Resumo de Astronomia - Movimento de Translação

Características e consequências do deslocamento da Terra em torno do Sol


O movimento de translação é descrito pela astronomia como o deslocamento que os corpos celestes realizam em torno do Sol. No senso comum, é evidenciado apenas a movimentação realizada pela Terra. Isso se justifica porque é o que mais impacta nas formas de vida existentes no planeta. Afinal de contas, é por conta do movimento de translação que acontecem as distinções entre as estações do ano e é em função dele que foi criada a orientação cronológica do calendário civil
Contudo, o movimento de translação também é realizado pelos demais planetas que integram o sistema solar; pelos satélites naturais, como é o caso da Lua, que o faz em 27 dias e 7 horas; e pelos cometas que possuem órbita elíptica em torno do Sol. Inclusive, é justamente porque o cometa passa em torno do Sol que ele pode ser visualização. A proximidade com a estrela promove a volatilização dos gases congelados

Características do movimento de translação da Terra 


O planeta Terra demora 365 dias, 5 horas e 48 minutos para concluir o movimento de translação. Essa duração é equivalente ao período de um ano civil e o excedente é computado, a cada quatro anos, em um dia extra no calendário: 29 de fevereiro. O tempo que cada corpo celeste demora para concluir o deslocamento em torno do Sol varia de acordo com a distância a que ele está posicionado em relação ao astro. 
Desse modo, o tempo que o planeta Terra leva para realizar o movimento de translação é maior que os dos planetas que estão em posições anteriores a ele no Sistema Solar e menor que o daqueles que o sucede. Mercúrio, que é o mais próximo do Sol, leva 87,97 dias para concluir o movimento. Netuno, que é o oitavo planeta do sistema, precisa de 163,72 anos. 


Essa trajetória que a Terra faz em volta do Sol possui o formato de uma elipse. Isso faz com a distância entre os dois corpos celestes não seja constante. No periélio, momento em que eles estão mais próximos, estima-se que a distância seja de 147,1 milhões de km. No ponto em que eles estão mais distantes, o afélio, 152,1 milhões de km afastam o planeta da estrela. 
Se a velocidade com que os corpos celestes realizam o movimento de translação é impactada pela distância com relação ao Sol, esse fenômeno também será observado nas oscilações entre periélio e afélio. O distanciamento entre os corpos celestes faz com que a velocidade da Terra reduza de 30,3 km/s para 29,3 km/s. 

Como o deslocamento da Terra impacta na vida no planeta 


Conforme já adiantamos, o tempo que a Terra leva para realizar o movimento de translação é a base para contagem do calendário e criação das estações do ano. O primeiro fenômeno é bastante simples de entender, já que ele coincide com o tempo em que o planeta leva para concluir a volta em torno do Sol. Mas qual é a ligação do deslocamento da Terra com a primavera, o verão, o outono e o inverno? 
A explicação para o surgimento das estações do ano perpassa a informação de que a Terra possui uma inclinação no eixo em que realiza o movimento de rotação (em torno de si mesma) em relação ao eixo da translação. Com isso, as regiões do planeta são iluminadas de maneira desigual durante o deslocamento em torno do Sol. É por isso que os hemisférios norte e sul apresentam estações opostas. 
O início do verão e do inverno é marcado pela ocorrência do solstício, que é quando o Sol fica na sua altura máxima em relação ao hemisfério norte ou sul. No hemisfério que recebe maior iluminação, o fenômeno marca o início do verão. No hemisfério oposto, inicia o inverno. O solstício acontece nos meses de junho e dezembro. 
Apesar da existência da inclinação no eixo da Terra, existem dois momentos no ano em que o planeta recebe a mesma quantidade de radiação solar nos dois hemisférios. Isso acontece porque o Sol se posiciona em uma altura média em relação ao planeta. Com isso, os raios solares incidem diretamente na linha do equador. Esse fenômeno recebe o nome de equinócio e acontece nos meses de março e setembro, que marcam o início do outono e da primavera
Voltar

Questões