Prefeitura Municipal de Lindóia do Sul - Professor - Inglês (2019) Questão 2

   A inteligência engraxa as botas da estupidez

(Edival Lourenço)

      Quem trabalha como assessor de um executivo, de uma autoridade, seja pública, seja privada, em algum momento, cedo ou tarde, terá a sensação de ser mais inteligente do que o chefe. Não raro este sentimento é sufocado pela ideia um tanto lógica de que se o assessor fosse de fato mais inteligente, por certo o assessor seria chefe, e o chefe seria o assessor. E estamos falados.

        E assim o subalterno se recolhe à sua sombra de insignificância e legitima o chefe em seu pedestal. Mesmo quando o assessor seja uma espécie de braço-direito, daqueles que não descuidam de seu assessorado, escrevendo seus discursos, suas palestras, falando por ele nas entrevistas, dizendo-lhe como deve se portar, o que propor, que negócio fechar, que hora entrar, que hora sair de uma situação, daqueles que entregam o parecer finalizado, que levam o despacho pronto para colher assinatura no rodapé do imbróglio mais impermeável. Ainda assim, pela lógica da disposição das coisas, pelas posições no organograma, pelo status do cargo, pelo salário que recebe, o assessor, mesmo percebendo que sua lucidez possa ser maior do que a do assessorado, é levado a crer que alguma coisa do chefe (o músculo de tomar decisão, o tirocínio talvez) seja mesmo superior. Mas, convenhamos. Como não poderia Nicolau Maquiavel ter a sensação de ser mais inteligente do que Lourenço de Médici. Como não poderia José Bonifácio de Andrada e Silva considerar-se mais inteligente do que D. Pedro de Alcântara? Como não poderia Galileu Galilei sentir-se mais inteligente do que o grão-duque da Toscana? (...)

Fonte: https://www.revistabula.com/578-a-inteligencia-engraxa-as-botas-da-estupidez/




A palavra assessor é utilizada maioritariamente como substantivo, embora também possa atuar como adjetivo ou ainda transformar-se em verbo. Nesse sentido, assinale a alternativa na qual o vocábulo assessor ou suas variações indica, nos conjuntos de frases, respectivamente: SUBSTANTIVO, VERBO e SUBSTANTIVO.

  • A O cachorro mordeu o assessor./ Precisa falar com o assessor do artista?/ O trabalho do assessor é indispensável para o bom exercício do mandato legislativo.
  • B Todos os assessores foram convocados. / Ele sempre me assessorava nas festas. / As assessoras estavam vestidas com camisas azuis.
  • C O assessoramento é uma experiência positiva. / O assessor passou mal. / Ele nunca me assessorou.
  • D Precisa-se de um assessor ambiental. / Precisa de um assessor comercial na empresa. / Precisa falar com o assessor do artista!
  • E O secretário assessorava seu patrão nas reuniões importantes. / Vou assessorar o patrão na execução daquele serviço. / Ela é minha assessora linguística.

Encontre mais questões

Voltar