Questão 46 do Concurso Prefeitura Municipal de Crato - Enfermeiro (2021)

As Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial (2020), conceituam a hipertensão arterial (HA) como uma doença crônica não transmissível (DCNT) definida por níveis pressóricos, em que os benefícios do tratamento (não medicamentoso e/ou medicamentoso) superam os riscos. Trata-se de uma condição multifatorial, que depende de fatores genéticos/epigenéticos, ambientais e sociais, caracterizada por elevação persistente da pressão arterial (PA), ou seja, PA sistólica (PAS) maior ou igual a 140 mmHg e/ou PA diastólica (PAD) maior ou igual a 90 mmHg, medida com a técnica correta, em pelo menos duas ocasiões diferentes, na ausência de medicação anti-hipertensiva. São considerados fatores de risco para a HÁ:
  • A Em torno de 65% dos indivíduos acima dos 60 anos apresentam HÁ.
  • B A etnia é um fator de risco importante para a HA, e condições socioeconômicas e de hábitos de vida são fatores menos relevantes.
  • C A relação entre o excesso de peso (sobrepeso/obesidade) e os níveis de PA ainda não estão bem estabelecidos nos estudos.
  • D Há uma associação indireta entre sedentarismo, elevação da PA e da HÁ.
  • E Entre os fatores socioeconômicos, podemos destacar maior escolaridade, além de maior renda familiar, como fatores de risco significativo para HA.