Resumo de Biologia - Animais Extintos

Animais extintos são todos aqueles que não podem mais ser encontrados no planeta Terra. Os motivos para esse desaparecimento foram os fenômenos naturais e a interferência humana no habitat natural desses seres vivos.

Fatores como como a caça predatória, contaminação da água, do ar e do solo, desmatamento, mudanças climáticas, pesca predatória e utilização de substâncias tóxicas foram os principais responsáveis pelo aumento desenfreado da extinção de animais.

O termo extinção não é empregado somente para se referir aquelas espécies de animais que não existem mais, mas serve para indicar também àqueles que vivem em cativeiro. O homem é o predador dominante do planeta Terra.

Extinção dos animais ao longo do tempo

Sabe-se que, ao longo dos milhares de anos, muitas espécies raras foram desaparecendo do mundo por razões diversas. Alterações de clima, ataques de predadores, desastres ambientais e doenças desconhecidas foram e continuam sendo ameaças naturais que provocaram a extinção desses seres e continuam colocando em risco os animais existentes.

Outro fator que influenciou significativamente para a extinção de muitas espécies foram as ações dos seres humanos,  como a prática de atividades predatórias, a exemplo da caça indiscriminada, da pesca, da queimada e desmatamento de florestas.

Esse descaso com o meio ambiente e os demais seres vivos gera uma série de consequências a curto, médio e longo prazo. Levando-se em consideração a cadeia alimentar, por exemplo, um animal extinto pode provocar um aumento das espécies nas quais ele se alimentava e, com isso, uma diminuição das presas dessas últimas. Dessa maneira, a lista de animais extintos só faz aumentar no decorrer dos anos.

Animais extintos, em extinção ou ameaçados de extinção

Existe uma diversidade de animais extintos no Brasil e no mundo e esse número continua crescendo desenfreadamente. Mas não existe um parâmetro específico nem um senso comum que determine se uma espécie está ameaçada, em extinção ou extinta.

Para fundamentar e realizar uma especificação, a União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), que nada mais é do que uma organização internacional de preservação do meio ambiente, executou um estudo de análises para designar alguns critérios.

De acordo com esses critérios, desde o ano de 1994, o órgão publica um documento chamado de Lista Vermelha, que descreve a real situação de cerca de 45 mil espécies de animais, plantas e fungos.

Conforme as análises da IUCN, a espécie pode ser classificada como:

  • Extinta: significa que ela não existe mais na natureza e não poderá ser vista novamente.
  • Em extinção: quase não existe animais da mesma espécie e isso vai dificultar a sua reprodução e continuação de seu legado.
  • Ameaçadas de extinção: apesar do nome e sentido serem parecidos com “em extinção”, trata-se daquelas espécies que estão perdendo sua população e desaparecendo muito rápido, ou seja, correndo o risco de serem extintas.

Ainda de acordo com a IUCN, existem outras oito categorias que podem classificar as espécies:

  • Ameaçada
  • Criticamente em perigo
  • Deficiente de dados
  • Em perigo
  • Extinta
  • Extinta na natureza
  • Pouco preocupante
  • Vulnerável

Para ser classificada em um desses grupos são considerados os seguintes critérios: quanto a população reduziu dentro do espaço de três gerações e qual a projeção de declinação populacional para as próximas três gerações.

Além disso, existem indicadores de dimensão de ocorrência, extensão da área que ocupa e o tamanho da população de indivíduos maduros, ou seja, que estejam prontos para reproduzir.

O Ibama – Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis, também divulga uma relação dos animais em extinção. Essa lista é elaborada com base nas reuniões entre os pesquisadores especializados na fauna e na flora. Conforme o conteúdo dessas reuniões, fica definido se as espécies ganham ou perdem o status de ameaçadas, em extinção ou extintas.

Animais extintos da natureza

  • Alce Gigante
  • Antílope Azul
  • Ararinha Azul
  • Arctodus
  • Auroque
  • Bandicoot Pés Porco
  • Bilby Pequeno
  • Cabra Montesa
  • Caburé de Pernambuco
  • Canarian Oystercatcher
  • Cervo de Schomburgk
  • Dinossauro
  • Dodô
  • Dugongo de Steller
  • Emu Negro ou The King Island Emu
  • Foca Monge do Caribe ou Foca Monge dos Caraíbas
  • Golfinho Baiji
  • Golfinho do Rio Chinês
  • Gritador do Nordeste
  • Íbex dos Pirenéus
  • Leão das Cavernas
  • Leão do Cabo
  • Limpa Folha do Nordeste
  • Lobo de Honshu
  • Lobo Vermelho
  • Maçarico Esquimó
  • Mamute
  • Mariana Mallard
  • Mergulhão de Alaotra
  • Mutum do Nordeste
  • Norfolk Kaka
  • Orangotango de Tapanuli
  • Perereca de Santo André
  • Periquito das Seychelles
  • Pica-pau Bico de Marfim
  • Po’o-uli
  • Pombo Passageiro
  • Puma Oriental
  • Quagga
  • Raposa das Falkland
  • Rato Candango
  • Rato de Fernando de Noronha
  • Rinoceronte Branco do Norte
  • Rinoceronte Negro do Oeste Africano
  • Tartaruga Gigante dos Galápagos
  • Tigre da Tasmânia
  • Tigre de Dente de Sabre
  • Tigre de Java
  • Tigre do Cáspio
  • Tilacino
  • Tubarão Lagarto
  • Unicórnio da Sibéria
  • Vaquita
  • Wallaby Rabo de Prego Crescente
  • Wallaby Toolache

Voltar

Questões