Questão 4 do Concurso Prefeitura Municipal de Edéia - Professor - Educação Física (2020)

ORA DIREIS OUVIR ESTRELAS

Olavo Bilac


"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo

Perdeste o senso! ”E eu vos direi, no entanto,

Que, para ouvi-las, muita vez desperto

E abro as janelas, pálido de espanto...


E conversamos toda a noite, enquanto

A Via-Láctea, como um pálio aberto,

Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto

Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: "Tresloucado amigo!

Que conversas com elas? Que sentido

Tem o que dizem, quando estão contigo?"


E eu vos direi: "Amai para entendê-las!

Pois só quem ama pode ter ouvido

Capaz de ouvir e de entender estrelas."

(Ora direis ouvir estrelas: Coleção de Sonetos, Via Láctea. Soneto XIII. Olavo Bilac, 1888)



Considerando que o texto tem uma linguagem literária, depreende-se que o

  • A eu lírico não se importa com a acusação e ainda demonstra a sua necessidade de dialogar com as estrelas.
  • B eu lírico não constrói um interdiscurso com os astros e procura fechar as janelas para não ouvir as estrelas.
  • C sujeito poético narra sua trajetória amorosa e aponta a natureza como elemento principal.
  • D sujeito poético descreve sua alegria e encanto pela natureza a ponto de conversar com as estrelas.