Resumo de Biologia - Ciclo do Oxigênio

Promove a circulação do oxigênio entre os seres vivos e o meio ambiente

O ciclo do oxigênio é um ciclo biogeoquímico, processo em que os elementos químicos saem do meio ambiente em direção aos seres vivos e depois retornam ao meio ambiente. Nesse ciclo, o elemento envolvido no processo é o oxigênio.
O ciclo do oxigênio é muito importante, pois dele depende atividades como a respiração celular, fotossíntese, formação da camada de ozônio e combustão. O elemento é um dos mais abundantes do planeta, compondo aproximadamente 21% da atmosfera. 
Como é muito reagente, o oxigênio interfere em outros ciclos biogeoquímicos. Antes de passarmos para o ciclo do oxigênio, vamos entender um pouco mais sobre esses processos, a origem e importância desse elemento químico para as demais atividades.

O que são ciclos biogeoquímicos

Os fenômenos conhecidos por ciclos biogeoquímicos permitem que os elementos circulem entre os seres vivos e ambientes físico-químicos dos ecossistemas. 
Ou seja, durante o processo, o elemento químico que está disponível no meio ambiente será aproveitado por organismos vivos e depois voltará ao meio novamente, permitindo que a atividade continue, por isso recebe o nome de “ciclo”. 
Além do ciclo do oxigênio, essa ação também ocorre no: ciclo do carbono, ciclo da água, ciclo do nitrogênio.

Origem do oxigênio

A produção do oxigênio na Terra se deu por conta da ação de organismos (cianobactérias) que utilizavam energia da radiação solar para produzir açúcares, por meio de água e gás carbônico.
As cianobactérias ou algas azuis são muito antigas, datadas de mais de 3 milhões de anos. Esses seres microscópicos produziam o oxigênio, que por sua vez, reagia com íons de ferro presentes na água, resultando na formação de óxidos de ferro. 
Porém, por conta das atividades das cianobactérias, a produção de oxigênio superou a capacidade de oxidação do ferro, fazendo com que o elemento se acumulasse na atmosfera.
Com o passar dos anos, o elemento continuou a se acumular, permitindo uma transformação em todo o ambiente e possibilitando o desenvolvimento da vida na Terra. Atualmente, o oxigênio pode ser encontrado em três reservatórios no planeta: na atmosfera, biosfera e litosfera. Na atmosfera, o elemento pode estar na forma de:
  • Oxigênio molecular – O2
  • Gás carbônico – CO2
  • Ozônio – O3
  • Dióxido de Nitrogênio – NO2


Como ocorre o ciclo do oxigênio

Como dito anteriormente, o ciclo do oxigênio possibilita que o elemento transite entre os seres vivos e o meio ambiente. A fotossíntese, processo pelo qual a energia solar é convertida em energia química para que os organismos possam realizar a síntese de compostos orgânicos, é o principal meio de produção de oxigênio.
Os organismos fotossintetizantes (que realizam fotossíntese) absorvem CO2 para produzir matéria orgânica, e liberam o oxigênio (O2) no ambiente. O elemento, que passa a fazer parte das moléculas orgânicas produzidas nessa atividade, é transferido para os outros organismos através da cadeia alimentar.
A respiração celular depende desse ciclo. O oxigênio da atmosfera, em sua forma gasosa, é utilizado pelos organismos em um processo aeróbio de produção de energia. Para realizar essa atividade, o oxigênio se liga a átomos de hidrogênio, formando água (H2O). 
Uma parcela da água é usada nas reações metabólicas e retorna ao meio através da ação de respiração (em que também se elimina CO2) e decomposição. A outra parcela é eliminada pela transpiração e excreção.

Importância do ciclo do oxigênio

O ciclo do oxigênio é fundamental para a sobrevivência da vida no Planeta Terra, tendo em vista que o oxigênio é utilizado em diversas atividades, como: respiração celular, decomposição, combustão e formação da camada de ozônio.
Infelizmente, algumas atividades humanas, como a queima de combustíveis fósseis e o desmatamento, têm alterado o ciclo do oxigênio. 
A quantidade excessiva gás carbônico que tem sido liberado na atmosfera torna a relação entre o CO2 e o oxigênio desequilibrada. Além disso, a liberação dos gases afetam outro componente muito importante.
O oxigênio também compõe a camada de ozônio, uma camada gasosa que funciona como uma barreira protetora, que impede a ação direta dos raios ultravioleta emitidos pelos Sol na Terra e protege os seres vivos dos efeitos dos raios.
Na estratosfera, segunda camada mais próxima da terra, uma parte do gás oxigênio é transformada em ozônio, pela ação de raios ultravioleta. O oposto também ocorre. O ozônio também é transformado em oxigênio por meio da ação dos raios, promovendo um equilíbrio na camada.
Porém, o lançamento de alguns gases lançados na atmosfera reagem com a camada, transformando o oxigênio em ozônio, resultando na destruição da camada de ozônio.
Por isso existe tanta pressão entorno das indústrias para a redução na emissão de gases, pois caso haja uma expansão no buraco presente na camada, a vida na Terra ficará comprometida.
Voltar

Questões