Resumo de Português - Como escrever um bom texto descritivo

Confira as dicas que vão te ajudar a melhorar seu texto descritivo

Quem não sabe como escrever um bom texto descritivo pode enfrentar muitas dificuldades nas provas de concurso e vestibulares. Isso porque, muitas questões ou a própria redação exige que os candidatos tenham o domínio dessa tipologia. 
O texto descritivo é aquele que fornece detalhes sobre um lugar, uma pessoa, uma paisagem. De forma minuciosa, ele não só descreve os aspectos físicos do cenário e personagens apresentados, mas também busca apresentar as sensações, expressões e sentimentos das figuras que fazem parte daquela história. 
Por isso, não são só os pré-vestibulandos ou “concurseiros” que precisam dominá-lo, mas todas as pessoas que trabalham redigindo artigos, notícia, fazendo roteiros para filmes, séries, novelas e na produção de textos em geral, também precisam saber como escrever um bom texto descritivo. Se você ainda tem dúvidas sobre como escrever um bom texto descritivo, nós preparamos um guia que pode te ajudar a resolver isso! 

Descubra como escrever um bom texto descritivo


Todas as coisas materiais (uma pessoa, uma cidade, livro, xícara) que existem podem ser descritas. As sensações, emoções, sentimentos e muito do que está no campo abstrato também (um aroma, a dor, o medo, angústia). Basta apenas expressar por meio de palavras e adjetivos o que aquele objeto ou aquilo que se está sentindo representa. 


É essa explicação (descrição) que caracteriza esse tipo de texto. O texto descritivo é uma exposição de algo ou alguém com o objetivo de conhecer sua composição. Dessa forma, para fazer uma boa descrição, seja ela oral ou escrita, é preciso apresentar todas as características do objeto.


Para exemplificar, segue um trecho do livro Helena, de Machado de Assis. Para apresentar a personagem e fazer com que os leitores tenham uma clara ideia de como ela é, o autor faz uma descrição bem minuciosa de Helena.


“Era uma moça de dezesseis a dezessete anos, delgada sem magreza, estatura um pouco acima de mediana, talhe elegante e atitudes modestas. A face, de um moreno-pêssego, tinha a mesma imperceptível penugem da fruta de que tirava a cor; naquela ocasião tingiam-na uns longes cor-de-rosa, a princípio mais rubros, natural efeito do abalo. As linhas puras e severas do rosto parecia que as traçara a arte religiosa.”


Para que você aprenda como escrever um bom texto descritivo, deve entender que esse tipo de texto pode ser de duas formas: objetivo e subjetivo. Essa forma de classificar o texto descritivo, separando-os em subjetivo e objetivo, é feita a partir de como a descrição é realizada. Mas é possível encontrar textos com elementos do texto descritivo objetivo e do subjetivo, o que vai caracterizá-los é a predominância. 


Texto descritivo objetivo
A descrição objetiva é técnica, comum em manuais de instrução, dicionários, notícias, artigos científicos. Nesse formato, a objetividade é essencial, o objeto deve ser descrito com precisão e o máximo de clareza. Observe o exemplo abaixo na descrição de um ventilador:


Ventilador, Preto e Laranja, 220v, Cadence
Nome do Modelo - Turbo Conforto
Marca – Cadence
Cor – Preto e laranja
Dimensões de item de comprimento x largura x altura - 27.5 x 51.5 x 49 centímetros
Peso do produto – 3200 gramas
Voltagem – 220 volts
Potência em watts – 126 watts
Número de lâminas - 6
Nesse tipo de texto as frases são mais curtas.


Texto descritivo subjetivo
Já o texto subjetivo permite juízo de valor por parte do observador, ou seja, quem está descrevendo pode oferecer comentários pessoais sobre o objeto descrito, o que permite várias interpretações. São exemplos de texto descritivo subjetivo os trechos de livros, resenhas. Através do trecho do conto “A terceira margem do Rio” de Guimarães Rosa, podemos observar esse tipo de texto.


“Nosso pai era homem cumpridor, ordeiro, positivo; e sido assim desde mocinho e menino, pelo que testemunharam as diversas sensatas pessoas, quando indaguei a informação.”


A descrição do pai do narrador “homem cumpridor, ordeiro, positivo” é cheia de impressões pessoais e permite que o leitor faça suas próprias interpretações a respeito do personagem. 


Estrutura do texto


É importante salientar que mesmo que uma resenha crítica, artigo ou livro tenham elementos do texto narrativo ou argumentativo, ele pode ser descritivo. Da mesma forma, o texto pode ter algumas pinceladas de descrição, mas a maior parte apresentar outros aspectos. O que vai identificar o tipo do texto é a sua predominância, ou seja, se ele apresentar mais características descritivas, ele é um texto descritivo, a mesma regra vale para os outros tipos textuais. 


Ademais, assim como os outros tipos de textos, o descritivo é estruturado com introdução, desenvolvimento e conclusão, em que cada um desses tópicos são apresentadas as características do objeto. 


Introdução – o objeto descrito é apresentado ao leitor;
Desenvolvimento – caracterização do objeto, sua função, finalidade. Todos os aspectos são apresentados, de forma subjetiva ou objetiva.
Conclusão – nesse tópico a descrição é finalizada. 


Essa é uma estrutura comum a todos os textos, mas em algumas obras literárias, às vezes nos roteiros de filmes e séries, os autores não respeitam essa ordem e a caracterização vem antes da apresentação. Isso porque, há uma liberdade maior para brincar com o texto dentro da literatura.  Se você ainda ficou com dúvidas sobre como escrever um bom texto descritivo ou tem dificuldades para ler, identificar e interpretá-lo, esteja atento aos elementos que compõe esse tipo de texto. 


De um modo geral, reconhecer um texto descritivo não é muito difícil, pois ele apresenta características simples de identificar:

  • A presença de um observador – pode ser um personagem, colunista, um narrador. Ele é o responsável por fazer a descrição;
  • O enfoque do texto é o objeto a ser descrito;
  • Uso de adjetivos, metáforas, frases que qualificam ou comparam o objeto, nos casos de descrição subjetiva, ou relato direto e objetividade nos casos de descrição objetiva;
  • Uso de verbos de ligação;
  • O observador deve apresentar todos os detalhes do objeto, sentimento ou personagem a ponto do leitor conseguir visualizá-lo sem que precisa vê-lo ou senti-lo. 


Agora que você aprendeu como escrever um bom texto descritivo, que tal fazer alguns exercícios? Comece descrevendo o objeto que está a sua frente, depois a paisagem do seu bairro, as pessoas com quem você vive. Aos poucos, você vai dominar completamente essa escrita. 

Voltar

Questões