Prefeitura Municipal de Juti - Médico cirurgião geral (2019) Questão 22

O trecho a seguir faz parte da notícia publicada pela revista Veja em 21 de fevereiro de 2019.
Brasileira está entre os 10 melhores professores do mundo
Débora Garofalo é finalista do Global Teacher Prize, considerado o 'Nobel' da Educação, com iniciativa que transforma lixo em protótipos de sucata
A professora Débora Garofalo (Foto/Divulgação)
A professora paulistana Débora Garofalo é uma das dez finalistas do Global Teacher Prize, da Varkey Foundation, associada à Fundação Victor Civita no Prêmio Educador Nota 10. Considerado o “Nobel” da educação, a premiação internacional elege, anualmente, o melhor professor do mundo. O vencedor receberá 1 milhão de dólares em uma cerimônia nos Emirados Árabes Unidos, em março. Embora sua formação original seja em Letras e Pedagogia, a professora de 39 anos conquistou os alunos da Escola Municipal Almirante Ary Parreiras, na periferia de São Paulo, construindo helicópteros, máquinas de refrigerante e carrinhos automáticos — um deles, inclusive, capaz de tocar a canção tema da animação Frozen. Em 2014, percebendo a carência dos estudantes na área da tecnologia, candidatou-se para lecionar Informática Educativa para crianças do 1º ao 9º ano e, com recursos próprios, aprendeu a transformar lixo em protótipos de sucata. Daí nasceu a ideia de aliar sua disciplina à urgência local de combate às enchentes, em uma região marcada pela pobreza. “Percebi que muitos alunos não iam à escola em dia de chuva, e que as enchentes eram agravadas pela quantidade de dejetos nas ruas. Pedi que eles observassem onde as pessoas descartavam e trouxessem os eletrônicos e objetos recicláveis”, conta Débora. Desde então, uma tonelada de lixo saiu das ruas, graças ao projeto que mobilizou a comunidade inteira. A iniciativa lhe garantiu um lugar entre os finalistas da premiação. [...] Para a escolha do vencedor, que será anunciado no dia 24 de março, em Dubai, o comitê de premiação leva em consideração o emprego de práticas educacionais escalonáveis, inovadoras, que tenham resultados visíveis, causem impacto na comunidade, melhorem a profissão docente e ajudem os alunos a tornarem-se cidadãos. [...] O Global Teacher Prize já teve entre seus finalistas dois brasileiros vencedores do prêmio Educador Nota 10, realizado pela Fundação Victor Civita (FVC). No ano passado, chegou à última etapa do “Nobel” da educação o professor Diego Mahfouz Faria, Educador do Ano de 2015. Em 2017, esteve entre os indicados do prêmio global o capixaba Wemerson da Silva Nogueira, Educador do Ano de 2016. [...] (Fonte: https://veja.abril.com.br/educacao/brasileira-esta-entre-os-10-melhores-professores-do-mundo/ - acesso em 01/03/2019.)
A notícia também informa que:
  • A A Varkey Foundation é associada ao MEC para ampliar a capacitação de educadores.
  • B No Brasil, a Fundação Victor Civita tem ampliado o reconhecimento do trabalho realizado por educadores de diversas áreas há mais de 20 anos por meio do Prêmio Educador Nota 10, o maior e mais importante prêmio da Educação Básica brasileira, e um dos mais respeitados no segmento na América Latina.
  • C O prêmio criado pela FCV em 1980 é voltado para professores das escolas públicas, incentivando que os recursos públicos, que por vezes são escassos, sejam bem aplicados e tragam retorno tanto para o âmbito escolar como para as comunidades onde essas escolas estão instaladas.
  • D O regulamento da próxima edição do prêmio no Brasil será divulgado em junho. Deste modo, escolas e professores terão a oportunidade de aplicar e aprimorar seus desempenhos a partir do segundo semestre, adequando-se ao que o regulamento irá avaliar.

Encontre mais questões

Voltar