Resumo de História - Consequências da Segunda Guerra Mundial

Os efeitos da Segunda Guerra atingiram o mundo todo

As Consequências da Segunda Guerra Mundial se prolongaram por longas décadas. Os seis anos de confronto resultaram em muitas mortes, devastação e uma série de desdobramentos no campo político-ideológico e social.
Muitos foram os fatores que marcaram esse período e entendê-lo é muito importante para que essa história não se repita. Continue a leitura e fique sabendo tudo sobre o conflito e quais foram as principais Consequências da Segunda Guerra Mundial.

O que foi Segunda Guerra Mundial

A Segunda Guerra Mundial aconteceu entre 1939 e 1945. O principal objetivo do conflito era o de combater os governos militaristas e autoritários que surgiram em alguns países da Europa e buscavam se expandir, ocupando outros territórios. 
Acredita-se que, a Segunda Guerra foi uma das Consequências da Primeira Guerra Mundial. Isto porque a Alemanha, país que está no centro do episódio, teve de pagar impostos altíssimos depois da Primeira Guerra devido ao Tratado de Versalhes. O pagamento desse valor afetou a economia do país, aumentando a inflação. 
Insatisfeita, a população alemã necessitava de uma nova direção e viu nascer o governo nacionalista de Adolf Hitler. O discurso do ditador se concentrava na soberania do povo ariano e no ódio aos judeus que, para ele, seriam os principais culpados pelo fracasso da Alemanha na Primeira Guerra Mundial. Surgia o nazismo. 
O comando de Hitler tinha como ideologia a supremacia alemã. Em seu governo, a Alemanha buscou se expandir através da invasão de países e do discurso nacionalista. Quando o exército alemão invadiu a Polônia em setembro de 1939, a França e a Inglaterra se posicionaram contra o governo alemão e declararam guerra ao país. 
Vários países participaram do conflito. De um lado estava O Eixo, formado por Alemanha, Itália e Japão, e do outro, estava o grupo dos Aliados, composto por Inglaterra, União Soviética (URSS), Estados Unidos e França. Outros países participaram da guerra, inclusive o Brasil, mas dentro de um desses blocos. 
Episódios marcantes da Segunda Guerra Mundial
Todas as Consequências da Segunda Guerra Mundial decorrem de acontecimentos terríveis, sendo os principais: o antissemitismo, os campos de concentração nazistas, o holocausto e os bombardeios nucleares. Até hoje, as marcas desses episódios são lembradas como uma das principais tragédias que aconteceram na história da humanidade. 
  • Antissemitismo
O antissemitismo é uma forma de discriminar os povos semitas, principalmente os judeus. Esse discurso foi utilizado por Hitler para afirmar que a raça ariana era superior às demais. Quando disseminado na Alemanha Nazista, essa ideologia segregou judeus, deficientes, negros, homossexuais e ciganos. Eles foram impossibilitados de trabalhar, ter cidadania alemã ou mesmo receber atendimento médico, além de outras formas de opressão.
  • Campos de concentração
Esses eram os locais onde os “inimigos do governo nazista” eram enviados. Judeus, doentes mentais, ciganos, pacifistas e outros prisioneiros, eram levados aos campos para realizar trabalhos forçados, muitas vezes privados de alimentos e em condições subumanas. 
  • Holocausto
O holocausto ocorreu nos campos de extermínio, locais onde os judeus eram levados para ser executados de forma sistemática. Mais de 6 milhões de pessoas morreram nesses lugares. 
  • Bombardeio nuclear
O lançamento da bomba atômica sobre as cidades de Hiroshima e Nagasaki no Japão também deixou graves sequelas. Lançadas pelos Estados Unidos, as cidades ficaram devastadas e levaram à morte mais de 200 mil pessoas.
As bombas lançadas sobre Hiroshima e Nagasaki causaram um forte impacto. O Eixo começava a enfraquecer. Em 1943 a Itália se rendeu aos Aliados e anos depois as tropas soviéticas conseguiram invadir a Alemanha. No fim, Hitler cometeu suicídio, e com seu sucessor o país se rendeu.


Consequências da Segunda Guerra Mundial

Esse foi um episódio que provocou grandes mudanças pelo mundo. Podem ser consideradas Consequências da Segunda Mundial:
O Fim do extremismo ditatorial e das ideologias fascistas e conservadoras
O fim da guerra possibilitou a inserção do governo social-democrata e resultou no Estado de bem-estar social na Europa, em que todos os indivíduos tinham direito a bens e serviços, que deveriam ser garantidos pelo Estado. Sobre as ideologias fascistas pode-se dizer que elas não estão em evidência como antigamente, mas, infelizmente, vive-se um período em que o regime autocrático e o fascismo voltam a surgir com novas características. 
Número de mortes 
Entre as Consequências da Segunda Guerra Mundial a mais sentida é a quantidade de mortes, civis e militares. Estima-se que morreram entre 70 a 85 milhões de pessoas, o maior número de toda a história. 
Enfraquecimento da Alemanha e divisão do território
Depois da derrota, a Alemanha se fragmentou, primeiro era só uma diferença ideológica, mas depois se transformou em territorial. Com a construção do Muro de Berlim, em 1961, o país se dividiu em Alemanha Oriental e Alemanha Ocidental e ficou assim por quase 30 anos, até a Queda do muro de Berlim, em 1989.
Guerra fria

A Guerra Fria começou logo após o fim da Segunda Guerra Mundial. No fim do conflito, os Estados Unidos e a União Soviética saíram como grandes potências mundiais, mas como os países tinham diferenças ideológicas muito fortes, acabaram criando um clima de polarização.
De um lado estava os EUA, um país de economia liberal e do outro a URSS, um Estado Socialista. O governo americano buscava conter o avanço do comunismo na Europa e criou o Plano Marshall, que visava garantir a recuperação do continente destruído pela guerra. Na verdade, o que os Estados Unidos pretendiam era aumentar seu poder de influência na Europa. 
Logo que perceberam a jogada, os soviéticos proibiram os países que participaram do seu bloco de aderirem à doutrina americana. Foi assim que surgiu a Guerra Fria, um conflito basicamente político-ideológico, cheio de tensões, marcado bela briga armamentista, corrida espacial, e outras guerras, como a Guerra do Vietnã e Guerra do Afeganistão. 
Criação da ONU
A criação da Organização das Nações Unidas (ONU) também é considerada uma das Consequências da Segunda Guerra Mundial. Quando a Segunda Guerra acabou, muitos líderes mundiais estavam preocupados com a possibilidade desses episódios se repetirem. Para evitar que isso ocorresse, 50 países se reunião durante a Conferência de São Francisco nos Estados Unidos, no ano de 1945, para a criação da ONU.
O principal objetivo da ONU é o de atuar na defesa dos Direitos humanos, mediar conflitos internacionais e promover a paz entre os países. Antes da ONU, existia a Sociedade das Nações, que também era uma organização internacional e foi idealizada em Versalhes, logo após a Primeira Guerra. Porém, como fracassou em seu objetivo, ela foi extinta em 1942. 
Atualmente, a ONU é a principal organização internacional que existe, com 193 países membros. A instituição se envolve em várias missões de paz ao redor do mundo e age através de sanções diplomáticas, econômicas, desportivas e políticas para punir os países que ameaçam a paz mundial. 
Voltar

Questões