Questão 37 do Concurso Hospital Risoleta Tolentino Neves - MG (HRTN - MG) - Enfermeiro Obstetra (2015)

O Ministério da Saúde publicou o manual Parto, aborto e puerpério: assistência humanizada à mulher com o objetivo de disseminar conceitos e práticas da assistência ao parto entre os profissionais de saúde (BRASIL, 2001). Nesse manual, o Ministério da Saúde apresentou uma classificação das práticas durante o parto normal, segundo critérios de utilidade, eficácia e risco.

A esse respeito, assinale a alternativa que apresenta práticas no parto normal claramente prejudiciais ou ineficazes e que devem ser eliminadas.
  • A Uso rotineiro da posição supina durante o trabalho de parto; uso rotineiro da posição de litotomia; manobra de Kristeller ou similar; uso liberal de episiotomia.
  • B Controle da dor por analgesia peridural; monitoramento eletrônico fetal; amniotomia precoce de rotina no primeiro estágio do parto; estímulo para o puxo quando se diagnostica dilatação cervical completa, antes que a própria mulher sinta o puxo.
  • C Métodos não farmacológicos de alívio da dor durante o trabalho de parto, ervas, imersão em água e estimulação de nervos; massagem e distensão do períneo durante o segundo estágio do trabalho de parto; revisão (exploração manual) rotineira do útero após o parto.
  • D Liberdade de posição e movimento durante o trabalho de parto; prevenção da hipotermia do bebê; monitoramento fetal por meio de ausculta intermitente e vigilância das contrações uterinas por palpação abdominal.