Resumo de Matemática - Inflação

Inflação é o termo que se utiliza para definir o aumento de valores nos bens e serviços que são oferecidos dentro da sociedade.

O aumento dela interfere diretamente no consumo de cada pessoa, visto que quanto maior for o valor do produto, menor será a quantidade de pessoas que conseguirão ter acesso a ele.

Quando o objeto é inflacionado, o dinheiro que se utiliza para obter ele atualmente não será o mesmo daqui a alguns anos. Logo, a moeda fica valendo menos com o passar dos tempos e com a elevação da inflação.

Existem alguns efeitos dentro e fora do país, no Brasil ele é visto como o aumento no investimento para poder conseguir adquirir algum produto.

Já externamente, a moeda utilizada começa a ser desvalorizada.

O que provoca a inflação?

Um dos motivos responsáveis pela inflação é o aumento na geração de papel-moeda feito pelo governo, a fim de cobrir os gastos que foram ocasionados pelo Estado.

Quando é necessário tomar essa medida, significa dizer que existe um número maior de dinheiro em circulação no mercado sem ter acontecido criação de “riqueza” e também sem nenhum aumento de produção.

Outros motivos que podem gerar o aumento de preço é o crescimento exacerbado do valor de produtos basilares, como a energia elétrica ou petróleo, além do alto índice de consumo que possa existir.

Uma empresa que consegue monopolizar um certo tipo de produto, começa a fazer um controle do valor que ele poderá ser comercializado. Assim, o lucro individual que a empresa deseja será atingido, haja vista que os outros comerciantes comprarão na mão dela e terão que revender o produto com valores maiores.

Se esse fato tomar proporções maiores e várias empresas resolverem trabalhar dessa forma, a inflação terá um aumento cada dia maior, além do aumento no custo de vida que o consumidor passará a ter.

Divisões da Inflação

A inflação é dividida pela economia em alguns tipos diferentes, acompanhe abaixo cada uma delas:

  • Inflação de Demanda: está ligada com a alta procura de certo produto que não está disponibilizado em vários locais, ou seja, quando a população consegue ganhar um valor a mais do que normalmente recebe, o mercado não acompanha e o lucro é feito em cima do aumento do preço.
  • Inflação Estrutural: esse tipo se dá a partir da falta de eficiência das infraestruturas no processo de construção de um tipo de economia específico.
  • Inflação de Custos: quando a matéria-prima que é utilizada para a fabricação de um determinado produto aumenta, é normal que esse valor  seja repassado para os compradores. Isso quer dizer que o produto passará a ter um preço maior do que o normal.
  • Inflação Inercial: ela também é conhecida por muitos como a inflação psicológica, visto que ela não é ocasionada por nenhuma alteração das quais já foram citadas acima. Ela ocorre a partir do momento em que o vendedor acredita na subida da inflação em algum momento, visto que ela já esteve parada por um período.

Como Calcular

O cálculo da inflação acontece a partir da análise do consumo existente dentro das famílias, e essa prática é chamada de índice.

No Brasil, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) é o órgão responsável por verificar o índice da inflação, que é chamado de INPC (Índice de Preços ao Consumidor).

Para avaliar da melhor forma, o IBGE acompanha e faz a medição através de famílias que possuem entre um e cinco salários mínimos. Os familiares oferecem aos colaboradores do instituto o preço dos produtos adquiridos ao longo do mês e a partir daí desenvolvem o serviço de análise.

Índices

O IBGE também utiliza de alguns outros índices para realizar o cálculo da inflação brasileira.

Um dois mais utilizados e que pode ser considerado como principal é o IPC (Índice de Preços ao Consumidor), que está ligado a investigação em outros índices que também verificam os valores.

Outro índice é o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que é utilizado para analisar o consumo das famílias que recebem entre um e quarenta salários mínimos, e que residam em área urbana.

Outros modos utilizados para a averiguar a inflação é o IPCA-15 e o índice da Cesta Básica.

Voltar

Questões