Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Assistente em Administração (2015) Questão 20

TEXTO 16

AQUELE ABRAÇO - Gilberto Gil,1969

O Rio de Janeiro continua lindo

O Rio de Janeiro continua sendo

O Rio de Janeiro, fevereiro e março

Alô, alô, Realengo - aquele abraço!

Alô, torcida do Flamengo - aquele abraço!

Chacrinha continua balançando a pança

E buzinando a moça e comandando a massa

E continua dando as ordens no terreiro

Alô, alô, seu Chacrinha - velho guerreiro

Alô, alô, Terezinha, Rio de Janeiro

Alô, alô, seu Chacrinha - velho palhaço

Alô, alô, Terezinha - aquele abraço!

Alô, moça da favela - aquele abraço!

Todo mundo da Portela - aquele abraço!

Todo mês de fevereiro - aquele passo!

Alô, Banda de Ipanema - aquele abraço!

Meu caminho pelo mundo eu mesmo traço

A Bahia já me deu régua e compasso

Quem sabe de mim sou eu - aquele abraço!

Pra você que me esqueceu - aquele abraço!

Alô, Rio de Janeiro - aquele abraço!

Todo o povo brasileiro - aquele abraço!



No TEXTO 16, os três primeiros versos da bela canção de Gilberto Gil, que atravessou gerações, são – considerados poeticamente – uma síntese do protagonismo topográfico-urbano, político e cultural que ainda hoje faz do Rio de Janeiro uma cidade fascinante. Ao estabelecermos uma relação entre essa síntese e as características exigidas para o texto oficial constantes do Manual de Redação da Presidência da República, estaremos nos referindo à:

  • A clareza.
  • B concisão.
  • C formalidade
  • D padronização
  • E impessoalidade.

Encontre mais questões

Voltar