Resumo de História - Batalha de Stalingrado

A Batalha de Stalingrado durou em média seis meses e foi um grande conflito travado entre Wehrmacht – exército da Alemanha Nazista e os seus aliados contra as tropas da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

A razão desse combate era a posse da cidade de Stalingrado, atualmente chamada de Volgogrado, que fica nas margens do rio Volga – mais longo rio entre os países da Europa. Essa foi a maior e mais cruel batalha que aconteceu durante o período da Segunda Guerra Mundial, do dia 17 de julho de 1942 até o dia 02 de fevereiro de 1943.

A Trágica Batalha de Stalingrado

Essa batalha de Stalingrado foi um dos motivos que mudou os rumos da guerra na Frente da Europa Oriental designando um limite para a expansão alemã em território soviético, partindo do local onde o Exército Vermelho dos Operários e dos Camponeses iria incitar as forças alemãs até Berlim – capital da Alemanha.

A batalha de Stalingrado ficou caracterizada por ter conflitos violentos em ambientes fechados, além das privações, do desrespeito e menosprezo pela vida tanto dos civis, quanto dos militares. Esse combate em Stalingrado se tornou a maior e mais sangrenta batalha, entre a história de todas as guerras.

Foram mais de 2,2 milhões de soldados envolvidos e um número sombrio que ficou entre 1,8 e 2 milhões de pessoas mortas, feridas ou capturadas. Depois da derrota, o Alto Comando Alemão (Oberkommando der Wehrmacht) foi obrigado a tirar e relocar as suas tropas para o leste, precisavam avaliar as perdas, pois elas estavam paralisadas na Frente da Europa Ocidental.

Além de mudar o rumo da Segunda Guerra Mundial – conflito militar global que durou de 1939 a 1945 e envolveu a maioria das nações do mundo. A derrota dos alemães acabou fortalecendo o revolucionário comunista e político de origem georgiana Josef Stalin (1878 – 1953) e transformando a União Soviética em uma grande superpotência.

O ataque alemão com intuito de capturar Stalingrado teve início no mês de agosto do ano de 1942, composto pelo 6º corpo de Exército e membros do 4º Exército Panzer na linha de Frente. A artilharia da Alemanha foi seguida por centenas de aviões da Luftwaffe.

Essa ofensiva bombardeou todas as disposições soviéticas, tanto na cidade quanto nas imediações. Stalingrado se transformou em uma enorme ruína muito rápido. O conflito se tornou em uma guerra urbana muito desgastante para os dois lados, pois eles empenharam muitos reforços com objetivo de se manter na ofensiva.

Com o desenrolar do combate na batalha de Stalingrado, o número de mortos foram aumentando absurdamente. Na metade do mês de novembro de 1942, os alemães já haviam conseguido impor o recuo dos defensores soviéticos no sentido de uma zona pequena, na margem oeste do rio Volga.

Enquanto isso, a Wehrmacht se dedicava a invasão da cidade para destruir os últimos bolsões de resistência soviética. O Exército Vermelho então, deu início a mobilização de uma grande tropa que estava na margem oposta do rio.

A URSS lançou uma grande contra-ofensiva, a operação estratégica chamada de Operação Urbano, no fim do mês de novembro de 1942. Tratava-se de um grande ataque em pinça, ou seja, uma manobra militar onde o exército oponente é atacado de forma simultânea por duas alas defensivas.

Esse ataque foi se movimentando através dos lados enfraquecidos das tropas do Eixo, que eram compostos por soldados húngaros e romenos, que faziam parte das tropas mais fracas do embate liderado por alemães.

As tropas do Eixo nas laterais foram facilmente sendo dominadas e o 6º Exército alemão acabou ficando encurralado e isolado na região de Stalingrado. O general e marechal Friedrich Wilhelm Ernst Paulus (1890 – 1957) solicitou autorização para fazer tentativa de furar o cerco e abandonar suas insustentáveis posições.

O ditador nazista Adolf Hitler não autorizou qualquer deslocamento e determinou que o exército encurralado fosse reabastecido pelo ar e enquanto isso, uma outra tropa deveria ser organizada para realizar o resgate do 6º exército.

Os conflitos foram intensos e se prolongaram, no decorrer dos meses de dezembro de 1942 e janeiro de 1943. No início do ano de 1943, as forças do Eixo em Stalingrado já se encontravam enfraquecidas e com pouca munição e comida.

O oficial Friedrich Wilhelm Ernst Paulus resolveu então, desobedecer às ordens de seu líder Adolf Hitler e autorizou aos poucos integrantes que sobraram de seu exército, que se redessem aos soviéticos, dando-lhes a vitória.

Cidade de Stalingrado

Trata-se de uma cidade da Rússia, oficialmente chamada de Federação Russa, que está situada no oblast homônimo, atualmente conhecido como oblast Volgogrado – uma divisão federal da Federação da Rússia, localizada no sul do país, na região do rio Volga.

Ela foi fundada em 1589 e antigamente, entre os anos de 1589 e 1925, a cidade era chama de Tsarítsin. Do ano 1925 até o ano de 1961, a cidade se chamou Stalingrado ou Estalinegrado.

Para servir como memorial, a cidade aprovou em fevereiro de 2013, uma medida de alteração do nome para Stalingrado, em se tratando de nove feriados do ano, todos aqueles que estejam relacionados com a Segunda Guerra Mundial.

A cidade de Volgogrado foi originada de uma fortaleza e percorre uma média de 80 quilômetros no decorrer da margem ocidental do rio Volga, perto de sua afluência com o rio Tsaritsa.

Esse lugar ganhou notoriedade e o reconhecimento mundial por ter sido um dos lugares onde houve um dos conflitos mais cruéis da Segunda Guerra Mundial. Trata-se da batalha de Stalingrado.

Nessa batalha, os soldados da União Soviética resistiram às investidas de conquista pelas forças da Aliança do Eixo, durante os meses de junho de 1942 a fevereiro de 1943 e que custou a vida de milhares de seres humanos.

Para homenagear a batalha de Stalingrado, foi levantada a Estátua da Mãe Pátria, no topo da colina de Mamayev Kurgan, inaugurada no ano de 1967. A estátua monumental mede cerca de 85 metros de altura e pesa em média oito toneladas. Ela é a maior estátua da Europa e atualmente, é também o maior monumento de uma mulher humana do mundo.

Quando foi inaugurada, no ano de 1967, ela foi considerada a maior estátua do mundo. Atualmente, ela é a segunda maior escultura não religiosa do mundo, só perdendo para a Estátua da Unidade – monumento dedicado ao líder do movimento de independência da Índia.

Voltar

Questões