Resumo de Português - Predicativo do Sujeito

O predicativo do sujeito é responsável por dar qualidade e característica a um determinado sujeito. Essa função é feita com o suporte de um verbo de ligação.

A formação do predicativo do sujeito pode ser feita através de um adjetivo, um pronome, uma locução adjetiva, um numeral, uma oração substantiva predicativa ou um substantivo.

É comum confundir a função do predicativo do sujeito com a função do predicativo do objeto, já que os dois têm funções, de certa forma, parecidas.

Veja abaixo alguns exemplos:

Bruna está triste. (Predicativo: triste)

Paulo está preocupado. (Predicativo: preocupado)

Esta bolsa é grande. (Predicativo: grande)

O carro está quebrado. (Predicativo: quebrado)

Os alunos são agitados. (Predicativo: agitados)

Cecília é a assessora do gabinete. (Predicativo: assistente do gabinete)

Formas do Predicativo de Sujeito

As formas do predicativo do sujeito podem ser feitas através de um adjetivo, um pronome, uma locução adjetiva, um numeral, uma oração substantiva predicativa ou um substantivo.

Confira abaixo alguns exemplos de como ocorre essa formação:

– Predicativo do sujeito formado por adjetivo:

Marcelo está triste.

Manuela é bonita.

– Predicativo do sujeito formado por pronome:

Minha mãe é aquela.

Meu namorado é este.

– Predicativo do sujeito formado por locução adjetiva:

Este carro está sem gasolina.

Esta bolsa está sem alça.

– Predicativo do sujeito formado por numeral:

Somos quinze pessoas.

Elas eram cinco pessoas.

– Predicativo do sujeito formado por oração substantiva predicativa:

A discussão era se seria preciso mais mesas.

Questionaram se seria preciso mais um agente.

– Predicativo do sujeito formado por substantivo:

Essa figura parece uma árvore.

Juliana foi o motivo da discussão em sala.

Predicativo do Sujeito x Predicativo do Objeto

O predicativo do sujeito tem a função de definir a característica do sujeito. Já o predicativo do objeto tem a função de definir a característica do objeto.

Confira abaixo alguns exemplos para entender melhor a diferença entre eles:

 Lú está triste. (Predicativo do Sujeito)

Nomeei Lú como minha assessora. (Predicativo do Objeto)

Marcos é inteligente. (Predicativo do Sujeito)

Chamavam Marcos de mentiroso. (Predicativo do Objeto)

Para facilitar na diferenciação dos dois tipos de predicativo é preciso entender que a formação de um predicativo do objeto só pode ser feita através de um adjetivo ou por um substantivo. Já o predicativo do sujeito, pode ser formado por um adjetivo, um pronome, uma locução adjetiva, um numeral, uma oração substantiva predicativa ou um substantivo.

Definição de Sujeito e Predicado

 O sujeito e o predicado são considerados elementos fundamentais para a formação de uma oração. O sujeito é a “pessoa” ou elemento que realiza ou sofre uma alguma ação dentro da frase. O predicado é responsável por atribuir alguma característica ou informação ao sujeito.

Para identificar esses dois elementos em uma frase é possível fazer duas perguntas: “quem?” (para identificar o sujeito) e “o que?” (para identificar o predicado).

Confira abaixo alguns exemplos:

– Fernando é o presidente.

Quem? Fernando (sujeito). O que? Presidente (predicado).

– Pedro e Clara são amigos desde o jardim da infância.

Quem? Pedro e Clara (sujeito). O que? amigos (predicado).

Tipos de Sujeito

Em uma frase, os sujeitos podem ser classificados como determinado, indeterminado ou inexistente. Os sujeitos determinados podem ser facilmente identificados dentro da frase, os sujeitos indeterminados não podem ser identificados e os inexistentes não aparecem em uma frase e isso acontece porque a frase é formada por verbos impessoais.

Veja abaixo os exemplos:

– Rafael é um cantor muito famoso.

 Rafael é o sujeito determinado da frase.

– Colocaram a planta em cima da mesa.

Não tem como definir quem colocou a planta em cima da mesa. Portanto, o sujeito é indeterminado.

– Choveu na região próximo a praia.

Não tem como definir o sujeito na frase. Os verbos que indicam fenômenos da natureza são considerados verbos impessoais. 

Os sujeitos determinados ainda são subdivididos entre simples, composto, oculto e inexistente.

Veja abaixo os exemplos:

– Carolina faz academia toda sexta à noite.

“Carolina” é o sujeito simples da frase.

– Maria e Mariana são irmãs.

“Maria e Mariana” é o sujeito composto da frase.

– Abraçaram a causa rapidamente.

Sujeito oculto porque embora seja possível identificá-lo na oração, ele não está explícito.

– Amanheceu mais cedo hoje.

Sujeito inexistente porque não tem como definir o sujeito da frase.

Tipos de Predicado

Em uma frase os predicados podem ser classificados entre verbais, nominais e verbo-nominais. Os predicados verbais são formados por um verbo de ação, os nominais por um verbo que indica estado e os verbo-nominais por um verbo de ação e estado.

Veja abaixo os exemplos:

Predicado verbal

Hugo gritou até perder a voz. (gritou é um verbo que indica ação)

Predicado nominal

Luana foi muito gentil com a plateia. (foi é um verbo que indica estado)

Predicado verbo-nominal

Os ventos estão soprando para o lado oeste. (estão é um verbo que indica estado e soprando é um verbo que indica ação)

Voltar

Questões