Resumo de Física - Física Quântica

A física quântica estuda os fenômenos relacionados aos sistemas com dimensões atômicas e subatômicas como os átomos, as moléculas, os prótons, os elétrons, dentre outras partículas que estão abaixo da escala atômica.

Esse campo teórico se encarrega de estudar as micropartículas que não podem ser estudadas sob a ótica da Física Clássica, uma vez que elas não são influenciadas por suas leis, tais como a Lei da Gravidade ou as leis da Mecânica Clássica, como Princípio da Inércia, Princípio da Ação e Reação, entre outras.

Além de ser usada para explicar os fenômenos das partículas subatômicas, a física quântica também é usada para explicar fenômenos macroscópicos, que só é possível compreender se for levado em consideração que a matéria possui comportamento microscópico quântico.

Também conhecida por Mecânica Quântica, essa teoria revolucionária da Física Moderna surgiu no início do século XX. Só a partir do seu surgimento foi possível o entendimento de fenômenos antes não explicados como a radiação de corpo negro e as órbitas estáveis do elétron.

Considerada como “não intuitiva”, a física quântica se difere da física clássica. Por ser classificada como não intuitiva, nos estudos desse campo teórico, determinadas coisas podem ser verdadeiras mesmo quando aparentam não ser.

Etimologicamente, o termo quântica vem do latim quantum que significa quantidade. Em física quântica, trata-se de uma unidade que a teoria atribui a determinadas quantidades físicas, como por exemplo, a energia presente em um elétron de um átomo em repouso.

Histórico

No início do século XX, a mecânica clássica estava em pleno desenvolvimento com os estudos do eletromagnetismo e da termodinâmica. No entanto, os físicos da época buscava soluções para questões cruciais que até o momento não eram explicadas.

Os cientistas buscavam a explicação dos fenômenos relacionados à luz, bem como buscavam um modelo definitivo do átomo. Assim, as primeiras décadas foram marcadas pelo surgimento de uma das maiores descobertas no âmbito científico de todos os tempos: a física quântica.

A teoria tem como um dos precursores o físico Max Planck. Ele foi um dos primeiros a desenvolver os princípios básicos desse campo de estudo a que contestam grande parte das leis fundamentais da física clássica.

As descobertas da física quântica formam a base teórica e experimental de diversos campos da Física e da Química. Foi a partir delas que se desenvolveram os estudos sobre física da matéria condensada, física do estado sólido, física atômica, física molecular, química computacional, química quântica, física de partículas e física nuclear.

Estabelecida durante a primeira metade do século XX, por Albert Einstein, Werner Heisenberg, Max Planck e Niels Bohr, a base teórica da física quântica possui aspectos fundamentais ainda estão sob investigação.

Esse campo teórico se desenvolveu em etapas sucessivas, por vários cientistas. Os principais teóricos que contribuíram para o crescimento e consolidação da área foram Albert Einstein, Werner Heisenberg, Max Planck, Niels Bohr, Erwin Schrödinger, Max Born, John von Neumann, Paul Dirac, Wolfgang Pauli, Richard Feynman e outros

Física quântica e espiritualidade

Embora o seu foco continue sendo os estudos microscópicos, com o passar do anos, muitas teorias foram sendo difundidas e algumas delas focaram nos estudos da física quântica e da espiritualidade.

A relação é controversa, pois consiste no debate entre dois núcleos distintos. De um lado, estão os defensores da veracidade da influência quântica no plano espiritual, e outro aqueles que negam veementemente o uso da mecânica quântica como modo de explicar a espiritualidade.

Os que defendem a existência de uma relação entre a física quântica e a espiritualidade acreditam que a força do pensamento humano é capaz de exercer poder sobre a realidade individual de cada um. Os estudos sobre o mundo levaram os espiritualistas a acreditarem na existência de microcosmo onde reinam energias.

Apesar de ainda não serem comprovadas, essas especulações aliadas a estudos psicológicos e filosóficos foram essenciais para embasar estudos de cientistas que trabalham com uma pseudociência.

Assim, físicos renomados internacionalmente relacionam os princípios da física quântica com as teorias sobre a consciência humana e com o poder do pensamento que constrói a realidade.

Diversos autores estudaram essa relação entre os aspectos místicos e os aspectos quânticos. Entre eles estão o médico indiano e professor espiritualidade Deepak Chopra; o físico indiano e estudioso da parapsicologia Amit Goswami; e o físico austríaco Fritjof Capra.

Voltar

Questões