Resumo de História - Corrida espacial

Início da exploração do espaço

A corrida espacial fez parte de um dos acontecimentos mais marcantes da Guerra Fria. O episódio aconteceu entre 1957 e 1975, tendo como protagonistas os Estados Unidos e a União Soviética.
A corrida espacial foi travada entre os dois países para decidir quem sairia na frente na disputa pela exploração espacial. Para realizar as diversas tentativas e experiências, foi preciso mobilizar muito dinheiro, principalmente no campo científico, já que era necessário desenvolver novas tecnologias. 
A União Soviética foi pioneira, realizando as primeiras expedições, mas foram os americanos que se destacaram, levando o primeiro homem à lua.

Contexto histórico

A corrida espacial foi fruto da Guerra Fria, um conflito político-ideológico, que ocorreu logo após a Segunda Guerra Mundial. Assim como a Guerra Fria, a corrida espacial foi disputada pela União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, URSS, e os Estados Unidos, países que saíram como vencedores após a Segunda Guerra e que estavam em busca de garantir uma hegemonia econômica.
Os problemas entre os EUA e a URSS se davam principalmente porque ambos queriam ter influência sobre outros países da Europa. Quando os Estados Unidos sentiram que podiam perder o poder de atuação na Europa Ocidental, passaram a corromper a imagem dos soviéticos.
A Guerra Fria se estendeu de 1947 a 1991 e durante esse tempo as duas nações disputavam praticamente tudo. Na diplomacia, economia, no campo militar, na tecnologia, educação, até chegar ao espaço, foi aí que começou a corrida espacial.
Até então, o espaço era um ambiente desconhecido e para ver qual dos países faria as maiores descobertas, americanos e soviéticos trabalharam em tecnologias, construção de satélites e sondas artificiais para começar as expedições ao universo.
Ganhar a corrida espacial não significava somente que a humanidade tinha avançado cientificamente, mas que o país responsável por realizar o feito seria considerado como a principal potência. E embora a Guerra Fria fosse um conflito “não-armado”, o domínio do espaço abria um precedente: todos os movimentos de países inimigos poderiam ser monitorados, abrindo possibilidades de ataque e até mesmo um novo conflito.

Principais eventos da corrida espacial

A corrida espacial foi marcada por vários episódios, mas alguns se destacam.
Sputnik

Os soviéticos foram os primeiros a avançar na corrida espacial e lançaram no dia 4 de outubro de 1957 o primeiro satélite em órbita. O Sputnik 1, nome que recebeu, funcionou na órbita da Terra durante 22 dias, e nesse tempo mandou sinais de rádios que ajudaram a desenvolver estudos sobre o planeta. 
O evento repercutiu no mundo inteiro, inclusive no país rival, os Estados Unidos. Tido como um marco na ciência da URSS, o satélite era uma esfera feita de alumínio, pesava 83 kg e tinha 58 centímetros de diâmetro.
Dando continuidade às descobertas, os soviéticos lançaram outro satélite 1 mês depois. O Sputnik 2 pesava 508 kg e levou o primeiro ser vivo para o espaço. 
Na ocasião, o satélite abrigou a cadela Laika. Infelizmente, 10 dias depois do lançamento, o satélite se desintegrou ao entrar na atmosfera e por conta do superaquecimento da estrutura Laika não sobreviveu.
No total 10 satélites Sputnik foram ao espaço, o último foi lançado em 25 de março de 1961. O Sputnik 10 também fez a sua viagem abrigando outra cadela, Zvezdochka, porém essa voltou à Terra viva.

Explorer e NASA
Os Estados Unidos não queriam ficar para trás e logo após a iniciativa dos soviéticos, anunciaram o lançamento do seu satélite artificial. No dia 31 de janeiro de 1958, os americanos lançaram o Explorer 1. A ferramenta americana descobriu uma região radioativa ao redor da terra, que foi nomeada de Cinturão de Van Allen.
Quatro meses após o lançamento o Explorer 1 parou de enviar sinais, entrando na atmosfera dois anos após o lançamento. Para dar continuidade aos trabalhos, os americanos resolveram criar a National Aeronautics Space Administration – NASA, que foi constituída em 29 de julho de 1958.
Lunik
A corrida espacial também contou com o lançamento de Lunik 1. A Lunik foi uma sonda enviada em 2 de janeiro de 1959. Menos de dois dias depois do envio, ela passou pela Lua e entrou na órbita do Sol e se tornou a primeira sonda a orbitar uma estrela. 
Mais duas sondas foram enviadas após essa, uma em 12 de setembro de 1959 e outra em 4 de outubro de 1959.
O Homem chega ao espaço
Além de ser a primeira a mandar um satélite, o primeiro ser vivo e uma sonda para a órbita solar, a União Soviética também foi a primeira a enviar o homem ao espaço. Através de uma seleção, eles escolheram Yuri Alekeseyevich Gagarin, um homem que segundo eles tinha o perfil soviético.
Gagarin foi enviado na Vostok 1, no dia 12 de abril de 1961. A nave em que estava ficou na órbita da Terra por 108 minutos. No retorno ao planeta, Gagarin se ejetou da nave a 8000 metros de altura e terminou a descida de paraquedas. Ele foi o primeiro homem da história a ir para o espaço.
Não demorou muito para que os americanos seguissem o exemplo. No dia 5 de maio de 1961, Alan Bartlett Shepard Jr. foi enviado na Freedom 7 e permaneceu 15 minutos em voo espacial.
No dia 16 de junho de 1963, os soviéticos lançaram mais uma pessoa ao espaço, dessa vez, uma mulher. A soviética passou quase três dias cruzando a atmosfera.

Homem na Lua

Depois de ficar atrás da URSS em praticamente tudo, os Estados Unidos ansiavam por um “primeiro lugar”, por isso começaram a desenvolver um projeto de enviar o homem à Lua. A empreitada teve início em 1961 e se tornou uma obsessão para o governo estadunidense.
A NASA, responsável pela missão, criou o Programa Apollo, que recebeu esse nome em homenagem ao deus grego. Os participantes do programa trabalharam muito para desenvolver uma estratégia para que o projeto fosse bem sucedido.
A espaçonave americana seria modular e deveria ser composta por dois módulos: Módulo de Comando de Serviço (CSM) e Módulo Lunar (ML). 
O primeiro teria o necessário para dar apoio a uma tripulação de três homens, além do escudo de calor para a entrada na atmosfera terrestre e o segundo se separaria do Módulo de Comando de Serviço quando estivesse orbitando a Lua. O LM levaria dois astronautas na superfície lunar e depois voltaria com eles ao CSM.
Uma série de expedições Apollo aconteceram. A Apollo 8 enviou uma tripulação para a órbita lunar, mas a que levou o homem ao solo da Lua foi a Apollo 11. Os selecionados para o programa Apollo 11 foram: Neil Armstrong, Edwin Aldrin e Michael Collins, três astronautas. 
Eles foram enviados para a Lua no dia 16 de julho de 1969, 12 minutos depois, estavam na órbita terrestre. 7 dias depois, estavam na órbita lunar e no dia 20 iniciaram a exploração na lua.
 
Apenas Armstrong e Aldrin exploraram a superfície lunar, o que durou pouco mais de 2 horas. No dia 24 de julho de 1969, os três pousaram no Oceano Pacífico.
Na volta, os astronautas trouxeram 21 kg de rochas lunares para análises e deixaram uma quantidade de lixo na superfície lunar. 


Mais de 400 mil pessoas estiveram envolvidas no programa, além de mais de 20 mil indústrias e várias universidades americanas. Na época foram gastos cerca de 24 bilhões de dólares para que o homem pudesse chegar à Lua.
A corrida espacial chegou ao fim em uma missão conjunta entre os EUA e a URSS em 17 de julho de 1975. Foram lançadas as naves Apollo 18 (EUA) e a Soyuz 19 (URSS) na órbita terrestre. O episódio marcou o fim da corrida e deu início a um período de colaboração entre as nações nesse setor.
Voltar

Questões