Questão 19 do Concurso Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) - Administrador (2017)

INSTRUÇÃO: O trecho a seguir traz o parágrafo final do artigo de J. R. Guzzo, intitulado Artigo de imitação. Leia o trecho e responda à questão.

Os direitos dos cidadãos, na verdade, talvez representem a área mais notável das semelhanças entre a democracia brasileira e os reis africanos que aparecem nas fotos-símbolo do colonialismo. Nunca houve tantos direitos escritos nas leis; nunca o poder público foi tão incompetente para mantê-los. Não consegue, para desgraça geral, garantir nem o mais importante de todos eles – o direito à vida. Com 60.000 assassinatos por ano, o Brasil é hoje um dos países onde a vida humana tem o menor valor.
Há uma recusa sistemática em combater o crime por parte de nove entre dez políticos com algum peso; o maior pavor deles é ser considerados, por causa disso, como gente da “direita”. Acham melhor, como as classes intelectuais, os comunicadores e os bispos, falar mal da polícia. Pode passar pela cabeça de alguém que exista democracia num país que tem 60.000 homicídios por ano?
(Revista Veja, ed. 2542.) 


Sobre recursos linguísticos atinentes às flexões de número e gênero dos nomes, em termos da escrita culta, assinale a afirmativa INCORRETA.

  • A As palavras notável e importante são exemplos de adjetivos que se flexionam em número, mas não em gênero.
  • B O termo cidadãos exemplifica o grupo de substantivos que admite mais de um plural: cidadãos e cidadães.
  • C No substantivo composto fotos-símbolo, somente o primeiro elemento se pluraliza porque o segundo indica finalidade.
  • D No trecho as classes intelectuais, o adjetivo caracteriza um substantivo feminino plural; se caracterizasse um substantivo masculino plural, não se flexionaria diferentemente.