Resumo de Português - Pronomes possessivos

Os pronomes possessivos fazem parte da classe de pronomes que indicam posse de algo e fazem referência a quem possui algo e o objeto/coisa possuída.

Os pronomes possessivos variam de acordo com número e pessoa. São eles:

Número   1ª pessoa  2ª pessoa  3ª pessoa
Singular meu, minha, 
meus, minhas 
teu, tua,
teus, tuas
seu, sua,
seus, suas
Plural nosso, nossa,
nossos, nossas
vosso, vossa,
vossos, vossas
seu, sua,
seus, suas

Para contextualizar os pronomes possessivos, confira os exemplos abaixo:

  • Minha casa está sendo reformada. (quem possui = eu / coisa possuída = casa)
  • Os professores estregaram nossas notas. (quem possui = nós / coisa possuída = as notas)

Empregos dos pronomes possessivos

  • O emprego dos pronomes possessivos de terceira pessoa seu, sua, seus, suas pode dar duplo sentido à frase (ambiguidade).

Importante lembrar que ambiguidade faz parte das figuras de linguagem e pode também ser chamada de anfibologia. O termo significa “duplicidade de sentido”, podendo ser dividido em dois tipos: ambiguidade lexical, quando a palavra possui vários sentidos, e ambiguidade sintática, quando é possível fazer várias interpretações da mesma frase/contexto.

Confira exemplos de alguns casos em que há ambiguidade na utilização de um pronome possessivo:

  • João me disse que Maria vendeu sua casa.

Nota-se que na contextualização da frase fica difícil a identificação se a casa era de João ou de Maria. Portanto, a forma correta da frase seria:

  • João me disse que Maria vendeu a casa dela.
  • João me disse que Maria vendeu a casa dele.

Nas frases acima, a utilização das preposições dele (de + ele) ou dela (de + ela) facilita a identificação do dono da casa.

  • É facultativo o uso de artigos diante dos pronomes possessivos.  

Vale lembrar que artigos são palavras que, acompanhadas do substantivo, podem indicar número ou gênero. Podem ser classificados em artigos definidos (o, a, os, as) ou artigos indefinidos (um, uma, uns, umas).

Confira um exemplo onde o artigo se torna facultativo diante de um pronome possessivo:

  • Ele é seu amigo?
  • Ele é o seu amigo?

Nota-se que o artigo “o” pode ser incluído ou não no contexto da frase, estando assim as duas frases corretas.

  • Em alguns casos, o pronome possessivo não dá ideia de posse, indicando apenas aproximação, afeto ou respeito.

Para facilitar a compreensão, veja alguns exemplos de como isso pode acontecer:

  • Maria já deve ter seus trinta anos. (aproximação)
  • Meu caro amigo, não vá embora. (afeto)
  • Minha senhora, seja breve, por favor! (respeito)
  • A palavra “seu”, que antecede nomes de pessoas, não é classificado como um pronome possessivo, e sim um pronome de tratamento, como pode ser visto no exemplo abaixo:
  • Seu João, o senhor sabe onde mora?
  • Senhor João, o senhor sabe onde mora?

Nota-se que, apesar de serem diferentes, as duas possuem o mesmo significado no contexto da frase. 

Outros tipos de pronomes

Agora que você já conhece os pronomes possessivos, vale relembrar os demais tipos de pronomes que existem na gramática da Língua Portuguesa.

Pronomes são palavras que estão em função do substantivo, podendo substituí-lo de forma direta ou indireta. Além dos pronomes possessivos, os pronomes podem ser pessoais, demonstrativos, interrogativos, tratamento, relativos e indefinidos.

Pronomes pessoais

Os pronomes pessoais podem ser classificados de duas formas: de caso reto e de caso oblíquo.

Pessoas Verbais Caso Reto  Caso Oblíquo
1ª pessoa do singular eu me, mim, comigo
2ª pessoa do singular tu, você te, ti, contigo
3ª pessoa do singular ele, ela o, a, lhe, se, si, consigo
1ª pessoa do plural nós nos, conosco
2ª pessoa do plural vós, vocês vos, convosco
3ª pessoa do plural eles, elas os, as, lhes, se, si, consigo.

Pronomes demonstrativos

Os pronomes demonstrativos indicam o lugar onde uma coisa ou pessoa se encontra em relação a outra. E essa localização pode ser espacial, temporal ou dentro do próprio discurso.

Pronomes Demonstrativos Singular Plural
Feminino esta, essa, aquela estas, essas, aquelas
Masculino este, esse, aquele estes, esses, aqueles

Pronomes de tratamento

Os pronomes de tratamento são utilizados em tratamentos formais, quando o interlocutor ocupa cargos ou posições sociais elevadas e prestigiadas. Confira exemplos deles:

Pronomes de Tratamento Abreviações
Você V./VV
Senhor (es) e Senhora (s) Sr, Sr.ª (singular) e Srs., Srª.s. (plural)
Vossa Excelência V. Ex.ª/V. Ex.ªs
Vossa Magnificência V. Mag.ª/V. Mag.ªs
Vossa Senhoria V. S.ª/V. S.ªs
Vossa Majestade VM/VVMM
Vossa Alteza V.A.(singular) e V.V.A. A. (plural)
Vossa Santidade V.S.
Vossa Eminência V. Ex.ª/V. Em.ªs
Vossa Reverendíssima V. Rev.m.ª/V. Rev.m.ªs

Pronomes interrogativos

Os pronomes interrogativos são utilizados na formulação de perguntas diretas ou indiretas, e refere-se sempre à terceira pessoa do singular ou do plural. Pode-se classifica-los em:

Classificação Pronomes Interrogativos
Variáveis qual, quais, quanto, quantos, quanta, quantas.
Invariáveis quem, que.

Pronomes relativos

Os pronomes relativos são pronomes que substituem um termo mencionado anteriormente em um texto, articulando duas orações. E eles são divididos em:

Classificação Pronomes Relativos
Variáveis o qual, a qual, os quais, as quais, cujo, cuja, cujos, cujas, quanto, quanta, quantos, quantas.
Invariáveis quem, que, onde.

Pronomes indefinidos

Os pronomes indefinidos são palavras que se referem de maneira vaga, imprecisa a alguém de quem estamos falando. E eles são divididos em:

Classificação Pronomes Indefinidos
Variáveis algum, alguma, alguns, algumas, nenhum, nenhuma, nenhuns, nenhumas, muito, muita, muitos, muitas, pouco, pouca, poucos, poucas, todo, toda, todos, todas, outro, outra, outros, outras, certo, certa, certos, certas, vário, vária, vários, várias, tanto, tanta, tantos, tantas, quanto, quanta, quantos, quantas, qualquer, quaisquer, qual, quais, um, uma, uns, umas.
Invariáveis quem, alguém, ninguém, tudo, nada, outrem, algo, cada.
Voltar

Questões

Veja também

Outros resumos de Português