. As cidades trouxeram densidade humana requerida para o fermento da criatividade e para inúmeras atividades produtivas e artísticas. Afirma-se que elas foram a grande inovação de todos os tempos. Mas a agricultura induziu o seu desenvolvimento.

A segunda transformação drástica foi a Revolução Industrial. Um tecelão, em Constantinopla, trabalhava três horas para comprar um pão de meio quilo – o mesmo que na Roma de César. A partir de 1600, o tempo baixou para duas horas. Hoje são necessários cinco minutos. Esse espantoso salto de produtividade tornou possível oferecer a todos um padrão digno de vida.

Mas por que a Revolução Industrial aconteceu na Inglaterra, no século XVIII?

Há uma nova explicação, curiosa e persuasiva. Como resultado do desenvolvimento das escolas inglesas, pela primeira vez na história apareceram mecânicos capazes de ler artigos científicos. E também de se corresponder com colegas e pesquisadores.

Os bons mecânicos sabiam lidar com máquinas e construir toda espécie de engenhoca. Mas aos que tinham novas ideias faltavam o horizonte intelectual e a motivação para implementá-las.

No mundo das sociedades científicas de então, os pesquisadores elucubravam, mas não sabiam fazer coisas, não conheciam a manufatura. Portanto, os avanços do pensamento não tinham pontes para o mundo da indústria.

É então que entram em cena os mecânicos-leitores. Na ânsia de ficarem ricos, começaram a escarafunchar o que escreviam os cientistas. Como tinham amigos com interesses similares, trocavam cartas, discutindo seus projetos.

Perceberam que, se inventassem, se inovassem, poderiam abrir empresas e que patentes poderiam proteger suas novidades. Os tais mecânicos-leitores começam a inovar, criando bombas a vapor, teares e uma infinidade de pequenas invenções que permitem os grandes saltos subsequentes.

Portanto, os mecânicos-leitores foram diretamente os responsáveis por uma das duas mais importantes transformações da humanidade. Sugestivo, pois não?

De acordo com o texto, uma nova explicação para a Revolução Industrial, que aconteceu na Inglaterra, defende que o desenvolvimento da indústria, nesse período, pode ser diretamente relacionado.

  • A ao aumento da densidade humana e da produção de cereais, o que permitiu aos habitantes das cidades formar tribos nômades que disseminavam conhecimento.
  • B ao desenvolvimento das escolas, o que permitiu a mecânicos que construíam máquinas consultar a produção científica e compartilhar esse conhecimento.
  • C ao surgimento das cidades e à escassez de alimentos, que foram determinantes para o desenvolvimento de novas formas de aumentar a produção agrícola.
  • D à inovação no campo das atividades de produção artística e cultural, que teve início nas cidades, e se estendeu para a produção industrial, ainda na Roma de César.
  • E ao aumento na produção de pães, na Roma de César, o que permitiu às pessoas, bem alimentadas, dedicarem-se às atividades produtivas e artísticas
10

Leia o texto que acompanha a figura para responder à questão.



Mandala: objeto ritualístico usado como ponto focal paraa meditação, é um diagrama composto de formas geométricasconcêntricas, encontrado em templos budistas, em catedraiscatólicas e nas pinturas rupestres de cerca de mil anosantes de Cristo. Os mandalas estão representados nos rituaisde cura dos indígenas, no símbolo chinês Yin-Yang e fazemparte da cultura humana há milênios. De acordo com a teoriade Carl Gustav Jung, o mandala representa a luta pela unidadetotal do eu.

(Dicionário Houaiss de língua portuguesa. Adaptado)

De acordo com o texto, pode-se afirmar que os mandalas são

  • A componentes das celebrações religiosas em todos os tempos.
  • B desaconselhados nas consagrações da religião católica.
  • C elementos decorativos, desprovidos de simbologia.
  • D objetos ultrapassados, desvalorizados na atualidade.
  • E formas usadas em rituais, proibidas na modernidade.
11

Leia o texto O amor supera o calendário, de Moacyr Scliar, para responder à questão.

      Convidada por amigas para posar sem roupa para um calendário beneficente, dona Isadora hesitou muito. Educada numa tradição de severo moralismo, desaprovava fotos desse tipo, pois considerava “baixaria”. Além disso, aos 70 anos, não era certamente um modelo desses que desfilam em passarela, embora conservasse ainda muitos traços de sua passada beleza e tivesse, graças à ginástica diária e a uma dieta controlada, um corpo até razoável para a idade.

       De outro lado, a causa era boa; tratava-se de ajudar um hospital especializado em câncer infantil, que precisava muito do dinheiro. Ao longo dos anos dona Isadora sempre participara com entusiasmo em campanhas desse tipo, mesmo que algumas, como a do calendário, fossem um tanto inusitadas, por assim dizer. O certo é que ninguém a recriminaria por sua atitude. O marido, que poderia fazê-lo – era um homem de rígida moral –, falecera há muitos anos, e os dois filhos moravam no exterior; dificilmente tomariam conhecimento do tal calendário. Mesmo que isso acontecesse, talvez até a apoiassem; eram jovens modernos, ousados mesmo. De modo que resolveu ir em frente, e no dia lá estava ela, sem roupa, mas atrás de flores, posando para o fotógrafo. A princípio sentiu-se constrangida, mas lá pelas tantas estava até gostando, e foi muito sorridente que apareceu na foto.

      O calendário foi um sucesso; muita gente o adquiriu. Então, um dia, uma pessoa inesperada telefonou para Isadora. Do outro lado, uma voz masculina cumprimentava-a pela foto:

      – Vejo que você continua bela como sempre. Parabéns.

      Era o Belmiro, o seu primeiro namorado. Haviam se conhecido no bairro em que moravam; tinham ambos 18 anos e por uns meses viveram uma tórrida paixão. Mas então o pai dele, militar, levara a família para o Norte, o que acabara por interromper o namoro. Por décadas não se tinham visto; agora, no entanto, Belmiro, de volta à cidade, casualmente comprara o calendário e, pressionado pela saudade, resolvera telefonar. Como Isadora, estava viúvo; e, como ela, recordava com saudades os tempos de namoro.

       Estão morando juntos e vivendo muito felizes. Belmiro só fez uma exigência: Isadora jamais posará para um calendário de novo.

                                                                                                        (Folha de S.Paulo, 03.10.2005. Adaptado)


No quinto parágrafo, em – Belmiro, de volta à cidade, casualmente comprara o calendário –, a expressão destacada expressa circunstância adverbial de ______________, o que também ocorre em: ___________.

Para que a afirmação seja correta, as lacunas devem ser preenchidas, respectivamente, por:

  • A afirmação \ “… não era certamente um modelo desses que desfilam em passarela…"
  • B dúvida \ “Mesmo que isso acontecesse, talvez até a apoiassem; eram jovens modernos…"
  • C lugar \ “… e no dia lá estava ela, sem roupa mas atrás de flores, posando para o fotógrafo."
  • D tempo \ " A principio sentiu-se constrangida, mas lá pelas tantas estava até gostando..."
  • E modo \ "... estava viúvo; e, como ela, recordava com saudades os tempos de namoro
12
A reconstrução da democracia

A sociedade brasileira acorda para os 50 anos de um trauma que viveu em sua história democrática.
O golpe de 1964 atrasou a consolidação das bases da democracia brasileira e o alargamento de suas vias de desenvolvimento político, socioeconômico e cultural. É extremamente oportuno trazer à memória os eventos arbitrários que levaram à destituição do presidente João Goulart, que cumpria legítimo mandato democrático. Tais eventos abriram ao país os terríveis anos de chumbo, fechando as portas da liberdade com a instalação de 21 anos de ditadura.
Todos os desdobramentos, danos e reflexos daquele fatídico 31 de março devem ser lembrados como aprendizado, como antídoto a eliminar, de pronto, eventuais sinais de ameaça que venham a pairar sobre o Estado democrático de Direito.
Regimes de exceção perpetuam privilégios, disseminam a injustiça, atrasam o desenvolvimento, comprometem as perspectivas de emancipação do povo e fecham as janelas do futuro de uma nação.
As sociedades atuais encontraram nas legislações de caráter democrático a referência para estabilizar a convivência entre os homens, sob a base ampla de direitos e deveres comuns a todos. Nesse contexto está a advocacia, profissão com status constitucional que defende os direitos dos cidadãos junto ao Estado, exercendo extraordinária função de caráter social. Na moldura arbitrária e sombria imposta aos brasileiros entre 1964 e 1985, a advocacia emergiu como principal defensora da cidadania, a despeito de pressões, prisões, ameaças e abusos de toda a espécie que se abateram sobre seus quadros.
A seccional paulista e o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) enfrentaram corajosamente os governos militares pela salvaguarda das prerrogativas dos advogados em seu papel de defesa dos presos e perseguidos políticos, procurando-os em delegacias, quartéis e em centros clandestinos de detenção e tortura. Pesava aí não apenas a demanda pela legalidade processual, mas a urgência da preservação da vida. É sabido que centenas de brasileiros, vítimas de prisões arbitrárias, acabaram mortos sob tortura.
A advocacia emergiu na linha de frente pela reconstrução da ordem democrática, mesmo nos anos mais duros da repressão. Conduziu as bandeiras libertárias a um Congresso que atuava com direitos mínimos e controlados, aos representantes do Judiciário, à imprensa, às entidades organizadas da sociedade civil, às praças. Viveu-se nesse tempo sob a imposição de atos institucionais, como o AI-5, que estabeleceu o estado de sítio, suspendeu direitos políticos e cassou o habeas corpus daqueles acusados de crimes contra a Lei de Segurança Nacional.
Momento digno de nota, porque memorável, foi a leitura da “Carta aos Brasileiros” pelo jurista Goffredo Telles Júnior. Em 8 de agosto de 1977, sob as arcadas da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, ele conclamou a volta da democracia, do “Estado de Direito, já”. Goffredo justifica o brado dizendo-se representante da família do Direito, uma “família indestrutível, espalhada por todos os rincões da pátria”.
Nos duros anos do regime militar, os advogados, em todos os espaços do país, assumiram com destemor seu papel em defesa dos cidadãos e da normalidade institucional. Alguns desses nomes ainda permanecem à frente de ações que, hoje, buscam promover o resgate da memória nacional e da verdade, em uma demonstração de que o caminho mais viável para o Brasil superar seus imensos desafios passa, necessariamente, pela democracia.

(Marcos da Costa. Folha de São Paulo. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2014/04/1434430-marcos-da-costa-a- reconstrucao-da-democracia.shtml. Adaptado.)

No trecho “Pesava aí não apenas a demanda pela legalidade processual, mas a urgência da preservação da vida.”(6º§), há, entre as duas orações que compõem o período, uma relação semântica de

  • A adição.
  • B oposição.
  • C conclusão.
  • D explicação.
13
Grudados no facebook

Eu resisti o quanto pude, mas acabei sucumbindo no ano passado, por necessidade profissional e também para “conhecer o inimigo”, já que meus filhos inevitavelmente usariam a plataforma.

Por que o facebook tem o poder de transfixar o usuário em sua frente? Um grupo de neurocientistas alemães suspeitou de que a resposta estivesse no retorno positivo que a plataforma oferece por meio das curtidas públicas aos posts dos usuários.

As curtidas servem como uma indicação da reputação social do usuário, e ter boa reputação é algo valioso por aumentar a chance de ser alvo de boa vontade e cooperação dos outros. Descobrir que gostam da gente ou receber outras formas de avaliação positiva são estímulos fortes para o estriado ventral, estrutura do sistema de recompensa do cérebro que nos premia com uma sensação de prazer quando algo positivo acontece. Mais tarde, a lembrança desse reforço positivo serve como motivação para repetir o que deu certo – e assim a causa da boa reputação se afirma.

Os pesquisadores da Universidade Livre de Berlim examinaram a relação entre a intensidade de uso da plataforma e a percepção do cérebro dos usuários a recompensas sociais. O resultado foi uma correlação clara entre a intensidade com que o estriado ventral de cada um respondia a avaliações sociais positivas de boa reputação, na forma de adjetivos associados à sua pessoa. A descoberta explica por que o facebook é um sistema tão poderoso quanto um videogame. Funciona como um video game: você aperta alguns botões e descobre imediatamente, pelas opiniões dos outros, se o resultado foi positivo. Como esse é um videogame de adultos que se leva no bolso, é difícil resistir a “jogar” o tempo todo…

(Suzana Herculano-Houzel, Folha de S. Paulo,14.10.2013. Adaptado)

As frases:

I. Um grupo de neurocientistas alemães…
II. A lembrança desse reforço positivo…

completam-se, correta e respectivamente, de acordo com a modalidade-padrão, em

  • A I. levantou a suspeita de que a plataforma oferece um retorno positivo às pessoas.
    II. leva à motivação para repetir o que deu certo.
  • B I. levantou a suspeita que a plataforma oferece um retorno positivo às pessoas.
    II. leva a motivação para repetir o que deu certo.
  • C I. levantou a suspeita onde a plataforma oferece um retorno positivo às pessoas.
    II. leva à motivação para repetir o que deu certo.
  • D I. levantou a suspeita de que a plataforma oferece um retorno positivo às pessoas.
    II. leva a motivação para repetir o que deu certo.
  • E I. levantou a suspeita na qual a plataforma oferece um retorno positivo às pessoas.
    II. leva pela motivação para repetir o que deu certo.
14
Como vai o sono?

Calcula-se que mais de 10% da população mundial sofrem de insônia e 45% têm algum problema ligado ao sono. Cada dia mais se comprova a relação entre o sono e o bem-estar: a falta ou má qualidade dele é responsável pela manifestação de algumas doenças.
O organismo humano foi feito para dormir em torno de sete a oito horas por noite, o que pode variar de acordo com as características individuais. Crianças e adolescentes requerem de nove a onze horas de sono por dia.
Pesquisas comprovam o que as noites mal dormidas causam. Em curto prazo os sintomas são: cansaço, irritabilidade, sonolência, alterações repentinas de humor, perda de memória recente, diminuição da concentração, da criatividade e da capacidade de planejar, lentidão de raciocínio. No longo prazo as consequências podem ser desastrosas: falta de vigor físico, envelhecimento precoce, comprometimento no sistema imunológico, aumento da tendência à obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares, pressão alta, perda de memória e depressão.
Existem algumas dicas para que se possa dormir melhor: evitar refrigerantes e café, não dormir com a televisão ligada, não levar trabalho para a cama, ter horário certo para dormir e acordar. Isso tudo pode ajudar as pessoas a terem uma boa qualidade de sono e, consequentemente, uma boa saúde.

(Cidade Nova, maio de 2014. Adaptado)

De acordo com o texto, é correto afirmar que mais de 50% da população têm, em relação ao sono

  • A conhecimento
  • B satisfação
  • C cuidado
  • D dificuldade
  • E consciência.
15

Leia o texto para responder às questões de números 01 a 07.

A bruxa nos relógios

Vou me concentrar no possível: os afetos, o trabalho, a vida. Então falo aqui de um tema que me fascina, sobre o qual já tenho refletido muito.
Quando criança, eu achava que no relógio de parede do sobrado de uma de minhas avós, aquele que soava horas, meias horas e quartos de hora que me assustavam nas madrugadas insones em que eu eventualmente dormia lá, morava uma feiticeira que tricotava freneticamente, com agulhas de metal, tique-taque, tique-taque, tecendo em longas mantas o tempo de nossa vida.
Nessas reflexões mais uma vez constatei o que todo mundo sabe: vivemos a idolatria da juventude – e do poder, do dinheiro, da beleza física e do prazer. Muitos gostariam de ficar para sempre embalsamados em seus 20 ou 30 anos. Ou ter, aos 60, “alma jovem”, o que acho discutível, pois deve ser melhor ter na maturidade ou na velhice uma alma adequada, o que não significa mofada e áspera.
A maturidade pode ter uma energia muito boa, pensamento e capacidade de trabalho estão no auge, os afetos mais sólidos, a capacidade de enfrentar problemas e compadecer-se dos outros mais refinada. Passada (ou abrandada) a insegurança juvenil, é possível desafiar conceitos que imperam, limpar o pó desse uniforme de prisioneiros, deixar de lado as falas decoradas, a tirania do que temos de ser ou fazer. Pronunciar a nossa própria alforria: vai ser livre, vai ser você mesmo, vai tentar ser feliz.
Portas continuam se abrindo: não apenas sobre salas de papelão pintado, porém sobre caminhos reais. Correndo pela floresta das fatalidades, encontramos clareiras de construir. De se renovar, não importa a cifra indicando a nossa idade. E sempre que alguém resolver não pagar mais o altíssimo tributo da acomodação, mas dar sentido à sua vida, verá que a bruxa dos relógios não é inteiramente má. E vai entender que o tempo não só nega e rouba com uma das mãos, mas também, com a outra, oferece – até mesmo a possibilidade de, ao envelhecer, alargar ainda mais as varandas da alma.

(Lya Luft. Revista Veja, edição 2344, 23.10.2013. Adaptado)

Segundo a norma-padrão da língua portuguesa, o pronome relativo está corretamente empregado em

  • A Às vezes, a narradora dormia na casa de uma das avós que ficava o relógio de parede.
  • B Às vezes, a narradora dormia na casa de uma das avós a qual ficava o relógio de parede.
  • C O relógio de parede ficava na casa de uma das avós cuja narradora, às vezes, dormia.
  • D Às vezes, a narradora dormia na casa de uma das avós em cuja ficava o relógio de parede.
  • E O relógio de parede ficava na casa de uma das avós onde a narradora, às vezes, dormia.

Matemática

16

Uma pessoa derreteu determinada quantidade de chocolate em barra e utilizou todo o chocolate derretido para fazer bombons, cada um deles com 45 g. Se cada bombom tivesse 30 g, com exatamente a mesma quantidade de chocolate derretido poderiam ter sido feitos 20 bombons a mais. Sabendo que todo o chocolate derretido foi utilizado e que não ocorreu nenhuma sobra, então, o número de bombons com 30 g cada um que poderiam ser feitos era

  • A 45.
  • B 50.
  • C 55.
  • D 60.
  • E 65.
17

Carlos é fabricante de sucos e vende sua produção somente em caixinhas, cada uma com 200 mililitros de suco, ao preço unitário de R$ 1,50. Certa vez, ele recebeu uma encomenda de 500 litros do suco que ele fabrica, o que correspondeu a uma venda no total de

  • A R$ 3.750,00.
  • B R$ 4.000,00.
  • C R$ 4.250,00.
  • D R$ 4.500,00.
  • E R$ 5.000,00.
18

Foram digitados 10 livros de 200 páginas cada um e armazenados em 0,0001 da capacidade de um microcomputador. Utilizando-se a capacidade total desse microcomputador, o número de livros com 200 páginas que é possível armazenar é

  • A 100.
  • B 1 000
  • C 10 000.
  • D 100 000.
  • E 1 000 000.
19

Em uma estante, há livros de matemática, física e biologia, num total de 90 livros. O número de livros de física e de biologia juntos correspondem a 4/5 do número total de livros de matemática, e o número de livros de física supera o número de livros de biologia em 16. O número de livros de matemática supera o número de livros de física em

  • A 22.
  • B 23.
  • C 24.
  • D 25.
  • E 26.
20

A soma de todos os números ímpares, de 1 até 999, vale 250 000. A soma de todos os números pares, de 2 até 1 000, vale

  • A 249 500.
  • B 250 000.
  • C 250 500.
  • D 251 000.
  • E 251 500.
21

Uma pesquisa feita por engenheiros agrônomos sobre o cupuaçu apresentou o seguinte resultado:
Para cada 100 kg de sementes frescas, são obtidos 45 kg de sementes secas, ou 43 kg de sementes torradas, ou 31,2 kg de amêndoas sem casca, ou 13 kg de manteiga de cupuaçu.

(www.ceplac.gov.br.Adaptado.)

A quantidade aproximada, em kg, de sementes frescas necessária para produzir 350 kg de sementes torradas e a quantidade aproximada de manteiga, em kg, que também poderia ser obtida com essa mesma quantidade de sementes frescas são, respectivamente,

  • A 863 e 106.
  • B 863 e 161.
  • C 814 e 175.
  • D 814 e 106.
  • E 805 e 124.
22

Um tapeceiro havia reservado certa quantia para comprar 35 m do tecido escolhido pela cliente. Ao efetuar a compra, constatou que a quantia reservada inicialmente permitiria comprar somente 30 m desse tecido, por ter havido um aumento de preço, não previsto, de R$ 12,00 por metro. Desse modo, para comprar os 35 m de tecido necessários esse tape­ceiro gastou um total de

  • A R$ 2.520,00.
  • B R$ 2.680,00.
  • C R$ 2.740,00.
  • D R$ 2.860,00.
  • E R$ 2.940,00.
23

Uma caixa de água tem a forma de um cilindro, cuja base interna tem 1,2 m de diâmetro e a altura interna mede 70 cm. É correto afirmar que a capacidade dessa caixa é

  • A maior ou igual a 800 litros e menor que 1 000 litros.
  • B maior ou igual a 1 000 litros.
  • C maior ou igual a 700 litros e menor que 800 litros.
  • D maior ou igual a 600 litros e menor que 700 litros.
  • E menor que 600 litros.
24

Em uma empresa com 5 funcionários, a soma dos dois menores salários é R$ 4.000,00, e a soma dos três maiores salários é R$ 12.000,00. Excluindo-se o menor e o maior desses cinco salários, a média dos 3 restantes é R$ 3.000,00, podendo-se concluir que a média aritmética entre o menor e o maior desses salários é igual a:

  • A R$ 3.500,00.
  • B R$ 3.400,00.
  • C R$ 3.050,00.
  • D R$ 2.800,00.
  • E R$ 2.500,00

Raciocínio Lógico

25

Dois conjuntos contêm 7 números pares consecutivos cada.
O número de elementos da intersecção desses dois conjuntos é igual a 3. A diferença entre o maior e o menor elemento do conjunto união desses dois conjuntos, nessa ordem, é

  • A 4.
  • B 10.
  • C 8.
  • D 20.
  • E 2.

Matemática

26

Uma empresa possui, em sua frota, carros, caminhonetes e caminhões, num total de 18 veículos. Sabendo que o número de carros é o dobro do número de caminhonetes e que a diferença entre o número de carros e o número de caminhões, nesta ordem, é 7, então, o número total de caminhões dessa empresa é

  • A 1
  • B 2
  • C 3
  • D 4
  • E 5
27

Um detergente concentrado é comprado em galões com 2 litros cada um. Para seu uso, ele é diluído em água, formando uma mistura com a seguinte proporção: 200 mL de detergente concentrado para 600 mL de água. A quantidade de litros de mistura (detergente + água) que é possível fazer, utilizando completamente 2 galões desse detergente, é

  • A 15.
  • B 18.
  • C 17.
  • D 16.
  • E 14.
28

A função f: R R, dada por f(x) = ax2 – 16x + c, tem um valor máximo e admite duas raízes reais e iguais. Nessas condições, e sabendo-se que c = a, é correto afirmar que o par ordenado que representa o vértice dessa parábola é

  • A (–2,0).
  • B (–1,0).
  • C (1,0).
  • D (2,0).
  • E (3,0).
29

Uma pessoa deseja aplicar seu capital à taxa de 6% a.m., a juro simples, para obter R$ 6.000,00 de juro em 4 meses. Para isso, ela deverá aplicar

  • A R$ 50.000,00.
  • B R$ 36.000,00.
  • C R$ 32.000,00.
  • D R$ 29.000,00.
  • E R$ 25.000,00.
30
Para organizar sua coleção de miniaturas, Erica comprou uma estante com um número fixo de nichos. Após colocar 4 miniaturas por nicho, 7 miniaturas ficaram fora da estante. Ao tentar colocar 5 miniaturas por nicho, 3 nichos ficaram vazios e um nicho ficou com 3 miniaturas.

A diferença entre o número de miniaturas e o número de nichos dessa prateleira é igual a:
  • A 51.
  • B 59.
  • C 67.
  • D 71.
  • E 79.

Legislação Municipal

31

Considerando o disposto no Regimento Interno (Resolução n.º 322/2007), a proposta destinada a regular assuntos de economia interna da Câmara, como a destituição de componente da Mesa ou da organização dos serviços administrativos, deverá ser objeto de projeto de

  • A lei ordinária.
  • B decreto legislativo.
  • C emenda à lei orgânica.
  • D lei complementar.
  • E resolução.
32

A Lei Orgânica Municipal de Caieiras poderá ser emendada por proposta

  • A de qualquer cidadão, desde que eleitor do Município.
  • B do governador do Estado, em matéria de interesse estadual.
  • C de, no mínimo, ½ dos membros da Câmara Municipal.
  • D da procuradoria geral do Município.
  • E do Prefeito Municipal.
33

Acesso, para a Lei nº 2.418/1994, é:

  • A a passagem do funcionário de um determinado grau para o imediatamente superior, da mesma classe.
  • B a passagem do funcionário ocupante de cargo de provimento efetivo para outro cargo da classe imediatamente superior àquela em que se encontra, dentro da respectiva carreira.
  • C o reingresso do funcionário estável no serviço público municipal, em virtude de decisão judicial transitada em julgado.
  • D a reversão em cargo de idêntica denominação, atribuições e vencimentos aos daquele ocupado por ocasião da aposentadoria ou, se transformado, no cargo resultante da transformação.
  • E a passagem do funcionário de um cargo para outro de mesma denominação, atribuições e vencimentos, pertencente, porém, a órgão de lotação diferente.
34

Nos termos do que prescreve a Lei n° 3.736/2008 – Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Jaboticabal, assinale a alternativa correta.

  • A Sem qualquer prejuízo, poderá o servidor ausentar-se do serviço por 1 (um) dia, em cada 12 (doze) meses, para doação de sangue.
  • B Não poderá ser adotado o sistema de compensação de horários, mesmo que haja necessidade extrema de serviços.
  • C O servidor terá direito a até 6 (seis) faltas abonadas durante o ano, não podendo ultrapassar 1 (uma) por mês.
  • D O servidor terá direito a 24 (vinte e quatro) dias úteis de férias, quando houver faltado ao serviço, injustificadamente, por 15 (quinze) dias durante o período de 12 (doze) meses de exercício.
  • E Ao ocupante exclusivamente de cargo em comissão, poderá ser concedida licença para concorrer a cargo eletivo.
35

Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna referente ao seguinte dispositivo extraído do Código de Edificações do Município de São José dos Campos (Lei n° 267/2003): “É obrigatória a instalação de dois elevadores para os edifícios que apresentem mais de ____________ pavimentos, sendo desconsiderados os subsolos destinados exclusivamente a estacionamento de veículos".

  • A 8.
  • B 9.
  • C 10.
  • D 11.
  • E 12.

Noções de Informática

36

Uma partição é uma divisão do espaço de um disco rígido. Cada partição pode conter um sistema de arquivos diferentes. Consequentemente, vários sistemas operacionais podem ser instalados na mesma unidade de disco.

Assinale a alternativa que contém somente termos relacionados aos sistemas de arquivos.

  • A Trilhas e Cilindros, Partição estendida, Unidade lógica e Tabela do sistema operacional
  • B Tabela de partição, Setor de boot, Tabela de alocação de arquivos e Diretório raiz
  • C Unidade lógica, Tabela do sistema operacional, Tabela de partição e Setor de boot
  • D Diretório raiz, Setor de boot, Unidade lógica e Tabela do sistema operacional
37

Nos navegadores (browser) de internet típicos, quan­ do são acessados alguns sites específicos, é apre­ sentado um ícone com um cadeado junto à Barra de endereços do navegador. A apresentação desse c adeado indica que

  • A o conteúdo do site acessado é livre de vírus.
  • B há a necessidade de possuir uma senha para acessar o conteúdo do site
  • C o conteúdo do site tem acesso privado.
  • D a conexão do navegador com o site é segura
  • E o site apresenta restrição de acesso
38

Quando se quer salvar um arquivo, precisa-se de um nome para esse arquivo e escolhe-se um diretório no qual ele será salvo.

Assinale a alternativa que contém o nome usado no MS-Windows 7, como sinônimo para diretório.

  • A Pasta.
  • B Atalho
  • C Aplicativo
  • D Link
  • E Acessório.
39

Augusto, no exercício do cargo de Técnico Judiciário, recebeu uma ordem de seu superior imediato solicitando a elaboração de um relatório no Microsoft Word 2007. Segundo as ordens recebidas, o documento elaborado contemplará diversas informações, dentre elas uma planilha construída no Microsoft Office Excel 2007 (idioma Português Brasil). Por fim, Augusto deverá enviar o e-mail à Secretaria do Tribunal, utilizando na mensagem o recurso de confirmação de entrega.

Realizar mais atividades em menos tempo é uma atitude que demonstra eficiência. Para reduzir o tempo de conclusão da tarefa descrita no texto, uma das formas mais rápidas de se iniciar o aplicativo Microsoft Office Word 2007 se constitui em acessar a janela “EXECUTAR” do Microsoft Windows XP por meio de teclas de atalho e digitar o comando respectivo, seguido do acionamento da tecla “ENTER”. A alternativa que apresenta as teclas de atalho e o comando digitado é

  • A + R e “winword”
  • B + R e “word”
40

A quantidade de números no sistema de base dois que possui exatamente três algarismos está indicada na seguinte alternativa:

  • A 1
  • B 2
  • C 3
  • D 4
41

O site de buscas www.google.com é um dos mais utilizados para realização de buscas na internet e é o buscador padrão de alguns navegadores. Outra opção de site de buscas é o site ____________.

Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna do texto.

  • A www.iexplorer.exe
  • B www.vunesp.com.br
  • C www.bing.com
  • D www.facebook.com
  • E ftp.chrome.com
42
No Internet Explorer 11, em sua configuração padrão, o atalho via teclado utilizado para imprimir uma página que se encontra aberta é:
  • A CTRL + N
  • B CTRL + M
  • C CTRL + A
  • D CTRL + P
  • E CTRL + T
43

Em uma planilha elaborada no MS-Excel 2010, a célula A1 possui a palavra Casa, e a célula B1, a palavra amarela. Uma fórmula que pode ser colocada na célula C1, de modo que ela exiba o resultado da concatenação dos conteúdos das células A1 e B1, exibindo Casa amarela, com um espaço entre as duas palavras, é:

  • A =A1&"espaço"&B1
  • B =A1&" "&B1
  • C =A1&space&B1
  • D =A1+20h+B1
  • E =CONC(A1; space; B1)
44

Durante uma apresentação com o Microsoft PowerPoint 2010, em sua configuração padrão, em português, o usuário deseja ocultar o conteúdo que está sendo exibido para uma pausa, deixando a tela totalmente em preto, mas não quer finalizar a apresentação. Para isso, ele deve pressionar a seguinte tecla:

  • A E
  • B Enter
  • C Esc
  • D Backspace
  • E End
45

Os navegadores internet possuem uma lista capaz de arma­zenar os endereços dos sites prediletos visitados por seus usuários. Essa lista recebe a denominação de

  • A Cache.
  • B Favoritos.
  • C Guia.
  • D Principal.
  • E Tabulação.

Raciocínio Lógico

46
Pedro precisa construir um canteiro quadrado dentro de um jardim retangular cujo comprimento mede oito metros e a largura mede seis metros. Se a área do canteiro quadrado for de 25 m2 , após a construção do canteiro, quanto sobrará de área para circulação nesse jardim?
  • A 5 m2 .
  • B 8 m2.
  • C 23 m2.
  • D 25 m2.
47

Ao sair de um shopping , Lucas observou que o dobro da quantidade de carros que havia no estacionamento desse shopping somado com o triplo da quantidade de motos era igual a 75, e que o número de carros superava em 5 unidades o número de motos. Se no instante de sua saída a quantidade de motos havia caído para a metade em relação à sua chegada, então o número de motos que havia nesse estacionamento no instante em que Lucas chegou ao shopping era

  • A 24.
  • B 26.
  • C 28.
  • D 30.
  • E 32.
48

Em um concurso público, a razão entre o número de candi­datos com o ensino médio completo e o número de candida­ tos com apenas o ensino fundamental completo era de 1,5. Sabendo­se que nesse concurso havia inscritos 12 000 candi­datos com o ensino médio completo, o número de candida­ tos inscritos com apenas o ensino fundamental completo era:

  • A 8 000.
  • B 18 000.
  • C 11 000.
  • D 15 000.
  • E 9 000.
49

Se Cássia é tia, então Alberto não é tio. Se Cláudio é tio, então Wiliam é pai. Verifica-se que Alberto e Cláudio são tios. Conclui-se, de forma correta, que

  • A Wiliam não é pai e Cássia é tia.
  • B se Wiliam é pai, então Cássia é tia.
  • C se Cássia não é tia, então Wiliam não é pai.
  • D Cássia é tia e Wiliam é pai.
  • E Cássia não é tia e Wiliam é pai.
50

A sequência (100; 200; 99; 198; 98; 196; . . . ; 51; 102) possui cem termos. A soma do 9o com o 33o termo é igual ao termo que se encontra na posição

  • A 22a .
  • B 27a .
  • C 38a .
  • D 42a .
  • E 50a .
Voltar para lista