Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (FHGV) - Médico endocrinologista (2019) Questão 36

               Um paciente de dezessete anos de idade, portador de  diabetes  mellitus  tipo  1  há  dez  anos,  em  uso  de  insulina  detemir 60 ui pela manhã e dose fixa de insulina aspart (sete  unidades quinze minutos antes das principais refeições), faz  uso  de  monitorização  contínua  de  glicose,  que  apresenta  desvio‐padrão de 86 mg/dl. Relata uso ocasional de bebida  alcoólica, apresentando níveis glicêmicos de até 35 durante a  noite,  mas  refere  que  seu  corpo  já  está  acostumado,  não  apresenta sintomas e o evento “reverte sozinho”, pois acorda  pela  manhã  com  a  glicemia  alta  após  os  episódios  de  hipoglicemia. Mostra exame de glicemia de jejum 180 mg/dl  e hemoglobina glicada 6,8% e se recusa a realizar contagem  de carboidratos. 


Com base nessa situação hipotética, assinale a alternativa correta.

  • A O desvio‐padrão é um dos parâmetros mais importantes a serem analisados nos relatórios de monitorização contínua de glicose, devendo estar preferencialmente abaixo de 70.
  • B Devido à hiperglicemia de jejum aumentada, a melhor abordagem é aumentar a dose de insulina de longa ação.
  • C Não há necessidade de ajuste de dose medicamentosa, já que o paciente apresenta hemoglobina glicada no alvo.
  • D Para melhor controle metabólico, a meta de hemoglobina glicada para crianças e adolescentes é abaixo de 6,5%, considerando‐se o tempo aumentado de exposição à doença.
  • E A melhor abordagem é otimizar a relação entre a dose basal e o bólus, objetivando a aproximação de suas doses totais.

Encontre mais questões

Voltar