Resumo de Português - Carta Pessoal

Conheça as principais características desse gênero textual

Assim como os demais tipos de textos que podem ser utilizados para contribuir com a comunicação, a carta pessoal é um dos exemplos que integra o grupo dos gêneros textuais. É muito comum que a carta pessoal seja usada entre amigos, familiares, namorados ou namoradas, marido e esposa. 
Por ser um gênero textual mais informal, diferente das correspondências oficiais e até mesmo comerciais, as pessoas se sentem mais à vontade para expor sentimentos, angústias, e desejos no papel. Por causa dessas possibilidades, muitos autores desenvolvem suas narrativas em forma de carta, a exemplo de obras como "Drácula” e “As vantagens de ser invisível”. Geralmente a carta pessoal não possui um modelo pronto, embora tenha algumas características básicas. 


Principais elementos

Como dito anteriormente, não existem regras fixas para escrever uma carta pessoal. O mais importante é que esse texto contenha algumas informações básicas, como o nome ou apelido do remetente (quem escreve), o destinatário (a quem a carta pessoal se destina), a data, e o local. Já o formato da escrita é bem particular, por isso esse gênero recebe o nome de carta pessoal.

Geralmente, quando as pessoas precisam se comunicar com aqueles que são mais próximos, abrem mão da linguagem rebuscada. Na carta pessoal não é diferente. Mas é importante lembrar que mesmo quando falamos com pessoas próximas de nós, devemos obedecer as regras gramaticais, utilizando a língua portuguesa de forma adequada. 



Estrutura da Carta Pessoal


Embora o gênero tenha passado por algumas mudanças ao longo do tempo, normalmente, sua estrutura possui alguns pontos que são fixos, como por exemplo:

Local e data – os dois elementos devem vir no início da carta, geralmente ficam à esquerda da folha;


Destinatário – aqui deve ter a informação de para quem a carta é destinada, geralmente um vocativo. Nesse espaço o remetente se dirige ao receptor por meio de termos como: prezado ou prezado, querida ou querido, e tantos outros.


Corpo do Texto– espaço destinado para a carta pessoal, aqui quem está escrevendo deve colocar toda a mensagem que pretende encaminhar ao destinatário.


Assinatura – Além de se identificar, o remetente também pode utilizar o espaço da assinatura para fazer a sua despedida, que pode ser mais carinhosa e informal. 
Normalmente, as estruturas fixas, como a apresentada acima, são exigidas em concursos ou vestibulares. Por isso, se a sua carta pessoal não estiver destinada à um desses espaços, alguns dos itens listados podem ser retirados. Também é válido lembrar que se a sua carta for encaminhada pelo correio, é importante preencher todas as informações que são solicitadas, para que o envelope chegue com facilidade ao destinatário. Devem ser incluídas informações como o CEP, nome completo e endereço do destinatário, e também o nome completo do remetente. 





Exemplos de Carta Pessoal


A depender do destinatário, a linguagem utilizada na carta pessoal pode ser mais informal, inclusive, conter gírias, códigos, expressões populares, metáforas. 

 
Exemplo 1 

Salvador, 31 de julho de 2019
Querida mãe,
Estou morrendo de saudades da senhora, por isso resolvi fazer esta carta. Queria muito poder estar aí no seu aniversário, mas estamos no período de provas e aqui tá uma loucura! Todo o tempo livre que tenho aqui tem sido para estudar, pois não quero reprovar em nenhuma matéria.
Falta pouco, mãe! Já estou até fazendo contagem regressiva! Em breve estarei em casa de novo para comemorar os próximos aniversários, dia das mães, natal, ano novo, e todas as outras festas bem juntinhas. Te amo muiitoooooo, do fundo do meu coração e estou com muitas saudades!
Beijos!!!!
De sua filha, 
Ana.
Quando a carta pessoal for destinada a pessoas próximas, mas que exigem o uso de formalidade, a exemplo de um professor, é importante incluir frases cordiais, e alguns termos mais formais, como no exemplo citado abaixo:

Exemplo 2

Juazeiro, 28 de março de 2019

Prezada Professora Nayra,
Venho por meio desta solicitar as câmeras fotográficas que serão utilizadas na realização do trabalho da disciplina de fotografia. 
As fotos produzidas são parte da avaliação final, por isso, solicitamos os aparelhos com urgência. Também serão necessários o tripé, microfone e lapela, pois os alunos pretendem entrevistar algumas pessoas. 
Desde já, obrigada.
At.
Turma do 6º período de Comunicação Social.

Para memorizar

Para que o assunto fique bem fixo, vamos recordar as principais características da carta pessoal:


1 – Comunicação pessoal, com temas variados e texto simples;
2 – A estrutura da carta pessoal geralmente tem: local e data, saudação ou vocativo, o texto, assinatura e despedida.
3 – A depender do nível de intimidade entre o remetente e destinatário, o texto pode ter uma linguagem mais formal, utilizando-se de termos mais respeitosos, como, “prezada professora” ou uma linguagem informal, com uso de gírias, abreviações e apelidos. A despedida também pode ser mais carinhosa ou formal.
4 – O tempo verbal utilizado geralmente é o presente do indicativo, indicando uma ação que ocorre no momento em que a carta está sendo escrita, como “estou morrendo de saudades”
5 – Local e data normalmente ficam no início da carta.
6 – Se a carta for enviada pelo correio, é importante inseri-la em um envelope, que deve ser preenchido de forma adequada, contendo todas as informações do remetente e do destinatário.
7 – Para finalizar a carta, o remetente pode assiná-la sem o uso do sobrenome. 

Além da estrutura básica, é importante lembrar que a carta pessoal também possui aspectos bem particulares, como por exemplo, as marcas de pessoalidade. Já que esse é um tipo de texto que é mais utilizado para conversas íntimas e até mesmo confidenciais, ele pode ser construído com uma linguagem que demonstra a intimidade entre os interlocutores.
Outra característica particular da carta pessoal é a interlocução direta. Isso quer dizer que o remetente fala diretamente com quem está lendo a carta. A variedade de temas também é um aspecto importante da carta pessoal, que pode ser escrita para tratar de assuntos íntimos ou para fazer solicitações.
Voltar

Questões