Parana Previdência - Técnico - Previdenciário (2013) Questão 6

Leia o texto, a seguir, e responda a questão.

Se mantido o ritmo de crescimento da população carcerária como tem se demonstrado neste ano, em quatro meses o Estado de São Paulo deve atingir a marca de 200 mil presos e a taxa de 475 detentos por 100 mil habitantes. Essa massa carcerária equivale à população de Itapevi, município na região metropolitana de São Paulo. Diariamente há um aumento de 82 novos detentos no sistema prisional. “Com essa taxa, São Paulo vai superar quase todos os países da América”, ponderou o assessor jurídico da Pastoral Carcerária, José de Jesus Filho. Hoje, o país que tem a maior taxa de encarceramento é os Estados Unidos, com 790 presos por 100 mil habitantes. No ano passado, o Brasil atingiu o índice de 269. São Paulo tem hoje 189 mil detentos em 101 mil vagas distribuídas em 152 unidades. É 40% de toda a população carcerária do país. Para a diretora da ONG Instituto Sou da Paz, Melina Risso, esse aumento da população no sistema prisional mostra que os sistemas judiciário e carcerário estão falidos. “Há um contrassenso nessa discussão. Há uma cultura de que quem cometeu crimes, seja ele qual for, deve ser preso. É uma espécie de vingança. Mas a mesma pessoa que defende as prisões diz que as penitenciárias são escolas do crime”, afirmou. No mês passado, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que preferia morrer a ficar anos em uma penitenciária no Brasil.

(Adaptado de: BENITES, A. São Paulo pode ter 200 mil presos em 4 meses. Folha de S. Paulo. São Paulo, 2 dez. 2012. C3.)


Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, uma palavra do texto escrita de acordo com a nova ortografia brasileira.
  • A Assessor.
  • B Contrassenso.
  • C Carcerária.
  • D Espécie.
  • E Distribuídas.

Encontre mais questões

Voltar