Questão 6 do Concurso Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo (SEDU-ES) - Professor - Matemática (2018)

Gramáticos e linguistas

        Um linguista moderno sente-se tentado a desprezar um tanto seus antecessores, e sorrirá ao ler um gramático científico do século XIX. Entretanto, é à gramática tradicional que devemos esse enorme trabalho de análise que ainda serve de base às investigações modernas. A definição das partes da frase (sujeito, verbo, complemento etc.) e de suas relações, os quadros da flexão (declinação, conjugação etc.), a descrição dos diferentes gêneros de proposições (principais e subordinadas, discurso direto e indireto etc.), e muitas outras coisas dessa ordem, resultados alcançados pelo trabalho várias vezes centenário de um espírito lógico e analítico, são como pilares sobre os quais se assentará o edifício da linguística enquanto houver homens que dela se ocupem.

(Adaptado de: AUERBACH, Erich. Introdução aos estudos literários. Trad. de José Paulo Paes. São Paulo: Cosac Naify, 2015) 


Analisando algumas operações de construção do texto, é correto afirmar que o segmento

  • A sorrirá ao ler um gramático científico traz sublinhada uma forma verbal em que ao aspecto temporal, equivalente ao gerúndio, soma-se um aspecto causal.
  • B sente-se tentado a desprezar um tanto seus antecessores, transposto para a voz passiva, terá como forma verbal a expressão terá sido tentado a desprezar.
  • C trabalho várias vezes centenário deve ser entendido como trabalho a permanecer por inúmeros séculos.
  • D são como pilares sobre os quais se assentará o edifício da linguística acolhe, como forma alternativa para o que vem sublinhado, colunas em cujas se firmará.
  • E enquanto houver homens que dela se ocupem deve ser analisado como uma proposição que expressa, rigorosamente, um valor condicional.