Questão 56 do Concurso Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas (AL-AP) - Pedagogo (2020)

Basicamente, estamos sempre educando para um mundo que ou já está fora dos eixos ou para aí caminha, pois é essa a situação humana básica, em que o mundo é criado por mãos mortais e serve de lar aos mortais durante tempo limitado. O mundo, visto que feito por mortais, se desgasta e, dado que seus habitantes mudam continuamente, corre o risco de tornar-se mortal como eles.

(Adaptado de: ARENDT, H. Entre o passado e o futuro, 2003, p. 243)


A partir dos fundamentos filosóficos expressos no trecho,

  • A é tarefa da educação transmitir os conhecimentos pelos quais a humanidade tem apreço, a fim de preservá-los ao longo das gerações.
  • B a educação deve se transformar para se adequar, a cada geração, aos conhecimentos considerados relevantes pelas novas pessoas.
  • C num mundo mortal, habitado por pessoas que mudam constantemente, a educação se torna limitada e se desgasta
  • D educar é tornar-se mortal, adequando-se a um mundo que em essência é mortal.
  • E entre o passado e o futuro reside uma esperança de que as novas gerações construam um mundo imortal.