Questões Relacionadas

Em 03/12/2018, o ordenador de despesas de um determinado ente público municipal empenhou despesa no valor de R$ 8.900,00 referente à aquisição de 500 cadeiras de plástico. Em 20/12/2018, 250 cadeiras foram entregues pelo fornecedor e, nessa mesma data, a despesa foi liquidada pelo valor de R$ 4.450,00. O restante das cadeiras adquiridas foi entregue pelo fornecedor em 25/01/2019, atendendo às cláusulas contratuais, data em que o restante da despesa empenhada em 03/12/2018 foi liquidada. Em 29/01/2019, foi pago o valor de R$ 8.900,00 referente ao empenho emitido em 03/12/2018. Assim, uma despesa orçamentária foi realizada, de acordo com a Lei nº 4.320/1964, em

  • A 25/01/2019 pelo valor de R$ 8.900,00.
  • B 03/12/2018 pelo valor de R$ 8.900,00.
  • C 20/12/2018 pelo valor de R$ 4.450,00.
  • D 25/01/2019 pelo valor de R$ 4.450,00.
  • E 29/01/2019 pelo valor de R$ 8.900,00.

No exercício de X1, o município Alegria registrou R$ 200.000,00 de despesas empenhadas, R$ 150.000,00 de despesas liquidadas e R$ 80.000,00 de despesas pagas. O montante de restos a pagar processados no exercício soma

  • A R$ 70.000,00.
  • B R$ 50.000,00.
  • C R$ 120.000,00.
  • D R$ 150.000,00.
  • E R$ 80.000,00.

Com relação às despesas de exercícios anteriores, analise as afirmativas abaixo.


I. São dívidas resultantes de compromissos gerados em exercícios anteriores àqueles em que for ocorrer o pagamento, para as quais não existia empenho inscrito em restos a pagar.

II. O ônus dos recursos recai sobre o orçamento do exercício de reconhecimento.

III. Pode ser citada como exemplo a diferença a maior entre o valor inscrito em restos a pagar e o valor real da despesa a ser paga.


Assinale

  • A se somente a afirmativa I estiver correta.
  • B se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
  • C se todas as afirmativas estiverem corretas.
  • D se somente a afirmativa II estiver correta.
  • E se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

Procurar outras questões