Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IF-RR) - Professor - Enfermagem (2015) Questão 9

Em relação ao tratamento específico da HANSENÍASE, recomendado pela ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE - OMS e preconizado pelo ministério da saúde do Brasil, é CORRETO afirmar:

  • A É poliquimioterápico – PQT, uma associação de Rifampicina, Dapsona e Clofazimina, na apresentação de blíster. Essa associação evita a resistência medicamentosa do bacilo que ocorre, com frequência, quando se utiliza apenas um medicamento, impossibilitando a cura da doença, é administrado através de esquema padrão, de acordo com a classificação operacional do doente: Paucibacilar (PB) e multibacilar (MB).
  • B É poliquimioterápico – PQT, uma associação de Rifampicina, Pirazinamida e Clofazimina, na apresentação de blíster. Essa associação evita a resistência medicamentosa do bacilo que ocorre, com frequência, quando se utiliza apenas um medicamento, impossibilitando a cura da doença, é administrado através de esquema padrão, de acordo com a classificação operacional do doente: Paucibacilar (PB) e multibacilar (MB).
  • C É poliquimioterápico – PQT, uma associação de Pirazinamida, Dapsona e Clofazimina, na apresentação de blíster. Essa associação evita a resistência medicamentosa do bacilo que ocorre, com frequência, quando se utiliza apenas um medicamento, impossibilitando a cura da doença, é administrado através de esquema padrão, de acordo com a classificação operacional do doente: Paucibacilar (PB) e multibacilar (MB).
  • D É poliquimioterápico – PQT, uma associação de Rifampicina, Dapsona e Etambutol, na apresentação de blíster. Essa associação evita a resistência medicamentosa do bacilo que ocorre, com frequência, quando se utiliza apenas um medicamento, impossibilitando a cura da doença, é administrado através de esquema padrão, de acordo com a classificação operacional do doente: Paucibacilar (PB) e multibacilar (MB).
  • E É poliquimioterápico – PQT, uma associação de Rifampicina, Pirazinamida e Etambutol, na apresentação de blíster. Essa associação evita a resistência medicamentosa do bacilo que ocorre, com frequência, quando se utiliza apenas um medicamento, impossibilitando a cura da doença, é administrado através de esquema padrão, de acordo com a classificação operacional do doente: Paucibacilar (PB) e multibacilar (MB).

Encontre mais questões

Voltar