Resumo de Geografia - Relevo

O relevo é a parte da superficial da litosfera, a camada mais sólida do Planeta Terra. Nela, as mudanças geológicas são vistas com maior nitidez, sendo também o lugar onde o ser humano e a maior parte dos animais terrestres habitam.

Dessa forma, podemos concluir que o relevo é um conjunto de formas físicas que faz parte da superfície do planeta.A Geomorfologia é a ciência que estuda as composições e variações nas diferentes formas de relevo. Ela tem interface com duas ciências: a Geografia e a Geologia.

Tipos de Relevo

Para melhor entendimento, o relevo é dividido em alguns tipos principais, de acordo com sua estética externa. São eles: montanhas, planaltos, planícies e depressões.

Montanhas

Montanha é uma forma de relevo que tem elevações e altitudes superiores em relação a regiões vizinhas. Alguns geógrafos dizem que uma elevação no relevo somente pode ser chamada de montanha caso possua mais de 300 metros de altitude em comparação com os que ficam nas proximidades.

Esse tipo de relevo normalmente é descrita por ser geologicamente recente, tendo essa forma mais acidentada por ter enfrentado durante menos tempo a ação dos agentes modeladores (chuvas, ventos, etc.) da superfície. 

Quando as montanhas ou serras ficam paralelas umas as outras, formando uma espécie de “parede” em grandes extensões, existe o que chamamos de cordilheira, a exemplo da Cordilheira dos Andes (América do Sul) e a Cordilheira do Himalaia (Ásia).

Planaltos

Chamado às vezes de platô, os planaltos são elevações no relevo que possuem uma extensão pouco ampla e a parte mais alta pouco plana. Na maioria das vezes os planaltos apresentam altitudes medianas, sendo maiores que as planícies e menores que as montanhas.

Eles são classificados de acordo com sua formação, na maioria das vezes de rocha. Podem ser divididos em planaltos cristalinos (composto por rochas ígneas intrusivas e metamórficas), planaltos sedimentares (composto por rochas sedimentares) e planaltos basálticos (composto por rochas ígneas extrusivas).

Planícies

As planícies são regiões parcialmente planas e que apresentam altitude mais baixa em comparação às montanhas e planaltos. Esses locais são caracterizados pelo grande acúmulo de sedimentos em sua superfície, normalmente transportados pela água das chuvas, dos rios ou, no caso das planícies litorâneas, pela água dos oceanos e mares.

Depressões

As planícies são locais rebaixados que têm as menores altitudes da superfície terrestre. Quando uma região é mais baixa que as outras ao seu redor, classificamos como depressão relativa, e quando ela está localizada abaixo do nível do mar temos a depressão absoluta.

O mar morto, localizado no Oriente Médio, é a maior depressão absoluta do mundo.  Isto é, a área continental com a menor altitude, aproximadamente 396 metros abaixo do nível do mar.

Agentes do Relevo

Os agentes do relevo definem e dão forma aos tipos de superfície que estão presentes no planeta. O relevo é feito pela ação das forças da natureza, que são chamadas de endógenas (internas), formadoras do relevo, e das exógenas (externas), modeladoras do relevo.

Agentes Internos           

Os agentes internos ou endógenos são responsáveis pela formação do relevo e ações dentro da Terra. O movimento das placas tectônicas, os abalos sísmicos e as erupções vulcânicas são exemplos desse tipo de agente.

Agentes Externos

Os agentes externos ou exógenos são responsáveis pela modelação dos tipos de relevo atuantes na superfície terrestre. A ação dos seres humanos, dos ventos, das chuvas, das águas, da neve, das geleiras e da temperatura são exemplos desse agente.

Formas de Relevo Brasileiro

O relevo brasileiro apresenta altitudes baixas e médias, sendo os planaltos e depressões as formas predominantes no país.

As duas ocupam quase 95% do território nacional, enquanto as planícies de origem sedimentar aproximadamente 5%.Dessa forma, cerca de 60% da extensão territorial é composta por bacias sedimentares e 40% por escudos cristalinos.

Conheça alguns dos picos mais altos do Brasil:

Pico da Neblina

O Pico da Neblina fica no norte do Amazonas, na Serra do Imeri. Ele é o ponto mais alto do Brasil, com 2.995,30 metros de altitude (medição revista por satélite/GPS pelo IBGE em 2004). Esse pico batiza o Parque Nacional do Pico da Neblina, onde está localizado.

Pico 31 de Março

Esse é o segundo pico mais alto do país. Ele também está localizado Serra do Imeri, Amazonas, e fica a 687 metros da fronteira com a Venezuela.  Sua altitude é de 2.974,18 metros.

Pico da Bandeira

O Pico da Bandeira é o local mais alto do Espírito Santo e do Estado de Minas Gerais, como também de toda a região Sudeste. Esse é o terceiro pico do Brasil, com 2.891,32 metros de altitude (medição revista por GPS pelo Projeto Pontos Culminantes do Brasil, do IBGE e Instituto Militar de Engenharia, em 2004).

Os outros picos são:

  • Pico Pedra da Mina: 2.798,06 metros (Serra da Mantiqueira, Minas Gerais/São Paulo);
  • Pico das Agulhas Negras: 2.790,94 metros (Serra da Mantiqueira, Minas Gerais/Rio de Janeiro);
  • Pico do Cristal: 2.769,05 metros (Serra do Caparaó, Minas Gerais);
  • Monte Roraima: 2.734,05 metros (Serra de Pacaraima, na fronteira entre o Brasil, Guiana e Venezuela).
Voltar

Questões