Resolver o Simulado FGV - Nível Superior

0 / 49

Psicologia

1

Quanto  às  mudanças  causadas  pelas  novas  tecnologias  gerenciais, analise as afirmativas a seguir. 

I.  A  figura  do  chefe  está  desaparecendo  e  em  seu  lugar  está  surgindo o líder com o objetivo de motivar a equipe. 
II.  O treinamento eventual passou a ser contínuo. 
III.  A  cultura do emprego  transitório está  cedendo  lugar para o  emprego seguro e estável. 

Assinale:

  • A se somente a afirmativa I estiver correta.
  • B se somente a afirmativa II estiver correta.
  • C se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
  • D se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
  • E se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

Administração Geral

2

A funcionária Ana Lucia Souza terá um e-mail corporativo na empresa em que trabalha. Das possibilidades a seguir, a mais adequada é:

  • A aninha@
  • B analu@
  • C anasouza@
  • D ana2014@
  • E anluza@

Gestão de Pessoas

3

O gerente de recursos humanos de uma empresa relatou que boa parte de seu tempo era dedicado a atividades de organização. São atividades de organização, na área de recursos humanos:

  • A avaliação da satisfação dos clientes e desenho dos cargos e tarefas;
  • B definição dos processos produtivos e melhoria das condições de trabalho;
  • C estabelecimento de metas de desempenho e controle da qualidade dos produtos;
  • D definição da estrutura de cargos e salários e desenho de programas de treinamento;
  • E controle da assiduidade e estabelecimento de metas de desempenho.
4

Um especialista com grande experiência e conhecimento técnico acaba de ser promovido a gerente da área de TI. Embora sua expertise técnica seja reconhecida por todos os funcionários da área, e mesmo em outras áreas da empresa, o especialista tem fama de ser uma pessoa “de trato difícil” e por “só conhecer a sua área, e não a empresa como um todo”. Ciente desses fatos, o diretor da área de TI gostaria de superar essas limitações através do treinamento e desenvolvimento do especialista para as novas atribuições. Seriam métodos de desenvolvimento de pessoas adequados para isso:

  • A rotação de cargos e mentoria;
  • B atribuição de comissões e treinamento fora da empresa;
  • C estudo de casos e desenvolvimento de carreira;
  • D reunião de confrontação e análise transacional;
  • E coaching e desenvolvimento de equipes.

Direito do Trabalho

5

Flávia trabalhava na empresa Alfa Ltda. há sete meses, mas, agora, foi dispensada sem justa causa, com aviso prévio a ser cumprido com trabalho (aviso prévio trabalhado).
Em relação ao prazo para pagamento das verbas devidas e ao local onde esse pagamento deve ser realizado, frente à legislação em vigor, assinale a afirmativa correta.

  • A Os créditos deverão ser realizados no prazo de trinta dias, no domicílio da trabalhadora, poupando a ela tempo e dinheiro no deslocamento, conforme determina a Lei.
  • B Os direitos deverão ser honrados em até 10 dias, contados da concessão do aviso prévio, e serão obrigatoriamente pagos no sindicato de classe da empregada ou perante a autoridade do Ministério do Trabalho e Emprego.
  • C As verbas devem ser pagas até o 1º dia útil seguinte ao término do aviso prévio e quitadas na própria empresa, pois não há necessidade de homologação.
  • D Os direitos devem ser pagos de imediato, quando da concessão do aviso prévio, devendo ser depositados na conta da trabalhadora, na medida em que não existe local próprio determinado em lei para tal fim.
  • E Metade dos direitos deve ser pago no ato da dispensa na própria empresa e a outra metade, 30 dias após, perante o sindicato de classe ou autoridade do Ministério do Trabalho e Emprego.

Gestão de Pessoas

6

Com  relação  aos  impactos do mercado de  trabalho nas práticas  de  recursos  humanos  das  empresas,  analise  as  afirmativas  a  seguir: 

I.  O mercado de  trabalho em procura significa que a oferta de  cargos é maior do que a sua demanda. 

II.  A ênfase no  recrutamento  interno é uma  ferramenta efetiva  para lidar com um cenário de mercado em oferta. 

III.  Em  um  contexto  de  mercado  de  trabalho  em  procura,  é  justificável  um  menor  nível  de  investimentos  em  treinamento. 

Assinale:

  • A se somente a afirmativa I estiver correta
  • B se somente a afirmativa II estiver correta.
  • C se somente a afirmativa III estiver correta.
  • D se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
  • E se todas as afirmativas estiverem corretas.
7

O salário-família, apesar do nome, não é genuinamente um salário, mas um benefício previdenciário que incorpora os princípios da seletividade e da distributividade. Sobre o salário-família devido num vínculo empregatício, de acordo com a lei, assinale a afirmativa correta.

  • A É pago a qualquer empregado, independentemente de seu salário, desde que tenha filhos naturais até 18 anos de idade.
  • B É pago ao empregado de baixa renda, assim definido pela norma jurídica, que tenha filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade.
  • C É pago aos empregados de baixa renda que conseguem previamente tal direito na Justiça.
  • D É pago aos empregados que têm renda superior a quatro salários mínimos mensais, até que seus filhos completem 21 anos de idade.
  • E É pago somente aos empregados que adotam crianças de até 10 anos de idade, como forma de estimular a adoção no país.

Administração Geral

8

O gerente de uma equipe de sete pessoas é conhecido por compartilhar informações, incentivar o desenvolvimento profissional dos colaboradores e encorajar a participação nas decisões. Ele afirma que “o trabalho é complexo e sem a ajuda e a experiência dos membros da equipe não seria possível enfrentar os desafios que surgem”. O estilo de liderança do gerente é:

  • A autocrático;
  • B carismático;
  • C simbólico;
  • D democrático;
  • E liberal.
9

A liderança, entendida como a capacidade de um indivíduo influenciar outros com base em suas habilidades ou personalidade, é uma característica bastante estudada no campo da administração e almejada pela maioria dos profissionais em cargos administrativos. Diversas teorias já foram propostas para buscar o entendimento de liderança. Nesse contexto, a “Teoria da liderança transformacional” destaca-se ao focar suas análises e propostas no tipo de recompensa oferecida pelo líder, em vez de analisar os comportamentos dos lideres com os seus subordinados. A teoria considera a existência de dois tipos de líderes, o transacional e o transformacional, sobre os quais é correto afirmar que:

  • A o líder transacional é definido por suas habilidades de manter o ambiente organizacional em ordem em épocas de transição de poder na organização;
  • B o líder transformacional busca uma estrutura hierárquica mais horizontal, em que os subordinados se veem no direito de participar das decisões societárias da organização;
  • C o líder transacional encara as relações com os subordinados como uma troca, em que se vê como o responsável por traçar metas e atribuir recompensas por seu alcance;
  • D o líder transformacional, por buscar um ambiente de constante mudança, é associado a pior desempenho, alta rotatividade e baixa motivação na organização;
  • E o líder transacional é um especialista em questões de transações financeiras da organização, frequentemente fixando metas associadas a bônus salarial aos funcionários.
10

O conjunto de hábitos, crenças, valores e tradições, interações e relacionamentos sociais típicos de cada organização, é denominado

  • A Cultura Organizacional.
  • B Clima Organizacional.
  • C Diagnóstico organizacional.
  • D Mudança Organizacional.
  • E Aprendizagem organizacional.
11

As decisões gerenciais rotineiras e repetitivas, para as quais a organização desenvolve abordagens e soluções predefinidas – expressas em procedimentos, normas, regras e mesmo na repetição de soluções previamente adotadas – são chamadas, nas teorias administrativas, de decisões:

  • A racionais;
  • B não programadas;
  • C programadas;
  • D intuitivas;
  • E estratégicas.

Gestão de Pessoas

12

Sobre o recrutamento de pessoal em uma organização, assinale a  opção que indica uma vantagem do recrutamento externo.

  • A Encoraja o desenvolvimento profissional do quadro de colaboradores.
  • B Fideliza o quadro de colaboradores à organização.
  • C Dispensa o processo de socialização dos selecionados.
  • D Otimiza o conhecimento acumulado da organização.
  • E Renova a cultura organizacional.

Administração Geral

13

Uma funcionária recém-contratada gostaria de conhecer melhor a cultura da empresa em que começou a trabalhar. Para isso, ela poderia observar:

  • A o clima organizacional, os critérios de avaliação de desempenho e o grau de satisfação dos clientes;
  • B a linguagem utilizada, os critérios de seleção de funcionários e o mercado em que a empresa atua;
  • C os critérios de seleção dos funcionários, os critérios de promoção e os rituais;
  • D o número de sócios da empresa, os rituais e o comportamento dos colegas de trabalho;
  • E o grau de satisfação dos clientes, o clima organizacional e o comportamento dos colegas de trabalho.
14

Com  relação  às  decisões  e  aos  processos  decisórios  nas  organizações, analise as afirmativas a seguir. 

I.  As decisões são imperfeitas porque o processo de escolha de  novas  situações  e  alternativas  implica  a  renúncia  a  outras  alternativas,  criando  uma  sequência  de  novas  situações  e  alternativas ao longo do tempo. 

II.  A  falta de um  conjunto  completo de dados para  tomada de  decisão ocorre em função da racionalidade limitada. 

III.  A organização exerce  influência e retira a  independência dos  indivíduos em seus processos decisórios. 

Assinale:

  • A se somente a afirmativa I estiver correta.
  • B se somente a afirmativa II estiver correta.
  • C se somente a afirmativa III estiver correta.
  • D se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
  • E se todas as afirmativas estiverem corretas.
15

Um supervisor trabalha com uma equipe de quatro colaboradores e percebe que o grupo está desmotivado e realizando o trabalho de forma desinteressada. Eles têm pouca qualificação formal e cada um executa tarefas muito simples e específicas. O supervisor gostaria de estimular a motivação, buscando aumentar a satisfação dos colaboradores e evitar a alienação. Na situação descrita, seria adequado adotar:

  • A reforços positivos;
  • B rotatividade de cargo;
  • C enriquecimento do cargo;
  • D reforços negativos;
  • E expansão do cargo

Gestão de Pessoas

16

Uma empresa familiar de médio porte valorizava a hierarquia, a lealdade e a assiduidade dos empregados, a promoção por “tempo de casa” e o tratamento cortês entre os colaboradores. Todos os colaboradores se referiam à empresa como “uma grande família”. Após a morte do fundador, sua filha assumiu a presidência disposta a transformar a empresa. Sua primeira iniciativa foi implantar, por decisão própria, o método de avaliação 360 graus como forma de “conhecer a verdadeira opinião de todos os colaboradores”, atribuindo à área de recursos humanos a incumbência de conduzir o processo. O resultado foi desastroso: os empregados sem posição de chefia dividiram-se entre não manifestar qualquer opinião e atacar enfaticamente os chefes; os gerentes sentiram-se acuados e constrangidos durante o processo. Entre as possíveis razões para a iniciativa ter fracassado, pode-se apontar que a avaliação 360 graus:

  • A só é adequada para colaboradores experientes e com excelente formação;
  • B só é indicada para a alta cúpula da empresa;
  • C deve ser condizente com a cultura da empresa e com as demais práticas de gestão de pessoas;
  • D só é indicada para empresas de estrutura orgânica e cultura inovadora;
  • E deve ser aplicada após a redefinição da estratégia e da estrutura organizacional.

Administração Geral

17

Laura foi promovida a gerente. Ela acredita que a colaboração da equipe vai depender de sua capacidade de descobrir o potencial de cada membro. Para tanto, Laura pretende traçar uma estratégia de execução do trabalho fundamentada no reconhecimento de que as pessoas desejam realizar um trabalho relevante, que torne significativo os seus desempenhos organizacionais. As crenças de Laura estão embasadas na seguinte teoria motivacional ;

  • A Grid Gerencial.
  • B Sistemas Administrativos de Likert.
  • C de Herzberg.
  • D Y.
  • E Dinâmica de Grupo de Lewin.
18

De acordo com os estilos de  liderança, assinale a alternativa que  apresenta,  respectivamente,  as  características  da  tomada  de  decisão,  da  programação  e  da  divisão  do  trabalho  no  estilo  de  liderança liberal.

  • A Sem qualquer participação do grupo – o líder determina providências para a execução das tarefas – o líder determina qual tarefa cada um deverá executar.
  • B As diretrizes são debatidas e decididas pelo grupo – as tarefas ganham novos contornos com os debates – a divisão das tarefas fica a critério do grupo.
  • C Participação mínima do líder na tomada de decisão – a participação do líder no debate é limitada – tanto a divisão do trabalho quanto a escolha dos colegas ficam por conta do grupo.
  • D Participação mínima do líder na tomada de decisão – o líder determina providências para a execução das tarefas – a divisão das tarefas fica a critério do grupo.
  • E Participação mínima do líder na tomada de decisão – o líder determina providências para a execução das tarefas – o líder determina qual tarefa cada um deverá executar.

Gestão de Pessoas

19

O desligamento é um processo que demanda uma decisão muito difícil, apesar da necessidade, muitas vezes, da redução da força de trabalho. O desligamento pode ser efetuado por diversos meios – entre eles, a demissão, a suspensão, o rebaixamento ou a aposentadoria antecipada.
Em relação ao processo de desligamento, assinale a afirmativa correta.

  • A Alguns meios de desligamento ou métodos de redução da força de trabalho deixam os trabalhadores satisfeitos e tranquilos.
  • B O desligamento, apesar de ser uma decisão difícil, tem um enorme valor para a manutenção de recursos humanos comprometidos e satisfeitos.
  • C Os administradores, na entrevista de saída, não conseguem detectar os motivos reais pelos quais os trabalhadores estão indo embora.
  • D O downsizing – dispensa de uma porção substancial da força de trabalho de uma organização –, cria uma base mais sólida, tornando os que permaneceram mais produtivos e satisfeitos.
  • E A organização, ao desligar um trabalhador, passa a ideia de que os recursos humanos estão em segundo plano, não havendo forma de dissipar esta impressão.
20

Uma grande empresa de processamento de dados possui dez mil empregados. De acordo com a lei vigente, em relação à quantidade de portadores de deficiência ou reabilitados que deverá manter em seu quadro de empregados, essa empresa

  • A não tem obrigação legal de manter cota mínima de empregados reabilitados ou portadores de deficiência, por ser uma empresa de processamento de dados.
  • B deve manter em seu quadro 500 empregados reabilitados ou portadores de deficiência.
  • C tem liberdade na manutenção de empregados reabilitados ou portadores de deficiência, desde que não inferior a 1% do quadro total.
  • D deve manter em seu quadro 20% dos empregados reabilitados ou portadores de deficiência.
  • E deve manter em seu quadro 200 empregados reabilitados ou portadores de deficiência.

Português

21

O Tribunal de Apelações do Estado de Nova York está estudando um caso peculiar: o apelo pela libertação de um chimpanzé. Tommy, o símio em questão, não sofre maus-tratos. Mas é obrigado a viver sozinho numa jaula.
“O que tem isso de ilegal?" - perguntou a juíza responsável pelo caso, numa primeira audiência. Steve Wise, o responsável pelo pedido de libertação, rebateu: “Manter uma pessoa em confinamento solitário é contra a lei, sim", ele disse à juíza.
O tribunal não chegou ainda a um veredito. Caso a decisão seja favorável ao chimpanzé, será uma revolução: pela primeira vez um animal será solto por ser considerado uma “pessoa". Teremos estendido o conceito de “humanidade" a outra espécie além do Homo sapiens.
Faz mais sentido do que parece. Se você voltar 7 milhões de anos no tempo e procurar bem, vai encontrar indivíduos amacacados que são ancestrais tanto do Homo sapiens como dos chimpanzés modernos. Ou seja: você e eles compartilham um mesmo tatata(…)tataravô, que viveu há 70 séculos. Até por isso, um humano é geneticamente mais próximo de um chimpanzé que um chimpanzé é de um gorila. Jared Diamond, um cientista multidisciplinar, resumiu tudo isso com uma frase certeira: “Não é que eles sejam humanos. Nós é que somos mais uma espécie de chimpanzé."
Steve Wise, o advogado que move o pedido pela libertação do chimpanzé nova-iorquino, diz que, se ganhar o caso, vai lutar para que a noção de direitos humanos seja aplicada a qualquer ser vivo com cérebro relativamente complexo - gorilas, orangotangos, elefantes, golfinhos. A lógica é a mesma.

(Superinteressante,novembro de 2014. Adaptado)

Lendo-se o último parágrafo, conclui-se que

  • A os direitos humanos não podem ser válidos para animais.
  • B a luta do advogado será inútil, pois a juíza discorda dele.
  • C a aplicação dos direitos humanos a animais é absurda.
  • D a vitória do advogado abriria precedente para outros animais.
  • E o advogado gosta mais de animais que de pessoas.
22
Texto 1
É justo que as mulheres se aposentem mais cedo?


A questão acerca da aposentadoria das mulheres em condições mais benéficas que aquelas concedidas aos homens suscita acalorados debates com posições não somente técnicas, mas também com muito juízo de valor de cada lado.
Um fato é certo: as mulheres intensificaram sua participação no mercado de trabalho desde a segunda metade do século 20.
Há várias razões para isso. Mudanças culturais e jurídicas eliminaram restrições sem sentido no mundo contemporâneo: um dos maiores e mais antigos bancos do Brasil contratou sua primeira escriturária em 1969 e teve sua primeira gerente em 1984.
Avanços no planejamento familiar e a disseminação de métodos contraceptivos permitiram a redução do número de filhos e liberaram tempo para a mulher se dedicar ao mercado de
trabalho.
Filhos estudam por mais tempo e se mantêm fora do mercado de trabalho até o início da vida adulta. Com isso, o custo de manter a família cresce e cria a necessidade de a mulher ter fonte de renda para o sustento da casa.
A tecnologia também colaborou: máquinas de lavar roupa, fornos micro-ondas, casas menores e outras parafernálias da vida moderna reduziram a necessidade de algumas horas nos afazeres domésticos e liberaram tempo para o trabalho fora de casa.
A inserção feminina no mercado de trabalho ocorreu, mas com limitações. Em relação aos homens, mulheres têm menor taxa de participação no mercado de trabalho, recebem salários
mais baixos e ainda há a dupla jornada de trabalho. Quando voltam para a casa, ainda têm que se dedicar à família e ao lar.
Essas dificuldades levam algumas pessoas a defender formas de compensação para as mulheres por meio de tratamento previdenciário diferenciado. Já que as mulheres enfrentam
dificuldades de inserção no mercado de trabalho, há de compensá-las por meio de uma aposentadoria em idade mais jovem.
A legislação brasileira incorpora essa ideia. Homens precisam de 35 anos de contribuição para se aposentar no INSS; mulheres, de 30.
No serviço público, que exige idade mínima, as mulheres podem se aposentar com cinco anos a menos de idade e tempo de contribuição que os homens.

(Marcelo Abi-Ramia Caetano, Folha de São Paulo, 21/12/2014.)

Segundo o texto 1, a necessidade ou possibilidade de a mulher trabalhar se prende a diferentes motivos.
As opções a seguir apresentam motivos presentes no texto , à exceção de uma. Assinale-a.

  • A Aumento do tempo livre, em função da redução do número de filhos.
  • B O desenvolvimento tecnológico, que auxilia nos trabalhos domésticos.
  • C A manutenção dos filhos por mais tempo.
  • D O desequilíbrio econômico da Previdência.
  • E Os métodos contraceptivos, que limitam o número de filhos.
23
XÓPIS

Não foram os americanos que inventaram o shopping center. Seus antecedentes diretos são as galerias de comércio de Leeds, na Inglaterra, e as passagens de Paris pelas quais flanava, encantado, o Walter Benjamin. Ou, se você quiser ir mais longe, os bazares do Oriente. Mas foram os americanos que aperfeiçoaram a ideia de cidades fechadas e controladas, à prova de poluição, pedintes, automóveis, variações climáticas e todos os outros inconvenientes da rua. Cidades só de calçadas, onde nunca chove, neva ou venta, dedicadas exclusivamente às compras e ao lazer - enfim, pequenos (ou enormes) templos de consumo e conforto. Os xópis são civilizações à parte, cuja existência e o sucesso dependem, acima de tudo, de não serem invadidas pelos males da rua.

Dentro dos xópis você pode lamentar a padronização de lojas e grifes, que são as mesmas em todos, e a sensação de estar num ambiente artificial, longe do mundo real, mas não pode deixar de reconhecer que, se a americanização do planeta teve seu lado bom, foi a criação desses bazares modernos, estes centros de conveniência com que o Primeiro Mundo - ou pelo menos uma ilusão de Primeiro Mundo - se espraia pelo mundo todo. Os xópis não são exclusivos, qualquer um pode entrar num xópi nem que seja só para fugir do calor ou flanar entre as suas vitrines, mas a apreensão causada por essas manifestações de massa nas suas calçadas protegidas, os rolezinhos, soa como privilégio ameaçado. De um jeito ou de outro, a invasão planejada de xópis tem algo de dessacralização. É a rua se infiltrando no falso Primeiro Mundo. A perigosa rua, que vai acabar estragando a ilusão.

As invasões podem ser passageiras ou podem descambar para violência e saques. Você pode considerar que elas são contra tudo que os templos de consumo representam ou pode vê-las como o ataque de outra civilização à parte, a da irmandade da internet, à civilização dos xópis. No caso seria o choque de duas potências parecidas, na medida em que as duas pertencem a um primeiro mundo de mentira que não tem muito a ver com a nossa realidade. O difícil seria escolher para qual das duas torcer. Eu ficaria com a mentira dos xópis.

(Veríssimo, O Globo, 26-01-2014.)



Não foram os americanos que inventaram o shopping center". A forma de reescrever-se essa frase do texto que corresponde à estrutura significativa da frase original é

  • A Os americanos não foram os que inventaram o shopping center.
  • B Os americanos não foram os inventores do shopping center.
  • C O shopping center não tinha sido inventado pelos americanos.
  • D Não foram os americanos quem inventaram o shopping center.
  • E O shopping center, quem o inventou não foram os americanos.
24

Os quadrinhos da tira têm a finalidade de mostrar
  • A uma sequência cronológica.
  • B uma variedade de situações familiares.
  • C uma modificação de atitude dos pais.
  • D um acréscimo contínuo de argumentos.
  • E uma mudança contínua na atitude de Mafalda.
25

Volta à polêmica sobre patente de remédios

Patentes de medicamentos geralmente são reconhecidas pelo prazo de dez anos, de acordo com regras internacionais aceitas por muitos países. Esse prazo inclui a fase final de desenvolvimento dos medicamentos, chamada pipeline no jargão técnico. Muitas vezes, esse período até o lançamento comercial do produto pode levar até quatro anos, de modo que em vários casos o laboratório terá efetivamente cerca de seis anos e proteção exclusiva para obter no mercado o retorno do investimento feito.

A partir da perda de validade da patente, o medicamento estará sujeito à concorrência de produtos similares e genéricos que contenham princípios ativos encontrados no original. Por não embutirem os custos de pesquisa e desenvolvimento do produto original, os genéricos e similares podem ser lançados a preços mais baixos do que os dos medicamentos de marca, que, no período de proteção exclusiva, tiveram a oportunidade de conquistar a confiança do consumidor e dos médicos que os prescrevem para seus pacientes.

A pesquisa para obtenção de novos medicamentos comprovadamente eficazes envolve somas elevadíssimas. Daí que geralmente as empresas que estão no topo da indústria farmacêutica são grandes grupos internacionais, ficando os laboratórios regionais mais voltados para a produção de genéricos e similares.

A necessidade de se remunerar o investimento realizado faz com que, não raramente, os remédios sejam caros em relação à renda da maioria das pessoas, e isso provoca conflitos de toda ordem, em especial nos países menos desenvolvidos, onde se encontram também as maiores parcelas da população que sofrem de doenças endêmicas, causadas por falta de saneamento básico, habitação insalubre, deficiências na alimentação etc.Muitas vezes para reduzir o custo da distribuição de medicamentos nas redes públicas os governos investem em laboratórios estatais, que se financiam com subsídios e verbas oficiais, diferentemente de empresas, que precisam do lucro para se manterem no mercado. Esse conflito chega em alguns momentos ao ponto de quebra de patente por parte dos países que se sentem prejudicados. O Brasil mesmo já recorreu a essa decisão extrema em relação ao coquetel de remédios para tratamento dos pacientes portadores do vírus HIV e dos que sofrem com a AIDS, chegando depois a um entendimento com os laboratórios.

O tema da quebra de patente voltou à tona depois que a Corte Superior da Índia não reconheceu como inovação um medicamento para tratamento do câncer que o laboratório suíço Novartis considera evolução do seu remédio original, Glivec. A patente foi reconhecida nos Estados Unidos e em outros 39 países, o que provocou a polêmica. O Brasil hoje é cauteloso nessa questão. Optou por uma atitude mais pragmática, que tem dado bons resultados e permitido, inclusive, o desenvolvimento de novos medicamentos no país. A quebra de patente não pode ser banalizada.


(O Globo, 07/04/2013)

O ponto de vista prioritariamente defendido neste texto é o dos

  • A governos de países pobres que se veem com problemas endêmicos de saúde.
  • B laboratórios regionais de medicamentos, que se encarregam da fabricação de genéricos.
  • C fabricantes da grande indústria farmacêutica internacional.
  • D grupos de profissionais das redes públicas de saúde.
  • E pesquisadores de medicamentos, que se dedicam à criação de remédios novos e veem seu trabalho desvalorizado.
26
Os benefícios da merenda escolar

A alimentação é uma necessidade básica ao desenvolvimento do ser humano. Nas fases da infância e da adolescência, alimentos de qualidade favorecem o crescimento tanto do aspecto físico, como do intelectual, do emocional e do social.
Nesse sentido, a merenda escolar é fundamental, pois ela pode influenciar bastante no desempenho do aluno. Por isso, o Estatuto da Criança e o Adolescente (ECA) estabelece como função do Estado assegurar a alimentação de qualidade na escola.
A merenda escolar é um direito de meninos e meninas. Não pode ser pensada como “auxílio aos carentes", nem como instrumento de combate à fome ou à desnutrição.
O período em que o aluno permanece na escola deve ser de bem-estar para facilitar o aprendizado. Uma boa alimentação contribui, portanto, para um melhor desempenho escolar e, consequentemente, diminui a repetência. A merenda pode contribuir, também, para formação de bons hábitos alimentares.

(Agência Unama)

O período em que o aluno permanece na escola deve ser de bem- estar para facilitar o aprendizado. Uma boa alimentação contribui, portanto, para um melhor desempenho escolar e, consequentemente, diminui a repetência. A merenda pode contribuir, também, para formação de bons hábitos alimentares".
Essa parte do texto fala de algumas vantagens da merenda escolar.

Marque a opção que não está presente no texto.

  • A Facilitar o aprendizado.
  • B Melhorar o desempenho escolar.
  • C Diminuir a repetência.
  • D Formar bons hábitos alimentares.
  • E Reduzir as despesas das famílias.
27


O vocábulo abaixo do texto 4, que é classificado como modalizador por inserir uma opinião do enunciador sobre o assunto veiculado, é:
  • A apenas;
  • B consome;
  • C quente;
  • D elétrico;
  • E ensaboar.
28
Texto 2 – Apologia de Sócrates

“O que vós, cidadãos atenienses, haveis sentido com o manejo dos meus acusadores, não sei; o certo é que eu, devido a eles, quase me esquecia de mim mesmo, tão persuasivos foram. Contudo, não disseram nada de verdadeiro. Mas, entre as muitas mentiras que divulgaram, uma, acima de todas, eu admiro: aquela pela qual disseram que deveis ter cuidado para não serdes enganados por mim, como homem hábil no falar.
Mas, então, não se envergonham disto, de que logo seriam desmentidos com fatos, quando eu me apresentasse diante de vós, de nenhum modo hábil orador? Essa me parece a sua maior imprudência se, todavia, denominam "hábil no falar" aquele que diz a verdade. Porque, se dizem exatamente isso, poderei confessar que sou orador, não porém à sua maneira.
Assim, pois, como acabei de dizer, pouco ou absolutamente nada disseram da verdade; mas, ao contrário, eu vo-la direi em toda a sua claridade. Contudo, por Zeus, não ouvireis, por certo, cidadãos atenienses, discursos enfeitados de locuções e de palavras, ou adornados como os deles, mas coisas ditas simplesmente com as palavras que me vierem à boca, pois estou certo de que é justo o que eu digo, e nenhum de vós espera outra coisa". “Contudo, por Zeus, não ouvireis, por certo, cidadãos atenienses, discursos enfeitados de locuções e de palavras, ou adornados como os deles, mas coisas ditas simplesmente com as palavras que me vierem à boca, pois estou certo de que é justo o que eu digo, e nenhum de vós espera outra coisa". “Contudo, por Zeus, não ouvireis, por certo, cidadãos atenienses, discursos enfeitados de locuções e de palavras, ou adornados como os deles, mas coisas ditas simplesmente com as palavras que me vierem à boca, pois estou certo de que é justo o que eu digo, e nenhum de vós espera outra coisa".
O escritor italiano A. Manzoni declarou certa vez que “Quando se julga por indução e sem o necessário conhecimento dos fatos, às vezes chega-se a ser injusto até mesmo com os malfeitores".

Nessa frase, o escritor fala do método indutivo, que se caracteriza por partir:
  • A do geral para o particular;
  • B do abstrato para o concreto;
  • C do universal para o individual;
  • D do todo para as partes;
  • E do fato para a generalização.
29

Jargão significa uma linguagem específica de determinado grupo profissional ou sociocultural.

Assinale a opção que indica a atividade profissional inadequada à frase.

  • A “As queixas do paciente levaram-me a um diagnóstico diferente” / assistente social.
  • B “Desenvolveu um software por meio de um algoritmo complexo” / analista de sistemas.
  • C “O elemento evadiu-se do local da ocorrência!” / policial.
  • D “As casas ascendentes de Marte e Júpiter prenunciam bom astral” / astrólogo.
  • E “As ultrapassagens em rua de mão dupla devem ser feitas pela esquerda” / agente de trânsito.

Inglês

30

Technology: A Blessing or a Curse During the Audit?

The pace of technology change continues to move at what seems to be nearly the speed of light and shows no real signs of slowing down. What is considered a new technology today is old technology tomorrow. In contrast to the speed of change in technology, consider the speed of change in the audit world. Unfortunately, audit processes and approaches have not changed in what seems to be light years.

Many firms jumped on the technology bandwagon over the past several years but frequently question their return on investment through enhanced efficiency and improved audit effectiveness. Bill Gates is quoted at stating, “The first rule of any technology used in a business is that automation applied to an efficient operation will magnify the efficiency. The second is that automation applied to an inefficient operation will magnify the inefficiency.” Unfortunately, many firms unknowingly followed Mr. Gates’ second rule and have applied technology to inefficient processes. The end result has been minimal improvement in efficiency and effectiveness, at best. While many firms wanted their technology investment to be a blessing, it just hasn’t turned out that way. The good news is that it is not too late. You can turn the tide and have technology utilization become a tremendous asset in your audit process.

The title of Text 1 presents a(n):

  • A doubt.
  • B addition.
  • C certainty.
  • D emphasis.
  • E conclusion
31

The Challenges Facing Government Auditors

Friday, 26 July, 2013 14:57
Written by Joe Crampton

When it comes to the pressure of successfully identifying, anticipating and dealing with risks, few auditors shoulder as much burden as those who work with the government. As the Institute of Internal Auditors' Richard Chambers wrote in his recent blog, these professionals deal with career-threatening political risks on a daily basis that many private sector auditors could never comprehend.

Internal auditors play a pivotal role in the relationship between the government and citizens. It's up to auditors to set the appropriate controls to manage federal programs and also to provide insight into the effectiveness and the soundness of the government's inner workings. Put simply, auditors are key to ensuring the public's trust in their government is well-founded and not abused.

The phrase that can replace “Put simply” without change in meaning is:

  • A On the contrary.
  • B In other words.
  • C To begin with.
  • D As soon as.
  • E In spite of.
32

The Future of Auditing

The past financial crisis that many economies all over the world experienced prompted a renewed interest in the role and importance of auditing. The future of auditing will therefore be closely tied to the continuous ripples of effects that the world is still experiencing due to the financial crisis. However, it is to be expected that this industry would continue to grow in prevalence in the business world.

Now, more and more companies are realising that the audit and assurance professions are vital to an organisation. In fact, many companies who, in the past, did not conduct audits now find the need to do so. They are realising the need to go back to the basic management principles so they can identify problematic management practices and rectify them; audit plays a key role in this as only a true and effective audit can conduct effective fraud detection and risk management procedures within a company. Firms are thus advised to staff an internal audit department or to outsource audit work to specialist providers just to meet its auditing requirements.

According to the text, interest in auditing has increased due to:

  • A management principles.
  • B poor professionalism.
  • C business intelligence.
  • D economic problems.
  • E statistical methods.
33

The Future of Auditing

The past financial crisis that many economies all over the world experienced prompted a renewed interest in the role and importance of auditing. The future of auditing will therefore be closely tied to the continuous ripples of effects that the world is still experiencing due to the financial crisis. However, it is to be expected that this industry would continue to grow in prevalence in the business world.

Now, more and more companies are realising that the audit and assurance professions are vital to an organisation. In fact, many companies who, in the past, did not conduct audits now find the need to do so. They are realising the need to go back to the basic management principles so they can identify problematic management practices and rectify them; audit plays a key role in this as only a true and effective audit can conduct effective fraud detection and risk management procedures within a company. Firms are thus advised to staff an internal audit department or to outsource audit work to specialist providers just to meet its auditing requirements.

Read the following sentences:

I. Auditors have found risk detection too problematic to be conducted.

II. Many companies are becoming aware of the need for auditing.

III. All the firms that never audited do not see the need for it now.

IV. Auditing has turned into a main issue in management practice.

Indicate the sentences which are in line with the points raised in Text 3.

  • A I and II.
  • B I and III.
  • C II and IV.
  • D II and III.
  • E I and IV.
34

Technology: A Blessing or a Curse During the Audit?

The pace of technology change continues to move at what seems to be nearly the speed of light and shows no real signs of slowing down. What is considered a new technology today is old technology tomorrow. In contrast to the speed of change in technology, consider the speed of change in the audit world. Unfortunately, audit processes and approaches have not changed in what seems to be light years.

Many firms jumped on the technology bandwagon over the past several years but frequently question their return on investment through enhanced efficiency and improved audit effectiveness. Bill Gates is quoted at stating, “The first rule of any technology used in a business is that automation applied to an efficient operation will magnify the efficiency. The second is that automation applied to an inefficient operation will magnify the inefficiency.” Unfortunately, many firms unknowingly followed Mr. Gates’ second rule and have applied technology to inefficient processes. The end result has been minimal improvement in efficiency and effectiveness, at best. While many firms wanted their technology investment to be a blessing, it just hasn’t turned out that way. The good news is that it is not too late. You can turn the tide and have technology utilization become a tremendous asset in your audit process.

The change that the writer refers to in the first paragraph is:

  • A random.
  • B gradual.
  • C subtle.
  • D slow.
  • E fast.
35

The Challenges Facing Government Auditors

Friday, 26 July, 2013 14:57
Written by Joe Crampton

When it comes to the pressure of successfully identifying, anticipating and dealing with risks, few auditors shoulder as much burden as those who work with the government. As the Institute of Internal Auditors' Richard Chambers wrote in his recent blog, these professionals deal with career-threatening political risks on a daily basis that many private sector auditors could never comprehend.

Internal auditors play a pivotal role in the relationship between the government and citizens. It's up to auditors to set the appropriate controls to manage federal programs and also to provide insight into the effectiveness and the soundness of the government's inner workings. Put simply, auditors are key to ensuring the public's trust in their government is well-founded and not abused.

The title of Text 2 implies that government auditors may:

  • A work on quite easy tasks.
  • B not take unnecessary risks.
  • C meet some difficult issues.
  • D trust their political leaders.
  • E have to change their career.
36

The Challenges Facing Government Auditors

Friday, 26 July, 2013 14:57
Written by Joe Crampton

When it comes to the pressure of successfully identifying, anticipating and dealing with risks, few auditors shoulder as much burden as those who work with the government. As the Institute of Internal Auditors' Richard Chambers wrote in his recent blog, these professionals deal with career-threatening political risks on a daily basis that many private sector auditors could never comprehend.

Internal auditors play a pivotal role in the relationship between the government and citizens. It's up to auditors to set the appropriate controls to manage federal programs and also to provide insight into the effectiveness and the soundness of the government's inner workings. Put simply, auditors are key to ensuring the public's trust in their government is well-founded and not abused.

When the author qualifies the role of auditors as “pivotal”, he means it is:

  • A peripheral.
  • B dangerous
  • C traditional.
  • D modern.
  • E central.
37
Generation Y
By Sally Kane, About.com Guide

Born in the mid-1980's and later, Generation Y legal professionals are in their 20s and are just entering the workforce. With numbers estimated as high as 70 million, Generation Y (also -1- as the Millennials) is the fastest growing segment of today's workforce. As law firms compete for available talent, employers cannot ignore the needs, desires and attitudes of this vast generation. Below are a few common traits that define Generation Y.

Tech-Savvy: Generation Y grew up with technology and rely on it to perform their jobs better. Armed with BlackBerrys, laptops, cellphones and other gadgets, Generation Y is plugged-in 24 hours a day, 7 days a week. This generation prefers to communicate through e-mail and text messaging rather than face-to-face contact and -2- webinars and online technology to traditional lecture-based presentations.

Family-Centric: The fast-track has lost much of its appeal for Generation Y who is willing to trade high pay for fewer billable hours, flexible schedules and a better work/life balance. While older generations may view this attitude as narcissistic or lacking commitment, discipline and drive, Generation Y legal professionals have a different vision of workplace expectations and prioritize family over work.

Achievement-Oriented: Nurtured and pampered -3- parents who did not want to make the mistakes of the previous generation, Generation Y is confident, ambitious and achievement-oriented. They have high expectations of their employers, seek out new challenges and are not afraid to question authority. Generation Y wants meaningful work and a solid learning curve

Team-Oriented: As children, Generation Y participated in team sports, play groups and other group activities. They value teamwork and seek the input and affirmation of others. Part of a no-person-left-behind generation, Generation Y is loyal, committed and wants to be included and involved.

Attention-Craving: Generation Y craves attention in the forms of feedback and guidance. They appreciate being kept in the loop and seek frequent praise and reassurance. Generation Y may benefit greatly from mentors who can help guide and develop their young careers.

Font: http://legalcareers.about.com/od/practicetips/a/Ge...

Com base no texto, qual das afirmações abaixo é falsa?

  • A A geração Y praticou esportes coletivos e uma série de atividades em grupo durante a infância, o que, conseqüentemente, desenvolveu um senso forte de trabalho em equipe e cooperação entre seus componentes.
  • B Uma pessoa nascida na década de 90 pertence à geração Y.
  • C A geração Y é confiante e está sempre procurando novos desafios no trabalho, sem medo de questionar autoridade de seus superiores.
  • D A geração Y não foi mimada por seus pais, pois estes não gostariam de repetir os erros da geração anterior, que os mimou muito e, conseqüentemente, dificultou seu caminho profissional.
  • E A geração Y está conectada o tempo todo.
38

The Challenges Facing Government Auditors

Friday, 26 July, 2013 14:57
Written by Joe Crampton

When it comes to the pressure of successfully identifying, anticipating and dealing with risks, few auditors shoulder as much burden as those who work with the government. As the Institute of Internal Auditors' Richard Chambers wrote in his recent blog, these professionals deal with career-threatening political risks on a daily basis that many private sector auditors could never comprehend.

Internal auditors play a pivotal role in the relationship between the government and citizens. It's up to auditors to set the appropriate controls to manage federal programs and also to provide insight into the effectiveness and the soundness of the government's inner workings. Put simply, auditors are key to ensuring the public's trust in their government is well-founded and not abused.

Read the statements below and mark them as true (T) or false (F):

( ) Government auditors work less than other auditors.
( ) The work of government auditors is more demanding.
( ) Private sector auditors feel as much pressure as other auditors.

The statements are, respectively:

  • A F – T – F
  • B T – F – T
  • C F – F – T
  • D T –T – F
  • E F – T – T
39

The Future of Auditing

The past financial crisis that many economies all over the world experienced prompted a renewed interest in the role and importance of auditing. The future of auditing will therefore be closely tied to the continuous ripples of effects that the world is still experiencing due to the financial crisis. However, it is to be expected that this industry would continue to grow in prevalence in the business world.

Now, more and more companies are realising that the audit and assurance professions are vital to an organisation. In fact, many companies who, in the past, did not conduct audits now find the need to do so. They are realising the need to go back to the basic management principles so they can identify problematic management practices and rectify them; audit plays a key role in this as only a true and effective audit can conduct effective fraud detection and risk management procedures within a company. Firms are thus advised to staff an internal audit department or to outsource audit work to specialist providers just to meet its auditing requirements.

When the author states that “Firms are thus advised to staff an internal audit department or to outsource audit work to specialist providers” this means this instruction:

  • A can be harmful
  • B has to be fulfilled.
  • C will be detrimental.
  • D should be followed.
  • E must be disregarded.

Direito Administrativo

40

No  que  tange  ao  poder  de  polícia  da  Administração  Pública,  assinale a afirmativa correta.

  • A A atividade de polícia será exercida sempre por meio da edição de atos normativos.
  • B A atividade de polícia será exercida sempre por meio de atos concretos.
  • C Embora a atividade de polícia possa ser exercida por meio de atos normativos, não há, nesse caso, atuação preventiva, mas apenas repressiva.
  • D O poder de polícia poderá ser originário ou delegado.
  • E O poder de polícia é exercido com exclusividade pela administração direta, pois implica uma atuação vertical do poder público.
41

Determinada entidade de formação profissional, integrante dos chamados Serviços Sociais Autônomos (também conhecidos como “Sistema S”), foi, recentemente, questionada sobre a realização de uma compra sem prévia licitação. Assinale a alternativa que indica a razão do questionamento.

  • A Tais entidades, vinculadas aos chamados serviços sociais autônomos, integram a Administração Pública.
  • B Tais entidades, apesar de não integrarem a Administração Pública, são dotadas de personalidade jurídica de direito público.
  • C Tais entidades desempenham, por concessão, serviço público de interesse coletivo.
  • D Tais entidades são custeadas, em parte, com contribuições compulsórias cobradas sobre a folha de salários.
42

A prestação de serviços públicos no Brasil poderá ser feita de forma direta ou indireta. Uma das formas de delegação da prestação de serviços público é o contrato de concessão. Esse contrato poderá ser extinto por meio de várias formas previstas na Lei n. 8.987/95. Com relação a essas formas de extinção, assinale a afirmativa correta.

  • A O contrato de concessão não pode ser extinto por iniciativa da concessionária em nenhuma hipótese.
  • B Uma vez decretada a intervenção a concessão será necessariamente extinta.
  • C Somente por ordem judicial a encampação poderá ser decretada.
  • D Todas as formas de extinção da concessão são auto-executáveis.
  • E A inexecução total ou parcial do serviço por parte da concessionária pode levar a caducidade da concessão.
43

Em  relação  aos  contratos  administrativos,  é  aceitável  que  a  Administração  Pública  obtenha  vantagens  que  extrapolam  o  direito  comum,  a  fim  de  se  atingir  o  perfeito  atendimento  do  interesse  público.  Assinale  a  opção  que  indica  o  nome  dessa  característica dos contratos administrativos.

  • A Cláusulas exorbitantes.
  • B Comutativa.
  • C Finalidade pública.
  • D Intuitu personae.
  • E Natureza de contrato de adesão.
44

De acordo com a Lei nº 8.666/93, as opções a seguir apresentam serviços técnicos profissionais especializados, à exceção de uma. Assinale‐a.

  • A Auditorias tributárias.
  • B Projetos básicos.
  • C Restauração de obras de arte.
  • D Serviços de publicidade e divulgação.
  • E Treinamento de pessoal.
45

José, servidor público, permitiu que chegasse ao conhecimento de João, antes da respectiva divulgação oficial, teor de medida econômica capaz de afetar o preço de mercadoria, do qual teve notícia em razão de sua função.
Diante do caso narrado, tendo em vista a jurisprudência dos Tribunais Superiores, assinale a afirmativa correta.

  • A A aferição acerca da configuração de ato de improbidade administrativa dependerá da comprovação de dolo específico de José. Caso este seja comprovado, José poderá sofrer a punição de suspensão dos direitos políticos pelo período de cinco a oito anos.
  • B Para a verificação da prática de ato de improbidade administrativa no caso narrado, é suficiente a constatação de dolo genérico de José. Caso haja comprovação, José poderá ter seus direitos políticos suspensos pelo período de três a cinco anos.
  • C Para que se configure ato de improbidade administrativa no caso, é essencial que João também seja servidor público.
  • D A verificação de prática de ato de improbidade administrativa dependerá da comprovação de dolo específico de José. Caso este seja comprovado, José poderá sofrer a punição de suspensão de direitos políticos pelo período de oito a dezesseis anos ou pagamento de multa.
  • E Para a aferição da prática de ato de improbidade administrativa, é suficiente a constatação de dolo genérico de José. Caso este seja comprovado, José poderá perder a função pública e ter seus direitos políticos suspensos pelo período de cinco a oito anos.
46

Dentre as várias classificações das entidades que integram a administração pública, o Direito Administrativo estabelece a distinção entre entidades políticas e entidades administrativas.
Com relação a essa classificação analise as afirmativas a seguir.

I. Tanto as entidades políticas quanto as entidades administrativas gozam da possibilidade de produzir lei em sentido formal.
II. Tanto as entidades políticas quanto as entidades administrativas gozam da possibilidade de produzir normas jurídicas em sentido lato.
III. Somente as entidades políticas possuem a possibilidade de produzir normas jurídicas em sentido lato.

Assinale:

  • A se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
  • B se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
  • C se somente a afirmativa I estiver correta.
  • D se somente a afirmativa II estiver correta.
  • E se somente a afirmativa III estiver correta.
47

A concessão de serviços públicos é uma espécie de contrato administrativo e, como todo contrato, vários fatores podem levar à extinção da concessão.

Sobre as formas de extinção da concessão de um serviço público no ordenamento jurídico brasileiro, assinale a afirmativa correta.

  • A A caducidade que ocorre com o transcurso do tempo poderá levar à extinção da concessão.
  • B A encampação é uma das modalidades de extinção da concessão e ocorre por razões de interesse público.
  • C A encampação é a extinção da concessão pelo transcurso do tempo do contrato.
  • D A caducidade implica na retomada do serviço por razões de interesse público, segundo análise discricionária da administração pública.
  • E A extinção da concessão de serviço público ocorre apenas pelo transcurso do tempo.
48

A Constituição da República, no Art. 5º, dispõe que é garantido o direito de propriedade, mas alerta que a propriedade atenderá à sua função social. O Estado pode intervir na propriedade de forma supressiva, caso da desapropriação, que consiste em procedimento de direito público pelo qual o poder público transfere para si a propriedade de terceiro. Em tema de desapropriação, é lícito afirmar que :

  • A os concessionários de serviços públicos podem promover desapropriações mediante autorização expressa, constante de lei ou contrato.
  • B a desapropriação confiscatória ocorre quando há cultura ilegal de plantas psicotrópicas, não havendo indenização prévia ao proprietário, sendo ressarcido apenas o valor venal do imóvel (sem benfeitorias), após avaliação judicial.
  • C os Estados podem desapropriar bens da União e dos Municípios, quando houver interesse público, com prévia indenização.
  • D bens móveis não podem ser desapropriados.
  • E a desapropriação tem duas fases: a decretatória (com o decreto de interesse público feito pelo chefe do poder executivo) e executória (sendo imprescindível processo judicial no qual se discute o valor da indenização).
49

Acerca das disposições constitucionais sobre o servidor público da administração direta, autárquica e fundacional, no exercício de mandato eletivo, considere as afirmativas a seguir.

I. Tratando-se de mandato eletivo federal, estadual ou distrital, ficará afastado de seu cargo, emprego ou função.

II. Investido no mandato de Prefeito, havendo compatibilidade de horários, perceberá as vantagens de seu cargo, emprego ou função, sem prejuízo da remuneração do cargo eletivo.

III. Em qualquer caso que exija o afastamento para o exercício de mandato eletivo, seu tempo de serviço será interrompido para todos os efeitos legais, inclusive para promoção por merecimento.

Assinale:

  • A se somente a afirmativa I estiver correta
  • B se somente a afirmativa II estiver correta.
  • C se somente a afirmativa III estiver correta.
  • D se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
  • E se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
Voltar para lista