Questão 32 do Concurso Hospital Risoleta Tolentino Neves - MG (HRTN - MG) - Enfermeiro Obstetra (2015)

A ausculta intermitente é um método recomendado para avaliação fetal no trabalho de parto de mulheres classificadas como de risco habitual. É geralmente mais confortável para a parturiente, porque possibilita maior liberdade de movimentação, é menos dispendioso e invasivo, quando comparado a outros métodos de avaliação, e exige uma relação individual com a enfermeira, durante sua realização.

Utilizando a ausculta intermitente para avaliação da condição fetal, a enfermeira pode avaliar:

  • A a frequência e a duração aproximada das contrações uterinas.
  • B a Frequência Cardíaca Fetal (FCF), ritmo e aumento e diminuição da linha de base.
  • C a frequência, a duração e a intensidade da atividade uterina.
  • D o intervalo de tempo estimado até o momento do parto.