Resolver o Simulado Nível Médio

0 / 40

Arquivologia

1

Dentre as recomendações do Conselho Nacional de Arquivos para o resgate de acervos arquivísticos danificados por água, figura a de

  • A utilizar lâmpadas como fonte de calor para acelerar a secagem dos documentos em papel.
  • B localizar o inventário ou outro instrumento de pesquisa que facilite o preenchimento de planilha de identificação do material atingido.
  • C banhar as fitas magnéticas com água e cloro, para que as partículas magnéticas não se desagreguem.
  • D expor os documentos ao sol, para que as fibras do papel não se oxidem por ação da umidade.
  • E congelar as películas cinematográficas e as fotografias, para evitar que percam flexibilidade.
2

Assinale a opção que indica a etapa de arquivamento que é caracterizada pelo processo de determinação da codificação sob a qual o documento será arquivado.

  • A Classificação.
  • B Análise.
  • C Codificação.
  • D Inspeção.
  • E Ordenação.
3

Como podemos defnir o conceito de arquivo?

  • A Arquivo é o conjunto de documentos oficialmente produzidos e recebidos por um governo, organização ou firma, no decorrer de suas atividades, arquivados e conservados por si e seus sucessores para efeitos futuros.
  • B Arquivo é o conjunto de documento guardados indiscriminadamente
  • C Arquivo é o conjunto de equipamentos de uma organização ou firma, no decorrer de suas atividades.
  • D Arquivo são dados oficiais produzidos por um governo no decorrer de suas atividades e arquivados.
  • E Arquivo é o conjunto peças metálicas oficialmente utilizadas por um governo, organização no decorrer de suas atividades.
4

Assinale a alternativa que apresenta corretamente o conceito de  preservação.

  • A Os cuidados com o acondicionamento e o uso adequado de acervos, visando a retardar a degradação dos materiais.
  • B Os procedimentos que têm por objetivo melhorar o estado físico do suporte, aumentar desta forma, o seu acesso por parte das gerações futuras.
  • C Os procedimentos que visam a recuperar, o mais possível, o estado original de uma obra ou documento.
  • D As intervenções que abrangem não só a melhoria das condições do meio ambiente nas áreas de guarda do acervo e nos meios de armazenagem do acervo.
  • E As ações que se destinam a salvaguardar ou a recuperar as condições físicas e proporcionar permanência aos materiais dos suportes que contém a informação.
5

Na medição da umidade relativa do ar, utiliza-se o

  • A barômetro.
  • B higrômetro.
  • C termômetro.
  • D pirômetro.
  • E anemômetro.
6
Na análise tipológica, além da denominação do documento, é imprescindível que se registrem
  • A as atribuições e funções da entidade produtora.
  • B as condições de preservação das séries.
  • C as datas de entrada dos serviços de protocolo.
  • D os números de vias e de exemplares descartados.
  • E as siglas dos setores responsáveis por sua expedição.
7

Com relação aos arquivos intermediários e permanentes, marque V para verdadeiro ou F para falso e, em seguida, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
( ) Os documentos de arquivo permanente possuem valor histórico, cultural ou científico.


( ) Os documentos de arquivo de caráter temporário (isto é, intermediários) não podem ser consultados pelos órgãos que os produziram.

( ) Os documentos de arquivo permanente podem ser consultados por terceiros.
  • A V/ F/ V
  • B V/ V/ F
  • C F/ V/ V
  • D V/ F/ F
  • E F/ F/ F
8

As massas documentais acumuladas são comuns nas organizações públicas brasileiras. Uma das primeiras intervenções arquivísticas é feita a partir da função avaliação. Nesse caso, o instrumento de avaliação a ser utilizado na massa documental acumulada é o

  • A quadro de arranjo.
  • B plano de classificação.
  • C tabela de temporalidade.
  • D plano de destinação.
  • E plano de prevenção.
9

De acordo com as regras de alfabetação, os nomes 1 – Alba Santo Cristo, 2 – Luiz Castelo Branco, 3 – Carlos Almeida Filho, 4 – Mao Tse Tung, 5 – Eduardo Fernandes são organizados da seguinte forma:

  • A 1,2,5,2,4
  • B 2,1,5,3,4
  • C 1,2,3,4,5
  • D 5,4,3,2,1
  • E 3,2,5,4,1
10

Considere os nomes a seguir:

1. Alberto Soares Júnior
2. João Castelo Branco 3. Everaldo Santo Cristo
4. Dr.Alexandre Silva
5. Maria Cardoso Silva

O nome arquivado corretamente, segundo o método alfabético, é:

  • A Júnior, Alberto Soares
  • B Branco, João Castelo
  • C Santo Cristo, Everaldo
  • D Silva, Dr.Alexandre
  • E Cardoso Silva, Maria

Redação Oficial

11

Com base no previsto no Manual de Redação da Presidência da República, assinale a alternativa correta a respeito da redação de correspondência oficial.

  • A Em uma correspondência enviada a Senador da República, deve-se empregar o seguinte vocativo: Excelentíssimo Senhor Senador.
  • B A forma de tratamento adequada a uma correspondência oficial encaminhada a um delegado de polícia é a seguinte: Doutor Delegado de Polícia.
  • C Ao encaminhar um documento oficial ao secretário de Segurança do estado, o perito criminal deve utilizar o seguinte fecho: Atenciosamente.
  • D Decorre, entre outros aspectos, do próprio assunto das correspondências oficiais o fato de elas caracterizarem-se pela impessoalidade.
  • E O memorando é a modalidade de comunicação adequada à comunicação dirigida, pela Administração, aos administrados.
12

Sobre o memorando, assinale a afirmativa incorreta.

  • A Modalidade de comunicação entre unidades administrativas do mesmo órgão.
  • B Seu traço específico é a agilidade. Já que sua tramitação é rápida e burocraticamente simples.
  • C Ao contrário das comunicações mais oficiais, o memorando pode conter mensagens pessoais e afetuosas.
  • D As respostas a esse tipo de documento podem ser dadas no próprio documento.
  • E Forma de comunicação predominantemente interna.
13
Segundo KASPARY, assinalar a alternativa que apresenta a forma de tratamento que deve ser utilizada para Prefeitos Municipais:
  • A Vossa Reverência.
  • B Vossa Excelência.
  • C Vossa Senhoria.
  • D Vossa Magnificência.
14

A cidade do Rio de Janeiro foi escolhida para receber os Jogos Olímpicos de 2016. A capital fluminense venceu a concorrência com Madri, Tóquio e Chicago entre os membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) na eleição em Copenhague, na Dinamarca. Essa será a primeira vez que a América do Sul receberá o evento.

Vislumbrando a possibilidade de ser um dos locais de treinamentos pré-jogos das Olimpíadas, o Prefeito de Novo Horizonte encaminhou documento para a autoridade máxima da Universidade Federal da Nação Brasileira objetivando discutir a possibilidade de futura parceria para ampliação da pista de atletismo, podendo assim acolher atletas no período que antecede os jogos para adequá-los ao fuso horário do país.

A pista de atletismo da universidade já segue padrões internacionais, medindo 400 metros de comprimento e 10 metros de largura, porém, como a última reforma foi há 3 (três) anos, faz-se necessária a realização de alguns serviços. O cálculo dessas medidas é feito com auxílio de equipamentos conectados a satélites que são responsáveis por calcular o tamanho da pista durante todo o dia.

De posse do documento encaminhado pelo Prefeito, a autoridade máxima da universidade reuniu-se com membros de sua equipe de gestão, inclusive com o coordenador do Núcleo de Esportes. Para auxiliar nas futuras tomadas de decisões, o coordenador recorreu ao arquivo e rapidamente localizou na mapoteca a planta da última reforma da pista de atletismo, a qual levou para subsidiar a discussão da equipe.

A pista da Universidade Federal da Nação Brasileira será também um local de inclusão social a partir de atividades que envolverão a comunidade local, desenvolvendo ações esportivas, como o Projeto Esporte e Lazer da Cidade (PELC).

Outra preocupação da universidade na reforma da pista é com a responsabilidade ambiental. No projeto, por exemplo, a irrigação da área verde será feita a partir de um moderno sistema de drenagem, que deverá reaproveitar cerca de 90% da água da chuva e da própria água utilizada nos períodos de seca. A água utilizada no gramado será filtrada através do próprio material da pista e encaminhada a um reservatório de 100 mil litros, localizado no subsolo.

Qual documento foi encaminhado pelo Prefeito de Novo Horizonte, para discutir com a autoridade máxima da Universidade Federal da Nação Brasileira a possibilidade de futura parceria para reforma da pista de atletismo?

  • A Convocação
  • B Carta convite
  • C Ofício
  • D Exposição de Motivo
15

De acordo com O Manual de Redação Oficial do Poder Executivo do Estado do Rio de Janeiro, são palavras que assumem a função de conectivo ou de elemento de coesão:

I as preposições: a, de, para, por etc.;
II as conjunções: aqui, lá, assim, aí etc.;
III os pronomes: ele, ela, seu, sua, este, esse, aquele, que, o qual, cujo etc.;
IV os advérbios: que, para que, quando, embora, mas, e, ou etc..

Está CORRETO apenas o que se afirma em:

  • A I, II, III e IV.
  • B I, II e III.
  • C II, III e IV.
  • D I e III.
  • E II e IV.
16

Associe os tipos de comunicação oficial às suas respectivas especificidades, conforme o Manual de Redação da Presidência da República.

TIPOS DE COMUNICAÇÃO OFICIAL

1. Ofício
2. Memorando
3. Aviso
4. Exposição de motivos

ESPECIFICIDADES

( ) é expedido exclusivamente por Ministros de Estado, para autoridades de mesma hierarquia.
( ) tem como finalidade o tratamento de assuntos oficiais pelos órgãos da Administração Pública entre si e também com particulares.
( ) pode ter caráter meramente administrativo, ou ser empregado para a exposição de projetos, ideias, diretrizes, etc. a serem adotados por determinado setor do serviço público.
( ) é o expediente dirigido ao Presi- dente da República ou ao Vice- Presidente para informá-lo de determinado assunto; propor alguma medida; ou submeter a sua consideração projeto de ato normativo.

A sequência correta encontrada é

  • A 2, 1, 3, 4.
  • B 3, 2, 1, 4.
  • C 3, 1, 2, 4.
  • D 4, 1, 2, 3.
  • E 4, 2, 1, 3.
17

Com base no disposto no Manual de Redação da Presidência da República, é correto afirmar que, em um memorando enviado por um papiloscopista policial ao diretor do Instituto de Identificação da Polícia Civil do Distrito Federal, deve-se empregar

  • A o local, por extenso, além da data, em formato numérico, como, por exemplo: Brasília, 30/4/2015.
  • B a expressão Ao Sr. Diretor do Instituto de Identificação, como destinatário.
  • C Atenciosamente, como fecho do documento.
  • D o vocativo Excelentíssimo Senhor Diretor.
  • E a expressão Sua Excelência, como forma de tratamento.
18
Sobre a redação oficial, analise.

I. Usa‐se as abreviaturas “Sr. e Srs.”, quando seguidas do nome ou cargo exercido pelo destinatário.
II. O título “doutor” é pessoal e não pode referir‐se a um cargo ou função, a não ser ao cargo de juiz.
III. Nos municípios, o vereador, como membro do Poder Legislativo, deve ser tratado por “Vossa Excelência”.
IV. As datas são escritas por extenso, na abertura ou no final dos textos oficiais, com a indicação do ano sem ponto ou espaço entre a casa do milhar e a da centena.
V. Os pronomes de tratamento, em correspondência dirigida aos Chefes de Poder, devem ser abreviados.

Estão corretas apenas as afirmativas

  • A II e III.
  • B IV e V.
  • C III e IV.
  • D I, II e IV.
19

Considerando que os excertos abaixo constituem adaptações de textos disponíveis no sítio do Ministério de Minas e Energia, assinale a opção em que o excerto apresenta características essenciais ao texto oficial, segundo o MRPR, a saber: impessoalidade, clareza, uniformidade, concisão e emprego da norma culta.

  • A A usina hidrelétrica de Belo Monte, em construção no rio Xingu no estado do Pará, será a segunda maior hidrelétrica do Brasil, menor apenas que a Itaipu Binacional que é compartilhada por Brasil e Paraguai.
  • B O Ministério de Minas e Energia tem como empresas vinculadas à ELETROBRÁS e à PETROBRAS, que são empresas de economia mista.
  • C A redução na conta de energia foi possível porque o Brasil se dispõe de um sistema elétrico robusto, sólido e que se baseia no tripé segurança, modicidade tarifária e universalização do acesso à energia.
  • D A página foi atualizada afim de apresentar as principais informações sobre o horário brasileiro de verão, para uma interlocução mais direta com a sociedade nesse assunto.
  • E O Projeto de Assistência Técnica dos Setores de Energia e Mineral (Projeto META) é uma iniciativa do Ministério de Minas e Energia cujo principal objetivo é contribuir para a ampliação e para a consolidação dos avanços dos setores energético e mineral brasileiros.
20

Atas são documentos oficiais utilizados no serviço público com o objetivo de se registrar oficialmente os assuntos tratados em uma reunião ou assembleia.

No que se refere à elaboração desse tipo de documento, analise as afirmações a seguir.

I As atas são redigidas após a reunião, coletando as impressões dos participantes.

II As atas devem ter redação clara e precisa.

III O secretário é responsável pela elaboração da ata. Em sua ausência, deve ser nomeado um secretário ad hoc.

IV Atas são textos manuscritos elaborados e assinados durante a reunião.

Dentre as afirmações, estão corretas

  • A I e II.
  • B I e IV.
  • C II e IV.
  • D II e III.

Português

21

TEXTO 2 - LAR DO DESPERDÍCIO

De acordo com as Nações Unidas, crianças nascidas no mundo desenvolvido consomem de 30 a 50 vezes mais água que as dos países pobres. Mas as camadas mais ricas da população brasileira têm índices de desperdício semelhantes, associados a hábitos como longos banhos ou lavagem de quintais, calçadas e carros com mangueiras.
O banheiro é onde há mais desperdício. A simples descarga de um vaso sanitário pode gastar até 30 litros de água, dependendo da tecnologia adotada. Uma das mais econômicas consiste numa caixa d'água com capacidade para apenas seis litros, acoplada ao vaso sanitário. Sua vantagem é tanta que a prefeitura da Cidade do México lançou um programa de conservação hídrica que substituiu 350 mil vasos por modelos mais econômicos. As substituições reduziram de tal forma o consumo que seria possível abastecer 250 mil pessoas a mais. No entanto, muitas casas no Brasil têm descargas embutidas na parede, que costuma ter um altíssimo nível de consumo. O ideal é substituí-las por outros modelos.
O banho é outro problema. Quem opta por uma ducha gasta até 3 vezes mais do que quem usa um chuveiro convencional. São gastos, em média, 30 litros a cada cinco minutos de banho. O consumidor - doméstico, industrial ou agrícola - não é o único esbanjador. De acordo com a Agência Nacional de Águas, cerca de 40% da água captada e tratada para distribuição se perde no caminho até as torneiras, devido à falta de manutenção das redes, à falta de gestão adequada do recurso e ao roubo.
Esse desperdício não é uma exclusividade nacional. Perdas acima de 30% são registradas em inúmeros países. Há estimativas de que as perdas registradas na Cidade do México poderiam abastecer a cidade de Roma tranquilamente.

(Ambientebrasil, outubro de 2014)

“De acordo com as Nações Unidas, crianças nascidas no mundo desenvolvido consomem de 30 a 50 vezes mais água que as dos países pobres. Mas as camadas mais ricas da população brasileira têm índices de desperdício semelhantes, associados a hábitos como longos banhos ou lavagem de quintais, calçadas e carros com mangueiras.”

No início do segundo período do texto 2 ocorre a presença da conjunção mas; trata-se de uma conjunção adversativa, e o ponto que serve de elemento de oposição é:

  • A a situação de desperdício detectada pela ONU e a situação de desperdício no Brasil;
  • B o consumo de água nos países desenvolvidos e o consumo de água das classes mais ricas do Brasil;
  • C o descuido com a água nos países ricos e o cuidado com a água nos países pobres;
  • D o consumo de água nos países mais ricos e o consumo de água em alguns países pobres, como o Brasil;
  • E o cuidado com a água nos países desenvolvidos e o descuido com o consumo nos países subdesenvolvidos.
22

Leia a tira para responder à questão.



(Disponível em http://www1.folha.uol.com.br. Acesso em 12.04.2014)

A expressão em destaque na fala do primeiro quadrinho – Lembra no inverno passado quando peguei uma gripe… – expressa circunstância de

  • A modo.
  • B tempo.
  • C dúvida.
  • D afirmação.
  • E intensidade.
23

Volta à polêmica sobre patente de remédios

Patentes de medicamentos geralmente são reconhecidas pelo prazo de dez anos, de acordo com regras internacionais aceitas por muitos países. Esse prazo inclui a fase final de desenvolvimento dos medicamentos, chamada pipeline no jargão técnico. Muitas vezes, esse período até o lançamento comercial do produto pode levar até quatro anos, de modo que em vários casos o laboratório terá efetivamente cerca de seis anos e proteção exclusiva para obter no mercado o retorno do investimento feito.

A partir da perda de validade da patente, o medicamento estará sujeito à concorrência de produtos similares e genéricos que contenham princípios ativos encontrados no original. Por não embutirem os custos de pesquisa e desenvolvimento do produto original, os genéricos e similares podem ser lançados a preços mais baixos do que os dos medicamentos de marca, que, no período de proteção exclusiva, tiveram a oportunidade de conquistar a confiança do consumidor e dos médicos que os prescrevem para seus pacientes.

A pesquisa para obtenção de novos medicamentos comprovadamente eficazes envolve somas elevadíssimas. Daí que geralmente as empresas que estão no topo da indústria farmacêutica são grandes grupos internacionais, ficando os laboratórios regionais mais voltados para a produção de genéricos e similares.

A necessidade de se remunerar o investimento realizado faz com que, não raramente, os remédios sejam caros em relação à renda da maioria das pessoas, e isso provoca conflitos de toda ordem, em especial nos países menos desenvolvidos, onde se encontram também as maiores parcelas da população que sofrem de doenças endêmicas, causadas por falta de saneamento básico, habitação insalubre, deficiências na alimentação etc.Muitas vezes para reduzir o custo da distribuição de medicamentos nas redes públicas os governos investem em laboratórios estatais, que se financiam com subsídios e verbas oficiais, diferentemente de empresas, que precisam do lucro para se manterem no mercado. Esse conflito chega em alguns momentos ao ponto de quebra de patente por parte dos países que se sentem prejudicados. O Brasil mesmo já recorreu a essa decisão extrema em relação ao coquetel de remédios para tratamento dos pacientes portadores do vírus HIV e dos que sofrem com a AIDS, chegando depois a um entendimento com os laboratórios.

O tema da quebra de patente voltou à tona depois que a Corte Superior da Índia não reconheceu como inovação um medicamento para tratamento do câncer que o laboratório suíço Novartis considera evolução do seu remédio original, Glivec. A patente foi reconhecida nos Estados Unidos e em outros 39 países, o que provocou a polêmica. O Brasil hoje é cauteloso nessa questão. Optou por uma atitude mais pragmática, que tem dado bons resultados e permitido, inclusive, o desenvolvimento de novos medicamentos no país. A quebra de patente não pode ser banalizada.


(O Globo, 07/04/2013)

Por sua estrutura global, o texto é caracterizado, prioritariamente como

  • A informativo.
  • B narrativo.
  • C publicitário.
  • D argumentativo.
  • E descritivo.
24

Jogar limpo

Argumentar não é ganhar uma discussão a qualquer preço. Convencer alguém de algo é, antes de tudo, uma alternativa à pratica de ganhar uma questão no grito ou na violência física — ou não física. Não física, dois pontos. Um político que mente descaradamente pode cativar eleitores. Uma publicidade que joga baixo pode constranger multidões a consumir um produto danoso ao ambiente. Há manipulações psicológicas não só na religião. E é comum pessoas agirem emocionalmente, porque vitimas de ardilosa - e cangoteira — sedução. Embora a eficácia a todo preço não seja argumentar, tampouco se trata de admitir só verdades científicas — formar opinião apenas depois de ver a demonstração e as evidências, como a ciência faz. Argumentar é matéria da vida cotidiana, uma forma de retórica, mas é um raciocínio que tenta convencer sem se tornar mero cálculo manipulativo, e pode ser rigoroso sem ser científico.

Língua Portuguesa. São Paulo, ano 5, n. 66, abr. 2011 (adaptado).

No fragmento, opta-se por uma construção lingüistica bastante diferente em relação aos padrões normalmente empregados na escrita. Trata-se da frase “Não física, dois pontos". Nesse contexto, a escolha por se representar por extenso o sinal de pontuação que deveria ser utilizado

  • A enfatiza a metáfora de que o autor se vaie para desenvolver seu ponto de vista sobre a arte de argumentar.
  • B diz respeito a um recurso de metalinguagem, evidenciando as relações e as estruturas presentes no enunciado.
  • C é um recurso estilístico que promove satisfatoriamente a sequenciação de ideias, introduzindo apostos exemplificativos.
  • D ilustra a flexibilidade na estruturação do gênero textual, a qual se concretiza no emprego da linguagem conotativa.
  • E prejudica a seqüência do texto, provocando estranheza no leitor ao não desenvolver explicitamente o raciocínio a partir de argumentos.
25

Quanto às regras de concordância verbal e nominal para a língua padrão escrita, a frase correta é:

  • A Na análise dos candidatos, serão avaliados conhecimento específico e consistente sobre o tema
  • B Ressaltamos, por oportuno, que a solicitação dos familiares impõem certos limites ao uso de telefones celulares.
  • C É necessário firmeza para discutir motivos e consequências da restrição de consumo de bebidas alcoólicas.
  • D Todos devem estar alertas e deixar bem claro as exigências que se relacionam ao dispêndio de verba pública
26

O potencial do WhatsApp para o uso em mineração de dados.

Mineração de dados é o processo de explorar grandes quantidades de dados à procura de padrões consistentes

1. Introdução

Qualquer pessoa com conhecimentos básicos de matemática consegue perceber que o valor fechado na compra do What-sApp pelo Facebook simplesmente não bate com o fatura- mento da empresa.19 bilhões de dólares em uma empresa que tem apenas 50 funcionários. O aplicativo possui uma quantidade expressiva de usuários ativos - cerca de 450 mi- lhões por mês - mas não possui um modelo de negócios muito rentável - uma assinatura de apenas um dólar por ano, contando a partir do segundo ano de uso. “O WhatsApp está a caminho de conectar 1 bilhão de pessoas. Os serviços que alcançam essa marca são todos incrivelmente valiosos”, diz Mark Zuckerberg, CEO do Facebook.

2. A Target sabia que uma adolescente estava grávida an-tes mesmo dos pais dela

Duhigg explicou noThe New York Times como a Target - a segunda maior rede varejista dos Estados Unidos - estava utilizando o processo de mineração de dados para entender os hábitos de compra de seus clientes. Para isso, contrataram Andrew Pole, um mestre em economia e estatística, que assumiu o cargo de estatístico em 2002. Em sua base de dados, a empresa mantinha algumas informações dos clientes, como nome, e-mail e um histórico completo de tudo o que compravam em qualquer loja da rede.

Conforme o computador de Pole analisava os dados, ele foi capaz de identificar cerca de 25 produtos que, quando analisados em conjunto, lhe permitiram atribuir a cada cliente uma pontuação de “previsão de gravidez”. Mais importante, ele também poderia estimar a data do parto para dentro de um pequeno intervalo de tempo, assim a Target poderia enviar cupons programados para estágios muito específicos de sua gravidez. A Target então começou a enviar cupons de des- conto de produtos relacionados a bebês para as futuras ma- mães, baseando-se nos padrões de compra identificados pelo software. Um dia, um pai entrou em uma das lojas da rede muito nervoso, solicitando falar com o gerente: “Minha filha recebeu essa carta pelo correio!”, ele disse. “Ela ainda está no colegial e vocês estão enviando seus cupons de desconto de roupas de bebê e berços? Vocês estão tentando incentivá-la a engravidar?”. O gerente não fazia ideia do que o homem estava falando. Ele olhou para a mala direta. Com certeza ela foi dirigida à filha do homem e continha propagan- das de roupas de maternidade, mobília do berçário e fotos de crianças sorridentes. O gerente pediu desculpas e, alguns dias depois, ligou para se desculpar novamente. No telefone, porém, o pai parecia um pouco envergonhado. “Eu tive uma conversa com a minha filha”, disse ele. “Acontece que ocorreram algumas atividades em minha casa das quais eu não estava completamente ciente. Ela deve ter o bebê em agosto. Lhe devo um pedido de desculpas.

3. O Facebook sabe quando você vai começar a namorar

Você não precisa de dados tão precisos como um histórico de compras para identificar padrões e prever acontecimentos. O próprio Facebook divulgou na semana passada que consegue saber quando uma pessoa está prestes a mudar o seu status de relacionamento, apenas cruzando dados sobre suas interações dentro da rede. Não é preciso nem ler as mensagens que você troca via Inbox, basta identificar com quem você anda interagindo, se está postando na timeline dessa pessoa e com qual frequência. Daí surgiu um padrão: quando a troca de mensagens atinge um certo ritmo, significa que você está prestes a assumir um relacionamento público na rede social. Também é possível observar que, uma vez alterado o status, as interações entre timelines tendem a diminuir, porém a presença de palavras positivas como “feliz” e “amor” aumentam consideravelmente.

4. Aplicando mineração de dados no WhatsApp

De todos os serviços que utilizamos, é provável que o Facebook seja aquele que possui a maior quantidade de informa- ções precisas sobre nós. Ele não tenta adivinhar qual o seu cantor ou filme favorito, ele simplesmente sabe. Você forneceu essas informações de boa vontade quando preencheu o seu perfil. A Target conseguiu aumentar alguns bilhões de dólares no seu faturamento anual apenas criando estratégias de venda com base nas informações extraídas da mineração de dados. Mas ela é uma empresa varejista, diferente do Fa- cebook, que não comercializa nenhum produto. A rede de Mark Zuckerberg fatura com a venda de anúncios e, mais im- portante, ganha com a performance desses anúncios. Isso significa que, se ninguém clicar na publicidade que fica ali na barra lateral, quem sai perdendo é o Facebook. Por isso é muito importante que esses anúncios despertem interesse no usuário. Outras empresas também estão de olho nessas preciosas fontes de dados. No ano passado, o Snapchat declinou uma oferta de compra de 3 bilhões de dólares vinda do Facebook. Um mês depois, o Google teria oferecido 4 bilhões de dólares e também levou um “não”. Semana passada foi a vez da Rakuten (uma empresa que funciona como uma espécie de shopping on-line, abrigando várias lojas dentro de um mesmo domínio) fazer uma oferta milionária pelo Viber, um app de VoIP e mensagens instantâneas. O negócio foi fecha- do por 900 milhões de dólares.

5. É o fim da privacidade?

O mesmo risco que você corre hoje ao utilizar serviços on- line, continuará correndo se a compra for concretizada. Não há nenhum motivo novo para se preocupar. Não é como se, agora que o app foi vendido, os funcionários do Facebook fossem vasculhar cada uma de suas mensagens pessoais individualmente; isso é até inviável! O objetivo desses sistemas é analisar blocos gigantescos de dados em busca de padrões comportamentais. Além do mais, veja o caso da Target, que possui lojas físicas além do e-commerce. Ou seja, não foi preciso nem se conectar à internet. A prática de monitorar os “passos” do consumidor com o objetivo de exibir uma vitrine de ofertas mais relevante é muito comum também em sites de e-commerce e de vendas de passagens aéreas, só para citar mais exemplos. Também não sabemos ao certo qual o nível de acesso que o Facebook vai ter a essas mensagens. E, levando em consideração o formato do aplicativo, é improvável que mensagens publicitárias comecem a pipocar em sua conta num futuro próximo. De qualquer forma, para os mais paranoicos, vale ficar atento para o surgimento de anúncios de fraldas e roupas de bebê.

No texto, predomina o diálogo com um interlocutor universal. Na seção 3, há enunciados dirigidos a um interlocutor específico, de modo a envolvê-lo na situação, expressos pelo uso de:

  • A linguagem referencial, evocando a identidade.
  • B substantivo próprio, nomeando os participantes
  • C discurso direto, apresentando as vozes do discurso.
  • D pronome pessoal, instaurando o outro na interação.
27
Apesar de você

01       Você é a favor ou contra cortarem árvores para.
02   alargar uma rua? A favor ou contra derrubarem uma
03   casa para construir um edifício? Devem ser reabertos
04   os arquivos da ditadura? Proibidas as máscaras nos
05   protestos? Publicadas biografias não autorizadas?
06       A arena de debates públicos foi ampliada virtual-
07   mente ao infinito pela capilaridade das redes sociais.
08   Pode parecer apenas mais uma discussão banal sobre
09   um aumento de 20 centavos nas passagens, mas por
10   _____ de toda polêmica que exalta ânimos e inflama
11   espíritos há um conflito de _____ de mundo, um
12   choque tectônico de ideias. Quase nunca é só pelos 20
13   centavos.
14       Como nem sempre são evidentes todos os aspectos
15   envolvidos em um debate – e como poucas pessoas
16   entendem de todos os assuntos, tirando Leonardo Da
17   Vinci e aquele seu amigo que dá palpite sobre tudo –
18   é comum que fiquemos atentos à maneira como dife-
19   rentes pessoas _____ confiamos se posicionam antes
20   de formarmos a nossa própria opinião. O conceito de
21   formador de opinião, porém, mudou muito nos últimos
22   anos. Hoje há formadores de opinião por todos os lados,
23   para onde você olhar, e por isso mesmo é cada vez
24   mais difícil escolher quem vale a pena ouvir.
25        Na busca da iluminação cotidiana, gosto de prestar
26   atenção em quem entende do riscado: arquitetos para
27   falar de arquitetura, médicos para falar de medicina,
28   juristas para falar de leis. Mas não basta entender do
29   assunto. Para conquistar o meu respeito, é preciso
30   conseguir construir argumentos que voem além dos
31   interesses de sua categoria. Médicos a favor do Mais
32   Médicos, jornalistas contra o diploma de jornalismo,
33   empresários dispostos a perder algum dinheiro: pode-se
34   concordar ou não com eles, mas ganham um crédito
35   adicional de confiança por pensarem com a cabeça e
36   não com o bolso ou o coração.
37       Quero que o formador de opinião seja coerente,
38   mas, se for dizer algo desatinadamente oposto _____
39   disse antes, que reconheça isso, com humildade, porque
40   mudar de opinião, às vezes, é um sinal de inteligência
41   e integridade. Quero ler opiniões _____ me surpreen-
42   dam de vez em quando, porque o pensador indepen-
43   dente não se torna refém de inclinações políticas ou
44   ideológicas – e nada é mais triste do que ver pessoas
45   inteligentes esforçando-se para tornar plausível um
46   pensamento torto apenas para justificar uma ideologia
47   ou um interesse particular. Ainda assim, quero o
48   conforto de saber que certas pessoas têm a capacidade
49   de iluminar os caminhos mais tortuosos, invariavel-
50   mente apontando para a trilha do que é justo, honesto,
51   honrado, coerente.
52       A polêmica recente envolvendo o grupo de artistas.
53   que defende restrições às biografias não autorizadas
54   talvez seja lembrada menos pelo assunto em si do
55   que pelo fato de ter colocado sob fogo cerrado dois
56   dos nomes mais emblemáticos da cultura brasileira.
57   Não me importa que Caetano Veloso e Chico Buarque
58   de Hollanda tenham opiniões diferentes das minhas –
59   muitas vezes tiveram, inclusive politicamente. O que é
60   triste é ver que emprestaram seu prestígio não a um
61   princípio ou a uma causa maior do que eles, mas a
62   interesses restritos ao seu cercadinho. Pois, levado ao
63   limite, o raciocínio da proteção à privacidade torna
64   impossível publicar qualquer coisa que contrarie o
65   interesse de qualquer pessoa – o que, vamos combinar,
66   é muito parecido com censura.
67       O mais irônico é que justamente esse gesto pode
68   vir a ser a nota mais embaraçosa das biografias dos
69   dois – quando, “apesar de você”, elas forem escritas.
70   E serão.

Adaptado de: LAITANO, Cláudia. Zero Hora, 12 out. 2012, n.º 17581.

A expressão choque tectônico de ideias (l. 12) contém uma metáfora que remete ao campo da

  • A história.
  • B biologia.
  • C química.
  • D medicina.
  • E geologia.
28
“Xadrez que liberta”: estratégia, concentração e reeducação

João Carlos de Souza Luiz cumpre pena há três anos e dois meses por assalto. Fransley Lapavani Silva está há sete anos preso por homicídio. Os dois têm 30 anos. Além dos muros, grades, cadeados e detectores de metal, eles têm outros pontos em comum: tabuleiros e peças de xadrez.

O jogo, que eles aprenderam na cadeia, além de uma válvula de escape para as horas de tédio, tornou-se uma metáfora para o que pretendem fazer quando estiverem em liberdade.

“Quando você vai jogar uma partida de xadrez, tem que pensar duas, três vezes antes. Se você movimenta uma peça errada, pode perder uma peça de muito valor ou tomar um xeque-mate, instantaneamente. Se eu for para a rua e movimentar a peça errada, eu posso perder uma peça muito importante na minha vida, como eu perdi três anos na cadeia. Mas, na rua, o problema maior é tomar o xeque-mate”, afirma João Carlos.

O xadrez faz parte da rotina de cerca de dois mil internos em 22 unidades prisionais do Espírito Santo. É o projeto “Xadrez que liberta”. Duas vezes por semana, os presos podem praticar a atividade sob a orientação de servidores da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). Na próxima sexta-feira, será realizado o primeiro torneio fora dos presídios desde que o projeto foi implantado. Vinte e oito internos de 14 unidades participam da disputa, inclusive João Carlos e Fransley, que diz que a vitória não é o mais importante.

“Só de chegar até aqui já estou muito feliz, porque eu não esperava. A vitória não é tudo. Eu espero alcançar outras coisas devido ao xadrez, como ser olhado com outros olhos, como estou sendo olhado de forma diferente aqui no presídio devido ao bom comportamento”.

Segundo a coordenadora do projeto, Francyany Cândido Venturin, o “Xadrez que liberta” tem provocado boas mudanças no comportamento dos presos. “Tem surtido um efeito positivo por eles se tornarem uma referência positiva dentro da unidade, já que cumprem melhor as regras, respeitam o próximo e pensam melhor nas suas ações, refletem antes de tomar uma atitude”.

Embora a Sejus não monitore os egressos que ganham a liberdade, para saber se mantêm o hábito do xadrez, João Carlos já faz planos. “Eu incentivo não só os colegas, mas também minha família. Sou casado e tenho três filhos. Já passei para a minha família: xadrez, quando eu sair para a rua, todo mundo vai ter que aprender porque vai rolar até o torneio familiar”.

“Medidas de promoção de educação e que possibilitem que o egresso saia melhor do que entrou são muito importantes. Nós não temos pena de morte ou prisão perpétua no Brasil. O preso tem data para entrar e data para sair, então ele tem que sair sem retornar para o crime”, analisa o presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, Bruno Alves de Souza Toledo.

(Disponível em: www.inapbrasil.com.br/en/noticias/xadrez-que-liberta-estrategia- -concentracao-e-reeducacao/6/noticias. Acesso em: 18.08.2012. Adaptado)

No trecho – Tem surtido um efeito positivo por eles se tornarem uma referência positiva dentro da unidade, já que cumprem melhor as regras, respeitam o próximo e pensam melhor nas suas ações, refletem antes de tomar uma atitude. – o termo em destaque estabelece entre as orações uma relação de

  • A condição.
  • B causa.
  • C comparação.
  • D tempo.
  • E concessão.
29

Assinale o item em que se encontram as respectivas palavras para preencher corretamente as lacunas da seguinte frase: “Na __________ plenária, estudou-se a urgente imposição da __________ das salas à Ação Comunitária””

  • A cessão – sessão.
  • B secção – sessão.
  • C seção – sessão.
  • D sessão – cessão
  • E sessão – secção.
30

Considere o texto abaixo para responder às questões de números 8 a 11. 

    Escrever sobre as mulheres do Sul não significa traçar um perfil único que as identifique e as diferencie das outras mulheres do restante do país. No Sul encontramos diferentes perfis femininos nos diversos períodos históricos: mulheres oriundas de etnias e classes sociais várias.

[...]

    A idealização das mulheres em seus papéis familiares é muito semelhante àquelas idealizações divulgadas no final do século XVIII e início do século XX nos grandes centros europeus. Nas cidades do Sul, imagens idealizadas foram frequentes a partir da segunda metade do século XIX, durante a formação das elites nos centros urbanos. 

    O crescimento das áreas urbanas, em meados do século XIX, foi impulsionado com a inclusão da região no comércio agrário-exportador brasileiro como subsidiária, ou seja, como fornecedora de alimentos para o mercado interno. Os altos preços do café no mercado externo e a destinação da mão de obra escrava para a produção cafeeira provocaram o aumento da procura por alimentos e a consequente elevação de preços. Esse fato propiciou o surgimento de um novo grupo de pessoas mais abastadas nos centros urbanos da região Sul. 

Em cada capital do Sul, esses grupos assumiram configurações diferentes. [...] 

    Num futuro próximo, esses grupos iriam promover os jornais responsáveis pela divulgação de modelos de comportamento, especialmente para as mulheres. Os jornais pareciam veicular um projeto civilizador com pretensão de construir novos homens e mulheres, divulgando imagens idealizadas para ambos os sexos. [...]

    Embora os jornais sulistas reproduzissem estereótipos existentes há séculos, faziam-no em um contexto específico, respondendo a uma conjuntura determinada, na qual a demonstração de distinção e a exposição de um certo verniz social implicavam em moldar as mulheres de uma determinada classe. Nas imagens dos jornais das cidades do Sul, e provavelmente em outras cidades do restante do país, as mães seriam responsáveis pelo progresso e a civilização, pois eram consideradas criadoras e educadoras das novas gerações. 

(Adaptado de: PEDRO, J. M. Mulheres do Sul. In: DEL PRIORE, M. (org.). História das mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 2012, p. 278-282) 

... ou seja, como fornecedora de alimentos para o mercado interno.

A relação estabelecida entre os termos constantes do segmento sublinhado acima está reproduzida no segmento, também sublinhado, em: 

  • A Nas cidades do Sul ...
  • B ... e a exposição de um certo verniz social ...
  • C ... implicavam em moldar as mulheres de uma determinada classe.
  • D Nas imagens dos jornais das cidades do Sul ...
  • E Os altos preços do café no mercado externo ...

Noções de Informática

31

Observe a figura a seguir, ela apresenta parte de uma plani­lha extraída do Calc do OpenOffice4, em sua configuração padrão.



Assinale a alternativa que contém o novo valor da célula A1, depois da aplicação na célula do efeito associado ao ícone , da barra de ferramentas Formatação, que pode ser acessada no menu Exibir > Barras de ferramentas.

  • A 4,30%
  • B 0,043
  • C 0,043%
  • D 4,30
  • E 430%
32

Em relação aos conceitos de proteção e segurança em ambientes de tecnologia da informação (TI), analise as afirmativas abaixo.


I - A autenticação é o processo que busca verificar a identidade digital de um usuário e, normalmente, é baseada em um ou mais fatores entre três: aquilo que o usuário é (ex. biometria); algo que só o usuário possui (ex. certificado digital); e algo que só o usuário conhece (ex. senha).


II - Os antivírus são programas concebidos para prevenir, detectar e eliminar vírus de computador, e além disso restringem a instalação de programas e as alterações de configurações de um computador apenas às pessoas autorizadas.


III - Um firewall é um mecanismo de defesa que serve para evitar a invasão de redes de computadores por hackers e que impede que vírus, e outros malwares, entrem e se propaguem dentro de uma in- fraestrutura organizacional.


Quais estão corretas?

  • A Apenas I.
  • B Apenas I e II.
  • C Apenas I e III.
  • D Apenas II e III.
  • E I, II e III.
33

Assinale a alternativa que contém o nome do ícone, pertencente à guia Exibição, que permite que duas seções diferentes de um mesmo documento do MS-­Word 2010, em sua configuração padrão, possam ser vistas ao mesmo tempo.

  • A Dividir.
  • B Zoom.
  • C Largura da página.
  • D Régua.
  • E Linhas de grade.
34

No que concerne à segurança da informação, assinale a opção correta.

  • A Para garantir o maior nível de segurança possível, recomenda- se sempre utilizar conta de administrador em detrimento da conta de usuário comum, uma vez que esta, devido ao seu nível de privilégios, é vulnerável a ataques.
  • B Recomenda-se armazenar os dados sensíveis de um computador em formato descriptografado para que a recuperação possa ser mais rápida; manter becapes redundantes, ou seja, várias cópias, para evitar perder seus dados; e configurar os becapes para que sejam realizados manualmente, garantindo-se que somente arquivos vitais sejam incluídos
  • C O worm, que é um programa capaz de se propagar automaticamente pelas redes, envia cópias de si mesmo para outros computadores e executa essa ação de forma diferente da realizada pelo vírus, não se propagando por meio da execução direta de suas cópias ou pela exploração automática de vulnerabilidades existentes em programas instalados em computadores.
  • D O spyware é um programa que dispõe de mecanismos de comunicação que permitem que o computador invadido seja controlado remotamente por meio de propagandas indesejadas, em um processo de infecção semelhante ao dos vírus, embora necessite ser executado ou acionado para se instalar nos programas.
  • E As redes sociais são vulneráveis, sujeitas a invasão de privacidade, vazamento de informação e phishing, entretanto elas são imunes à instalação de programas maliciosos
35

Os discos rígidos empregados na configuração de computadores precisam ter uma capacidade de armazenamento que atenda aos requisitos básicos para um funcionamento satisfatório dessas máquinas. Atualmente, a capacidade máxima desses dispositivos é igual ou próxima do seguinte valor:

  • A 1 TBytes
  • B 500 MBytes
  • C 2048 KBytes
  • D 64 PBytes
36

Carlos resolveu fazer um download de um arquivo de 360MB, em que 1MB é aproximadamente 1000bytes (sendo que 1byte é a unidade utilizada em informática para medir o tamanho de um arquivo).

Considere que a velocidade do arquivo que Carlos estava baixando era sempre constante e igual a 80bytes por segundo.

Logo, a alternativa que indica o tempo aproximado necessário para que o download seja concluído, em minutos, é de:

  • A 180
  • B 135
  • C 80
  • D 75
37

O sítio do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região disponibiliza, entre outros, o link para o twitter TRT. Twitter é:

  • A um site em que é possível enviar recados, arquivos, links e itens de calendário criados diretamente no programa.
  • B um mensageiro instantâneo que permite a troca de mensagens entre usuários previamente cadastrados.
  • C um site cuja estrutura permite a atualização rápida a partir de acréscimos de artigos, posts e diários on-line.
  • D um cliente de e-mails e notícias que permite a troca de opiniões sobre o assunto em pauta entre usuários previamente cadastrados.
  • E uma rede social na qual os usuários fazem atualizações de textos curtos, que podem ser vistos publicamente ou apenas por um grupo restrito escolhido pelo usuário.
38
No Microsoft Word 2010 em português, Paulo deseja digitar duas fórmulas: a primeira, contendo H20 , e a segunda, contendo 216 . Na primeira fórmula, terá que colocar o valor 2 subscrito e na segunda, o valor 16 sobrescrito. Os  comandos para realizar essas ações estão disponíveis na caixa de diálogo _I_ , acessada por meio da guia _II_ ou pressionando-se a combinação de teclas Ctrl + D.


As lacunas I e II são preenchidas correta e respectivamente por:
  • A Parágrafo, Página Inicial
  • B Símbolo, Página Inicial
  • C Caracteres, Inserir
  • D Fonte, Página Inicial
  • E Estilo, Inserir
39

Considere as seguintes afirmações, referentes ao controle de alterações em um documento do Microsoft Word 2010.

I – As alterações realizadas por diferentes revisores em um mesmo computador ficam associadas ao nome de utilizador que fez login no sistema.
II – É possível exibir um documento sem a marcação das alterações realizadas, mesmo sem se aceitar definitivamente todas as alterações.
III – Alterações realizadas em computadores diferentes sempre serão associadas a revisores diferentes.

Quais estão corretas?

  • A Apenas II.
  • B Apenas III.
  • C Apenas I e II.
  • D Apenas I e III.
  • E I, II e III.
40

Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna do texto a seguir.

O ________ é um modelo de monitor que equipa principalmente, os computadores portáteis. É formado por dois eletrodos transparentes separados por um líquido.

  • A Led
  • B LCD
  • C TRC
  • D Dot Pitch
Voltar para lista