Resumo de Português - Advérbio

Advérbio é a classe gramatical das palavras que modifica um verbo, um adjetivo ou um outro advérbio. O advérbio indica as circunstâncias em que ocorre a ação verbal, desempenhando em uma oração a função de adjunto adverbial.

O advérbio se a refere outro advérbio para intensificá-lo, a um adjetivo ou a uma declaração inteira. Ele denota uma circunstância e, a depender da situação, pode ser classificado como advérbio de modo, intensidade, lugar, tempo, negação, afirmação e dúvida.

Classificado pela gramática por ter a função de modificador do verbo, o advérbio expressa uma circunstância ou ideia acessória em relação à palavra a qual se refere. O advérbio faz parte da regra de palavras invariáveis, ou seja, aquelas que não permitem alteração.

Embora esteja entre as quatro classes gramaticais cujas palavras são invariáveis, o advérbio possui uma exceção em relação à flexão. Fugindo à regra, os advérbios de intensidade, de modo e de lugar permitem flexão de grau, já os demais são todos invariáveis.

Classificação do advérbio

O advérbio é o termos que aponta a posição de quem fala ou o modo como ele verifica a situação. Ou seja, as expressões adverbiais são usadas para marcar sua posição temporal, espacial ou ainda o modo como está contextualizado na oração.

Desse modo, a classificação dos advérbios é feita de acordo com a circunstância que um determinado advérbio transmite. A classificação se baseia pelos valores léxicos e semânticos das palavras ou ainda por critérios funcionais.

A gramática distingue as seguintes classificações:

De afirmação: sim, certamente, efetivamente, realmente, decerto, certo, incontestavelmente, decididamente, entre outros.

Exemplos:

  • Certamente não foi aquilo que ela quis dizer.
  • Ele foi muito bem na prova.

De dúvida: acaso, porventura, possivelmente, provavelmente, quiçá, talvez, entre outros.

Exemplos:

  • Talvez ele volte hoje.
  • Sem acordo, possivelmente os professores entrarão em greve.

De intensidade: bastante, bem, demais, mais, menos, pouco, muito, quanto, quão, quase, tanto, tão, entre outros.

Exemplos:

  • Ele gosta bastante dela.
  • Ela comeu demais no jantar.

De lugar: abaixo, acima, adiante, aí, além, ali, aquém, aqui, atrás, através, cá, defronte, dentro, detrás, fora, junto, lá, longe, onde, perto, entre outros.

Exemplos:

  • Assinei meu nome logo abaixo do seu.
  • O carro está parado defronte o portão.

De modo: assim, bem, debalde, depressa, devagar, mal, melhor, pior, acinte, debalde e quase todos terminados em – mente: fielmente, levemente, cuidadosamente, calmamente, tristemente entre outros.

Exemplos:

  • A mesa de jantar foi arrumada cuidadosamente.
  • Nunca a vimos tão bem.

De negação: não, nunca, jamais, nem, tampouco.

Exemplos:

  • Ele jamais esquecerá o dia que a conheceu.
  • Não foi possível terminar as tarefas.

De tempo: agora, ainda, amanhã, anteontem, antes, breve, cedo, depois, então, hoje, já, jamais, logo, nunca, ontem, outrora, sempre, tarde, afinal, agora, amiúde, tarde, enfim, entrementes, doravante, outrora, primeiramente, imediatamente, antigamente, provisoriamente, sucessivamente, constantemente, entre outros.

Exemplos:

  • O circo não tem o mesmo esplendor de outrora.
  • Em breve faremos aquela viagem.

Flexão dos advérbios

O advérbio faz parte das palavras invariáveis, portanto, não são flexionadas em gênero (masculino e feminino), nem em número (plural e singular). Apesar disso, os advérbios de intensidade, de modo e de lugar podem ser flexionados em grau (comparativo e superlativo), análogos aos graus dos adjetivos.

Grau comparativo de inferioridade

É formado por: menos + advérbio + que (do que).

  • Ela anda menos lentamente do que você.

Grau comparativo de igualdade

É formado por: tão + advérbio + quanto (como/ quão).

  • Ela anda tão lentamente quanto você.

Grau comparativo de superioridade

É formado por: mais + advérbio + que (do que).

  • Ela anda mais lentamente do que você.

Grau superlativo absoluto sintético

É formado por: advérbio + sufixo (geralmente, pelos sufixo -íssimo).

  • Aquela garota fala altíssimo.

Grau superlativo absoluto analítico

Acompanhado por outro advérbio: muito + advérbio.

  • Aquela garota fala muito alto.

Formas irregulares

Os advérbios bem, mal, muito e pouco, ao flexionarem no grau comparativo e superlativo assumem formas irregulares.

Bem

  • Grau comparativo: melhor, mais bem
  • Grau superlativo: otimamente, muito bem

Mal

  • Grau comparativo: pior, mais mal
  • Graus superlativo: pessimamente, muito mal

Muito

  • Grau comparativo: mais
  • Grau superlativo: muitíssimo, o mais

Pouco

  • Grau comparativo: menos
  • Grau superlativo: pouquíssimo, o menos

Locução adverbial

Locução adverbial é a reunião de duas ou mais palavras, que juntas possuem o valor de advérbio, alterando o sentido de um verbo, de adjetivos ou de um advérbio.

Assim como os advérbios, as locuções adverbiais também são classificadas de acordo com a circunstância que expressam. Elas podem expressar ideia de causa, assunto, companhia, instrumento etc. e algumas delas possuem advérbios correspondentes.

Locuções adverbiais de modo: às pressas, às claras, às cegas, à toa, à vontade, às escondidas, aos poucos, desse jeito, desse modo, dessa maneira, em geral, frente a frente, lado a lado, a pé, de cor, em vão, em silêncio, ao contrário.

Exemplos:

  • Ele saiu de casa às pressas.
  • Ela desenvolveu aquele projeto às cegas.

Locuções adverbiais de lugar: a distância, à distância de, em cima, à direita, à esquerda, ao lado, em volta, por aqui, em baixo, ao meio, em algum lugar, à esquerda, por perto.

Exemplos:

  • Eu sentei à esquerda dele.
  • Todos os dias ela passa por aqui.

Locuções adverbiais de tempo: às vezes, à(de) tarde, à(de) noite, de manhã, de repente, de vez em quando, de quando em quando, a qualquer momento, de tempos em tempos, em breve, hoje em dia.

Exemplos:

  • Em breve estaremos reunidos novamente.
  • A qualquer momento nosso chefe chegará.

Locuções adverbiais de negação: de modo algum, de jeito nenhum, de forma nenhuma, de forma alguma, de maneira nenhuma.

Exemplo:

  • Não aceitarei suas desculpas de forma alguma.
  • De modo algum eu vou repetir o mesmo erro.

Locuções adverbiais de afirmação: de certeza, com certeza, sem dúvida.

Exemplos:

  • Com certeza ele virá hoje à noite.
  • Sem dúvida, aquela foi a melhor aula do semestre.

Locuções adverbiais de dúvida: por certo, quem sabe, às vezes.

Exemplos:

  • Quem sabe desta vez ele passa no vestibular.
  • Por certo ele virá buscar o livro amanhã.

Locuções adverbiais de intensidade ou quantidade: em excesso, de todo, de muito, por completo, por demais, em demasia.

Exemplo:

  • Ele sofre em demasia pela morte do amigo.
  • Você comeu em excesso no jantar.
Voltar

Questões

Veja também

Outros resumos de Português