Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Avaré - SP (AVAREPREV-SP) - Oficial de Manutenção e Serviços (2020) Questão 3

Leia o texto para responder a questão.

Uma história de superação

Aos sete anos, Fabrício foi tido como retardado e convidado a sair da escola por não conseguir ler e escrever. Durante os primeiros dez anos, ele se sentia odiado, era chamado de monstro pelos colegas, sofria muito todos os dias na escola, mas todo dia voltava para a escola. Ninguém gostava de sua aparência. Nunca houve facilidades para Fabrício. Ele teve que achar um jeito de se achar bonito sem que ninguém o elogiasse.
O esforço e a paciência foram o amor-próprio de Fabrício quando ele não encontrava o amor das pessoas. Ele tinha sérios problemas para falar, entretanto ironicamente acabou trabalhando numa rádio. Não era bonito e, ironicamente, assumiu um programa de televisão. Não sabia escrever e se tornou escritor.
Fabrício conclui que a vida ajuda aquele que se esforça. Pode demorar até que apareçam os resultados, mas ela ajuda.

(Fabrício Carpinejar. Minha esposa tem a senha do meu celular.
Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2019. Adaptado)


O último parágrafo deixa a mensagem de que

  • A a vida não recompensa apenas os que se esforçam.
  • B as pessoas pouco se importam com as dificuldades do próximo.
  • C a vida traz recompensas às pessoas esforçadas.
  • D é comum observar que muitos se esforçam à toa.