Secretaria de Estado de Saúde - Distrito Federal (SES-DF) - Fisioterapeuta (2020) Questão 122

Uma paciente de 22 anos de idade, desportista, amadora de futebol desde os 16 anos de idade, com história prévia de entorse lateral de tornozelo grau I, tratado de forma conservadora, sofreu uma lesão recente na região da articulação do joelho, durante uma partida de futebol. A atleta disputou uma bola no ar, cabeceou em direção ao gol e pousou ao solo com um contato inicial unipodal, realizando um movimento de pivô sobre o próprio corpo. Após passar por consulta médica, foi evidenciada, no exame de ressonância magnética, a ruptura completa do ligamento cruzado anterior (LCA). Por conta disso, a paciente encontra-se internada e será submetida à reconstrução do LCA, com enxerto do tendão patelar ipsilateral.

 Acerca desse caso clínico e com base nos conhecimentos correlatos, julgue os itens a seguir. 


O enxerto do tendão patelar proporciona boa consolidação óssea, estabilidade rotacional e fixação confiável. É considerado o padrão-ouro no que diz respeito à estabilidade mecânica e ao retorno precoce aos esportes de alto nível. No entanto, a maior probabilidade de dor anterior do joelho é uma das principais desvantagens desse tipo de enxerto. Nesse sentido, o fortalecimento do quadríceps é um componente comum do programa de reabilitação para pessoas com dor patelofemoral. Para manter um menor grau de estresse da articulação patelofemoral, são indicados exercícios em cadeia cinética fechada (por exemplo, agachamento), entre 0° e 45° de flexão do joelho, e exercícios em cadeia cinética aberta (por exemplo, extensão do joelho com o paciente sentado), entre 45° e 90° de flexão do joelho.

  • Certo
  • Errado

Encontre mais questões

Voltar