Polícia Civil do Estado de São Paulo (PC-SP) - Auxiliar de Papiloscopista Policial (2018) Questão 15

Considere o poema do livro A cinza das horas, de Manuel Bandeira.

Oceano

Olho a praia. A treva é densa. Ulula o mar, que não vejo, Naquela voz sem consolo, Naquela tristeza imensa Que há na voz do meu desejo.

E nesse tom sem consolo Ouço a voz do meu destino: Má sina que desconheço, Vem vindo desde eu menino, Cresce quanto em anos cresço.

— Voz de oceano que não vejo Da praia do meu desejo...
(Estrela da vida inteira. 20. ed. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1993)


Acerca desse poema, está correto o que se afirma em:

  • A A representação da natureza segue as lições do Manifesto Antropófago, que buscava um Brasil primitivo, indiferente ao progresso.
  • B A ausência de rimas deixa perceber o modo como o poema antecipa uma linguagem que será a marca registrada dos poetas modernistas.
  • C A descrição realista e a ausência da linguagem figurada são traços que ligam o poema à poesia parnasiana, ridicularizada na Semana de 22.
  • D Os versos metrificados denunciam a adesão à poesia tradicional, a qual foi posteriormente criticada pelo Modernismo de 1922.
  • E O tom intimista dos versos é condizente com a poesia realista, embora a descrição objetiva do oceano seja própria do Simbolismo.

Encontre mais questões

Voltar