Resumo de Biologia - Teoria Celular

A Teoria Celular tem como principal fundamento que “todos os seres vivos são formados por células”. Essa estudo foi desenvolvido na metade do século XIX, pelos pesquisadores Mathias Scheiden e Theodor Schwann.

O conceito

A história da Teoria Celular foi, a princípio, desenvolvida através dos estudos do cientista inglês Robert Hooke, em 1665. De acordo com a pesquisa elaborada por ele, a célula corresponde a unidade morfofisiológica de todos os seres vivos. Isso quer dizer que ela é a menor unidade de matéria viva.

O termo célula é vem do latim “cellula” que traduzido para o português quer dizer: “pequeno compartimento".

Fundamentos da Teoria Celular

A Teoria Celular possui as seguintes definições:

  • Todos os seres vivos são formados por células;
  • A célula é a menor unidade da matéria viva;
  • As células realizam reprodução assexuada;
  • A célula tem os materiais genéticos DNA e o RNA;
  • No interior da célula ocorrem as atividades essenciais que caracterizam a vida.

Com base ainda nos principais fundamentos da Teoria Celular, o russo Rudolf Ludwig Karl Virchow (1821—1902) no ano de 1855 chegou à conclusão que as células são formadas a partir da reprodução de outras já existentes, cujo ocorre o processo da divisão celular.

De acordo com o postulado dele, em latim “Omnis cellula ex cellula” que traduzido corresponde: “toda célula procede de outra célula”.

Microscópios

Os microscópios são materiais de grande importância para a citologia. Pois as células são visualizadas através desse equipamento, sem ele não seria possível observá-las a olho nu. Portanto, a microscopia tornou viável o estudo da Teoria Celular. 

Antoni Van Leeuwenhoek (1632-1723) foi um cientista que contribuiu com o desenvolvimento do microscópio. Porém há pesquisas que o consideram como o criador desse equipamento.

Leeuwenhoek é apontado como o primeiro pesquisador a registrar células livres. Por meio do próprio microscópio ele foi o primeiro a observar as fibras musculares, os procariontes, os espermatozoide de humanos, as bactérias, além do fluxo sanguíneo nos capilares de peixes.  Ele também descobriu os protozoários, no ano de 1674.

Após pesquisas com a utilização do microscópio, o botânico e físico Robert Brown em 1833 descreveu detalhes sobre o núcleo celular. Essa região contém o material genético da célula, isto é: o DNA e está presente nos organismos eucariontes

Os vírus

Os vírus não são seres constituídos por células, portanto são acelulares e só se manifestam no corpo quando estão hospedados em células vivas.

Eles são constituídos por uma cápsula proteica que contém um material genético. Diferente dos demais seres, os vírus possuem ou o RNA ou o DNA e nunca ou dois. Quanto ao tamanho apresentam aspecto pequeno e só podem ser vistos por meio de microscópios eletrônicos.

Apesar de não possuírem células, os vírus são considerados organismos vivos. No entanto, como citado, só são reproduzidos quando estão abrigados em uma célula.

Obs.: existem pesquisadores que não consideram os vírus como um ser vivo exatamente por não possuírem célula.

Os pesquisadores da Teoria Celular

O estudo sobre a Teoria Celular, antes de chegar aos fundamentos da atualidade, passaram por experimentos e pesquisas realizadas por grandes teóricos. À frente informações sobre os principais nomes.

Robert Hooke

Robert Hooke, foi um cientista que nasceu em 1635 na cidade de Londres e morreu no ano de 1703. Ele desenvolveu pesquisas experimentais no século XVII na Inglaterra. Hooke começou a carreira em 1655 como assistente de laboratório de Robert Boyle, pesquisador que desenvolveu os estudos dos gases.

Hooke produziu grandes estudos no campo da ciência, como:

  • A lei da elasticidade, também chamada de lei de Hooke (1660), em referência ao seu nome;
  • A teoria do movimento planetário:
  • A teoria sobre as propriedades elásticas da matéria;
  • Criou o barômetro e o relógio portátil de corda.

Para fixar o assunto sobre a Teoria Celular, o vídeo abaixo apresenta mais informações desse estudo.

Matthias Jakob Schleiden

Matthias Jakob Schleiden nasceu na cidade de Hamburgo, na Alemanha no ano de 1804 e morreu em 1881, em Frankfurt. Ele aplicou-se aos estudos da botânica, relacionado a pesquisa microscópica das estruturas dos vegetais.

Nessa área atuou como professor da Universidade de Jena e criou o trabalho intitulado como Contributions to Phytogenesis. Esse cientista chegou a conclusão que as partes das plantas eram formadas por células. Ele foi o primeiro pesquisador a defender essa teoria.

Theodor Schwann

Theodor Schwann nasceu na cidade de Neuss em 1810 e morreu no município Colônia em 1882. Ele estudou medicina na Universidade Humboldt de Berlim e em 1838 foi professor na Katholieke Universiteit Leuven, na Bélgica. Em pesquisas referente a citologia, Schwann estudou sobre as células nervosas.

O estudo realizado por ele ficou conhecido como célula de Schwann que atualmente é conhecido como "neurolemocitos" - corresponde a um tipo de célula glial que tem como função produzir a mielina, substância lipídica com aspecto verde.

Voltar

Questões