Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (FHGV) - Médico endocrinologista (2019) Questão 37

               Um paciente de dezessete anos de idade, portador de  diabetes  mellitus  tipo  1  há  dez  anos,  em  uso  de  insulina  detemir 60 ui pela manhã e dose fixa de insulina aspart (sete  unidades quinze minutos antes das principais refeições), faz  uso  de  monitorização  contínua  de  glicose,  que  apresenta  desvio‐padrão de 86 mg/dl. Relata uso ocasional de bebida  alcoólica, apresentando níveis glicêmicos de até 35 durante a  noite,  mas  refere  que  seu  corpo  já  está  acostumado,  não  apresenta sintomas e o evento “reverte sozinho”, pois acorda  pela  manhã  com  a  glicemia  alta  após  os  episódios  de  hipoglicemia. Mostra exame de glicemia de jejum 180 mg/dl  e hemoglobina glicada 6,8% e se recusa a realizar contagem  de carboidratos. 


Com base nessa situação hipotética, assinale a alternativa correta com relação às disglicemias do paciente.

  • A Na ausência de sintomas, a hipoglicemia sintomática é mais grave e preocupante que a hipoglicemia.
  • B A hipoglicemia não deve ser revertida com alimentos ricos em açúcar devido ao risco de cetoacidose diabética.
  • C Segundo as últimas atualizações de hipoglicemia, por definição, o paciente apresentou episódio de hipoglicemia severa durante a noite.
  • D A hiperglicemia matinal no caso relatado provavelmente é decorrente do efeito Somogy.
  • E A hipoglicemia assintomática sugere melhor resposta metabólica do paciente diante de episódio de estresse.

Encontre mais questões

Voltar