Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão do Rio de Janeiro (SEPLAG-RJ) - Analista Executivo - Perfil 3 (2013) Questão 54

A psicologia aplicada à Administração Pública, para ser compreendida, pressupõe uma discussão mais ampla, em que os conceitos gerais de psicologia, de administração, de organização pública, de sociedade e de natureza humana deverão ser esclarecidos, bem como seus pressupostos ideológicos, suas inter-relações e suas decorrências. Entretanto, observa-se, segundo os estudiosos, um simplismo teórico que se caracteriza por:

  • A ignorar as características individuais e psicológicas dos servidores públicos ao não realizar diagnósticos precisos dos seus traços de personalidade
  • B apresentar uma abordagem tecnicista e utilitarista da administração que se preocupa com o quê e como fazer, em vez de se preocupar com os porquês.
  • C não validar os benefícios do uso de teorias e técnicas de administração que apresentam bons resultados em organizações privadas bem-sucedidas.
  • D perder o foco da busca da e?ciência, e?cácia e efetividade organizacionais, ao tentar analisar os pressupostos ?losó?cos da natureza humana.
  • E não realizar pesquisas em outras organizações sobre quais as práticas que permitem aos gestores motivarem e compromete- rem os servidores que estão sob sua gestão.

Encontre mais questões

Voltar