Prefeitura Municipal de Cananéia - Psicólogo (2020) Questão 46

Em um serviço de saúde, um psicólogo organizou um grupo operativo terapêutico aberto, com pacientes que sofrem pelo consumo excessivo de álcool. Durante um dos encontros, uma das pacientes se queixou do fato de que um dos membros do grupo comentou, fora da sessão, sobre uma situação constrangedora e sigilosa que ela havia compartilhado com o grupo. Essa situação

  • A é frequentemente identificada em atendimentos grupais, para os quais é dispensável a realização de um enquadre.
  • B caracteriza um acting maligno, que solicita e justifica a exclusão do integrante que rompeu a regra do sigilo do grupo.
  • C ilustra a inadequação da estratégia grupal para o acompanhamento de pacientes que têm diagnósticos associados ao uso de álcool.
  • D constitui uma violação do enquadre grupal, e deve ser trabalhada pelo psicólogo com todos os integrantes do grupo.
  • E sugere a necessidade de se oferecer à paciente que foi vítima da quebra de sigilo um atendimento em psicoterapia individual.

Encontre mais questões

Voltar