Petróleo Brasileiro S.A (Petrobras) - Engenheiro de Equipamento Júnior - Mecânica (2010) Questão 29

Ao se utilizar o modelo de esferas rígidas para representar a estrutura cristalina de metais, cada esfera representa um núcleo iônico. O fator de empacotamento atômico representa a fração do volume de uma célula unitária que corresponde às esferas, isto é, a razão entre o volume de átomos em uma célula unitária e o volume total da célula unitária. O fator de empacotamento atômico para a estrutura cristalina

  • A cúbica de face centrada (CFC), que está presente em metais como o cobre, o alumínio, a prata e o ouro, é maior do que o fator de empacotamento atômico para a estrutura cristalina cúbica de corpo centrado (CCC).
  • B cúbica de face centrada (CFC), que está presente em metais como o cobre, o alumínio, a prata e o ouro, é maior do que o fator de empacotamento atômico para a estrutura cristalina hexagonal compacta (HC).
  • C cúbica de corpo centrado (CCC), que está presente em metais como o cromo, o ferro e o tungstênio, é maior do que o fator de empacotamento atômico para a estrutura cristalina hexagonal compacta (HC).
  • D cúbica de corpo centrado (CCC), que está presente em metais como o cromo, o ferro e o tungstênio, é maior do que o fator de empacotamento atômico para a estrutura cristalina cúbica de face centrada (CFC).
  • E hexagonal compacta (HC), que está presente em metais como o cádmio, magnésio, titânio e zinco, é maior do que o fator de empacotamento atômico para a estrutura cristalina cúbica de face centrada (CFC).

Encontre mais questões

Voltar