Resumo de Biologia - Tigre

O tigre ou panthera tigris é a maior espécie de felino existente no planeta. Eles estão classificados em carnívoros e mamíferos, assim como as outras espécies que compõe o grupo panthera: leão, onça-pintada, leopardo e jaguar-europeu (extinto).

Os animais são encontrados no sul da Ásia, parte da China e Rússia. Mas, devido as desconstruções que vêm ocorrendo em seu habitat natural e à caça intensa, a maioria está concentrada apenas em uma parte do continente asiático, habitando bosques, estepes gelados e florestas úmidas, ou em extinção.

Características do tigre

Um tigre pode medir entre 1,40 a 2,60 metros sem contar com a cauda, que sozinha pode passar de 1 metro de comprimento. O peso pode variar entre 130 e 320 kg, a depender da espécie. Possui listras pretas em todo corpo, misturando-se com a cor do pelo.

Os pelos dos tigres têm a tonalidade bege-escuro, similar a cor das rochas sem vegetação, ou das folhas mortas que integram o seu habitat. Essa camuflagem, portanto, facilita na hora que o animal precisa se esconder para capturar a presa.

Dentre as características do tigre, existe uma bastante curiosa, que são as listras em volta do corpo. Elas representam um padrão único para cada tigre, como se fosse uma impressão digital.

Esse felino possui cinco dedos em cada pata dianteira e quatro dedos em cada pata traseira. Como são grandes e acolchoadas, as patas permitem que o animal rasteje em absoluto silêncio até ficar bem próximo da presa.

Os tigres que vivem em cativeiros conseguem sobreviver por mais tempo, em média 20 anos. Já os tigres que vivem no meio ambiente, por conta das dificuldade de conseguir alimento e atrair caçadores, dificilmente conseguem passar dos 15 anos.  

Grande parte dos tigres são noturnos, logo, preferem realizar a caça à noite. Eles possuem uma ótima capacidade para enxergar na escuridão, olfato bastante aguçado, e uma mandíbula grande com dentes bem afiados. Eles ainda possuem a agilidade de conseguir comer até 10 Kg de carne de uma só vez.

Durante a caça, um tigre é capaz de imitar o som de outros animais para atrair a presa até ele. Entre as suas presas favoritas estão: veados, javalis e antílopes. Além disso, os tigres são ótimos nadadores, diferente de outros felinos. Eles conseguem percorrer grandes distâncias a nado.

Subespécies

No mundo há diversas subespécies de tigres e elas são separadas segundo a cor da pelagem. As mais conhecidas são as seguintes:

Tigre do sul da China

O tigre sul da China recebe esse nome porque habita as florestas e montanhas da China Meridional. Sua pelagem tem a cor alaranjada e a parte da barriga é branca. Atualmente, existem cerca de 80 tigres dessa espécie, em cativeiro e liberdade.

Tigre Siberiano

O Siberiano é a maior subespécie de tigre. Ele possui uma pelagem amarelada, que aparenta ser mais clara que a dos outros tigres. Existe um espaço maior entre as linhas dorsais, que tem um tom mais puxado para o marrom. A parte frontal da cabeça e do abdômen são esbranquiçadas.

Tigre Indochinês ou Indochina

Essa espécie possui a pelagem mais clara que o tigre da China, porém mais escura que o tigre de Bengala, e com listras dorsais mais estreitas. O habitat dessa espécie foi afetado por causa da guerra do Vietnam, uma vez que o ambiente é situado principalmente nas selvas de Myanmar, na Ásia.

Tigre de Sumatra

O tigre de Sumatra possui a pelagem mais escura que as outras espécies. As linhas dorsais possuem a tonalidade mais preta e com riscos mais próximos. Essa espécie é menor entre todos os outros que ainda existem, o que ajuda a correr com mais facilidade.

Estima-se que existem cerca de 400 a 500 tigres dessa espécie, e a maioria está situada nos parques nacionais da ilha de Sumatra.

Tigre de Bengala

Os tigres de Bengala possuem os pelos curtos e alaranjados e listras pretas, além de ser a segunda maior subespécie de tigres. Estão situados em Bangladesh, Butão, Nepal, Índia e Myanmar.

Ao todo, estima-se que existam atualmente menos de 2.500 subespécies de tigres adultos em fase reprodutiva no mundo todo.

Reprodução

As fêmeas atraem os seus parceiros para acasalar com um forte rugido. Elas ficam férteis apenas 5 dias ao ano, por isso, para garantir que a reprodução aconteça, o casal de tigres costuma acasalar várias vezes ao dia.

O tempo de duração da gestação varia segundo as espécies, mas de maneira geral a geração costumar durar de 100 a 108 dias. Em cada ninhada, elas podem ter até 3 filhotes, que levam de 1 a 2 anos para conseguirem se desenvolver sozinhos.

Elas permanecem com os filhotes até eles conseguirem conquistar independência para caçar o próprio alimento. Enquanto isso, ela é responsável por buscar a comida e ensiná-los a capturar a presa.

Outra característica bem interessante é que os tigres podem acasalar com outras espécies de felinos, reproduzido dessa forma um animal híbrido. Exemplo: o cruzamento de uma tigresa com um leão, que dá origem ao ligre.

Voltar

Questões