Resumo de Espanhol - Muy e Mucho

Conheça as diferenças de uso dessas palavras


As formas de uso de muy e mucho podem provocar algumas dúvidas nos estudantes de língua espanhola, especialmente nos falantes de língua portuguesa. Isso acontece porque ambas as palavras possuem a mesma tradução: “muito”. Com isso, quando se tenta escrever ou falar em espanhol, fazendo apenas a tradução de sentenças do português para o idioma estrangeiro, muitos equívocos de construção frasal podem acontecer.
No processo de aprendizado de uma nova língua, é fundamental que o estudante tenha em mente que aprender um idioma é também aprender uma cultura. Isso significa dizer que algumas construções e estruturas só fazem sentido dentro daquela cultura/idioma. Em se tratando de muy e mucho, é importante ressaltar que a existência de apenas uma palavra em português para desempenhar as funções que elas possuem em espanhol não significa que elas possam ser usadas indiscriminadamente.
Neste artigo, vamos conhecer as regras de uso para essas palavras e veremos alguns exemplos que devem ajudar na fixação do conteúdo. Também apresentaremos as exceções às regras: situações pontuais em que uma palavra deve ser usada em lugar da outra. Confira!

As regras de uso de muy e mucho


Para assimilar as regras de uso de muy e mucho é importante, antes de tudo, conhecer as classes gramaticais dessas palavras. Essa classificação em si já apresenta algumas informações importantes acerca das funções desempenhadas pelas palavras e, consequentemente, as posições em que elas devem ser aplicadas nas orações. 
No caso de muy e mucho, temos que a primeira consiste em um advérbio de intensidade. Desse modo, nas orações, ela aparece antes de advérbios, locuções adverbiais e adjetivos em espanhol. Além disso, o muy é uma palavra que não apresenta variações de gênero ou número. Ou seja, independentemente de a frase estar no feminino ou masculino, singular ou plural, a escrita do advérbio se mantém a mesma. 



Vamos conferir alguns exemplos que ajudarão a fixar as normas de uso do muy. 
Muy + Advérbio: 
¡La prueba ha sido muy cansativa! (A prova foi muito cansativa) 
Lo Jose recebes és muy poco. (O que josé recebe é muito pouco) 
Muy + Adjetivo: 
Mi hermano es muy guapo. / Meu irmão é muito bonito. 
José es un chico muy inteligente. / José é um garoto muito inteligente. 
Agora que já entendemos o funcionamento de muy, vejamos a regra de uso do mucho. Essa palavra pode ser classificada de duas formas distintas. Ela será considerada um adjetivo quantificador quando estiver acompanhada de um substantivo. Nesses casos, mucho expressa noções de quantidade e deve acompanhar o substantivo em número e gênero, ou seja, sofrer variação de masculino e feminino, singular e plural. 
A segunda classe gramatical que pode ser usada para classificar mucho é a dos advérbios. Ele será categorizado dessa forma quando estiver acompanhado de um verbo e, nesses casos, não sofre variação de gênero ou número. Observe que muy e mucho podem se enquadrar na mesma classe gramatical em alguns casos, contudo a classe das palavras que os acompanham é diferente, bem como a posição.
Mucho + Sustantivo: 
Tengo mucho trabajo para hacer hoy. / Tenho muito trabalho para fazer hoy. 
Hay mucha comida para pocas personas/ Tem muita comida para pouca gente. 
Verbo + Mucho: 
Tenho que trabajar mucho para tener una casa como la tuya. / Tenho que trabalhar muito para ter uma casa como a sua. 
José ha crecido mucho desde el ultimo verano. / José cresceu muito desde o último verão. 
Uma dica para quem tem dificuldade para usar muy e mucho é imaginar a proposição de duas perguntas para a oração que deseja construir. O muy será usado quando esse questionamento for do "como” algo é feito. O mucho, por sua vez, diz respeito ao “quanto”. 
Exceções à regra
As regras de uso de muy e mucho, como muitas regras gramaticais de diferentes idiomas, apresentam exceções. Nesse caso, a exceção diz respeito aos contextos em que o mucho deve substituir o muy. Isso acontece frente aos advérbios em espanhol "antes", "después", "más" e "menos". E antes dos adjetivos "mejor", "peor", "menor" e "mayor". 
É o que acontece nos exemplos abaixo: 
Mucho + Adverbios 
Rui ha llegado mucho después de Jose. / Rui chegou muito depois de José. 
Mucho + Adjetivos 
¡El coche nuevo es mucho mejor! / O carro novo é muito melhor! 
Voltar

Questões