Polícia Militar do Estado de São Paulo (PM-SP) - Aspirante da Polícia Militar (2019) Questão 51

                           Os antigos


Os antigos invocavam as Musas.

Nós invocamo-nos a nós mesmos.

Não sei se as Musas apareciam –

Seria sem dúvida conforme o invocado e a invocação. –

Mas sei que nós não aparecemos.

Quantas vezes me tenho debruçado

Sobre o poço que me suponho

E balido “Ah!” para ouvir um eco,

E não tenho ouvido mais que o visto –

O vago alvor escuro com que a água resplandece

Lá na inutilidade do fundo…

Nenhum eco para mim…

Só vagamente uma cara,

Que deve ser a minha, por não poder ser de outro.

E uma coisa quase invisível,

Exceto como luminosamente vejo

Lá no fundo…

No silêncio e na luz falsa do fundo…

(Fernando Pessoa. Poemas de Álvaro de Campos. São Paulo, Saraiva, 2013, p. 156)



É correto afirmar que, com a menção às Musas, o poema

  • A adota uma perspectiva crítica, pois emprega a referência para negar a originalidade dos poetas tradicionais.
  • B traduz um sentimento saudosista, anunciando o desejo do eu lírico de voltar à época em que a poesia era valorizada.
  • C revela um tom melancólico, na medida em que as musas são figuras míticas associadas ao fracasso.
  • D dialoga com textos da tradição literária, em que as musas eram fonte de inspiração para os poetas.
  • E assume um viés cômico, ridicularizando a representação das musas em composições poéticas antigas.

Encontre mais questões

Voltar