Questão 22 do Concurso Universidade Federal do Ceará (UFC) - Tradutor Intérprete - Inglês (2017)

“Só se poderia falar em tradução literal se houvesse línguas bastante semelhantes para permitirem ao tradutor limitar-se a uma simples transposição de palavras ou expressões de uma para outra. Mas línguas assim não há, nem mesmo entre os idiomas cognatos. As inúmeras divergências estruturais existentes entre a língua do original e a tradução obrigam o tradutor a escolher, de cada vez, entre duas ou mais soluções, e em sua escolha ele é inspirado constantemente pelo espírito da língua para a qual traduz”. (RÓNAI, 1987: 21).
De acordo com o autor, portanto, é FALSO afirmar:
  • A Ainda assim, a tradução literal deve ser o objetivo de todo tradutor e o conceito norteador de todo seu trabalho.
  • B A tradução literal representa uma idealização impossível na prática, e nem mesmo desejável, na realidade.
  • C Não é possível ser completamente “fiel” porque, ao traduzirmos, não dizemos nunca a mesma coisa, mas quase a mesma coisa.
  • D Nunca vai existir uma única tradução ideal de determinado texto. Haverá muitas traduções boas, mas não A tradução boa de um original.
  • E Existem alternativas mais produtivas para a tradução do que sua versão literal, como a tradução que privilegia o sentido do texto de partida.