Resumo de Biologia - Sistema respiratório

O sistema respiratório é um dos mais importantes sistemas do corpo humano, isso porque ele é responsável pela troca gasosa entre o meio ambiente e o organismo dos seres vivos (hematose pulmonar), e pela eliminação do gás carbônico retirado das células.

A troca gasosa de dióxido de carbono pelo oxigênio acontece no interior dos pulmões. O ar atmosférico, contendo oxigênio e outros elementos químicos é inspirado (processo de inspiração) e entra nesses órgãos através das vias respiratórias condutoras.

Dessa forma, o sistema respiratório é composto pelos pulmões e pelas vias respiratórias condutoras. Os órgãos que compõem essas vias são: cavidades nasais, faringe, laringe, traqueia e brônquios.

Para compreender melhor como funciona todo esse processo, o Guia Estudo preparou um resumo com a função de todos os órgãos desse sistema.

Órgãos

Pulmões

Os pulmões são os órgãos mais importantes do sistema respiratório. O corpo humano possui dois pulmões. O ar que entra neles é constantemente renovado, o que garante o abastecimento contínuo de oxigênio ao sangue.

Os pulmões apresentam aproximadamente 200 milhões de estruturas bem pequenas que se enchem de ar, chamadas de alvéolos pulmonares, bem parecidas com cachos de uvas. Além disso, eles são envolvidos por duas membranas, chamadas pleuras.

Cavidades nasais

As cavidades nasais correspondem a dois condutos paralelos revestidos e protegidos por uma mucosa e separados por uma parede cartilaginosa, chamada de septo nasal. A função do muco é umedecer as vias respiratórias, além de reter as partículas sólidas e bactérias presentes no ar inspirado.

Dentro das cavidades existem pelos responsáveis por filtrar o ar, retirando as impurezas e germes para que ele chegue limpo até os pulmões. Já na parte superior estão as células sensoriais, responsáveis pelo olfato.

Faringe

A faringe é um canal compartilhado entre o sistema digestivo e sistema respiratório. Isso porque ele serve de passagem para o alimento e oxigênio. Na extremidade superior, a faringe comunica-se com as cavidades nasais e com a boca; na parte inferior o canal se comunica com a laringe e o esôfago.

Laringe

A laringe é uma região dilatada na parte superior da traqueia, que liga esse órgão até a faringe, permitindo a condução correta do oxigênio. Ainda nessa região está a epiglote, uma válvula que se fecha durante a deglutição. Além disso, na laringe estão localizadas as cordas vocais, responsáveis pela fala.

Traqueia

A traqueia, por sua vez, está localizada abaixo da laringe. O órgão consiste em um tubo com paredes reforçadas por anéis cartilaginosos. Eles são responsáveis por manter a traqueia sempre aberta para a passagem de ar.

O órgão ainda se divide em dois tubos curtos, reforçados por anéis de cartilagem chamados brônquios, que também se ramificam abundantemente, formando os bronquíolos.

Brônquios

No sistema respiratório, os brônquios são responsáveis por conduzir o ar até os pulmões. A traqueia, os brônquios e bronquíolos são revestidos por um epitélio ciliado, rico em células produtoras de muco.

No vídeo abaixo, acompanhe mais algumas funções desse sistema.

Como o sistema respiratório funciona?

A entrada de ar nos pulmões acontece por meio da inspiração. Nesse processo, o diafragma desce e as costelas sobem, causando o aumento da caixa torácica e forçando a entrada de ar. No movimento de expiração, as costelas abaixam e o diafragma sobe, o que causa a diminuição da caixa torácica e força a saída do ar.

Os músculos respiratórios são responsáveis por criar a força necessária para que esse ar possa fluir dentro organismo.

Nesse momento, começa o processo de troca de gás carbônico pelo oxigênio, ou seja, o sangue que sai dos pulmões com alto teor de oxigênio e com baixa concentração de dióxido de carbono é difundido para todos os tecidos do corpo. Tais comando, inclusive, são gerados pelo sistema nervoso central.

Hematose

A hematose corresponde ao processo de trocas gasosas que ocorre nos capilares sanguíneos dos alvéolos pulmonares. Assim, ela ocorre devido à difusão do gás oxigênio do ar dos alvéolos para o sangue dos capilares.

O que acontece é que a molécula de oxigênio presente no ar dos alvéolos difunde-se para os capilares sanguíneos, penetra nas hemácias e se combina com a hemoglobina, formando um processo chamado de oxi-hemoglobina. Desse modo, o oxigênio é transportado para todos os tecidos do corpo humano.

Doenças do sistema respiratório

O sistema respiratório pode ser comprometido por diversas doenças, as mais comuns são a gripe, o resfriado, a tuberculose, a pneumonia e o enfisema pulmonar. Normalmente, elas são causadas por vírus, bactérias, e microrganismos que provocam a inflamação de um dos órgãos do sistema.

Durante a respiração, além do oxigênio, uma pequena porção do ambiente atmosférico (poeira, bactérias, gases tóxicos, etc.) é levada para os pulmões. Desse modo, o sistema respiratório é responsável por desenvolver os mecanismos de defesas pulmonares.

O maior inimigo dos pulmões e de todo o sistema respiratório ainda é o tabagismo, uma vez que o cigarro é responsável pela maioria dos casos de câncer no pulmão e enfisema pulmonar.

Contudo, o sistema também é atacado por doenças alérgicas, como a rinite, bronquite e a asma, desencadeadas pela hipersensibilidade do organismo a algum agente externo, tais como a poeira, medicamentos, fumaça, cosmético, dentre outros.

Voltar

Questões