Conselho Regional de Contabilidade de Rondônia - Assistente Administrativo (2015) Questão 9

O barulho, no ambiente de trabalho, pode ser muito prejudicial, pois a exposição diária e contínua a ruídos com intensidade superior a 85 dB (decibéis) pode levar a danos permanentes nas células sensoriais da orelha, causando desde perda parcial até perda total da audição. Por esse motivo, nesses locais, o trabalhador deve sempre utilizar o equipamento de proteção individual.

Em um exame médico periódico, foi realizado um teste de audiometria de via aérea para verificar a acuidade auditiva de um trabalhador. Nesse tipo de teste, o paciente fica em uma cabine acústica, hermeticamente isolada, usando um fone de ouvido em suas orelhas e um botão acionador em sua mão. O médico executa, então, sons com diferentes frequências e em níveis crescentes de intensidade sonora. Toda vez que o paciente consegue perceber o som, ele aciona o botão, e esse acionamento registra em um audiograma o nível mínimo de intensidade sonora que ele consegue escutar em cada uma das frequências testadas.

O resultado do teste realizado por esse trabalhador está apresentado no audiograma a seguir, juntamente com a tabela de referência de perda auditiva de Lloyd e Kaplan, utilizada para fazer o diagnóstico. 





O texto menciona que a exposição contínua a ruídos intensos pode levar a danos nas células sensoriais da orelha. Uma lesão desse tipo afetaria especificamente as células

  • A da cóclea, comprometendo a capacidade de percepção do som na orelha interna.
  • B da cóclea, comprometendo a capacidade de captação das ondas sonoras na orelha externa.
  • C do tímpano, comprometendo a capacidade de transmissão das vibrações para a orelha interna.
  • D do tímpano, comprometendo a capacidade de captação das ondas sonoras na orelha externa.
  • E do tímpano, comprometendo a capacidade de percepção do som na orelha interna.

Encontre mais questões

Voltar