Prefeitura Municipal de Fortaleza - Auxiliar de Educação Infantil (2018) Questão 32

A escravatura sobreviveu ao mundo colonial e ajustou-se às formas de governo que os novos estados independentes e politicamente soberanos criaram nas Américas. Em dois deles ela permaneceu por longo tempo – na República norte-americana, até 1863; na Monarquia constitucional brasileira, até 1888.
Leia as afirmativas abaixo, que relacionam escravidão e estado-nação independente.
I. Embora a República norte-americana pregasse, por princípio, a ampliação da igualdade política, as cláusulas incluídas na Carta Constitucional de 1787 expressaram arranjos políticos entre os estados escravistas e os estados livres para manter a escravidão. II. No Brasil, a escravidão foi defendida apenas pelos cafeicultores fluminenses e mineiros, mas o poder de ambos junto ao Imperador mostrou-se suficiente para mantê-la até o final do Segundo Reinado. III. A implantação de uma ordem republicana importava muito para os escravos naquelas sociedades; sobretudo para os libertos, que deixavam de ser segregados pela cor e passavam a ter sua mobilidade social facilitada. IV. A aceitação da existência de “diferentes condições de gente” pela Monarquia brasileira e a manutenção de privilégios para alguns cidadãos contribuíram para tornar a escravidão fenômeno naturalizado aos olhos de muitos contemporâneos.
Entre as alternativas acima estão CORRETAS:

  • A Somente as alternativas I e II.
  • B Somente as alternativas III e IV.
  • C Somente as alternativas II e III.
  • D Somente as alternativas II e IV.
  • E Somente as alternativas I e IV.

Encontre mais questões

Voltar