Questão 57 do Concurso Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas (AL-AP) - Pedagogo (2020)

O objeto da Didática diz respeito ao processo de compreensão, problematização e proposição acerca do ensino, sendo este entendido como o processo de fazer aprender alguma coisa a alguém, marcado pela mediação e pela dupla transitividade. Dessa forma, o processo de ensinar incorpora em si mesmo o processo de aprender, constituindo-se como um único processo com movimentos distintos (ensinagem e aprendizagem), porém indissociáveis. Trata-se de favorecer ao professor em formação e em atuação condições de propor formas de mediação da prática pedagógica, fundamentadas por concepções que permitam situar a função social de tais mediações. Não se trata, pois, de enfatizar o como fazer, porém o como fazer (mediação) em articulação ao por que fazer (intencionalidade pedagógica), condição intrínseca da Didática fundamental.

(Adaptado de: CRUZ, G. B.; André, M. E. D. A. "Ensino de didática: um estudo sobre concepções e práticas de professores formadores". Educação em Revista, vol. 30, n. 4, out.-dez. 2014.)


Na situação exposta pelo texto,

  • A dupla transitividade corresponde à definição didática de que o professor ensina e o aluno aprende.
  • B concepções que permitam situar a função social de tais mediações (linhas 5 e 6) é equivalente à intencionalidade pedagógica implicada na didática.
  • C propor formas de medição da prática pedagógica (linha 5) significa que o professor mediador é aquele que propõe formas de mediação de conflitos no ambiente pedagógico.
  • D como fazer e por que fazer constituem dois movimentos dissociados na aprendizagem de um conteúdo.
  • E o professor em formação deve aprender técnicas de mediação eficientes em qualquer situação de aprendizagem.